Soy Loco por ti América:Atlético empata com o Flamengo,e está de volta a Libertadores.


Uma tarde de domingo emocionante na arena da baixada,um jogo complicado e uma homenagem de arrepiar,esses foram os principais ingredientes a partida que marcou a volta do furacão a Copa Libertadores da América,além disso a torcida rubro negra fez sua parte e bateu o recorde de público na arena com 38 mil pagantes,em um jogo complicado o furacão ficou no empate sem gols e contou com ajuda de outros resultados para garantir sua quinta participação na Libertadores.

O JOGO:

Homenagens aos 71 mortos no acidente com o avião da Chapecoense antecederam a partida. A torcida do Atlético-PR preparou um mosaico e formou a inscrição “Somos Chape” durante o minuto de silêncio respeitado na Arena da Baixada. Os atletas e o trio de arbitragem se abraçaram no centro do campo e também prestaram suas homenagens.
Com a bola rolando, o Flamengo se lançou ao ataque e acertou o travessão com apenas quatro minutos de jogo. O lateral Pará fez o cruzamento da direita e Everton testou no poste superior do goleiro Weverton. Aos nove minutos, o Atlético-PR respondeu com uma cabeçada de André Lima, mas Alex Muralha saltou para praticar a defesa.
O ritmo ofensivo caiu nos minutos seguintes. E o Flamengo deixou de jogar futebol. Aos 19, Pablo carregou a bola e mandou pela linha de fundo uma finalização de fora da área. O Furacão voltou a assustar aos 33, após Otávio acertar uma bomba que passou próxima ao ângulo esquerdo de Muralha e pegou na parte externa da rede.
Nos acréscimos, o zagueiro Réver se atrapalhou ao tentar afastar uma cobrança de falta e só não fez um gol contra porque Muralha praticou a defesa. Já nos vestiários, o atacante Paolo Guerrero reclamou de dores no tornozelo e deu lugar a Leandro Damião.
Damião procurou mostrar serviço e, aos dois minutos, assustou o Atlético-PR com um chute de bico que saiu pela linha de fundo. Logo na sequência, Muralha voou para espalmar uma bomba que o volante Hernani mandou de fora da área. Pablo, aos seis, manteve o Furacão no ataque e voltou a finalizar para fora.
Melhor em campo, o Atlético-PR exigiu mais uma defesa de Muralha. Aos 12 minutos, Nikão tentou a sorte e fez o goleiro espalmar o tiro. Aos 24, o volante Márcio Araújo errou passe na intermediária e deu contra-ataque para o Furacão, que desperdiçou outra chance com Hernani.
Em rara chegada à frente, o Flamengo fez Weverton trabalhar após chute de Mancuello. Hernani respondeu para o Furacão, com chutes aos 36 e 38 minutos, mas não balançou a rede. Antes do término do jogo, aos 40, Mancuello recebeu o segundo amarelo por falta cometida e foi expulso.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 0 X 0 FLAMENGO
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 11 de dezembro de 2018, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires e Cristhian Passos Sorence (ambos de GO)
Cartões amarelos: Léo e Paulo André (Atlético-PR); Juan, Alex Muralha, Jorge, Mancuello, Willian Arão e Everton (Flamengo)
Cartão vermelho: Mancuello (Flamengo)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani, Lucho González (João Pedro), Nikão (Lucas Fernandes) e Pablo; André Lima
Técnico: Paulo Autuori
FLAMENGO: Alex Muralha; Pará, Réver, Juan e Jorge; Willian Arão, Márcio Araújo (Mancuello), Gabriel, Alan Patrick (Felipe Vizeu), e Everton; Paolo Guerrero (Leandro Damião)
Técnico: Zé Ricardo