Não deu:Atlético é eliminado nos pênaltis pelo Grêmio.


O JOGO:

 O Tricolor teve a grande chance de abrir o placar e aumentar sua vantagem logo no inicio da partida, aos quatro minutos, com Henrique Almeida, que recebeu na cara do gol e chutou para fora na saída do goleiro. O time da casa tentava manter a posse de bola, mas tinha dificuldade de chegar ao ataque. Aos 10 minutos, Luan recebeu na ponta da área e arriscou o tiro, por cima da meta.
O Furacão chegou na área gremista aos 16 minutos, em cobrança de falta de Nicolas, que quase contou com uma trombada entre defesa e goleiro. O jogo era lento e aos pouco os Rubro-Negro tentava ganhar espaço em campo. Até que, aso 29 minutos, Hernani chutou de longe, Marcelo Grohe bateu roupa de forma inexplicável e apenas serviu André Lima, que empurrou para o fundo das redes, abrindo o placar.
A pressão da torcida começou a aumentar e o Grêmio seguia errando. Aos 36 minutos, Marcelo Oliveira fez o cruzamento na medida para Pedro Rocha testar pela linha de fundo. Dois minutos depois foi a vez de Marcelo Oliveira recebeu o passe e finalizar para fora. Luan ainda teve uma chance, pegando de primeira aos 43 minutos, nas mãos de Weverton. Vaias da torcida gremista.
Depois do intervalo, os times voltaram sem modificações. Sem conseguir entrar na defesa atleticana, Luan mandou o petardo de longe, e isolou a bola. Walace seguiu os passos do companheiro e, aos 12 minutos, chutou pela linha de fundo, sem perigo. Com dores no joelho, André Lima deixou o gramado para a entrada de Marcos Guilherme, na primeira substituição da partida.
O time da casa claramente sentia a pressão, tanto do torcedor quanto dos resultados negativos. Já parecia desespero os chutes do ataque tricolor, como aso 15 minutos, com Edílson isolando mais uma. O resultado ia levando a partida para as penalidades, mas nenhum dos dois times pareciam inspirados para mexerem mais no placar.
O Tricolor começou uma pequena pressão, mas aí encontrou Weverton em uma grande noite. O primeiro a testar o goleiro foi Maicon, aos 29 minutos, arriscando de fora da área. Aos 32 minutos, Guilherme apareceu com liberdade, mas não contava com o arqueiro saindo da meta para abafar. Aos 40 minutos, Guilherme perdeu mais um, carimbando a defesa.
O jogo foi para as penalidades. Maicon foi o primeiro a cobrar e balançou as redes. Thiago Heleno deixou tudo igual. Edílson fez o segundo para os gaúchos. Joao Pedro, no entanto, parou em Marcelo Grohe. Mas, Weverton defendeu a cobrança de Walace. Na terceira cobrança atleticana, Otávio ficou nos pés de Grohe.
Douglas também ficou no goleiro. Zé Ivaldo isolou a chance dele. E Weverton apareceu para segurar a cobrança de Luan. Hernani igualou. Marcelo Oliveira marcou a primeira alternada. Marcos Guilherme também fez. Kannemann foi para a bola e mandou para fora. Weverton resolveu cobrar também e encontrou Grohe pela frente. Guilherme converteu. Mas, Paulo André, parou no travessão.
Ficha Técnica:
GRÊMIO 0 (4) X (3) 1 ATLÉTICO-PR
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 21 de setembro de 2016, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (Asp.Fifa-SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (Asp. Fifa) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Cartões amarelos : Henrique Almeida (Grêmio)
GOL:
ATLÉTICO-PR : André Lima, aos 29 minutos do primeiro tempo
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon, Walace, e Douglas; Henrique Almeida (Guilherme), Pedro Rocha (Batista) e Luan
Técnico: Renato Gaúcho
ATLÉTICO-PR : Weverton; Léo, Paulo André, Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio e Hernani; Pablo (João Pedro) e Luan (Juninho); André Lima (Marcos Guilherme)
Técnico: Paulo Autuori
Veja como foi o jogo:








Pênaltis: