sábado, 27 de outubro de 2012

Veja os gols do furacão contra o Guaratinguetá.


Furacão vence o Guaratinguetá,e volta ao G4.


Em uam tarde de muito calor no janguitão o furacão goleou o Guaratinguetá por 3a0,e retornou ao G4 da série B com gols de Elias,Paulo Baier e Marcão o furacão atropelou o time paulista e fica perto dos primeiros colocados do campeonato,agora o furacão volta a campo no próximo sábado contra o São Caetano no Anacleto Campanela,jogo esse que é uma "final" para o furacão.

                       O JOGO:
 A partida começou com muito estudo, equilibrada, com muita marcação e o Furacão mostrando ansiedade, sem conseguir concatenar uma jogada. É bem verdade que o calor do horário pouco comum para a prática do futebol atrapalhava. Aos cinco minutos, Alemão arriscou da entrada da área e Weverton defendeu sem problemas. O Rubro-Negro chegou com perigo aos 12 minutos, com chute cruzado de Botelho, para fora.
A equipe paulista não se intimidava por jogar fora de casa. Aos 14 minutos, Renato Peixe cobrou falta no ângulo e Weverton fez grande defesa. Na resposta, Marcão chegou na cara do gol e bateu no cantinho para uma defesa espetacular de Saulo, que impediu um gol quase feito. O tempo passava e ansiedade dos jogadores passava para o torcedor nas arquibancadas, que via o Atlético-PR com maior posse de bola, mas sem conseguir transformar em gol.
João Paulo partiu para jogada individual aos 26 minutos, mas, ao invés de chutar quando abriu o espaço, preferiu cruzar e ninguém aproveitou. O gol atleticano nasceu em contra-ataque rápido, aos 36 minutos. Depois do cruzamento de Marcelo, Elias subiu com liberdade e testou para o fundo das redes. O jogo era tecnicamente muito ruim, com um festival de passes errados.
Na segunda etapa, as equipes retornaram sem modificações. Aos três minutos, Wellinton Pimenta recebe na entrada da área e arriscou o chute pela linha de fundo. O Guará modificou sua marcação e tentava pressionar mais próximo ao campo de ataque. Aos nove minutos, Marcelo acertou um verdadeiro petardo e carimbou o travessão.
Aos poucos o Atlético tomava conta da partida novamente, embora continuasse sem força ofensiva. Aos 14 minutos, Marcão tirou a marcação e chutou na rede, mas pelo lado de fora. O Furacão ainda levava azar, parando na trave mais uma vez aos 19 minutos, em chute de Elias que Saulo se enrolou todo e quase entregou o ouro.
O Tricolor criou a grande chance para empatar aos 25 minutos, com Renato Peixe, que. penetrou na área e só não marcou porque Weverton apareceu para salvar com os pés. O Guará subiu de produção e começou a gostar do jogo.
O time da casa perdeu a chance de matar o jogo aos 37 minutos, com Marcelo, que de frente para a meta isolou. Mas, Paulo Baier não perdoa e, aos 42 minutos, pegou rebote de bola na trave para marcar. Dois minutos depois, Marcão teve tempo para deixar sua marca.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 3 X 0 GUARATINGUETÁ
Local: Ecoestadio Janguito Malucelli, em Curitiba
Dia: 27 de Outubro - Sábado
Horário: 14h
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha(RJ)
Assistente: sWagner de Almeida Santos(RJ) e Elan Vieira de Souza(PE)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Maranhão, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho(Wellington Saci); Deivid, João Paulo, Henrique(Felipe) e Elias(Paulo Baier); Marcelo e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

GUARATINGUETÁ: Saulo; Leandro Silva, Igor, Wendel e Renato Peixe; Bruno Formigoni (Fabinho), Jairo, Wellinton Pimenta (Fabrício Carvalho) e Jonatan; Keninha e Alemão
Técnico: Carlos Octávio.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Vencer ou vencer:Furacão recebe o Guaratinguetá,para voltar ao G4.


Mais um sábado,e mais uma decisão para o furacão jogando no janguitão,e dessa vez é vencer ou vencer para retomar a posição no G4,com a vitória do São Caetano diante do Vitória o furacão necessita de 3 pontos contra o Guaratinguetá,para voltar a zona de acesso da Série B.Para a partida o técnico Ricardo Drubscky,terá que fazer mudanças em realção a última partida contra o Guarani no total serão 3 mudanças na equipe titular.

        O TIME:
O treinador,não poderá contar com o zagueiro Cléberson que foi vetado pelo DM,sendo assim Luiz Alberto ganha vaga de titular ao lado de Manoel,as novidades também estão nas laterais,Na esquerda Pedro Botelho volta de suspensão e retorna a equipe,Maranhão também está de retorno a lateral direita,sendo assim Henrique volta para a meia ao lado de Elias,e na frente Marcelo e Marcão formam o ataque.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-PR x Guaratinguetá.
Local:Janguitão.
Data:27 de outubro de 2012
Horário:14:00H
Arbitro:Grazziani Maciel Rocha
Auxiliares:Wagner de Almeida Santos e Elan Vieira de Souza.

Atlético-PR:Weverton;
Maranhão, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; 
Deivid, João Paulo, Elias e Henrique; 
Marcelo e Marcão Tec:Ricardo Drubscky

Guaratinguetá:Saulo; 
Leandro Silva, Baggio, Wendel e Renato Peixe; 
Bruno Formigoni, Jairo, Wellinton Pimenta e Jonatan; 
Marcinho e Alemão.Tec Carlos Otávio.

De olho no inimigo:Informações do Guaratinguetá.


O Guaratinguetá, adversário do furacão nesse sábado no janguitão,vive um bom momento,depois de passar quase todo o campeonato na ZR o time paulista,finalmente conseguiu sair da zona de rebaixamento na última rodada.Com duas vitórias consecutivas,o time ocupa as 18 colocação no campeonato,e vem a Curitiba pra surpreender o furacão,e para isso o time já está confirmado para a partida..

O TIME:
Para enfrentar o furacão o Guará,deve repetir a mesma equipe que venceu o Bragantino na última rodada,o time tem como principal destaque o atacante Alemão artilheiro da equipe no campeonato,o provável Guará é:Saulo; Leandro Silva, Baggio, Wendel e Renato Peixe; Bruno Formigoni, Jairo, Wellinton Pimenta, Jonatan e Marcinho; Alemão

Relembre como foi furacão e Guaratiguentá no primeiro turno.


terça-feira, 23 de outubro de 2012

Veja os gols do empate do furacão contra o Guarani.


Tarde ruim:Com pouca inspiração furacão empata com o Guarani.


Em uma tarde com muita chuva no janguitão,o furacão apenas ficou no empate contra o Guarani,depois de sair na frente com um belo gol de Marcelo Cirino o furacão não conseguiu,reeditar as boas atuações dos jogos anteriores,e levou o empate e apesar de insistência não conseguiu sair com a vitória.Com o resultado o furacão se mantém no G4 com 59 pontos,mas aguarda o fim da rodada e um tropeço do São Caetano para se manter na posição,o time volta a campo sábado de novo e casa contra o Guaratinguetá.

                        O JOGO:


Apesar das fortes chuvas que atingiram a capital paranaense nas últimas 24 horas, o gramado se mostrou impecável para o início de partida. O primeiro chute a gol aconteceu aos três minutos com João Paulo arriscando de fora da área, pela linha de fundo. Na resposta, Rafael Costa mandou para a área e Schwenck não conseguiu alcançar para completar para o gol. O jogo era mais equilibrado do que esperava a torcida rubro-negra.
O Bugre marcava forte mas, no contra-ataque, não conseguia penetração na defesa adversária. Aos 12 minutos, Schwenck arriscou de longe e Weverton fez boa defesa. O Furacão acordou e começou a pressionar. Aos 17 minutos, Paulo Baier fez a jogada e serviu Marcelo, que parou em Emerson. Na sobra, Henrique bateu por cima da meta. A partida tinha boas alternativas. Aos 26 minutos, Schwenk recebeu na área e bateu forte para ótima defesa de Weverton.
Tentado aproveitar o gramado molhado, os jogadores arriscavam de fora da área. Aos 30 minutos foi a vez de João Paulo, que obrigou Emerson a espalmar para escanteio. Após a cobrança Marcão, na pequena área, e conseguiu cabecear por cima do travessão. As poças começaram a aparecer no gramado, causando alguns erros. Aos 43 minutos, boa tabela no ataque do Furacão e Paulo Baier chutou no cantinho, para fora.
Na segunda etapa, o Guarani voltou com Dener no lugar de Danilo Sacramento. Aos seis minutos, Wellington Saci fez jogada individual e cruzou para Marcão, que desviou para boa defesa de Emerson. Dois minutos depois, Kleiton tocou para o meio da área, a defesa atleticana se atrapalhou e Schwenck não conseguiu aproveitar. O Rubro-Negro tinha dificuldade de penetração na defesa paulista.
Quando a torcida já começava a ficar apreensiva, aos 16 minutos. Marcelo abriu espaço e mandou uma bomba de fora da área, no ângulo, acertando o travessão antes de a bola morrer no fundo do gol. Aos 22 minutos, o goleiro Emerson cobrou falta com perfeição e deixou tudo igual no placar. Depois do gol, o Guarani voltou a armar o ferrolho e se defendia do jeito que dava.
Ao Furacão estava pressionar, mas o paredão verde seguia bem montado. Aos 30 minutos, Marcelo desviou de cabeça na área e Emerson segurou firme. Lusmar respondeu com um chute da intermediária, em cima da defesa atleticana. De longe, João Paulo mandou o petardo, aos 37 minutos, e a bola subiu demais. Os dois pontos perdidos em casa podem custar caro ao Atlético-PR nessa reta final.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 1 X 1 GUARANI
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba
Dia: 23 de Outubro - Terça-feira
Horário: 15h
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima(RS)
Assistentes: Paulo Cesar Silva Faria(MT) e Fabio Rodrigo Rubinho(MT)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Henrique(Taiberson), Manoel, Cleberson e Wellington Saci; Deivid, João Paulo, Elias e Paulo Baier(Liguerra); Marcelo e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

GUARANI: Emerson; Oziel, Fernando, Neto e Bruno Recife; Lusmar, Fábio Bahia, Rafael Costa(Renato), Danilo Sacramento(Dener); Schwenck e Kleiton(Everton)
Técnico: Vilson Tadei

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Para ferver o Janguitão:Pra subir ainda mais,furacão encara o Guarani.


Na tarde dessa terça-feira,o furacão volta a campo pela série B agora,o adversário e o Guarani,que está na parte de baixo da tabela.Mas nem por isso se espera um jogo fácil porém o aproveitamento do furacão no últimos jogos e principalmente em casa passam que o furacão deve buscar outra vitória,e ficar ainda mais perto do acesso.Para a partida o furacão terá novidades na equipe para vencer mais uma no campeonato.

           O TIME:
Para a partida,Ricardo Drubscky terá como baixa,seus dois laterais Pedro Botelho expulso cumpre suspensão,assim como Maranhão que tomou o terceiro amarelo.Mas o treinador não teve dúvidas,e nem fez mistérios Wellington Saci entra na lateral na vaga de Botelho e na direita Henrique entra no lugar de Maranhão,sendo assim Paulo Baier irá compor a meia cancha ao lado de Elias na aramação. No demais o time é o mesmo que venceu o vitória na última rodada.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR X GUARANI
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba
Dia: 23 de Outubro - Terça-feira
Horário: 15h
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima(RS)
Assistentes: Paulo Cesar Silva Faria(MT) e Fabio Rodrigo Rubinho(MT)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Henrique, Manoel, Cleberson e Wellington Saci; Deivid, João Paulo, Elias e Paulo Baier; Marcelo e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

GUARANI: Emerson; Oziel, Fernando, Neto e Bruno Recife; Willian Favoni, Fábio Bahia, Renato Ribeiro, Danilo Sacramento e Dener (Rafael Costa); Schwenck.
Técnico: Vilson Tadei

De olho no inimigo:Informações do Guarani.


O Guarani vive um péssimo momento no campeonato,vindo de uma derrota pesada dentro de casa na última rodada que custou a demissão do técnico Vadão,o time de Campinas vem a Curitiba com a missão de surpreender,e tentar parar o embalo dom furacão.Para isso o bugre tem como grande novidade seu novo treinador Wilson Taddei fará sua estréia amanhã a tarde e o treinador ainda não definiu oficialmente o time.

               O TIME:
A dúvida está na meia cancha,entre Kleiton Domingues e Dener,o resto da equipe deve ser a mesma da última partida.Sendo assim o Guarani deve ir a campo com:Emerson; Oziel, Fernando, Neto e Bruno Recife; Lusmar, Fábio Bahia, Renato Ribeiro, Kleiton Domingues (Dener) e Danilo Sacramento; Schwenck.

Relembre como foi Guarani e furacão no primeiro turno.


sábado, 20 de outubro de 2012

Veja os gols da vitória do furacão,em Salvador.


Na raça e no suor:Atlético bate o Vitória,e entra no G4


Numa tarde onde nem o forte calor,nem toda apressão da torcida do Vitória impediram o furacão de voltar de Salvador com mais 3 pontos na bagagem,e definitivamente entra no grupo de acesso mesmo jogando com um amenos o furacão venceu o Vitória por 2a0,e fica perto de sua volta a elite do futebol nacional.Com gol de Elias e Marcão,o rubro negro foi superior mesmo com um a menos e volta para Curitiba no G4,na próxima rodada o furacão recebe o Guarani no Janguitão.

          O JOGO:
O duelo rubro-negro começou equilibrado, e a primeira chance, dos paranaenses, saiu apenas aos 11 minutos. O volante Deivid aproveitou cruzamento do ex-santista Maranhão e bateu por cima do gol de Deola. No lance seguinte, Willie pegou o rebote de Weverton e marcou para o Vitória, mas o bandeira assinalou impedimento da revelação.
Os baianos chegaram mais uma vez ao ataque, dessa vez com Pedro Ken. O meia arriscou de fora da área assustou Weverton para levantar a torcida no Barradão. O Furacão também respondeu rapidamente, com Marcão cabeceando para defesa de Deola.
A melhor oportunidade da partida, no entanto, ocorreu aos 32 minutos, quando o meia Henrique rolou para Elias chegar batendo com força e carimbar o travessão baiano. Na volta do intervalo, o camisa 10 voltou a aparecer em passe de Henrique e, de pé direito, abriu o placar para os visitantes. Em seguida, o lateral esquerdo Pedro Botelho tentou simular pênalti, levou segundo amarelo e foi expulso pelo árbitro, deixando os visitantes com um a menos.
No desespero, o Vitória se atirou ao ataque e Marquinhos foi travado na entrada da pequena área no momento em que finalizaria para o gol. O ímpeto dos mandantes deixou espaços na defesa e o furacão não desperdiçou. O atacante Marcelo recebeu de Elias, foi à linha de fundo e cruzou para o centroavante Marcão tirar de Deola e ampliar a vantagem .
A boa partida de Elias fazia com que todos companheiros procurassem o meia para as jogadas e, em uma delas, o camisa 10 soltou uma bomba e a bola foi na rede pelo lado de fora, assustando a torcida baiana. A melhor chance, no entanto, saiu de cruzamento de Maranhão para Welligton Saci, mas o ex-corintiano mandou para fora de maneira bisonha.
O furacão se segurava na defesa com tranquilidade e ainda conseguiu marcar o terceiro, mas o bandeira assinalou impedimento claro do centroavante Marcão. O gol não fez falta e o time comandado por Ricardo Drubsky administrou o resultado para se garantir no G-4.
FICHA TÉCNICA:
Local: Estádio Manoel Barradas, em Salvador (BA) 
Data: 20 de outubro de 2012, sábado 
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (Asp-Fifa-RS)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios (Asp.Fifa-SE) e Pablo Almeida da Costa (MG)
Cartões amarelos: Michel, Nino Paraíba (Vitória); Pedro Botelho, Maranhão, Marcelo, Weverton (Atlético-PR) 
Cartão vermelho: Pedro Botelho (Atlético-PR) 
Gols:
ATLÉTICO-PR: Elias, aos dois, e Marcão, aos 17 minutos do segundo tempo
VITÓRIA: Deola; Nino Paraíba, Josué e Gabriel Paulista e Gilson; Uelliton (Tartá), Michel (Eduardo Ramos), Pedro Ken e Marquinhos; Willie (William) e Elton 
Técnico: Paulo César Carpegiani
ATLÉTICO-PR: Weverton; Maranhão, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Henrique e Elias (Derley); Marcelo (Wellington Saci) e Marcão (Martín Liguera)
Técnico: Ricardo Drubscky

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Batalha na Bahia:Rumo ao G4 furacão encara o Vitória em Salvador.


Na tarde desse sábado no estádio barradão em Salvador,o furacão vai a campo para mais uma decisão,na luta pelo acesso dessa vez a batalha é contra o Vitória,até aqui vice líder da Série B.A eopnas um ponto do G4 e tendo a oportunidade de entrar no grupo de acesso o furacão vai a Bahia embalado e confiante depois de 3 vitórias seguidas no campeonato um resultado positivo amanhã pode significar ter o acesso ainda amis perto.Para a partida o técnico Ricardo Drubscky terá novidades,e ainda tem uma d´vida na escalçao da equipe.

                    O TIME:
Para a partida de amanhã o furacão terá como novidades a volta do meia Elias que volta de suspensão,o mesmo acontece com o lateral Pedro Botelho que também volta de suspensão,contra partida,Paulo Baier foi poupado e não viajou com a delegação para Salvador.Ricardo Drubscky tem uma dúvida para confirmar o time,e está no setor de meia cancha,Henrique e Wellington Saci brigam por uma vaga no meio,para ajudar Elias na armação.

FICHA TÉCNICA:

Vitória x Atlético-PR
Local:Barradão
Data:19 de outubro de 2012.
Horário:16 Horas
Série B 2012.
Arbitro:Marcio Chagas da Silva.
Auxiliares:Cleriston Clay Barretos Rios e Pablo Almeida da Costa.

Vitória:Deola;
Nino, Gabriel Palista, Josué e Gilson;
Rodrigo Mancha, Uelliton, Michel e Pedro Ken;
Marquinhos e Elton.Tec Paulo Cesar Carpeggiani.

Atlético-PR: Weverton;
Maranhão, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho;
Deivid, João Paulo, Henrique (Wellington Saci) e Elias;
Marcão e Marcelo.Tec:Ricardo Drubscky.

De olho no inimigo:Confira as informações do Vitória.


O Vitória adversário de amanha do furacão no estádio barradão em Salvador,vive um otimo momento apesar dos últimos resultados,o time baiano é vice lider da série B com 63 pontos um a menos que o líder Criciúma comandado pelo técnico Paulo Cesar Carpegiani,o time ainda não foi escalado oficialmente pelo treinador,mas terá novidades.

             O TIME.
Para a partida,o rubro negro baiano não poderá contar com o zagueiro Victor Ramos que está lesionado,Josué será a novidade no setor ao lado de Gabriel Paulista,aliás esse volta a equipe na partida de amanhã depois de cumprir suspensão contra o Paraná.Sendo assim,o provável Vitoria é:Deola; Josué, Rodrigo Mancha e Gabriel Paulista; Gilson, Uelliton, Michel, Arthur Maia e Pedro Ken; Marquinhos e Elton.

Relembre como foi furacão e Vitoria no primeiro turno.


terça-feira, 16 de outubro de 2012

Veja os gols do furacão contra o Avaí.


Aqui quem manda é o furacão:Em bela atuação furacão bate o Avaí,e segue na na briga.


Mais uma bela tarde do furacão no janguitão,dessa vez a vitima foi o Avaí o furacão bateu os catarinenses por 3a1,e fica a um ponto do G4 em quinto lugar com 55 pontos ganhos,jogando com um a mais o rubro negro foi superior chegou levar o empate mas com gols de Marcelo,João Paulo e Marcão venceu por 3a1.Agora o furacão volta a campo no próximo sábado contra o Vitória em Salvador.

                            O JOGO:
 Com muita marcação, a partida começou brigada no meio campo, com passes errados e roubadas de bola. Aos seis minutos Arlan conseguiu chegar à linha de fundo e cruzar, mas Cleberson apareceu para afastar o perigo. Na resposta, aos sete minutos, Deivid arriscou de fora da área, para fora, no primeiro chute a gol. No lance seguinte, Paulo Baier fez a jogada e entregou para Marcelo, que se atrapalhou na hora do arremate.
O Furacão passou a dominar as ações e a impor seu ritmo em campo. Aos 14 minutos, Paulo Baier bateu forte e Moretto fez boa defesa. Um minuto depois, o goleiro quase fez lambança na frente de Marcão, mas se recuperou e ficou com a bola. Até que, aos 17 minutos, Marcão tocou cruzado para o meio da área, Marcelo apareceu e desviou para o fundo do gol. O técnico Argel Fucks queimou a primeira mudança, colocando Jefferson Maranhão no lugar de Rodrigo Thiesen.
Aos 23 minutos, Paulo Baier cobrou falta e a bola passou à direita da meta. Porém, aos 25 minutos, Arlan aproveitou cruzamento e, com liberdade, dominou e escolheu o canto para tocar para o fundo do gol. A reação foi rápida, e com um golaço de João Paulo, aos 29 minutos, acertando um petardo no ângulo. A situação dos catarinenses se complicou aos 35 minutos, após falta violenta de Jefferson Maranhão, que foi expulso. Henrique, aos 43 minutos, chutou de longe para intervenção de Moretto.
Depois do intervalo, os dois times voltaram para o gramado sem novas alterações. Aos três minutos, Marcelo rolou para Marcão, que bateu errado, desperdiçando uma boa oportunidade para ampliar a vantagem. O Furacão controlava o jogo e estava mais próximo do terceiro gol. Aos nove minutos, Henrique dominou, levantou a cabeça e chutou em cima da defesa.
O Atlético tocava a bola e não se mostrava muito interessado em acelerar o jogo. Confusão total na área atleticana, aos 14 minutos, Cleberson não alcançou o cruzamento para cortar e Nunes furou, deixando a chance passar. A primeira mudança no Rubro-Negro foi a entrada de Felipe no lugar de Maranhão, empurrando Henrique para lateral. Aos 24 minutos, Fred cobrou falta e isolou a bola.
Mostrando muita disposição, Paulo Baier deu uma meia lua em Cássio e só não completou o lance porque o goleiro Moretti estava esperto. Aos 31 minutos, Felipe arriscou de longe e a bola subiu. A vitória atleticana foi sacramentada aos 37 minutos, com Marcão, que recebeu cruzamento açucarado de Marcelo e desviou para o gol para fazer o terceiro e fechar a contagem.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 3 X 1 AVAÍ
Local: Estádio Janguito Malucelli, em Curitiba
Dia: 16 de Outubro - Terça-feira
Horário: 15h
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa(RS)
Assistentes: Carlos Henrique Selbach(RS) e Jose Eduardo Calza(RS)

ATLÉTICO: Weverton; Maranhão(Felipe), Manoel, Cleberson e Wellington Saci; Deivid, João Paulo, Henrique e Paulo Baier(Liguerra); Marcelo(Taiberson) e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

AVAÍ: Moretto; Arlan, Fred, Cássio e Julinho; Rodrigo Thiesen (Jefferson Maranhão), Bruno, Pirão e Camilo; Diogo Acosta (Ronaldo Capixaba) e Ricardo Jesus (Nunes)
Técnico: Argel Fucks

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Pronto pra mais uma decisão:Furacão recebe o Avaí,na batalha pela elite.


Outra decisão na vida do furacão,nabtarde dessa terça feira no janguitão a partir das 15 horas o furacão vai a campo contra o Avaí para mais uma decisão no campeonato Brasileiro,uma vitória pode significar finalmente a entrada do furacão no G4 e seguir rumo a elite do futebol nacional.E o retrospecto é favorável,pois jogando no janguitão o furacão é muito forte e com o apoio da galera,vai pra cima do time catarinense.Para a partida,o técnico Ricardo Drubscky faz alterações em relação ao time da vi´ria contra o ABC.

            O TIME:
Para a partida de manhã,o treinador promove mudanças na equipe titular,são 3 em relação a partida de Natal,Maranhão volta a equipe titular depois de estar fora por lesão sendo assim,Henrique volta a sua posição de origem que também está de volta é o volante João Paulo que volta de suspensão,Derley titular na última partida ficará no banco.Outra novida é a entrada de Paulo Baier no lugar de Elias que irá cumprir suspensão quem também está suspenso e não joga é Pedro Botelho, Wellington Saci será a novidade na lateral esquerda,na frente nada muda Marcelo e Marcão formam a dupla de ataque.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-PR X Avaí
Local:Janguito Malucelli
Data:16/10/2012
Horario:15H
Arbitro:Fabricio Neves Correa.
Auxiliares:Carlos Henrique Selbach e José Edurado Calza.

Atlético-PR:Weverton; 
Maranhão, Manoel, Cleberson e Wellington Saci; 
Deivid, João Paulo Silva, Henrique e Paulo Baier; 
Marcão e Marcelo.Tec:Ricardo Drubscky.

Avaí:Moretto; 
Arlan, Cássio, Fred e Julinho; 
Rodrigo Thiesen, Bruno Silva, Pirão e Camilo; 
Diogo Acosta e Ricardo Jesus.Tec:Argel Fucks.

De olho no inimigo:Informações do Avaí.


O adversário dessa terça feira do furacão o Avaí,vem a Curitiba com o objetivo de surpreender o furacão,e ainda respirar na briga pelo G4,o time catarinense comandado por Argel Fucks,vem desfalcado para a partida de amanhã para tentar vencer o rubro negro.

            O TIME:
O técnico Argel não poderá contar com 2 jogadores considerados titulares,o volante Mika e o meia Erick Flores ambos não estarão em campo na partida de amanhã,Rodrigo Thiesen está confirmado,Camilo e Evando brigam pela outra vaga na equipe sendo assim o Avaí deve ir a campo com:Moretto; Arlan, Cássio, Fred e Julinho (Jefferson Maranhão);Thiesen, Pirão,  e Camilo (Evando); Erick Flores (Cleverson) e Diogo Acosta.

Relembre como foi furacão e Avai no primeiro turno.


sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Veja o gol da vitória do furacão sobre o ABC.


Coladinho no G4:Furacão faz sua parte vence o ABC e fica a um ponto do G4.


O furacão venceu o ABC em Natal,fazendo uma boa partida o rubro negro venceu o time da casa por 1a0 e ficou a apenas um ponto do G4,com um gol de Marcelo ainda no primeiro tempo,o furacão chegou levar um breve sufoco do time do norte mas conseguiu segurar o resultado até o fim.Agora o furacão volta a cmpo na próxima terça feira as 15 horas no janguitão contra o Avai.

       O JOGO:

  Precisando da vitória em casa para se afastar do fantasma da degola, o ABC tentava impor seu ritmo de jogo. Aos seis minutos, Diego Clementino desceu em velocidade, mas passou errado na hora de concluir a jogada. Aos oito minutos, Cascata recebeu com liberdade, mas em total impedimento.
Em cobrança de falta, aos 14 minutos, Cascata tentou surpreender Weverton com uma cobrança direta, mas o goleiro estava ligado. O Furacão tinha dificuldade para armar os contra-ataques, mas chegou com algum perigo aos 15 minutos, em troca de passes que terminou nos pés de Felipe, que arrematou pela linha de fundo.
O Atlético subiu de produção e começou a incomodar. Até que, aos 25 minutos, Marcelo subiu no meio da área e testou para o fundo das redes para abrir o placar. A equipe da casa sentiu o gol e passou a errar muitos passes. Aos 34 minutos, Felipe recebeu em boa posição e chutou sobre a defesa abecedista. Aos 38 minutos foi a vez de Marcão arriscar em parar em grande defesa de Andrey.
Na segunda etapa, as equipes retornaram sem alterações. O ritmo da partida caiu, com marcação forte e poucos ataques inspirados. Aos seis minutos, Airton chutou e Manoel desviou pela linha de fundo. Aos sete minutos, Raulen bateu cruzado para o meio da área e ninguém aproveitou o lance.
Preocupado, o técnico Ademir Fonseca colocou em campo Rodrigo Silva e Raul para mudar a movimentação da equipe potiguar. Aos 16 minutos, Marcelo partiu para a jogada individual, chutou para o meio da área e Leias desviou para defesa de Andrey. Confusão na área atleticana, aos 19 minutos, Marcelo tocou no meio do caminho e Weverton saiu para segurar. O ABC tentava pressionar.
Aos 30 minutos, cruzamento certeiro para Rodrigo Silva e Cleberson apareceu para interceptar e salvar. O Furacão tentou entrar na defesa adversária tabelando, aos 32 minutos, mas a jogada não teve continuidade. O ímpeto da equipe local já não era o mesmo e o Rubro-Negro administrava. Escanteio para o Atlético, aos 44 minutos, mas a cobrança não deu em nada. Ainda deu tempo para Flávio Boaventura ser expulso.
FICHA TÉCNICA:
ABC 0 X 1 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Frasqueirão, em Natal
Dia: 12 de Outubro - Sexta-feira
Horário: 21h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA-MG)
Assistentes: Janete Mara Arcanjo(FIFA-MG) e Frederico Soares Vilarinho(MG)

ABC: Andrey; Raulen(Raul), Vinicius, Flávio Boaventura e Airton; Guto, Bileu, Cascata(Baiano) e Walter Minhoca; Adriano Pardal e Diego Clementino(Rodrigo Silva)
Técnico: Ademir Fonseca

ATLÉTICO-PR: Weverton; Henrique, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, Derley, Felipe(Wellington Saci) e Elias; Marcelo(Ricardinho) e Marcão(Edigar Junio)
Técnico: Ricardo Drubscky

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Agora é vencer fora:Na busca do G4 furacão enfrenta o ABC.


Mais um jogo mais uma decisão,nessa sexta feira o furacão volta a campo pela série B em Natal contra o ABC,jogando fora de casa o furacão busca outra vitória depois de um belo resultado em casa na última rodada,caso obtenha um resultado positivo o furacão irá ficar apenas a um ponto do G4 da série B,para isso vencer é mais do que importante.Para a partida,o furacão terá um desfalque em relação a última partida contra o América.

              O TIME:
Para a partida,Ricardo Drubscky não terá o volante João Paulo,que foi expulso na última partida em seu lugar,Derley já está confirmado na meia cancha ao lado de Deivid,Zezinho chegou a ser cotado para a vaga mas acabou nem viajando para Natal.Outro que nem foi com a delegação foi o meia Paulo Baier,que sentiu dores musculares e será poupado o lateral Maranhão ainda se recupera de lesão e não viajou também e Henrique será a novidade na lateral direita,a dúvida maior está no companheiro de Elias no meio Felipe e Wellington Saci brigam pela vaga.

FICHA TÉCNICA.

ABC X ATLÉTICO-PR
Locar:Frasqueirão
Hora:21:00
Data:12 de outubro 2012
Série B 2012.
Arbitro:Ricardo Marques Ribeiro.
Auxiliares:Janette Mara Arcanjo e Frederico Soares Vilarinho.

ABC:Andrey;
Raulen, Flávio Boaventura, Vinicius e Airton; 
Guto, Bileu, Walter Minhoca e Cascata;
Diego Clementino e Adriano Pardal.Tec Ademir Fonseca

ATLÉTICO-PR:Weverton; 
Henrique, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho;
Deivid, Derley, Elias e Felipe;
Marcelo e Marcão.Tec:Ricardo Drubscky.

De olho no inimigo:informações do ABC.


O ABC adversário dessa sexta feira do furacão vem totalmente mudado para a partida,pra escapar da degola o time capixaba comandado por Ademir Fonseca muda metade da equipe titular para enfrentar o furacão amanhã no frasqueirão.o time terá a volta do volante Bileu que volta de suspensão,Adriano Pardal também está de volta a equipe outro que retorna a equipe e Raulen que volta no lugar de Pedro Silva,na meia cancha Renatinho Potiguar perde a posição para Airton,e na defesa a novidade é Vinicius no lugar de Gladstone.sendo assim o provável ABC é:Andrey,Raulen,Flavio Boaventura,Vinicius e Airton;Bileu,Guto,Walter Minhoca e Cascata;Adriano Pardal e Diego Clementino.

sábado, 6 de outubro de 2012

Veja os gols da vitoria do furacão sobre o América.


5a4 e perto do G4:em jogo eletrizante furacão virá e encosta no G4


Foi de arrepiar para entrar para a história,esse foi o jogo do furacão na tarde desse sabado contra o América,após estar 3 vezes atrás do placar e com um jogador a menos em campo,o furacão virou a partida aos 49 do segundo e venceu o time mineiro por 5a4,e assim,ficando a 3 pontos do G4 agora o furacão volta a campo na próxima sexta feira contra o ABC em natal.

             O JOGO:
 Tentando fazer valer o mando de campo, o Furacão esboçou uma pressão, mas acabou surpreendido no primeiro contra-ataque mineiro. Alessandro se aproveitou de trapalhada da defesa paranaense e bateu forte para abrir o placar logo aos cinco minutos.Tentando fazer valer o mando de campo, o Furacão esboçou uma pressão, mas acabou surpreendido no primeiro contra-ataque mineiro. Alessandro se aproveitou de trapalhada da defesa paranaense e bateu forte para abrir o placar logo aos cinco minutos.
 A resposta dos mandantes demorou a sair e Elias resolveu chamar a responsabilidade. Depois de quase marcar de fora da área, o meia pediu para bater pênalti sofrido por Marcelo e bateu no canto oposto do goleiro Neneca, deixando tudo igual.O ritmo do jogo não diminuiu e o América-MG também acabou presenteado com um pênalti. Alessandro foi derrubado por Weverton na área, foi para a cobrança e recolocou o Coelho em vantagem. Dez minutos depois, novo empate: Marcelo aproveitou rebote de Neneca em chute de João Paulo e recolocou o Rubro-Negro na briga.
 No minuto final da primeira etapa, porém, os americanos comprovaram o dia de visitante indigesto e retomaram a liderança no placar. Experiente, Fabio Júnior recebeu bom passe de Rodriguinho e mostrou o velho faro de gol para dar toque sutil de bico na saída de Weverton.
 Para o segundo tempo, Ricardo Drubsky promoveu a entrada de Paulo Baier e o veterano não decepcionou. Em sua primeira jogada, meia deu passe açucarado para o centroavante Marcão driblar Neneca e deixar o dele no jogaço do Janguitão.
 Aos 12 minutos, enfim, a torcida atleticana viu seu time na frente no marcador. Marcelo recebeu de Manoel, invadiu a área e bateu cruzado para balançar as redes mineiras. A partir daí, o Drubsky recuou o Furacão no campo de defesa e promoveu a entrada do volante Derley na vaga de Marcelo.Sem espaços, como no primeiro tempo, o América-MG esbarrou na falta de criatividade do meio de campo para colocar os atacantes na cara de Weverton, mas se aproveitou de nova falha da defesa do Atlético para deixar tudo igual novamente. A zaga afastou mal, Welington Saci não fez a linha de impedimento e a bola ficou limpa para Fabio Júnior fazer o segundo dele no jogo.
 A partida se complicou ainda mais para os paranaenses quando o volante João Paulo levou o segundo amarelo e acabou expulso. O receio de levar um gol, porém, segurou o ímpeto das duas equipes e o ritmo dos minutos finais contrastou com o restante do jogo, um dos melhores de toda Série B.
 No último lance, o clima esquentou de novo no Janguitão e a torcida da casa explodiu de alegaria. Elias fez fila na grande área, parou em Neneca, pegou e o rebote e parou na defesa. a bola seguiu viva na área e Paulo Baier apareceu para deixar o dele e definir a vitória do Furacão.

FICHA TECNICA:
ATLÉTICO-PR `5 X 4 AMÉRICA-MG
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba
Dia: 06 de Outubro - Sábado
Horário: 14h
Árbitro: Nielson Nogueira Dias(PE) 
Assistentes: Albino Andrade Albert Junior(PE) e Pedro José santos de Araujo(AL)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Daniel (Wellington Saci), Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Elias e Henrique (Paulo Baier); Marcelo (Derley) e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

AMÉRICA-MG: Neneca; Rodrigo Heffner (Thiaguinho), Gabriel, Dirceu e Bryan; Dudu, Leandro Ferreira, Agenor (Ewerthon) e Rodriguinho; Fábio Júnior e Alessandro (Adeílson)
Técnico: Mauro Fernandes

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

É decisão:Em jogo decisivo furacão recebe o coelho.

 É decisão,essa é a palavra para o jogo desse sábado a tarde do furacão contra o América no janguitão já que depois dos resultados dos outros jogos o furacão precisa mais do que nunca da vitória,para ainda brigar pelo acesso jogando em casa o furacão tem ótimo aproveitamento e também tem algumas dúvidas para o jogo de amanhã.

              O TIME:
Para a partida de amanhã,o técnico Ricardo Drubsky,não poderá contar com o lateral direito Maranhão,vetado pelo DM e Daniel deve entrar na lateral direita,contra partida Pedro Botelho treinou normalmente e está liberado outro que está devota é Wellington Saci,que volta de lesão e ai está a dúvida de Ricardo entre Pedro Botelho e Saci,o restante do time deve ser o mesmo que atuou na última rodada diante do Bragantino,além é claro da volta do atacante Marcão que estava suspenso.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR X AMÉRICA-MG
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba
Dia: 06 de Outubro - Sábado
Horário: 14h
Árbitro: Nielson Nogueira Dias(PE) 
Assistentes: Albino Andrade Albert Junior(PE) e Pedro José santos de Araujo(AL)

ATLÉTICO: Weverton; Daniel, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho(Wellington Saci); Deivid, João Paulo, Henrique e Elias; Marcelo e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

AMÉRICA: Neneca; Rodrigo Heffner, Gabriel, Dirceu e Bryan; Agenor, Dudu, Leandro Ferreira e Rodriguinho; Alessandro e Fábio Júnior.
Técnico: Mauro Fernandes

Noticia original: Atlético-PR enfrenta o América-MG e aposta na vitória em casa - Futebolparanaense.net - ATLETICO
Siga no twitter @futebolpr 

De olho no,inimigo:Informações do América-MG


O America adversário desse sábado do furacão pela série B do brasileiro,está pronto o time mineiro vem a Curitiba em busca de uma vitória,para ainda sonhar com o acesso a série A,jogando no 4-4-2,o time do técnico Mauro Fernandez tem uma formação ofensiva,buscando a vitória o time confia no experiente centro avante Fabio Junior para vencer amanhã,sendo assim o provável América é:Neneca; Rodrigo Heffner, Gabriel, Dirceu, Bryan; Dudu, Ferreira, Agenor, Rodriguinho; Alessandro e Fábio Júnior.

Relembre como foi furacão é América no primeiro turno.