domingo, 13 de maio de 2018

Furacão sai na frente mas leva a virada do Atlético-MG.


O JOGO:

 O primeiro chute a gol do Furacão veio logo aos três minutos, em cobrança de falta de Carleto, que retornava ao time, mas fraca, pela linha de fundo. Lesionado, Renan Lodi obrigou Fernando Diniz a fazer a primeira mudança aos oito minutos, com a entrada de Wanderson. Muita marcação em campo e poucas oportunidades criadas.
Boa jogada de Pablo, aos 12 minutos, entrando na área e servindo Jonathan, que foi interceptado na bola por Gabriel. Aos 17 minutos, foi a vez de Wanderson cruzar de Pablo testar firme para linda defesa de Victor. A bola ainda bateu na trave antes de ser afastada. O goleiro voltou a trabalhar aos 20 minutos, em chute venenoso de Nikão. A resposta veio aos 24 minutos, com Otero cobrando escanteio na cabeça de Gabriel, que fez Santos operar um milagre na Arena.
De longe, Pavez arriscou o tiro, aos 29 minutos, e Victor espalmou para tirar da área. Mas, aos 30 minutos, Carleto cobrou escanteio e Pablo apareceu para desviar e mandar para o fundo da rede, abrindo o placar. O técnico Thaigo Larghi queimou duas mudanças antes do intervalo, com as entrada de Elias e Cazares nos lugares de Luan e Otero. O galo foi dominado pelo Furacão durante os 45 minutos iniciais.
Para a segunda etapa, as equipe retornaram sem novas alterações. Aos três minutos, contra-ataque em velocidade com Nikão, que arriscou o chute colocado para defesa de Victor. O troco veio com Ricardo Oliveira, aos quatro minutos, furando em bola e desperdiçando uma chance clara para marcar. O time mineiro reagiu e, aos sete minutos, Roger Guedes pegou de primeira para Santos ceder escanteio. Após a cobrança, Bremer apareceu com liberdade para testar e deixar tudo igual.
As mudanças feitas pelo treinador mineiro pareciam ter surtido efeito no Galo. Aos 12 minutos, Roger Guedes tabelou com Ricardo Oliveira, invadiu a área e parou em Santos. Cobrança de escanteio para Adilson, que desviou para trás e viu Roger Guedes perder mais uma chance. Até que, aos 19 minutos, Roger Guedes aproveitou rebote de Santos e tocou para o gol livre, decretando a virada.
O jogo mudou completamente, com o Atlético Mineiro dominando após o intervalo. Aos 27 minutos, Ricardo Oliveira ganhou de Wanderson na corrida, mas chutou fraco, nas mãos de Santos. Cazares lançou para Ricardo Oliveira, aos 30 minutos, e Santos deixou a meta para pegar mais uma vez. Jonathan sentiu lesão após uma dividida, mas Diniz já havia feito as mudanças. Aos 39 minutos, cobrança de falta para Carleto, que isolou a bola. Santos, nos acréscimos, ainda operou mais um milagre parando finalização de Roger Guedes. Com um grande segundo tempo, o Galo sobe aproveitar as chances e administrar até o fim.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO – PR 1 X 2 ATLÉTICO -MG
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 13 de maio de 2018, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Cartões amarelos : Thiago Carleto, Bruno Guimarães (Atlético-PR);Gustavo Blanco, Bremer (Atlético-MG)
Gols
ATLÉTICO PARANAENSE: Pablo, aos 30 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO MINEIRO: Bremer, aos 08 minutos e Roger Guedes, aos 19 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO PARANAENSE: Santos; Esteban Pavez (Raphael Veiga), Zé Ivaldo e Bruno Gumarães; Jonathan, Camacho e Guilherme (Ederson), Carleto, Rena Lodi (Wanderson); Nikão e Pablo
Técnico: Fernando Diniz
ATLÉTICO MINEIRO: Victor, Patric, Bremer, Gabriel, Fábio Santos, Adilson, Gustavo Blanco (Galdezani), Otero (Cazares), Luan (Elias), Roger Guedes e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi.
Veja os gols do jogo:

Em busca da reabilitação furacão recebe o galo na baixada.


Na tarde desse domingo o furacão retorna aos gramados da arena da baixada para enfrentar o Atlético-MG,o rubro negro busca a vitória para recuperar a boa fase após quatro jogos sem vencer e vindo de duas derrotas seguidas e apesar do momento o técnico Fernando Diniz deve mandar a campo um time diferente para encarar o galo mineiro também já penando no confronto da próxima quarta feira diante o Cruzeiro pela Copa do Brasil.

O TIME:

Embora não seja oficial a escalação é certo que alguns jogadores serão poupados sãos os casos do zagueiro Thiago Heleno,dos meias Lucho Gonzales e Rosseto e dos atacantes Guilherme e Pablo.Com isso jogadores como Wanderson,Jonathan,Raphael Veiga,Bergson e até mesmo Matheus Anjos podem ganhar oportunidade na equipe titular diante o xará mineiro com isso,o rubro negro deve ir a campo com a seguinte formação:Santos,Zé Ivaldo,Pavez e Wanderson;Jonathan,Camacho,Bruno Guimarães,Raphael Veiga,Renan Lodi e Nikão;Bergson.

O Atlético-MG:

Buscando subir na tabela o galo terá força máxima diante o furacão,apesar do calendário apertado o técnico Thiago Larghi priorizou o brasileirão e até poupou seu time contra o San Lorenzo no meio de semana onde acabou sendo eliminado da copa Sul-Americana.Com isso o galo não tem dúvidas para a partida e deve ir a campo com:Victor;Patric,Leonardo Silva,Gabriel e Fabio Santos;Adilson,Gustavo Blanco,Luan,Cazares e Roger Guedes;Ricardo Oliveira.


Ficha Técnica:

ATLÉTICO – PR X ATLÉTICO -MG
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 13 de maio de 2018, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
ATLÉTICO-PR:Santos,Zé Ivaldo,Pavez e Wanderson;Jonathan,Camacho,Bruno Guimarães,Raphael Veiga,Renan Lodi e Nikão;Bergson.
Técnico: Fernando Diniz

ATLÉTICO-MG: Victor, Patric, Léo Silva, Gabriel, Fábio Santos, Adilson, Gustavo Blanco, Cazares, Luan, Roger Guedes e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi.

Relembre o último duelo entre furacão e galo: