5a4 e perto do G4:em jogo eletrizante furacão virá e encosta no G4


Foi de arrepiar para entrar para a história,esse foi o jogo do furacão na tarde desse sabado contra o América,após estar 3 vezes atrás do placar e com um jogador a menos em campo,o furacão virou a partida aos 49 do segundo e venceu o time mineiro por 5a4,e assim,ficando a 3 pontos do G4 agora o furacão volta a campo na próxima sexta feira contra o ABC em natal.

             O JOGO:
 Tentando fazer valer o mando de campo, o Furacão esboçou uma pressão, mas acabou surpreendido no primeiro contra-ataque mineiro. Alessandro se aproveitou de trapalhada da defesa paranaense e bateu forte para abrir o placar logo aos cinco minutos.Tentando fazer valer o mando de campo, o Furacão esboçou uma pressão, mas acabou surpreendido no primeiro contra-ataque mineiro. Alessandro se aproveitou de trapalhada da defesa paranaense e bateu forte para abrir o placar logo aos cinco minutos.
 A resposta dos mandantes demorou a sair e Elias resolveu chamar a responsabilidade. Depois de quase marcar de fora da área, o meia pediu para bater pênalti sofrido por Marcelo e bateu no canto oposto do goleiro Neneca, deixando tudo igual.O ritmo do jogo não diminuiu e o América-MG também acabou presenteado com um pênalti. Alessandro foi derrubado por Weverton na área, foi para a cobrança e recolocou o Coelho em vantagem. Dez minutos depois, novo empate: Marcelo aproveitou rebote de Neneca em chute de João Paulo e recolocou o Rubro-Negro na briga.
 No minuto final da primeira etapa, porém, os americanos comprovaram o dia de visitante indigesto e retomaram a liderança no placar. Experiente, Fabio Júnior recebeu bom passe de Rodriguinho e mostrou o velho faro de gol para dar toque sutil de bico na saída de Weverton.
 Para o segundo tempo, Ricardo Drubsky promoveu a entrada de Paulo Baier e o veterano não decepcionou. Em sua primeira jogada, meia deu passe açucarado para o centroavante Marcão driblar Neneca e deixar o dele no jogaço do Janguitão.
 Aos 12 minutos, enfim, a torcida atleticana viu seu time na frente no marcador. Marcelo recebeu de Manoel, invadiu a área e bateu cruzado para balançar as redes mineiras. A partir daí, o Drubsky recuou o Furacão no campo de defesa e promoveu a entrada do volante Derley na vaga de Marcelo.Sem espaços, como no primeiro tempo, o América-MG esbarrou na falta de criatividade do meio de campo para colocar os atacantes na cara de Weverton, mas se aproveitou de nova falha da defesa do Atlético para deixar tudo igual novamente. A zaga afastou mal, Welington Saci não fez a linha de impedimento e a bola ficou limpa para Fabio Júnior fazer o segundo dele no jogo.
 A partida se complicou ainda mais para os paranaenses quando o volante João Paulo levou o segundo amarelo e acabou expulso. O receio de levar um gol, porém, segurou o ímpeto das duas equipes e o ritmo dos minutos finais contrastou com o restante do jogo, um dos melhores de toda Série B.
 No último lance, o clima esquentou de novo no Janguitão e a torcida da casa explodiu de alegaria. Elias fez fila na grande área, parou em Neneca, pegou e o rebote e parou na defesa. a bola seguiu viva na área e Paulo Baier apareceu para deixar o dele e definir a vitória do Furacão.

FICHA TECNICA:
ATLÉTICO-PR `5 X 4 AMÉRICA-MG
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba
Dia: 06 de Outubro - Sábado
Horário: 14h
Árbitro: Nielson Nogueira Dias(PE) 
Assistentes: Albino Andrade Albert Junior(PE) e Pedro José santos de Araujo(AL)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Daniel (Wellington Saci), Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid, João Paulo, Elias e Henrique (Paulo Baier); Marcelo (Derley) e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

AMÉRICA-MG: Neneca; Rodrigo Heffner (Thiaguinho), Gabriel, Dirceu e Bryan; Dudu, Leandro Ferreira, Agenor (Ewerthon) e Rodriguinho; Fábio Júnior e Alessandro (Adeílson)
Técnico: Mauro Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário