Primeiro passo:Atlético vence o Millonários e joga por um empate em Bogotá.


Foi difícil e complicado mas o furacão derrotou o Millonários por 1a0 na arena e vai para a segunda partida em Bogotá com a vantagem do empate.Após uma partida truncada e difícil o rubro negro conquistou a vitória com um gol de Pênalti de Grafite que fez sua estréia com a camisa rubro negra,a partida de volta acontece na próxima semana no estádio El Campin em Bogotá.

O JOGO:

O torcedor mostrou que entrou no clima de Libertadores logo de cara ao continuar cantando o hino nacional mesmo depois que a execução foi interrompida. Com a bola rolando, os colombianos foram para cima, mas que assustou primeiro foi o Furacão, aos quatro minutos, em cruzamento de Gedoz para Pablo testar para fora, com perigo. Aos oito minutos, Grafite dominou a primeira bola com liberdade, mas em posição de impedimento.
Aos poucos o Furacão começava a tentar encaixar seu jogo. Aos 13 minutos, Wanderson subiu mais do que a zaga colombiana e cabeceou pela linha de fundo. A resposta veio aos 18 minutos, com Nuñez, que abriu espaço para o chute e praticamente recuou para a defesa de Weverton. Mais um cruzamento para a área do Millonarios, aos 25 minutos, na medida para Paulo André, que errou o tempo da bola e perdeu grande chance.
Os visitantes marcavam forte e ainda levavam perigo em ataques rápidos pelas pontas. Aos 30 minutos, sem conseguir entrar na defesa, Cryzan chutou de longe, a bola desviou na zaga e quase matou o goleiro. O Rubro-Negro tocava a bola sem conseguir criar as jogadas de ataque. Confusão na meia-a colombiana, Pablo pegou a sobra e arrematou torto, para fora.
Depois do intervalo, o Atlético retornou com o meia Carlos Alberto(foto), estreante, no lugar de Cryzan. Porém, mais uma vez foi o Millonarios que começou com maior posse de bola, tentando iniciar uma pressão. Mas, aos sete minutos, Pablo foi derrubado por Franco na área e a arbitragem confirmou a penalidade. Na cobrança, Grafite balançou as redes para fazer seu primeiro gol com a camisa rubro-negra.
Lesionado, Lucho Gonzalez saiu para a entrada de Matheus Rosseto. O time colombiano tentou acelerar o jogo novamente, mas o Furacão estava bem postado na defesa, esperando para contra-atacar. Aos 24 minutos, Nuñez cobrou falta em jogada ensaiada, mas a bola passou por todo mundo na área.
Grande jogada entre Nuñez e Dominguez, aos 30 minutos, terminado com um chute que acertou o pé da trave. O Atlético já passava por algum sufoco para tentar segurar a vitória na Arena. Aos 38 minutos, Nuñez chegou pela lateral, cruzou fechado e Wanderson cortou. Lida tabela entre Carlos Alberto e Grafite, mas Franco apareceu no caminho para acabar com a festa. Aos 43 minutos, Carlos Alberto lançou, Sidcley soltou o pé e Vikonis salvou, impedindo uma vantagem maior dos brasileiros.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 1 x 0 MILLONARIOS
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 1º de fevereiro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: German Delfino (Argentina)
Assistentes: Gustavo Rosse e Lucas Germanotta (ambos da Argentina)
Cartões amarelos : Felipe Gedoz, Pablo, Carlos Alberto, Grafite e Otávio (Atlético-PR); Dominguez, Duque, Cadavid, Arango e Palacios (Millonarios)
Gol
ATLÉTICO-PR: Grafite, aos 09 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio e Lucho (Matheus Rosseto); Pablo, Felipe Gedoz (Léo) e Cryzan (Carlos Alberto); Grafite.
Técnico: Paulo Autuori
MILLONARIOS: Vikonis; Palacios, Cadavid, Franco e Machado; Dominguez, Duque (Gutierrez) e Rojas; Nunez, Del Valle e Quiñonez (David Silva)(Arango)
Técnico: Miguel Ángel Russo