domingo, 31 de agosto de 2014

Veja os gols da derrota do Atlético para o Goiás.


Outro tropeço:Furacão decepciona mais uma vez,e é derrotado pelo Goiás.


Mais uma vez o Atlético deixou a desejar,na noite desse domingo o furacão foi até o serra dourada em Goiânia e foi derrotado por 3a1 pelo Goiás assim chegando a seis jogos sem vencer,depois de sofrer dois gols na primeira etapa o rubro nefro até esboçou uma reação após o gol de Cléo porém voltou a falhar no setor defensivo e mais uma vez acabou sendo derrotado.Agora o furacão volta a campo na próxima quarta feira contra o América-RN na arena da baixada pela copa do Brasil já com o apoio da torcida,pelo brasileirão o time volta a campo no próximo sábado contra o Palmeiras também na arena.

O JOGO:

 Mais proativo que o Atlético-PR, o Goiás começou o primeiro tempo tentando pressionar o adversário. Aos 19 minutos, os donos da casa criaram uma boa chance após troca de passes pelo meio. Dentro da área, Erik rolou para Esquerdinha, que finalizou por cima do gol de Weverton.
Com a clara proposta de defender e buscar saídas para contra-atacar, o Atlético-PR só ameaçou o Goiás aos 34 minutos do primeiro tempo. Marcelo dominou na esquerda e tocou para Natanael, que foi ao fundo e cruzou na cabeça de Cléo. A cabeçada do centroavante passou por cima do gol de Renan.
O Goiás conseguiu abrir o placar aos 39 minutos. Erik recebeu dentro da área, ajeitou para a perna esquerda e finalizou rasteiro. A bola passou pelo zagueiro Cleberson e, apesar da pouca força, morreu no canto direito de Weverton, que ficou sem reação e sequer tentou pular.
Erik apareceu novamente, três minutos mais tarde, para marcar o segundo do Goiás. O jogador recebeu bom passe de Esquerdinha, ganhou de Natanael na velocidade, entrou na área e finalizou. A bola desviou na perna de Cleberson e entrou no canto direito do gol paranaense.
O Goiás quase fez o terceiro, e de novo com Erik, aos 17 minutos da segunda etapa. Após rápida tabela, o atacante saiu na frente de Weverton e tentou tocar por cima do goleiro, que fechou bem o ângulo e fez a defesa.
No minuto seguinte, o Atlético-PR diminuiu a diferença no placar. Sueliton fez boa jogada pela direita e cruzou na medida para Cléo, que testou firme no ângulo esquerdo de Renan.
Os visitantes quase empataram a partida aos 24 minutos, quando Cleberson tocou para Cléo, que entrou na área e finalizou de primeira. A bola bateu do lado de fora da rede, à esquerda do gol defendido por Renan.
Erik confirmou que este era o seu dia aos 38 minutos. O atacante recebeu passe de Thiago Mendes, entrou na área pelo meio e contou com a ajuda da sorte para fazer seu terceiro gol no jogo. Ao tentar afastar o perigo, Sueliton chutou a bola em cima de Erik e tirou qualquer possibilidade de defesa do goleiro Weverton.
FICHA TÉCNICA:
GOIÁS 3 X 1 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO) 
Data: 31 de agosto de 2014, domingo 
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Asp.Fifa- RJ) 
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ)
Gols: GOIÁS: Erik, aos 39 e aos 42 minutos do primeiro tempo e aos 38 minutos do segundo tempo 
ATLÉTICO-PR: Cléo, aos 18 minutos do segundo tempo
GOIÁS: Renan, Valmir Lucas, Jackson, Felipe Macedo e Léo Veloso; Thiago Mendes, David, Murilo (Tiago Real) e Esquerdinha (Liniker); Samuel e Erik (Welinton Júnior) 
Técnico: Ricardo Drubscky
ATLÉTICO-PR : Weverton, Sueliton (Mário Sérgio), Cleberson, Drausio e Natanael; Deivid, Paulinho Dias (Douglas Coutinho), Otávio e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo 
Técnico: Leandro Ávila (interino)

sábado, 30 de agosto de 2014

Em busca da reabilitação:Para tirar a má fase,furacão enfrenta o Goiás no Serra Dourada.


O furacão volta a campo pelo brasileirão na noite desse domingo,em Goiânia contra o Goiás,com o objetivo de se reencontrar com as vitórias e tentar espantar a má fase do time que já dura cinco jogos.Ainda com reflexos da derrota pela copa do Brasil o técnico Leandro Ávila lamentou os erros na última partida e esboçou mudanças na equipe que vai a campo no serra dourada para tentar voltar aos caminhos das vitórias.

O TIME:

Para a partida,o treinador terá a volta de Bady que ficou de fora da partida contra o América,e esse pode ser uma das novidades na equipe disputando vaga no meio campo com Nathan,outro que foi testado durante a semana foi Paulinho Dias que também pode aparecer no setor.Já na zaga existe a possibilidade de Dráusio aparecer ao lado de Cleberson na zaga e João Paulo ganhar a posição de Otávio,a seguir confira a todos os relacionados e a ficha técnica completa do jogo desse domingo.

Relacionados:


 Goleiros: Santos e Weverton
Laterais-direito: Mário Sérgio e Sueliton
Zagueiros: Cleberson, Dráusio e Léo Pereira
Laterais-esquerdo: Natanael e Willian Rocha
Volantes: Deivid, João Paulo, Otávio e Paulinho Dias
Meias: Bady, Marcos Guilherme e Nathan
Atacantes: Cléo, Dellatorre, Douglas Coutinho, Marcelo e Mosquito

FICHA TÉCNICA:

GOIÁS-GO X ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia – GO
Data: 31 de agosto de 2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Asp.Fifa- RJ) 
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Diogo Carvalho Silva-RJ
GOIÁS: Renan, Jackson, Felipe e Valmir Lucas; Moisés,Thiago Mendes, Tiago Real, David e Léo Veloso; Samuel (Esquerdinha) e Erik 
Técnico: Ricardo Drubscky
ATLÉTICO-PR : Weverton, Sueliton, Cleberson, Léo Pereira (Drausio) e Natanael; Deivid, Otávio (João Paulo), Nathan (Bady) e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo. 
Técnico: Leandro Ávila (interino)

Relembre o último confronto entre Atlético e Goiás.


De olho no inimigo:Informações do Goiás.


O adversário do Atlético nesse domingo,assim como o furacão não vive um bom momento após um bom começo o time comandado pelo ex atleticano Ricardo Drubsky está na décima segunda posição com 20 pontos ganhos e vem de uma derrota no meio de semana diante do Fluminense pela copa sul americana.Para a partida o time goiano não poderá contar com Ramón e Amaral que seguem em tratamento no DM por outro lado terá a volta do atacante Samuel que ficou de fora da partida no Rio de Janeiro sendo assim,o Goiás deverá ir a campo com:Renan, Jackson, Felipe e Valmir Lucas; Moisés,Thiago Mendes, Tiago Real, David e Léo Veloso; Samuel (Esquerdinha) e Erik 

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Veja os gols da derrota do Atlético para o América.


Desastre nas dunas:Atlético se perde,e é goleado pelo América em Natal.


A estréia do furacão na copa do Brasil,não foi das melhores,pelo contrario foi péssima fazendo uma atuação pífia o rubro negro foi goleado pelo América por 3a0 e agora vê sua situação na competição muito complicada.Pra poder avançar as quartas de final o rubro negro terá que vencer por 4 gols de diferença para avançar de forma direta,ou três gols para levar a decisão da vaga para os pênaltis.A partida de volta será realizada na próxima quarta feira na arena da baixada,já com  a presença da torcida porém, antes o furacão vai até Goiânia encarar o Goiás pelo campeonato Brasileiro.

O JOGO:

 A nova Era Leandro Ávila, que já colocou sua marca em campo ao escalar Nathan e Douglas Coutinho como titulares, começou com a equipe mostrando que, mesmo fora de casa, tentaria tomar as ações. Logo no primeiro minuto, Marcelo aproveitou vacilo da defesa potiguar e cruzou para Douglas Coutinho, que não alcançou a bola. Aos quatro minutos, foi a vez de Sueliton arriscar e carimbar a trave.

O Mecão segurou a pressão e equilibrou as ações. Aos 16 minutos, Lázaro pegou sobra de bola e bateu forte, pela linha de fundo. Na resposta, aos 18 minutos, Marcos Guilherme mandou o petardo e Andrey fez grande defesa. O jogo era bem disputado e o gramado ajudava a bola a rolar com qualidade. Aos 28 minutos, Andrey repôs a bola errado e por pouco não entregou o ouro ao adversário.
O América começou a usar mais o futebol de Rodrigo Pimpão. Aos 30 minutos, o atacante soltou o pé para defesa de Weverton. Até que, aos 39 minutos, Walber fez a jogada e serviu Max que, com visão, tocou para Pimpão tocar no contrapé de Weverton para abrir o placar para loucura do torcedor. Aos 46 minutos, Otávio travou Morais na área e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, após muita reclamação dos jogadores do Furacão, Max fez o segundo.
Para a segunda etapa, o Rubro-Negro voltou com Paulinho Dias no lugar de Otávio, em uma tentativa de reforçar a marcação. Porém, o América continuava perigoso. Aos dois minutos, Max tabelou com Pimpão e chutou de fora da área, com perigo. O troco veio com Natanael, aos quatro minutos, fazendo a jogada individual e cruzando fechado, mas para ninguém.
A partida continuava bem disputada, mas após o intervalo com menos oportunidades de gol. Com isso, o Atlético tocava bola, esperando por algum espaço para atacar. Aos 24 minutos, Douglas Coutinho tentou vencer a defesa potiguar na corrida, mas não alcançou a bola. Aos 28 minutos, Natanael fez o levantamento na área e Léo Pereira desviou pela linha de fundo, com perigo.
O Furacão não mostrava força para diminuir o prejuízo, enquanto os donos da casa administravam bem, bem postados na defesa. Para piorar, no contra-ataque, Max rolou para Thiago Cristian que, sozinho, sem goleiro, tocou para o fundo das redes para fechar a contagem
FICHA TÉCNICA:
América-RN 3x0 Atlético Paranaense
Copa do Brasil: Oitavas de final – Jogo de ida
Data: 27/08/2014 [quarta-feira]
Horário: 19h30
Local: Arena das Dunas
 
América-RN: Andrey; Marcelinho (Walber), Cleber, Lázaro e Arthur Henrique (Thiago Cristian); Marcio Passos (Tiago Dutra), Fabinho, Val e Morais; Rodrigo Pimpão e Max.
Técnico: Oliveira Canindé
 
Atlético: Weverton; Sueliton, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, Otávio (Paulinho Dias), Nathan (Cléo) e Marcos Guilherme; Douglas Coutinho (João Paulo) e Marcelo.
Técnico: Leandro Ávila
 
Árbitro: Marielson Alves Silva [Bahia]
Auxiliares: Luiz Carlos Silva Teixeira [Bahia] e Clovis Amaral da Silva [Bahia]
Quarto árbitro: Leandro Saraiva Dantas de Oliveira [Rio Grande do Norte]
 
Gols: Rodrigo Pimpão, aos 40' do 1º T, Max, aos 48' do 1º T [pênalti] e Thiago Cristian, aos 35' do 2º T (América-RN)
 
Cartões: Otávio, aos 48' do 1º T, Cleberson, aos 8' do 2º T (Atlético Paranaense) Walber, aos 10' do 2º T, Márcio Passos, aos 16' do 2º T e Tiago Dutra, aos 42' do 2º T (América - RN)

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Chegou a hora da estréia:Com Leandro Ávila no comando,furacão estréia na Copa do Brasil.


Chegou a hora de mais uma estréia,em mais uma Copa do Brasil é a participação de número 95 do furacão na competição e busca esse ano.repetir o feito de 2013 onde chegou a decisão porém não conquistou o titulo.Além disso o jogo pode marcar o inicio de uma nova fase no time rubro negro,isso por que Leandro Ávila terá mais uma vez a missão de comandar o jovem time rubro negro a beira do gramado e devolver ao time o bom futebol que vinha apresentado até antes da copa do mundo.E para retornar bem ao comando do Atlético Leandro deverá fazer algumas mudanças na equipe.

O TIME:

Para a partida o treinador terá a volta de Léo Pereira que deverá ser titular na zaga ao lado de Cléberson,Dráusio volta para o banco.Já no meio campo a situação segue indefinida já que João Paulo e Otávio brigam por uma vaga ao lado de Deivid na marcação no setor a mudança certa é a ausência de Bady que nem viajou com a delegação,o garoto Nathan que estava com a seleção sub-20 terá sua oportunidade ao lado de Marcos Guilherme.Já no ataque Cleó e Douglas Coutinho rigam por uma vaga ao lado de Marcelo para a partida dessa quarta as 19:30 na Arena das dunas.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-RN X ATLÉTICO-PR
Local: Arena das Dunas, em Natal-RN 
Data: 27 de agosto de 2014, quarta-feira 
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Marielson Alves Silva-BA 
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (Asp. Fifa-PE) e Luiz Carlos Silva Teixeira -BA

AMÉRICA-RN : Andrey, Marcelinho, Cléber, Roberto Dias e Paulo Henrique (Paulinho); Márcio Passos, Val, Wanderson e Morais (Daniel Costa); Rodrigo Pimpão e Max (Alfredo) 
Técnico: Oliveira Canindé
ATLÉTICO-PR : Weverton, Sueliton, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, João Paulo, Otávio (Nathan) e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo (Douglas Coutinho). 
Técnico: Leandro Ávila (interino)

Relembre o último duelo entre furacão e América-RN


De olho no inimigo: informações do América-RN.


Mais uma vez o mecão no caminho do furacão na Copa do Brasil,e dessa vez o time potiguar vem cheio de motivação apesar da má campanha na série B,após passar de fase com uma goleada surpreendente por 5a2 contra o Fluminense em pleno maracanã,o time do técnico Oliveira Canindé aposta na força da torcida que deve comparecer em grande número na noite dessa quarta feira na arena das dunas.Quanto a equipe o único desfalque será o goleiro Fernando Henrique que segue em recuperação no DM Andrey será seu substituto na meta,sendo assim o América deve ir a campo com:Andrey; Marcelinho, Cleber, Roberto e Paulo Henrique; Marcio, Val, Andre, Max; Jeferson e Rodrigo Pimpão.

domingo, 24 de agosto de 2014

Doriva não é mais técnico do Atlético.


A passagem de Doriva pelo Atlético durou apenas oito jogos,após o empate desse domingo com o Bahia o furacão anunciou oficialmente a saída do treinador,Doriva chegou ao Atlético durante a copa do mundo vindo do Ituano,porém não conseguiu dar sequência no trabalho no comando do rubro negro.Agora o furacão procura um novo treinador,Leandro Ávila comandará o time interinamente.

Sem emoção:Furacão joga mau e fica no zero com o Bahia.


No último jogo com portões fechados na arena o furacão ficou no zero a zero com o Bahia,com o resultado o furacão ficou na nona colocação no campeonato se distanciando do grupo dos 4 primeiros.Agora o furacão muda o foco pensa na copa do Brasil no meio da semana contra o América-RN.

O JOGO:


 Logo no primeiro lance da partida o Tricolor de Aço tentou mostrar suas armas para se livrar da zona de rebaixamento. Guilherme Santos fez o cruzamento e Emanuel desviou por cima da meta. Falsa impressão. O jogo era truncado, com muita marcação no meio-campo. Aos 10 minutos, Marcos Guilherme cobrou escanteio, Cléo subiu mais do que a defesa baiana e desviou por cima da meta.
Enquanto o Furacão tentava manter a posse de bola, o Bahia buscava sair em velocidade, mas tinha dificuldade Pela marcação e pela limitação técnica do time. Aos 15 minutos, confusão na área atleticana, Maxi tentou desviar deitando no chão e, na sobra, o árbitro marcou falta sobre Weverton. As equipes erravam muitos passes em uma partida tecnicamente muito ruim na Arena.
Aos 29 minutos, um momento que refletiu bem a partida. Todo o time do Tricolor recuado e o Rubro-Negro batendo contra um verdadeiro paredão de jogadores, sem alternativas para ultrapassar o ferrolho armado por Gilson Kleina. Aos 32 minutos, Kieza partiu em velocidade e chutou em cima da defesa atleticana. A primeira etapa terminou sem nenhum lance real de gol. Houvesse torcida, vaias seriam escutadas na Arena.
Para o segundo tempo, as equipes voltaram sem alterações. Aos três minutos, Sueliton cobrou lateral que foi anulado pela arbitragem por reversão, lance raro no futebol profissional. Aos sete minutos, Emanuel tentou o levantamento na área e ninguém acompanhou a jogada. O Panorama da partida não mudou após o intervalo.
Nem mesmo as jogadas de bola parada funcionava. Aos 11 minutos, Natanael cobrou falta na estrada da área e isolou. Em lance idêntico, três minutos depois, Emanuel cobrou falta e a bola teve o mesmo destino, a linha de fundo. Tentando mudar alguma coisa no jogo, o técnico Doriva colocou o atacante Douglas Coutinho no lugar do meia Bady. Aos 23 minutos, o primeiro chute a gol para valer da partida, com Diego Macedo, que parou nas mãos de Weverton.
O jogo ganhou um pouco em movimentação, mas os ataques não mostravam competência nas finalizações. Aos 24 minutos, Guilherme Santos invadiu a área e chutou cruzado, longe do gol. A melhor chance do Rubro-Negro apareceu aos 30 minutos, em cruzamento de Cléo, na cabeça de Douglas Coutinho. O atacante, sem goleiro, desviou por cima da meta. Aos 36 minutos, o lance mais incrível da partida. Bruno Mendes recebeu na entrada da pequena área, livre, e chutou em cima de Marcel Lomba. Não era noite de gols.
Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Goiás, domingo, no Estádio Serra Durada, em Goiânia. Já o Bahia terá pela frente o Grêmio, no mesmo dia, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 0 X 0 BAHIA-BA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba-PR 
Data: 24 de agosto de 2014, domingo 
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE) 
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (Asp. Fifa-PE) e Elan Vieira de Souza - PE 
Cartões amarelos: Bady (Atlético-PR); Maxi (Bahia)
ATLÉTICO-PR : Weverton, Sueliton, Cleberson, Dráusio e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady (Douglas Coutinho) e Marcos Guilherme (Otávio); Marcelo e Cléo (Bruno Mendes). 
Técnico: Celso Roth
BAHIA-BA : Marcelo Lomba; Roniery, Demerson, Titi, Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda, Léo Gago (Diego Macedo) e Emanuel (Henrique); Maxi (Rafinha) e Kieza 
Técnico: Gilson Kleina

sábado, 23 de agosto de 2014

Só a vitória interessa:Em busca de reabilitação,furacão recebe o Bahia na arena.


Para apagar os efeitos das duas ultima partidas,e os resultados negativos o furacão recebe amanhã o Bahia na arena da baixada,o último com portões fechados vivendo um momento de instabilidade o furacão mira os três pontos em casa para inciar bem a maratona de jogos que terá pela frente.Para a partida o técnico Doriva assim como no jogo anterior terá que mexer na equipe principal para poder voltar a vencer no campeonato e ficar mais próximo do G4 do brasileirão e se reabilitar da competição.

O TIME:

Para a partida o o treinador não terá o zagueiro Léo Pereira,que está suspenso pelo terceiro amarelo,Dráusio que já atuou como titular na partida passada será mantido na zaga ao lado de Cléberson que volta de suspensão no demais o furacão deve ser o mesmo da partida anterior com Cléo e Marcelo formando a dupla de ataque e Bady e Marcos Guilherme na meia cancha.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR X BAHIA-BA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba-PR 
Data: 24 de agosto de 2014, domingo 
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE) 
Assistentes: Clovis Amaral da Silva e Elan Vieira de Souza (ambos de PE)

ATLÉTICO-PR : Weverton, Sueliton, Cleberson, Dráusio e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo. 
Técnico: Doriva
BAHIA: Marcelo Lomba; Railan, Demerson, Titi, Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda, Léo Gago e ;Emannuel e Kieza 
Técnico: Gilson Kleina

Relembre o último confronto entre furacão e Bahia.


De olho no inimigo:Informações do Bahia.


Na parte debaixo da tabela,o Bahia vem a Curitiba com mudanças para enfrentar o furacão,sem poder contar com Rhayner e Marcos Aurélio o técnico Gilson Kleina terá como novidades os irmão Maxi e Emannuel Bianchuchi que serão a novidades no meio campo,já a dúvida fica na letaral onde Railan e Roniery brigam pela vaga.Sendo assim o Bahia deve ir a campo com:Marcelo Lomba; Railan (Roniery), Titi, Demerson e Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda, Léo Gago e Emanuel Biancucchi; Maxi e Kieza.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Veja os gols da derrota do furacão para o Santos.

                      

Derrota em Santos:Furacão vacila e é derrotado pelo Santos.


Não foi a noite do furacão na vila Belmiro,em jogo onde a defesa vacilou novamente o Atlético acabou sendo derrotado pelo Santos por 2a0 assim ficando na nona colocação no brasileirão.Na próxima rodada o furacão enfrenta o Bahia na arena da baixada.

O JOGO:

Com as duas equipes precisando da vitória para reagir na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, Santos e Atlético-PR buscaram o ataque desde o apito inicial. Mesmo fora de casa, o Furacão não se intimidou e até começou melhor o jogo.
Aos 8 minutos, Aranha salvou o Peixe após escorregão de Edu Dracena dentro da área. Cléo encheu o pé, mas a bola foi no centro do gol.
No contra-ataque, Lucas Lima arriscou jogada individual, mas também chutou fraco, nas mãos de Weverton.
O jogo era lá e cá, com o meio de campo muito aberto e com os times procurando sempre jogar com a bola no chão.
Após os 20 minutos iniciais, o Peixe passou a equilibrar o jogo e criar chances de gol. Robinho comandava o ataque e chamava a marcação, deixando espaços para Thiago Ribeiro e Leandro Damião. O centroavante, muito pressionado pela torcida a cada erro, quase marcou em duas oportunidades, mas primeiro viu o goleiro adversário defender seu peixinho e depois lamentou a falta de pontaria em rebote dentro da área.
Aos 24, o lance que fez a Vila Belmiro se calar. Robinho arrancou pela esquerda, pedalou ao seu estilo e, ao tocar a bola, sentiu a coxa direita e caiu com a mão no local. O camisa 7 precisou ser substituído por Rildo e foi direto para os vestiários.
O Peixe, no entanto, não se deixou abater e logo no primeiro lance sem o ídolo, Thiago Ribeiro só não marcou de cabeça porque Weverton operou um milagre.
E, após tanto insistir, o alvinegro praiano acabou premiado com um gol aos 44. Cicinho foi mais esperto, roubou a bola na área adversária e cruzou para Leandro Damião só escorar para o gol. 
Mas a tranquilidade santista veio aos 21. Arouca carregou pelo meio e rolou para Mena na esquerda, que cruzou na cabeça de Thiago Ribeiro. Desta vez o camisa 11 não desperdiçou e também marcou seu primeiro gol neste Campeonato Brasileiro.No último minuto, já com os torcedores deixando a Vila Belmiro, David Bráz fez pênalti, mas Marcelo acertou o travessão na cobrança e apenas ratificou a vitória santista.
SANTOS 2 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Urbano Caldeira, Vila Belmiro, em Santos (SP) 
Data: 20 de agosto de 2014, quarta-feira 
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG-CBF-1) 
Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG-CBF-1) e Marcus Vinicius Gomes (MG-CBF-1) 
Público: 4.612 torcedores
Renda: R$ 129, 285  
Cartões amarelos: Léo Pereira e Dráusio (Atlético-PR) 
Gols: SANTOS: Leandro Damião, aos 44 minutos do primeiro tempo, e Thiago Ribeiro, aos 21 do segundo tempo
SANTOS: Aranha; Cicinho, David Bráz, Edu Dracena e Mena; Alison, Arouca e Lucas Lima, Thiago Ribeiro (Stéfano Yuri), Robinho (Rildo) e Leandro Damião (Souza)
Técnico: Oswaldo de Oliveira
ATLÉTICO-PR: Weverton, Sueliton, Dráusio, Léo Pereira e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady (Dellatorre) e Marcos Guilherme (Douglas Coutinho); Marcelo e Cléo
Técnico: Doriva

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Para pescar o peixe:Em busca da vitória,furacão enfrenta o Santos na vila Belmiro.


Mais um duelo fora de casa,e mais uma vez o Atlético busca o resultado positivo longe de sua torcida,após o empate considerado bom pelos jogadores contra o Sport o furacão tem mais um duelo difícil fora de casa agora contra o Santos,que vem de um jejum de três jogos e de derrota na última rodada.E para surpreender o peixe na vila Belmiro o furacão aposta no bom retrospecto como visitante e no embalo das últimas partidas,para vencer o time paulista o técnico Doriva deve fazer uma mudança na equipe em relação a partida anterior.

O TIME:

Para a partida,o furacão não poderá contra com o zagueiro Cléberson que levou o terceiro amarelo contra o Sport e fica de fora,sendo assim Dráusio deve aparecer na zaga ao lado de Léo Pereira,assim mantendo o esquema da equipe no 4-4-2,com ,Marcelo e Cléo no ataque.

FICHA TÉCNICA:

Santos x Atlético-PR
Local:Vila Belmiro,Santos.
Data:20/08/2014
Horário:19:30
Motivo:Campeonato Brasileiro 2014
Arbitro:Igor Junio Benevenuto
Auxiliares:Celso Luiz da Silva e Marcus Vinicius Gomes.

Santos:Aranha;Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena;Alison, Arouca e Lucas Lima, Thiago Ribeiro, Leandro Damião e Robinho.Téc:Oswaldo de Oliveira.

Atlético-PR:Weverton,Sueliton,Dráusio,Léo Pereira e Natanael;Deivid,João Paulo,Bady e Marcos Guilherme;Marcelo e Cléo.Téc:Doriva.

Relembre o último confronto entre furacão e Santos.


De olho no inimigo:Informações do Santos.


Para voltar a vencer no campeonato,o Santos conta com a força da vila Belmiro para derrotar o furacão nessa quarta as 19:30 e conta também com o talento de sua estrela o atacante Robinho.Na última rodada o time paulista foi goleado pelo Cruzeiro e deve ter mudanças para o jogo dessa quarta,ao começar pela zaga já que Bruno Uvini se machucou na partida anterior David Braz será o companheiro de Edu Dracena na zaga,contra partida o time terá s voltas de Durval e Alison que cumpriram suspensão sendo assim,o Santos deve ir a campo com:Aranha;Cicinho, Edu Dracena, David Braz e Mena;Alison, Arouca e Lucas Lima, Thiago Ribeiro, Leandro Damião e Robinho.


domingo, 17 de agosto de 2014

Veja os gols do empate do furacão com o Sport.


Um ponto na ilha:Furacão começa na frente,mas leva o empate do Sport.


O furacão até tentou a vitória,mas conseguiu apenas um ponto em Recife,em noite onde o furacão não teve grande atuação o time rubro negro conquistou um ponto na ilha do retiro e se mantém na sétima colocação do campeonato brasileiro.Na próxima rodada o furacão joga mais uma vez fora de casa agora contra o Santos na Vila Belmiro quarta feira as 19:30.

O JOGO:

Em um jogo equilibrado, o Atlético-PR saiu na frente. Aos 24 minutos do primeiro tempo, o aniversariante Cléberson recebeu a cobrança de falta de Bady, se adiantou e cabeceou para o fundo das redes, sem chances para o goleiro Magrão. 1 a 0 para o Furacão. As duas equipes puxaram muitos contra-ataques, mas as defesas pressionavam.
Aos 39 minutos veio o empate. Wendel fez a cobrança de falta e a bola explodiu na barreira. Wendel tentou novamente e a sobra ficou com o estreante Régis, que não desperdiçou. 1 a 1 na Ilha do Retiro. 
No segundo tempo, o desempenho das duas equipes piorou sensivelmente. Com muitas arrancadas e força física, faltou técnica e criatividade. Aos 10 minutos do primeiro tempo, Patric desviou chute de Felipe Azevedo e mandou para as redes, mas o juiz assinalou impedimento e anulou o gol.
Nos últimos minutos da etapa complementar, os goleiros Weverton e Magrão fizeram defesas espetaculares que salvaram os times e garantiram o empate. Aos 41, o goleiro do Atlético-PR precisou se esticar para evitar o gol de Patric, que ajeitou e mandou uma bomba de fora da área. No minuto seguinte, Magrão agarrou um chute perigoso de Léo Pereira no canto direito e evitou a derrota do Sport.
O próximo compromisso do Atlético-PR será diante do Santos na Vila Belmiro na próxima quarta-feira (20), às 19h30 (de Brasília), enquanto o Sport recebe o Palmeiras na Arena Pernambuco, no mesmo dia e horário. Os jogos serão válidos pela 16ª rodada da Série A.
FICHA TÉCNICA:
SPORT 1 x 1 ATLÉTICO-PR 

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE) 
Data: 17 de agosto de 2014, domingo 
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Vinícius Furlan (SP) 
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Vicente Romano Neto (SP) 
Cartões amarelos: Régis, Felipe Azevedo, Wendel, Patric (Sport), João Paulo, Cléberson, Deivid (Atlético-PR) 
Gols: SPORT: Régis, aos 39 minutos do primeiro tempo; ATLÉTICO-PR: Cléberson, aos 24 minutos do primeiro tempo.
SPORT: Magrão; Patric, Oswaldo, Durval e Renê; Richely, Wendel, Régis (Zé Mário), Érico Júnior (Ananias) e Felipe Azevedo (Aílton); Neto Baiano 
Técnico: Eduardo Baptista
ATLÉTICO-PR: Weverton; Suéliton, Cléberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady (Delatorre) e Marcos Guilherme (Douglas Coutinho); Marcelo e Cléo (Otávio) 
Técnico: Doriva

sábado, 16 de agosto de 2014

Pensando no G-4:Em busca da segunda vitória seguida,Atlético enfrenta o Sport em Recife.


Vencer para arrancar,esse é o objetivo do furacão nesse domingo as 18:30 na ilha do retiro contra o Sport após a vitória na última rodada diante o Botafogo o furacão almeja uma nova sequência de resultados positivos para entra de vez na riga pelo G-4.E tem um forte aliado ao seu lado,além de uma longa invencibilidade sobre o time pernambucano tem também,o time todo a disposição do técnico Doriva que não deve fazer grandes mudanças na equipe e relação ao último jogo.

O TIME:

Para a partida a única mudança deve ser na lateral direita,isso por que Sueliton volta de suspensão e retorna a vaga,sendo assim Mario Sergio volta para o banco de reservas,o atacante Douglas Coutinho que foi chamado a seleção de base estará no banco de reservas na partida desse domingo no demais o time será o mesmo da partida contra o Botafogo.

FICHA TÉCNICA:

Sport x Atlético-PR
Data:17/08/2014
Local:Ilha do retiro,Recife.
Horario:18:30
Motivo:Campeonato Brasileiro 2014
Arbitro:Vinicius Furlan
Auxiliares:Rogério Pablos Zanardo e Vicente Romano Neto.

Sport:Magrão,Patric,Oswaldo,Durval e Renê;Rithely,Wendel,Régis,Érico Junior,Neto Baiano,e Felipe Azevedo.Téc:Eduardo Baptista.

Atlético-PR:Weverton,Sueliton,Léo Pereira,Cléberson e Natanael;Deivid,João Paulo,Bady e Marcos Guilherme,Marcelo e Cléo.Téc:Doriva

Relembre o último confronto entre furacão e Sport.


De olho no inimigo:Informações do Sport.


A um ponto apenas do furacão,o Sport promete uma grande partida nesse domingo as 18:30 na ilha do retiro,apesar da derrota na última rodada para o Flamengo e vir de duas derrotas seguidas o time do técnico Eduardo Baptista conta com o bom retrospecto em casa para se manter na parte decima da tabela,já que é o oitavo colocado com 21 pontos apenas um ponto atras do furacão.E para manter a boa colocação o time pernambucano deve ir com uma formação ofensiva  o já que já que o treinador confirmou a presença de Érico Junior ao lado de Felipe Azevedo e Neto Baiano no ataque assim mantendo a equipe ofensiva das partidas anteriores,sendo assim o Sport deve ir a campo com:Magrão; Patric, Oswaldo, Durval e Renê; Rithely, Wendel, Régis, Érico Júnior e Felipe Azevedo; Neto Baiano.

domingo, 10 de agosto de 2014

Vejas os gols da vitoria do Atlético contra o Botafogo


De volta as vitórias:Furacão vence o Botafogo,e cola no G4


Depois de duas rodadas finalmente o furacão se encontrou com a vitória novamente,com um esquema tático diferente o rubro negro derrotou o Botafogo na arena e encostou no G4 do brasileirão,com uma boa atuação principalmente no segundo tempo o Atlético foi superior ao time carioca e com um gol no fim de cada tempo garantiu mais três pontos na classificação.Na próxima rodada o rubro negro volta a campo contra o Sport Na ilha do retiro em Recife.

O JOGO:

Em mais uma partida marcada pelos portões fechados e o silêncio nas arquibancadas, a bola rolou para um inicio de jogo muito pegado, com as duas equipes tentando acelerar as jogadas. De um lado, o Furacão com a iniciativa, do outro, os cariocas tentando um bote certeiro para armar o contra-ataque. Aos quatro minutos, Edilson tentou duas vezes o chute na entrada da área e carimbou a defesa rubro-negra.
Aos poucos, o Botafogo aumentava sua posse de bola, apertando a marcação no meio-campo. Aos 12 minutos, Cléo partiu para a jogada individual, mas a bola sobrou para Marcelo, que partiu impedido para o lance. Aos 16 minutos, cobrança de falta na lateral da área atleticana e Edilson tentou a cobrança direta, facilitando o corte da zaga. Mesmo com a mudança de esquema, com mais jogadores no meio-campo, o Atlético não conseguia manter a bola nos pés e errava demais.
Em mais um ataque rápido do Botafogo, aos 20 minutos, Emerson Sheik recebeu no bico da grande área, abriu espaço e arriscou o chute por cima da meta. Na resposta, aos 22 minutos, foi a vez de Marcelo chutar de fora da área, mas fraco, nas mãos de Jefferson. Um minuto depois, cruzamento na área, Cléo desviou de cabeça, e Jefferson operou um verdadeiro milagre na Arena. No rebote, o Rubro-Negro desperdiçou um bom ataque.
O Furacão conseguiu se acertar em campo e já atacava mais do que o adversário, porém a defesa continuava sofrendo. Aos 32 minutos, contra-ataque em velocidade, mas Marcelo errou o passe. Na sequência, a bola sobrou para Natanael praticamente recuar para Jefferson. O ritmo do jogo caiu bastante, ficando mais truncado. Até que, aos 45 minutos, Natanael cruzou com perfeição e Cléo, agora sem chances para o goleiro, abriu o placar.
Para a etapa final, o Alvinegro voltou com Daniel no lugar de Lucas. Logo no primeiro minuto, contra-ataque para o Atlético, Cléo invadiu a área, rolou para trás, e a zaga chegou para chutar pela linha de fundo e ceder escanteio. Aos três minutos, Cléo disparou em velocidade, abriu a jogada com Bady, que deixou Marcelo na cara do gol. O atacante conseguiu isolar. Depois da pressão sofrida, o Botafogo passou a tocar mais a bola, tentado voltar para a partida.
Mais um bom ataque rubro-negro, aos oito minutos, mas Marcos Guilherme optou por tentar o gol de cobertura e exagerou na força. O ritmo voltou a cair, com o Rubro-Negro se fechando e o Botafogo parando em um verdadeiro paredão. Aos 16 minutos, Edílson cobrou falta e assustou Weverton, que nem se mexeu. Zeballos, em cobrança de falta, aos 22 minutos, isolou a bola e desperdiçou uma boa chance.
Apesar de muita vontade pelos dois lados, o jogo era tecnicamente feio. Aos 27 minutos, Emerson arriscou de longe e mandou direto para fora. Pressão carioca, aos 32 minutos, com o Furacão recuado demais. Primeiro em chute de Emerson, que Weverton defendeu com os pés. Na sobra, Gabriel desviou e a defesa atleticana salvou. Aos 37 minutos, Zeballos entrou driblando na área, mas se atrapalhou no momento da finalização, facilitando o corte.
Era jogo de ataque contra defesa. Aos 40 minutos, Sheik chutou e Wéverton segurou em dois tempos. Doriva fechou ainda mais com a entrada de Paulinho Dias, administrando até o fim para garantir os três pontos. Ainda deu tempo para Douglas Coutinho, aos 46 minutos, arrancar em velocidade, passar por Jefferson e tocar para o gol vazio para fechar a contagem.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 2 X 0 BOTAFOGO-RJ
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 10 de julho de 2014 (Domingo) 
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS) 
Assistentes: José Eduardo Calza (RS) e Alexandre Kleiniche (RS)
Cartões amarelos: Dória, Junior César, Emerson (Botafogo)
Gols:  ATLÉTICO-PR: Cléo, aos 45 minutos do primeiro tempo e Douglas Coutinho, aos 46 minutos
ATLÉTICO-PR: Weverton, Mário Sérgio, Cleberson, Léo Pereira e Natanael; Deivid, João Paulo, Bady (Otávio) e Marcos Guilherme; Marcelo (Paulinho Dias) e Cléo (Douglas Coutinho)
Técnico: Doriva
BOTAFOGO: Jéfferson, Lucas (Daniel), Dória, Bolívar e Junior Cesar; Aírton, Gabriel, Edilson e Luiz Ramirez; Rogério (Zeballos) e Emerson Sheik
Técnico: Vagner Mancini