sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Derrota em casa:Atlético joga mau,e é derrotado pelo Foz.


Mesmo com o time principal,o furacão não fez um bom jogo e acabou sendo derrotado pelo Foz na arena,com um gol ainda no primeiro tempo o time rubro negro não conseguiu a reação e foi derrotado dentro da baixada,com o resultado o furacão entrou no grupo "da morte" do estadual na próxima rodada o rubro negro enfrenta o JMalucceli novamente na arena.

O JOGO:

A forte chuva que atingia Curitiba no começo de noite castigava apenas uma parte do campo, já que boa parte da cobertura estava fechada. Porém, era o suficiente para deixar o gramado escorregadio e levar a alguns erros. Isso facilitava o ferrolho montado pelo Foz, que tomou um chute a gol de Dellatorre, fraco, sem perigo para Edson Bastos, apenas aos 10 minutos.
A equipe do oeste paranaense tentou sua primeira pontada aos 17 minutos, com Alex Travassos, que cruzou para Natanael desviar para trás e ceder escanteio. Após a cobrança, Wesley testou pela linha de fundo. A torcida atleticana já se mostrava apreensiva com a falta de produção do time. Para piorar, aos 28 minutos, Wesley subiu no meio da defesa para desviar para as redes e abrir o placar. O gramado da Arena mostrava muitas falhas, que pioraram com a chuva. Aos 35 minutos, Cléo forçou o cruzamento e Dellatorre não conseguiu alcançar.
Para a segunda etapa, as equipe retornaram sem alterações, mas o Rubro-Negro prometia outra atitude. Aos quatro minutos, Bahia arriscou um chute de muito longe, pela linha de fundo. Aos poucos o Atlético tentava iniciar uma pressão, mas todos os lados do campo estavam fechados. O técnico Claudinei Oliveira apostou então nas entradas de Marcos Guilherme e Nathan.
A pressão do Furacão começou aos 17 minutos, em cobrança de escanteio de Bady para Nathan que desviou à direita do gol, com muito perigo. Entretanto, quem isolou a maior chance para balançar as redes foi Lucão, aos 22 minutos, livre, na marca do pênalti. Sem conseguir por querer, o Atlético quase marcou sem querer. Aos 25 minutos, Edigar Junio buscou o cruzamento e a bola bateu na rede, pelo lado de fora.
Mais Rubro-Negro no ataque, aos 32 minutos, Nathan cruzou na medida e Marcos Guilherme bateu para defesa de Edson Bastos. No rebote, Nikão desperdiçou com um chute totalmente torto. Apesar de muito superior em campo, o nervosismo tomava conta dos jogadores atleticanos, que não conseguiam se desvencilhar da marcação. Aos 43 minutos, Eduardo bateu cruzado, Weverton tocou para fora e cedeu escanteio para o Foz, que cozinhou o tempo até o apito final. Nas arquibancadas os gritos de ‘queremos jogador!’. Definitivamente não foi o reencontro esperado.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO PARANAENSE 0 X 1 FOZ DO IGUAÇU
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR) 
Data: 26 de fevereiro de 2015, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Leandro Barros Nunes
Assistentes: Luiz Henrique de Souza Renesto e Marcos Rogério da Silva
Cartões amarelos: Dellatorre e Nathan (Atlético-PR); Maranhão, Edson Bastos, Wesley, Léo e Alex Travassos (Foz)
GolsFOZ : Wesley, aos 28 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton, Daniel Borges, Gustavo, Rafael Zuchi e Natanael; Deivid, Paulinho Dias (Nathan) e Bady (Nikão); Edigar Júnio, Cléo e Dellatorre (Marcos Guilherme). 
Técnico: Claudinei Oliveira
FOZ : Edson Bastos; Alex Travassos, Leandro Silva, Wesley e Carlão; Maranhão (Bahia), Diego Perini, Léo e Cícero; Lucão (Eduardo) e Ícaro (Quirino)
Técnico: Edson Borges
Veja como foi a derrota do Atlético para o Foz:

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Força máxima:Atlético enfrenta o Foz,com a equipe principal.


E o furacão mudou de ideia,dessa vez o sub-23 fica de fora e dar lugar aos jogadores do elenco principal do furacão,nessa quinta feira contra o Foz na arena a torcida rubro negra poderá pela primeira vez ver de perto o time principal do rubro negro,que esteve em pré temporada na Espanha,já que a diretoria atleticana resolveu colocar os principais jogadores no estadual.Com isso o técnico Claudinei Oliveira terá o primeiro jogo oficial na temporada com o furacão e diz que será uma partida com pressão,para a partida o rubro negro deve ir a campo com o time que disputou os jogos na Espanha.

O TIME:

Para a partida o técnico Claudinei Oliveira deve repetir as formações dos jogos na Espanha,sendo a única dúvida entre Edigar Junio e Douglas Coutinho,que irão formar trio de ataque com Dellatorre e e Cléo.

O FOZ:

Em busca da reabilitação no estadual,o time do técnico Edson Borges terá muitos problemas pra montar o time,isso por que não poderá contar com o zagueiro Alex,os atacantes Negreiros,Tiago Henrique e Baiano que estão no DM além do meia Renatinho e do atacante Edinho que cumprem suspensão por expulsão,sendo assim o foz deve ir a campo com:Edson Bastos; Alex Travassos, Leandro Silva, Wesley e Carlão; Diego Perini, Léo, Cícero, Pepe e Safira; Ícaro

Ficha Técnica:


ATLÉTICO PARANAENSE X FOZ DO IGUAÇU
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR) 
Data: 26 de fevereiro de 2015, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Leandro Barros Nunes
Assistentes: Luiz Henrique de Souza Renesto e Marcos Rogério da Silva
ATLÉTICO-PR: Weverton, Daniel Borges, Gustavo, Léo Pereira (Rafael Zuchi) e Natanael; Deivid, Hernani e Bady; Edigar Júnio, Cléo e Dellatorre. 
Técnico: Claudinei Oliveira
FOZ : Edson Bastos; Alex Travassos, Leandro Silva, Wesley e Carlão; Diego Perini, Léo, Cícero, Pepe e Safira; Ícaro
Técnico: Edson Borges
Relembre o último confronto entre furacão e Foz.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Indiano na baixada:Conheça Romeo Fernandes novo atacante do Atlético.


A diretoria do Atlético anunciou a contratação do atacante Romeo Fernandes de 22 anos o atleta vem do FC Goa da Índia,e foi um dos destaque da ISL,a liga da Índia de futebol recomendado por Zico o jogador chega para reforçara o sub-23 rubro negro que disputa estadual e chega por empréstimo ao furacão.A seguir confira a ficha completa do novo jogador atleticano.

Ficha Técnica:

Nome: Romeo Fernandes
Posição: Atacante
Nascimento: 06/07/1992 – Assolna, Goa [Índia]
Peso: 63 kg     Altura: 1,68m
Clubes que defendeu: Dempo SC; Margao SC e FC Goa
Títulos conquistados: I-League (2011-12) e Goa League (2010-11 e 2011-12).

Derrota no clássico:Atlético perde para o Coritiba.


O Atlético foi derrotado pelo Coritiba na tarde desse domingo no Couto Pereira,em partida onde o time do furacão sentiu a pressão no jogo contra o rival o adversário precisou apenas de 20 minutos para decidir a partida.Mesmo melhorando na segunda etapa o rubro negro não conseguiu reagir e acabou sendo derrotado,na próxima rodada o furacão enfrenta o Foz do Iguaçu na arena.

O JOGO:

Depois das homenagens ao ex-jogador Dionísio, que atuou pelos dois times e morreu no último final de semana, a bola rolou para um inicio de partida bastante disputado, mas com pouca criatividade, decepcionando um pouco quem esperava por grandes novidades após uma semana de mistérios dos dois treinadores. Para mudar o panorama, o artilheiro Rafhael Lucas apareceu para aproveitar cruzamento de Carlinhos, aos nove minutos, balançar as redes para o Coxa.

O Furacão tentava entrar no jogo, mas errava demais. Aos 13 minutos, quando a bola chegou à área coxa-branca, Gustavo Marmentini furou, na cara do gol. Mas quem chegou ao segundo foi o Coritiba. Aos 18 minutos, após cobrança de falta, Lucas rebateu para a área e Alan Santos aproveitou para marcar o gol. Bom lançamento para Rafhael Santos, aos 25 minutos, e Matheus pareceu na hora exata do chute para travar.
O time rubro-negro parecia nervoso e não aproveitava as poucas chances que criava. Aos 32 minutos, Mário Sérgio lançou Caíque, que esperou para chutar e ficou sem a bola. Aos 42 minutos, Crysan subiu na área e testou firme, para fora, desperdiçando a melhor oportunidade do Atlético na primeira etapa. Aos 45 minutos, o Coxa teve ainda a chance de ampliar, com Luccas Claro, que tocou na saída de Lucas que, com o pé, salvou.
Depois do intervalo, o Furacão voltou com Bruno Mota no lugar de Guilherme Batata. A partida era mais truncada no segundo tempo. Aos sete minutos, Negueba, fazendo uma ótima movimentação pelo meio, encontrou Wellington Paulista entrando no meio da defesa atleticana, mas o atacante foi travado.
Negueba fez mais um bom lance e lançou Wellington Paulista, aos 12 minutos, mas o árbitro anotou o impedimento, anulando um bom lance. Na resposta, aos 15 minutos, Bruno Pelissari cruzou e Crysan foi desarmado por Welinton no momento do arremate. Sidcley tentou surpreender Vaná com um chute venenoso e a bola bateu a rede, pelo lado de fora. Aos 25 minutos, Mazinho arriscou da entrada da área e a bola subiu.
O Coritiba não voltou com a mesma vontade no segundo tempo e pouco se arriscava no ataque. Porém, do outro lado, o Rubro-Negro não mostrava força. Aos 30 minutos, Rafhael Lucas disparou em velocidade, sozinho, e o árbitro anotou impedimento mais uma vez. As emoções voltaram apenas aos 37 minutos, em cabeçada de Pedro Paulo que Vaná, no reflexo defendeu. Na sequência, Lucas Macanhan fez duas lindas defesas, primeiro em chute de Rafhael Lucas e, depois, no rebote de Mazinho, evitando um placar mais elástico.
Ficha Técnica:
CORITIBA 2 X 0 ATLÉTICO PARANAENSE
Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR) 
Data: 22 de fevereiro de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Rafael Traci
Assistentes: Adair Carlos Mondini e Jefferson Cleiton Piva da Silva
Cartões amarelos : Wellington Paulista (Coritiba); Caíque (Atlético-PR)
Gols: CORITIBA : Rafhael Lucas, aos 09 minutos e Alan Santos, aos 18 minutos do primeiro tempo
CORITIBA: Vaná; Luccas Claro, Leandro Almeida e Weliton; Norberto, João Paulo, Alan Santos (Pedro Ken), Negueba (Cáceres) e Carlinhos; Wellington Paulista (Mazinho) e Rafhael Lucas. 
Técnico: Marquinhos Santos
ATLÉTICO-PR: Lucas Macanhan; Mário Sérgio, Lula, Marcão e Sidcley; Matteus, Guilherme Batata (Bruno Mota), Bruno Pelissari (Marco Damasceno) e Gustavo Marmentini; Caíque e Crysan (Pedro Paulo)
Técnico: Marcelo Vilhena
Veja como foi a derrota do Atlético para o Coritiba.

domingo, 22 de fevereiro de 2015

Pra cima deles piazada:Atlético busca terceira vitória seguida,diante o coxa no Couto Pereira.


Hoje é domingo,mas não é um domingo qualquer e domingo de mais um atletiba,a partir da 18:30 no Couto Pereira o Atlético entra em campo diante do maior rival para escrever mais um capitulo do maior clássico do estado e dessa vez diferentemente de anos anteriores os dias que antecederam o clássico foram de forma diferente,isso por que as famosas discussões sobre segurança,os tradicionais mistérios de ambos os times deram lugar a um clima amigável entre os dois clubes quando as duas diretorias pregaram a união e fizeram uma entrevista coletiva conjunta no estádio Couto Pereira,colocando um clima diferente de anos anteriores.

Dentro de campo o furacão tenta sua terceira vitória consecutiva no estadual,para embalar de vez no campeonato,o técnico Marcelo Vilhena deverá manter a base do time que vem atuando nos últimos jogos e espera um bom jogo do time rubro para surpreender o time verde no Couto Pereira.Na formação a novidade será Bruno Mota que estava com a equipe principal na Espanha,e chega para reforçar o meio de campo do sub-23 atleticano,na defesa Ricardo Silva apesar de recuperado não vai pro jogo sendo assim Marcão e Lula serão mantidos no setor defensivo.A seguri confira os relacionados para o clássico desse domingo.


Relacionados:



Goleiros 
Lucas Macanhan e Hugo Gumiero

Zagueiros
Lula, Oscar, Marcão

Laterais
Mário Sérgio, Héracles, Jean Felipe, Sidcley

Meias
Bruno Mota, Matteus, Bruno Pelissari, Guilherme Batata, Kaio, Gustavo Marmentini

Ataque
Junior de Barros, Juninho, Marco Damasceno, Crysan, Caíque, Pedro Paulo, Guilherme Schettine

O Coritiba:

O Coritiba vem de derrota na última rodada para o Foz,pelo placar de 2a0 para o jogo diante o Atlético o técnico Marquinhos Santos não poderá contar com o volante Rosinei que está lesionados Hélder e Alan Santos brigam pela posição no meio campo,sendo assim a provável formação do Coritiba para o jogo é:Vaná; Norberto, Luccas Claro, Leandro Almeida e Carlinhos; Alan Santos (Hélder), João Paulo e Pedro Ken; Mazinho, Negueba e Rafhael Lucas

Ficha Técnica:

CORITIBA X ATLÉTICO PARANAENSE
Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR) 
Data: 22 de fevereiro de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Rafael Traci
Assistentes: Adair Carlos Mondini e Jefferson Cleiton Piva da Silva

CORITIBA: Vaná; Norberto, Luccas Claro, Leandro Almeida e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos(Hélder), Pedro Ken e Negueba; Mazinho e Rafhael Lucas. 
Técnico: Marquinhos Santos

ATLÉTICO-PR: Lucas Macanhan; Mário Sérgio, Lula, Marcão e Sidcley; Matteus,Bruno Mota, Bruno Pelissari e Gustavo Marmentini; Caíque e Crysan..
Técnico: Marcelo Vilhena

Relembre Como foi o último Atletiba.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Tudo igual.:Atlético fica no empate com o Krasnodar.


Em seu último jogo na Espanha,o furacão ficou no empate em 2a2 com o Krasnodar da Russia,após sair perdendo pr 2a0,o rubro negro reagiu e com dois gols e Cleó chegou ao empate.com isso o rubro negro fechou sua pré temporada na Europa e após 9 jogos contando com duas derrotas,duas vitórias  e dois empates  rubro negro marcou 9 gols e a defesa sofreu 9,Cléo foi o artilheiro do time com quatro gols marcados.A seguir confira o resumo e a ficha técnica da partida do furacão contra o Krasnodar.

O JOGO:

Com a equipe titular, o Atlético-PR sofreu nos primeiros minutos de partida, levando dois gols em dois minutos. Aos nove, o brasileiro Ari dominou na entrada da área e chutou forte para abrir o placar a favor do Krasnodar. Um minuto depois, após contra-ataque, o também brasileiro Wanderson ampliou para os russos, em chute cruzado. Ainda no primeiro tempo, aos 22, o Rubro-Negro diminuiu com Cléo, que aproveitou o cruzamento da direita de Daniel Borges e tocou de cabeça. 
No segundo tempo, o Furacão chegou ao empate aos 13 minutos, quando Natanael cruzou da esquerda e Cléo, bem colocado, desviou para a rede, deixando tudo igual.
Ficha Técnica:
Amistoso: Atlético Paranaense 2x2 Krasnodar [Rússia]
Data: 18/02/2015 [quarta-feira]
Horário: 12h [horário de Brasília]
Local: Marbella Football Center - Marbella, Espanha
Atlético Paranaense: Weverton; Daniel Borges, Rafael Zuchi, Hernani e Natanael; Deivid, Otávio e Bady; Edigar Junio, Dellatorre e Cléo.
Técnico: Claudinei Oliveira
Krasnodar: Dykan (Kavlinov); Petrov, Martynovich, Sigurdsson (Granqvist ) e Joãozinho; Gazinski (Lanin), Shirokov e Pereyra (Burmistrov); Mamaev (Kaleshin), Wanderson e Ari (Zhigulov Ilya)
Técnico: Oleg Kononov
Gols: Ari, aos 9’ do 1º tempo (Krasnodar); Wanderson, aos 10’ do 1º tempo (Krasnodar); Cléo, aos 22’ do 1º tempo e aos 12’ do 2º tempo (Atlético Paranaense).
Cartões amarelos: Rafael Zuchi (Atlético Paranaense) e Ari, Lanin, Zhigulov Ilya, Joãozinho (Krasnodar)

Veja como foi o empate do furacão com o Krasnodar



quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Despedida da Espanha:Atlético enfrenta o Krasnodar,em seu último jogo na Espanha.


 O Atlético encerra nessa quarta feira sua pré temporada na Espanha,o rubro faz um amistoso contra o FC Krasnodar da Rússia,jogo que marca a despedida rubro negra em solo espanhol foram até aqui onze jogos onde o técnico Claudinei Oliveira pode fazer observações  e fazer testes com alguns atletas recém chegados na equipe.Para a partida contra os russos o treinador deve repetir a forma de jogo da equipe que empatou com a Academia Puskas fazendo uma equipe mista,e dando oportunidade a jogadores pouco utilizados assim deve repetir a formação do time com:Santos; Daniel Borges, Rafael Zuchi, Hernani e Lucas Olaza; Otávio, Felipe e Bruno Mota; Dellatorre, Edigar Junio e Douglas Coutinho.

Conheça o  FC Krasnodar:

O FC Krasnodar é o clube mais jovem da Rússia. Fundado em 2008, a equipe já disputou a primeira divisão do Campeonato Russo por três vezes, tendo ficado em quinto na última edição. Atualmente, o time está em quarto lugar, atrás de Zenit Petersburg, CSKA Moscou e Dínamo Moscou.
A equipe russa possui um estádio para 32 mil pessoas, o Kuban Stadium, e atualmente conta com três brasileiros no elenco: o meio-campista Joãozinho, ex-Portuguesa e há quatro anos no Krasnodar, além dos atacantes Ari e Wanderson, ex-jogadores do Fortaleza.
Em solo espanhol, o Krasnodar usa o período como preparação e descanso no recesso do futebol russo.   

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Conheça Kaio e Sávio,novos jogadores da base do furacão.


O Atlético trouxe mais dois atletas para compor sua categoria de base,trata-se do volante Kaio e do lateral esquerdo Sávio ambos da Ferroviara de Araraquara,clube que o furacão tem parceria para jogadores os dois atletas chegam para compor o elenco sub-23 do furacão confira seguir,a ficha técnica dos dois atletas.

Nome completo: Savio Antonio Alves
Nome de escalação: SavioData de nascimento: 26/05/1995Posição: Lateral esquerda


Nome completo: Kaio Fernando da Silva PantaleãoNome de escalação: Kaio FernandoData de nascimento: 08/09/1995Posição: Volante

Amistoso:Em seu penúltimo jogo na Espanha,Atlético empata com a Academia Puskas.


Em seu penúltimo jogo na pré temporada na espanha,o furacão empatou em 0a0 com a Academia Puskas da Hungria,nse jogo o técnico Claudinei Oliveira optou por escalar uma equipe mista onde pode avaliar alguns jogadores como zagueiro Rafael Zuchi e o goleiro Welerson.Apesar do placar sem gols o treinador e os jogadores rubro negros dizem ter gostado do desempenho da equipe e ter sido mais um bom teste na Espanha.Agora o rubro negro faz seu último jogo na Espanha,sexta feira contra o Krasnodar Da Russia,na partida de hoje o rubro negro foi a campo com: Santos; Daniel Borges, Rafael Zuchi, Hernani e Lucas Olaza; Otávio, Felipe e Bruno Mota; Dellatorre, Edigar Junio e Douglas Coutinho.

Ficha técnica:

Jogo-treino: Atlético Paranaense 0x0 Academia Puskás [Hungria]
Data: 16/02/2015 [segunda-feira]
Horário: 8h [horário de Brasília]
Local: Marbella Football Center - Marbella, Espanha
Atlético Paranaense: Santos (Warleson, aos 24' do 2º tempo); Daniel Borges, Zuchi, Hernani e Olaza; Otávio, Felipe e Bruno Mota; Dellatorre, Edigar e Coutinho.
Técnico: Claudinei Oliveira
Academia Puskás: Danilovic; Spandler, Szélesi, Tamás e Fiola; Kelic, Sallai, Polonkai e Kleinheisler; Tischler e Lencse.
Veja alguns lances do jogo contra a Academia Puskas.

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Tudo igual:Atlético fica no empate com o Dinamo Kiev


O Atlético empatou seu segundo amistoso na Espanha,1a1 com o Dínamo de Kiev da Ucrânia,o gol rubro negro foi marcado por Edgar Junio a oito minutos do primeiro tempo enquanto os Ucranianos empataram na segunda etapa,agora o furacão enfrenta na próxima segunda feiras as 8 horas(horário de Brasilia) a Academia Puskas da Hungria.

O JOGO:


O gol atleticano foi marcado aos oito minutos, quando Felipe e Bruno Mota construíram a jogada para Edigar Junio na área, com tranquilidade, tocar no canto do goleiro e abrir o placar na Espanha. O Rubro-Negro quase ampliou aos 30, quando Felipe cobrou falta e exigiu grande defesa do goleiro Shovkovskyi. 
Assim que o árbitro apitou o final do primeiro tempo, houve um princípio de confusão no Marbella Football Center, quando o técnico Claudinei Oliveira adentrou ao gramado irritado com a presença de um membro da comissão técnica do Dínamo de Kiev, que estava na lateral, no lado oposto do campo. O treinador atleticano teve que ser contido pelos jogadores e pela equipe de arbitragem.
Determinado a buscar o empate, o Dínamo de Kiev conseguiu igualar o placar aos quatro minutos, quando Lucas Olaza cometeu pênalti. Husiev cobrou no canto esquerdo de Santos e deixou tudo igual no amistoso. 
No decorrer do segundo tempo, Claudinei foi colocando os jogadores titulares em campo, trocando Edigar Junio, Felipe, Otávio, Hernani, Bruno Mota e Douglas Coutinho por Dellatorre, Cléo, Deivid, Paulinho Dias, Bady e Natanael, respectivamente.
Dominado em campo, o Rubro-Negro quase levou a virada aos 24, quando o goleiro Santos evitou que o Furacão sofresse o gol, após finalização do adversário, mantendo o 1 a 1 no marcador.
Ficha Técnica:
Ficha técnica: Atlético Paranaense 1 x 1 Dínamo de Kiev [Ucrânia]
Amistoso
Data: 13/01/2015 [sexta-feira]
Horário: 13h [horário de Brasília]
Local: Marbella Football Center, em Marbella [Espanha]
Árbitro: Juan Francisco Caravaca
Assistentes: Francisco Guerra e Damian Escot
 
Atlético Paranaense: Santos; Michael, Gustavo (Daniel Borges), Rafael Zuchi e Lucas Olaza; Otávio (Deivid), Hernani (Paulinho Dias), Bruno Mota (Bady) e Felipe (Cléo); Douglas Coutinho (Natanael) e Edigar Junior (Dellatorre).
Técnico: Claudinei Oliveira
Dínamo de Kiev: Shovkovskyi; Danilo Silva, Vida Domagoj, Dragović Aleksandar e Antunes; Kalytvyntsev Vladyslav (Husiev Oleh), Miguel (Teodorczyk Lukasz), Sydorchuk Serhiy (Buialskyi Vitaliy), Rybalka Serhiy (Kharatin Ihor); Kravets Artem (Belhanda Younès) e Lens Jeremain (Miakushko Serhiy).
Técnico: Rebrov Serhiy
 
Gols: Edigar Junio, aos 7’ do 1º tempo (Atlético Paranaense); Husiev Oleh, aos 5’ do 2º tempo (Dínamo de 


Veja como foi o empate do Atlético contra o Dínamo.

Amistoso:Atlético faz penúltimo jogo na Espanha contra o Dinamo de Kiev.


O Atlético faz nessa sexta feira na Espanha,seu penúltimo jogo na Espanha contra o Dinamo de Kiev,time que o rubro na enfrentou em 2013 pela Marbella Cup,com mais dois jogos a fazer o técnico Claudinei deve fazer algumas mudanças na equipe em relação aos jogos anteriores,poupando alguns jogadores que vinham sendo utilizados em outras partidas.Jogadores como Bruno Mota,Rafael Zuchi entre outros devem ser mais utilizados nesses últimos dois jogos e assim finalizando sua preparação na Espanha.Uma Provável formação do furacão para o amistoso com o time ucraniano é:Weverton(Santos),Daniel Borges,Gustavo,(Rafael Zuchi),Cleberson,Lucas Olaza;Paulinho Dias,Deivid(Hernani,Otávio),Bady;Dellatorre(Douglas Coutinho),Cléo e Edigar Junior.


Conheça o Dinamo de Kiev.


Fundado no dia 13 de maio de 1927 por funcionários de uma padaria, o Dínamo de Kiev é o maior clube da Ucrânia e dono do  maior números de títulos ucranianos, com 13 Campeonatos Ucranianos, dez da Copa da Ucrânia e cinco Copas Ucranianas. Na era soviética, a equipe conquistou 13 títulos do Campeonato Sovietico antes da reunificação, com nove Copas URSS e três Supercopas URSS. Atualmente figura na 25ª posição no ranking de clubes da UEFA
Sediado na capital Kiev, o Dínamo rivaliza com o Shakhtar Donetsk pelo domínio no futebol ucraniano e na Europa. Atualmente os brasileiros na equipe são os zagueiros Danilo Silva, ex-Internacional, que atua na equipe desde 2010, e Betão, ex-Corinthians, contratado na temporada 2008/2009.
Relembre Atlético e Dinamo em 2013.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Mais três pontos:Atlético vence o Prudentópolis e ganha a segunda no estadual.


O Atlético derrotou o Prudentópolis por 2a0 na arena da baixada e conquistou sua segunda vitória no paranaense 2015,com gol do estreante Caique e do zagueiro Lula o furacão foi superior ao time do interior e conquistou mais três pontos e assim chegando a 7 pontos conquistados na tabela.Na próxima rodada o furacão tem o clássico atletiba no Couto Pereira.

O JOGO:

Durante a semana o técnico Marcelo Vilhena pediu aos jogadores atleticanos que fossem mais agressivos, especialmente em casa. E foi isso que tentou Gustavo Marmentini, logo no primeiro minuto, com um chute pela linha de fundo. Na resposta, um susto. Aos três minutos, Diego mandou uma bomba de longe e carimbou a trave. O Rubro-negro não deixou barato e, aos seis minutos, Zé Paulo tirou a Marcação e arrematou no travessão.
Apesar de não ter vencido ainda na competição, o Prude dava trabalho, com uma marcação forte. Aos 16 minutos, Zé Paulo partiu para a jogada individual, buscou o cruzamento, mas a bola saiu fraca, fácil para a retaguarda do Tigre. Um lance incrível aos 24 minutos. Com Doni rendido, a bola apareceu livre para Gustavo Marmentini fazer o gol, mas Casimiro, quase dentro do gol, afastou o perigo na hora H.
Sem conseguir penetrar na defesa adversária, o Atlético arriscava de onde era possível. Aos 36 minutos, Marmentini partiu em velocidade com a bola e na entrada da área bateu para grande defesa de Doni. No lance seguinte foi a vez de Crysan, dentro da área, girar e parar no goleiro, atento no lance. Até que aos 46 minutos, o artilheiro Caíque recebeu na área e tocou no cantinho para abrir o placar.
Para a segunda etapa, o Prude retornou com Diogo Fogliato no lugar de Biro. O Atlético continuava com maior posse de bola, mas não conseguia arrematar. Aos 10 minutos, lesionado, Zé Paulo deixou o gramado para entrada de Marco Damasceno. O marasmo chegou ao fim aos 14 minutos, em cabeçada certeira de Lula, aos 14 minutos, bancando as redes para ampliar a vantagem atleticana no placar. Aos 22 minutos, Caíque pegou sobra de bola e furou na hora do arremate.
Mesmo com as mexidas do técnico Joel Preisner, o Prudentópolis não conseguia reagir. Do outro lado, o Furacão não forçava tanto para ampliar. Aos 29 minutos, Caíque recebeu na área e, de primeira, obrigou Doni a fazer grande defesa. Aos 36 minutos, de muito longe, Marcão chutou e Doni agarrou. O jogo chegou ao fim com duas equipes desinteressadas, irritando até mesmo o torcedor, que deveria estar satisfeito com os três pontos conquistados.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 2 x 0 PRUDENTÓPOLIS
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Data: 11 de fevereiro de 2015, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Paulo Roberto Alves Jr. 
Assistentes: Pedro Martinelli Christino e Júlio César de Souza
Cartões amarelos : Pedro Paulo (Atlético-PR); Robenval e Canela (Prudentópolis)
GOLS
ATLÉTICO-PR: Caíque, aos 46 minutos do primeiro tempo, e Lula, aos 14 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Lucas Macanhan; Mário Sérgio, Lula, Marcão e Sidcley; Matteus, Zé Paulo (Marco Damasceno), Gustavo Marmentini (Pedro Paulo) e Bruno Pelissari; Crysan (Juninho) e Caíque 
Técnico: Marcelo Vilhena
PRUDENTÓPOLIS: Doni; Danilo, Casimiro, Robenval e Biro (Diogo Fogliato); Fernandinho, Adinil, Alex Ricardo e Diego (Canela); Lucas e Serjão (Wellington) 
Técnico: Joel Preisner
Veja os gols da vitória rubro negra contra o Prudentópolis.