Derrota em casa:Atlético joga mau,e é derrotado pelo Foz.


Mesmo com o time principal,o furacão não fez um bom jogo e acabou sendo derrotado pelo Foz na arena,com um gol ainda no primeiro tempo o time rubro negro não conseguiu a reação e foi derrotado dentro da baixada,com o resultado o furacão entrou no grupo "da morte" do estadual na próxima rodada o rubro negro enfrenta o JMalucceli novamente na arena.

O JOGO:

A forte chuva que atingia Curitiba no começo de noite castigava apenas uma parte do campo, já que boa parte da cobertura estava fechada. Porém, era o suficiente para deixar o gramado escorregadio e levar a alguns erros. Isso facilitava o ferrolho montado pelo Foz, que tomou um chute a gol de Dellatorre, fraco, sem perigo para Edson Bastos, apenas aos 10 minutos.
A equipe do oeste paranaense tentou sua primeira pontada aos 17 minutos, com Alex Travassos, que cruzou para Natanael desviar para trás e ceder escanteio. Após a cobrança, Wesley testou pela linha de fundo. A torcida atleticana já se mostrava apreensiva com a falta de produção do time. Para piorar, aos 28 minutos, Wesley subiu no meio da defesa para desviar para as redes e abrir o placar. O gramado da Arena mostrava muitas falhas, que pioraram com a chuva. Aos 35 minutos, Cléo forçou o cruzamento e Dellatorre não conseguiu alcançar.
Para a segunda etapa, as equipe retornaram sem alterações, mas o Rubro-Negro prometia outra atitude. Aos quatro minutos, Bahia arriscou um chute de muito longe, pela linha de fundo. Aos poucos o Atlético tentava iniciar uma pressão, mas todos os lados do campo estavam fechados. O técnico Claudinei Oliveira apostou então nas entradas de Marcos Guilherme e Nathan.
A pressão do Furacão começou aos 17 minutos, em cobrança de escanteio de Bady para Nathan que desviou à direita do gol, com muito perigo. Entretanto, quem isolou a maior chance para balançar as redes foi Lucão, aos 22 minutos, livre, na marca do pênalti. Sem conseguir por querer, o Atlético quase marcou sem querer. Aos 25 minutos, Edigar Junio buscou o cruzamento e a bola bateu na rede, pelo lado de fora.
Mais Rubro-Negro no ataque, aos 32 minutos, Nathan cruzou na medida e Marcos Guilherme bateu para defesa de Edson Bastos. No rebote, Nikão desperdiçou com um chute totalmente torto. Apesar de muito superior em campo, o nervosismo tomava conta dos jogadores atleticanos, que não conseguiam se desvencilhar da marcação. Aos 43 minutos, Eduardo bateu cruzado, Weverton tocou para fora e cedeu escanteio para o Foz, que cozinhou o tempo até o apito final. Nas arquibancadas os gritos de ‘queremos jogador!’. Definitivamente não foi o reencontro esperado.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO PARANAENSE 0 X 1 FOZ DO IGUAÇU
Local: Arena da Baixada, Curitiba (PR) 
Data: 26 de fevereiro de 2015, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Leandro Barros Nunes
Assistentes: Luiz Henrique de Souza Renesto e Marcos Rogério da Silva
Cartões amarelos: Dellatorre e Nathan (Atlético-PR); Maranhão, Edson Bastos, Wesley, Léo e Alex Travassos (Foz)
GolsFOZ : Wesley, aos 28 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton, Daniel Borges, Gustavo, Rafael Zuchi e Natanael; Deivid, Paulinho Dias (Nathan) e Bady (Nikão); Edigar Júnio, Cléo e Dellatorre (Marcos Guilherme). 
Técnico: Claudinei Oliveira
FOZ : Edson Bastos; Alex Travassos, Leandro Silva, Wesley e Carlão; Maranhão (Bahia), Diego Perini, Léo e Cícero; Lucão (Eduardo) e Ícaro (Quirino)
Técnico: Edson Borges
Veja como foi a derrota do Atlético para o Foz:

Nenhum comentário:

Postar um comentário