Inicio com empate:Mesmo melhor na partida,Atlético fica no empate com o Rio Branco.


Na tarde desse domingo o furacão fez sua estréia no Paranaense 2017 em Paranaguá,jogando na estradinha o rubro ficou no empate em 1a1 com o Rio Branco mesmo sendo superior durante quase todo o jogo o furacão tomou o gol de empate em uma vacilo defensivo,já o gol rubro negro foi marcado logo aos 7 minutos da etapa inicial pelo meia Matheus Anjos que foi mais uma das várias novidades do time no litoral,outra novidade foi a nova camisa do furacão a "black edition" foi apresentada para o torcedor do furacão que compareceu a estradinha, a seguir confira como foi o jogo diante o Rio Branco.

O JOGO:

Os visitantes começaram inspirados com o novo uniforme da temporada. Logo aos sete minutos do primeiro tempo, o Atlético-PR teve uma boa oportunidade e soube aproveitar. Bruno Rodrigues fez a assistência para o recém-chegado da base Matheus Anjos, que aproveitou a bobeada da zaga. O jogador invadiu e abriu o placar para o Furacão, em sua estreia como profissional.
O Atlético não começou somente fazendo gol, como também dificultou a chegada do adversário. Durante os primeiros minutos da partida, o time de Curitiba não deixava o Rio Branco se aproximar ao mesmo tempo em que não parava de assustar a zaga adversária. Aos 11 minutos, Murillo recebeu um belo cruzamento do zagueiro Léo e tentou cabecear para o gol, mas Dalton estava atento e fez uma boa defesa.
Aos 25, a equipe que estava vencendo chegou perto mais uma vez. Numa cobrança de escanteio, vinda dos pés de Matheus Rossetto pela direita, o atacante Murillo(foto)
tentou mandar, novamente, de cabeça. Destaque, o goleiro Dalton brilhou e segurou a bola a tempo.
Poucos minutos depois, aos 28, o Rio Branco teve sua primeira grande chance, porém, desperdiçada. O atacante Fidel driblou a zaga atleticana e deixou livre para o companheiro Lucas Carió, que perdeu um gol praticamente feito.
Os minutos finais do primeiro tempo só deram Furacão. O Leão até criou algumas jogadas, mas não teve sucesso.
Aos 43, o Atlético deu uma diminuída no ritmo de jogo e sofreu com alguns sustos. A primeira etapa foi até os 48 minutos, por conta de uma parada técnica aos 30.
O vestiário foi bom para os donos da casa. No primeiro minuto de segundo tempo, o zagueiro Darlan aproveitou a cobrança de escanteio de Juninho e antecipou a zaga atleticana. De cabeça, o jogador mandou para o fundo das redes e deixou tudo igual em Paranaguá.
O empate abalou o Rubro-Negro, que começou a ter mais dificuldades na segunda etapa. O Rio Branco impôs o seu ritmo e teve mais volume de jogo. Aos 16, o atacante Fidel fez uma bela jogada, invadiu a área pela direita e bateu para uma grande defesa do goleiro campeão olímpico Weverton.
Aos 17, o jovem estreante do Atlético tentou ampliar o placar. O meia Matheus Anjos apareceu mais uma vez e deixou a zaga adversária para trás. Na tentativa de encobrir o goleiro Dalton, o jogador não regulou a força e subiu demais a bola, desperdiçando a oportunidade do segundo gol.
O Furacão voltou a buscar o resultado e chegou bem aos 37 minutos. O meia Crysan se livrou da marcação, deu chapéu e quase encobriu Dalton, que foi um dos mais importantes em campo. O goleiro subiu a tempo e realizou mais uma boa defesa.
Os últimos dez minutos de jogo só deram Atlético. Com o clima esquentando no estádio Nelson Medrado Dias, o atacante Luis Henrique, do Rubro-Negro, foi expulso aos 50 minutos por conta de uma confusão com o defensor da equipe adversária Vinícius. A partida foi até os 52 e terminou com o placar de 1 a 1.
Ficha Técnica:
RIO BRANCO X ATLÉTICO-PR
Local: Nelson Medrado Dias, Paranaguá (PR);
Data: 29 de janeiro de 2017, domingo;
Horário: 17h (de Brasília);
Árbitro: Felipe Gomes da Silva;
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva e Deniel Carvalho;
Cartões amarelos: RIO BRANCO-PR: Ramon e Vinícius; ATLÉTICO-PR: Zé Ivaldo e Luis Henrique.
Cartão vermelho: Luis Henrique.
GOLS:
ATLÉTICO-PR: Matheus Anjos, aos 7 minutos do primeiro tempo. RIO BRANCO: Darlan, a 1 minuto do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Zé Ivaldo, Marcão e Renan Lodi; Luiz Otávio, Matheus Rossetto, Yago (Nicolas), Matheus Anjos e Bruno Rodrigues (Crysan); Murillo.
Técnico: Paulo Autuori.
RIO BRANCO-PR: Dalton; Ramon, Darlan (Ruan), Vinícius e Diego Prates; Tiago Pedra, Camargo e Minho; Fidel, Lucio Curió (Juninho) e Rafael Paraíba (Rafael Tavares).
Técnico: Guilherme Macuglia.
Veja os gols da partida: