Tropeçou:Atlético joga mau e perde para o Foz.


Na partida realizada no estádio ABC em Foz do Iguaçu o time alternativo do Atlético mais uma vez não se encontrou,e em falhas defensivas mais uma vez saiu derrotado,após um pênalti cometido pelo goleiro Santos o furacão levou o gol e não teve forças para buscar reação na partida e sofreu outra derrota no estadual.Agora o furacão volta todas as suas atenções para o duelo de terça pela Libertadores contra o Universidad Católica na arena.

O JOGO:

 A partida começou truncada no meio-campo, com o Rubro-Negro tentando manter a posse de bola. Aos cinco minutos, Matheus Anjos cobrou falta e carimbou a barreira. Mas, aos 11 minutos, Santos se atrapalhou e derrubou Juninho na área. O árbitro marco a penalidade, cobrada com perfeição por Yannick, que abriu a contagem.
O Furacão tinha muita dificuldade em criar situações de gol e mal passava da intermediária. Aos 22 minutos, Carcardo fez o lançamento para Renan Paulino que dominou, mas parou na defesa adversária. Aos 24 minutos, Bruno Flores recebeu, abriu espaço, e chutou cruzado, pela linha de fundo, com desvio no meio do caminho na zaga atleticana.
O Azulão estava melhor em campo e administrava bem o resultado, esperando por espaços para atacar. Aos 28 minutos, Hereda pegou sobra de bola e arrematou torto, para fora. O mesmo fez Alex Santos, aos 32 minutos, isolando. Um dos mais conscientes em campo pelo lado do Atlético, Cascardo, aos 32 minutos, acionou Cryzan, que tentou a bicicleta, por cima da meta. Na resposta, aos 40 minutos, Yannick chutou forte, com perigo.
Para o segundo tempo, os dois times retornaram sem alterações. Porém, logo nos primeiros minutos, Yannick, lesionado, deixou o jogo para a entrada de João Guilherme. O Furacão tocava mais a bola, mantendo a posse de bola, de olho em um espaço na defesa do Foz, que estava muito fechada, segurando o resultado.
Sem penetração na defesa do Azulão, sobravam os chutes como o de Crysan, aos 12 minutos, para defesa de Juninho, em dois tempos. O Rubro-Negro se complicou aos 20 minutos, com Luiz Otávio sendo expulso após dois cartões por reclamação. Se já estava difícil criar, com um homem a menos o Atlético mal passava da intermediária adversária.
O Rubro-Negro seguia com a bola no pé, mas sem ação. O Azulão, deixando o tempo passar em busca da primeira vitória. Aos 36 minutos, João Pedro cobrou falta no ângulo, mas a bola subiu demais. Os jogadores do Foz caiam muito para ganharem tempo, irritando os atleticanos, que não conseguiram reagir.
Ficha Técnica:
FOZ DO IGUAÇU 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio ABC, em Foz do Iguaçu (PR)
Data: 04 de março de 2017, sábado
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Iraci Guimarães
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Wagner Junior Bonfim Ledo
Cartões amarelos: Lima, Felipe Hereda, Gustavo e João Guilherme (Foz); Santos, Renan Lodi, Luiz Otávio, Jacy e Yago (Atlético-PR)
Cartão vermelho: Luiz Otávio (Atlético-PR)
Gol
FOZ DO IGUAÇU: Yannick, aos 13 minutos do primeiro tempo
FOZ DO IGUAÇU: Juninho; Lima, Leandro Mendes, Gustavo e Luiz Beltrame;Felipe Hereda, Maceió (Léo Campos), Yannick (João Guilherme) e Bruno Flores; Junior Cezar e Alex Santos (Matheus Olavo)
Técnico: 
Alan Aal
ATLÉTICO PARANAENSE: Santos; Cascardo, José Ivaldo, Jacy e Renan Lodi; Luiz Otávio e Renan Paulino; Yago, Matheus Anjos e Crysan (Douglas Coutinho); Murillo (Marcelo)
Técnico: 
Bruno Pivetti (auxiliar)