segunda-feira, 10 de junho de 2019

Athletico vacila e perde mais uma fora de casa.


O JOGO:
 Em uma arena lotada, o Palmeiras assustou logo no começo com Dudu, que recebeu pelo lado direito da área e bateu cruzado, com perigo. O Athletico-PR equilibrou a partida rapidamente e levou perigo por meio de cobrança de falta de Nikão, defendida por Weverton.
O time mandante voltou a chegar ao ataque de forma consistente no momento em que Bruno Henrique cruzou para cabeçada firme e para fora de Deyverson. Mantendo o jogo lá e cá, o goleiro Weverton precisou trabalhar novamente para espalmar chute forte e cruzado disparado por Nikão.
Aos 37 minutos do primeiro tempo, o árbitro Rodrigo D’alonso Ferreira viu Nikão atingir Weverton em uma saída e mostrou o cartão vermelho. Após examinar a jogada pelo monitor do VAR, no entanto, o juiz resolveu anular a advertência e manteve o Athletico-PR com 11 em campo.
Com Moisés no lugar de Bruno Henrique, o Palmeiras desperdiçou uma chance incrível logo no começo da etapa complementar. Dudu recebeu pela direita e cruzou. Deyverson não conseguiu completar na primeira trave e a bola sobrou limpa para Zé Rafael, que, na cara do gol, conseguiu completar para fora.
Pouco depois, Deyverson recebeu pelo lado direito da grande área e chutou para defesa de Santos. Empurrado por sua torcida e sem correr maiores riscos no campo de defesa, o time alviverde pressionou em busca da vitória e Felipão promoveu a entrada de Raphael Veiga no lugar de Lucas Lima.
O Palmeiras finalmente marcou aos 34 minutos do segundo tempo. Em jogada pelo lado direito da grande área, Márcio Azevedo cometeu pênalti claro sobre Dudu. Na cobrança, diante de seu ex-clube, Raphael Veiga converteu. Na última chance do jogo, Léo Cittadini chutou sem ângulo da esquerda e Weverton defendeu.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 x 0 ATHLETICO-PR
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 8 de junho de 2019, sábado
Horário: 16h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes e Thiaggo Americano Labes, ambos (SC)
VAR: Rodrigo Nunes de Sa (RJ)
Cartões amarelos: Felipe Melo e Zé Rafael (PAL); Léo Pereira, Wellington, Nikão e Márcio Azevedo (APR)
Renda: R$ 2.489.587.85
Público: 37.086 pagantes
Gol:
PALMEIRAS: Raphael Veiga, aos 34 minutos do 2º Tempo

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique (Moisés) e Lucas Lima (Raphael Veiga); Zé Rafael, Dudu e Deyverson
Técnico: Luiz Felipe Scolari
ATHLETICO-PR: Santos; Madson, Paulo André (Bruno Nazário), Léo Pereira (Lucas Halter) e Márcio Azevedo; Wellington, Nikão, Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Rony e Thonny Anderson (Marcelo Cirino)
Técnico: Tiago Nunes
Veja como foi o jogo: