Aqui quem manda é o furacão:Em bela atuação furacão bate o Avaí,e segue na na briga.


Mais uma bela tarde do furacão no janguitão,dessa vez a vitima foi o Avaí o furacão bateu os catarinenses por 3a1,e fica a um ponto do G4 em quinto lugar com 55 pontos ganhos,jogando com um a mais o rubro negro foi superior chegou levar o empate mas com gols de Marcelo,João Paulo e Marcão venceu por 3a1.Agora o furacão volta a campo no próximo sábado contra o Vitória em Salvador.

                            O JOGO:
 Com muita marcação, a partida começou brigada no meio campo, com passes errados e roubadas de bola. Aos seis minutos Arlan conseguiu chegar à linha de fundo e cruzar, mas Cleberson apareceu para afastar o perigo. Na resposta, aos sete minutos, Deivid arriscou de fora da área, para fora, no primeiro chute a gol. No lance seguinte, Paulo Baier fez a jogada e entregou para Marcelo, que se atrapalhou na hora do arremate.
O Furacão passou a dominar as ações e a impor seu ritmo em campo. Aos 14 minutos, Paulo Baier bateu forte e Moretto fez boa defesa. Um minuto depois, o goleiro quase fez lambança na frente de Marcão, mas se recuperou e ficou com a bola. Até que, aos 17 minutos, Marcão tocou cruzado para o meio da área, Marcelo apareceu e desviou para o fundo do gol. O técnico Argel Fucks queimou a primeira mudança, colocando Jefferson Maranhão no lugar de Rodrigo Thiesen.
Aos 23 minutos, Paulo Baier cobrou falta e a bola passou à direita da meta. Porém, aos 25 minutos, Arlan aproveitou cruzamento e, com liberdade, dominou e escolheu o canto para tocar para o fundo do gol. A reação foi rápida, e com um golaço de João Paulo, aos 29 minutos, acertando um petardo no ângulo. A situação dos catarinenses se complicou aos 35 minutos, após falta violenta de Jefferson Maranhão, que foi expulso. Henrique, aos 43 minutos, chutou de longe para intervenção de Moretto.
Depois do intervalo, os dois times voltaram para o gramado sem novas alterações. Aos três minutos, Marcelo rolou para Marcão, que bateu errado, desperdiçando uma boa oportunidade para ampliar a vantagem. O Furacão controlava o jogo e estava mais próximo do terceiro gol. Aos nove minutos, Henrique dominou, levantou a cabeça e chutou em cima da defesa.
O Atlético tocava a bola e não se mostrava muito interessado em acelerar o jogo. Confusão total na área atleticana, aos 14 minutos, Cleberson não alcançou o cruzamento para cortar e Nunes furou, deixando a chance passar. A primeira mudança no Rubro-Negro foi a entrada de Felipe no lugar de Maranhão, empurrando Henrique para lateral. Aos 24 minutos, Fred cobrou falta e isolou a bola.
Mostrando muita disposição, Paulo Baier deu uma meia lua em Cássio e só não completou o lance porque o goleiro Moretti estava esperto. Aos 31 minutos, Felipe arriscou de longe e a bola subiu. A vitória atleticana foi sacramentada aos 37 minutos, com Marcão, que recebeu cruzamento açucarado de Marcelo e desviou para o gol para fazer o terceiro e fechar a contagem.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 3 X 1 AVAÍ
Local: Estádio Janguito Malucelli, em Curitiba
Dia: 16 de Outubro - Terça-feira
Horário: 15h
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa(RS)
Assistentes: Carlos Henrique Selbach(RS) e Jose Eduardo Calza(RS)

ATLÉTICO: Weverton; Maranhão(Felipe), Manoel, Cleberson e Wellington Saci; Deivid, João Paulo, Henrique e Paulo Baier(Liguerra); Marcelo(Taiberson) e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

AVAÍ: Moretto; Arlan, Fred, Cássio e Julinho; Rodrigo Thiesen (Jefferson Maranhão), Bruno, Pirão e Camilo; Diogo Acosta (Ronaldo Capixaba) e Ricardo Jesus (Nunes)
Técnico: Argel Fucks

Nenhum comentário:

Postar um comentário