Vira Vira:Atlético vence a Chapecoense e segue no G-6.


E o furacão segue firme na luta pela Libertadores,o rubro negro derrotou a Chapecoense por 3a1 na arena de virada com gol de Hernâni,Pablo e Rosseto o furacão conseguiu a vitória em um jogo abeto na arena da baixada.Na próxima rodada o furacão vai a Poro Alegre enfrentar o Grêmio.

O JOGO:

O Furacão começou a partida tentando assustar, logo aos três minutos, com Paulo André, que aproveitou cruzamento de Lucho González para desviar e obrigar Danilo a fazer grande defesa. A resposta veio aos sete minutos, com Cleber Santana, que recebeu na meia-lua e, desequilibrado, tentou o arremate, sem direção. Danilo voltou a salvar os catarinenses, aos 10 minutos, parando cabeçada de Lucho.
Porém, quem abriu a contagem na Arena foi a Chapecoense. Aos 18 minutos, depois de cobrança de escanteio, a bola sobrou na área para Filipe Machado desviar para o fundo das redes. O gol parece ter desestabilizado ainda mais os donos da casa. Aos 23 minutos, após troca de passes, Tiaguinho cruzou para Kempes pegar de voleio e isolar a bola.
A Chape tocava a bola como queria, envolvendo o Atlético. Aos 33 minutos, uma rara cegada do Furacão, com Lucas Fernandes, que tentou um chute de longe, no ângulo, mas errou o alvo. Aos 35 minutos, Lucho lançou Roseto, que apareceu na frente do gol, mas não conseguiu finalizar em tempo. Até que, aos 40 minutos, Dener fez pênalti em Lucas Fernandes. Na cobrança, Hernani converteu e deixou tudo igual.
Para a etapa final, os dois times retornaram sem alterações. A torcida tentava empurrar do lado de fora, mas o Rubro-Negro ainda tinha dificuldade em responder. Aos oito minutos, falta na entrada da área catarinense e Nicolas cobrou para defesa de Danilo, que ainda deu rebote, rechaçado pela defesa.
O Atlético ficava com a bola, pressionava, mas não conseguia furar a defesa da Chape. Aos 16 minutos, Lucho tentou o passe para Pablo no meio da defesa, mas Gil interceptou. Aos 18 minutos, Nicolas cobrou escanteio e Thiago Heleno subiu e testou para fora. Aos 22 minutos, Filie Machado partiu para a jogada individual, arriscou o chute, mas sem sucesso.
O ímpeto atleticano diminuiu, mas a ansiedade para tentar a virada era evidente. Os dois treinadores queimaram as substituições tentando alguma coisa nos últimos minutos de jogo. Aos 35 minutos, cruzamento para Kempes cabecear e Santos fez boa defesa para salvar. Mas, aos 38 minutos, João Pedro cobrou escanteio e Pablo, de cabeça, definiu a virada. Mas, tinha mais. Aos 42 minutos, Matheus Rosseto, com uma bomba, afundou as redes e, garantiu os três pontos.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 3 x 1 CHAPECOENSE
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 05 de outubro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (Asp.Fifa- MT)
Assistentes: Marcia Bezerra Lopes Caetano (Fifa-SP) e Fabio Rodrigo Rubinho (Asp.Fifa-MT)
Cartões amarelos : Thiago Heleno, Lucas Fernandes (Atlético-PR); Dener e Filipe Machado (Chapecoense)
Gols
ATLÉTICO-PR : Hernani, aos 41 minutos do primeiro tempo e Pablo, aos 38 minutos, e Matheus Rosseto, aos 42 minutos do segundo tempo
CHAPECOENSE: Filipe Machado, aos 18 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR :Santos; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio e Hernani (João Pedro); Lucas Fernandes, Lucho (Guilherme)e Pablo; Luan (Matheus Rosseto).
Técnico: Paulo Autuori
CHAPECOENSE: Danilo; Willian Thiego, Neto e Filipe Machado; Gimenez (Lucas Gomes), Gil, Matheus Biteco, Cleber Santana e Dener (Alan Ruschel); Kempes e Tiaguinho (Ananias)
Técnico: Caio Júnior