segunda-feira, 3 de junho de 2019

Athletico derrota o Fluminense e se recupera no Brasileirão.


Depois de três partidas o furacão voltou a vencer no Campeonato Brasileiro,com gols de Lucho González,Rony e Marcelo Cirino o furacão passou sem problemas pelo Fluminense na arena e conquistou mais três pontos dentro de casa.Agora o furacão volta as suas atenções para a Copa do Brasil quando recebe o Fortaleza na próxima quarta feira na arena.

O JOGO:

O Athletico começou a partida pressionando a saída de bola do Fluminense. A postura quase deu certo logo aos três minutos, quando Marco Rubén acertou a trave.
O Fluminense tentava os avanços, mas sofria com a rapidez dos donos da casa. Tanto que aos dez minutos, a zaga cortou mal a bola, que sobrou para Rony na área. O atacante dominou, mas chutou na rede pelo lado de fora.
O domínio do Athletico surtiu efeito aos 20 minutos. Rony cruzou pela esquerda e encontrou Lucho González livre para cabecear sem chance para Rodolfo.
Mesmo depois do revés, o Fluminense não conseguiu melhorar na partida. Os tricolores chegavam ao ataque, mas sem incomodar o goleiro Santos. Do outro lado, o Athletico aproveitava os espaços e quase ampliou aos 30 minutos. Marco Rubén foi lançado na área e chutou para boa defesa de Rodolfo. Para piorar a situação dos visitantes, o volante Airton foi expulso ao cometer falta violenta em Bruno Guimarães.
Se a situação já estava ruim para o Fluminense antes da expulsão, depois ficou pior. Aos 37 minutos, Rony aproveitou cruzamento e cabeceou cruzado para a rede em lance bem parecido com o primeiro gol paranaense.
Com boa vantagem no placar, os paranaenses apenas administraram o resultado até o intervalo.
No segundo tempo, o Athletico buscou seguir administrando o resultado desde os primeiros minutos. O Fluminense, mesmo com um jogador a menos, buscava o ataque e chegou a assustar em duas oportunidades, com Yony González. Os donos da casa só assustaram aos 17 minutos, em chute de Nikão.
Ao contrário do primeiro tempo, os paranaenses diminuíram o ritmo e pecavam nos passes no setor ofensivo. Mesmo assim, o Athletico mantinha a posse de bola e quando era exigido contava com a boa atuação dos defensores.
Na parte final do jogo, o Athletico chegou ao terceiro gol, aos 38 minutos. Marcelo Cirino fez boa jogada individual e chutou para o gol. O zagueiro Yuri desviou a bola e acabou com a chance de Rodolfo fazer a defesa. Depois disso, as duas equipes apenas esperaram o apito final do árbitro na Arena da Baixada.
Ficha Técnica:
ATHLETICO 3 X 0 FLUMINENSE
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 02 de Junho de 2019, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (Fifa/PB)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP)e Fabio Rodrigo Rubinho (MT)
Árbitro de Vídeo: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
Renda: R$ 201.145,00
Público: 12.548 presentes
Cartões amarelos: Nikão (Athletico); Airton, Guilherme e Nino (Fluminense)
Cartões vermelhos: Airton (Fluminense)
GOLS
ATHLETICO: Lucho González, aos 20min do primeiro tempo; Rony, aos 37min do primeiro tempo; Marcelo Cirino, aos 38min do segundo tempo

ATHLETICO: Santos; Madson, Lucas Halter, Léo Pereira, e Márcio Azevedo; Wellington (Léo Cittadini), Lucho González (Tomás Andrade) e Bruno Guimarães; Rony, Nikão (Marcelo Cirino) e Marco Rúben
Técnico: Tiago Nunes

FLUMINENSE: Rodolfo, Igor Julião, Nino, Matheus Ferraz (Yuri) e Caio Henrique; Airton, Allan e Daniel; Léo Arthur (Guilherme), João Pedro e Yony González (Brenner)
Técnico: Fernando Diniz
Visão de jogo:Vitória e boa atuação.
Como de costume o furacão fez sua parte dentro de casa uma vitória fácil contra o time de Fernando Diniz que embora não estivesse na beira de campo deixou seu legado na equipe que comanda.Melhor para o rubro negro que teve grande atuação principalmente com Rony e Lucho que fizeram a diferença na partida e ajudaram a decidir a favor do furacão.
Vitoria importante também para o grupo após a derrota da Recopa,a equipe mostrou que não se abalou e deu o senhor melhor na partida o que deixa um futuro interessante visto o que teremos pela frente ainda,agora é focar na Copa do Brasil diante o Fortaleza para seguirmos na briga por mais coisas importantes na temporada.
Veja como foi o jogo: