sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Para embalar:Sub-23 enfrenta o JMalucelli em busca de mais três pontos.


A partida desse sábado,do sub-23 contra o Jotinha no eco estádio com mando do Jotinha,é de suma importância para as pretensões do furacão no campeonato já que a três rodadas do fim da primeira fase do campeonato o rubro negro está embaixo da tabela muito próximo do grupo que disputa o "torneio da morte",e caso o resultado não seja resultado as chances de classificação ficarão escassas e luta será contra a degola.Para que o bom resultado venha uma das apostas do furacão é o crescimento da equipe principalmente em relação a última partida,e também poder contar com força máxima para o jogo.

O TIME:

Para a partida o técnico Petkovic não terá desfalques para o confronto,pelo contrario o zagueiro Ricardo Silva que não atuou no último jogo retorna no lugar de Erwin que fica no banco Zezinho é mantido na meia cancha assim como Nathan que mais uma vez começa como titular n equipe

FICHA TÉCNICA:

J.MALUCELLI X ATLÉTICO-PR
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba (PR)
Data: 1º de março de 2014, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva
Assistentes:Diego Grubba Schitkovski e Victor Hugo Imazu dos Santos
J.MALUCELLI: Edvaldo Fabrício; Dedoné, Robenval, Alex Fraga e Tomas; Willian, Wellington, Camargo e Bahiano; Bruno Batata Getterson e Andrezinho.
Técnico:Sandro Forner
ATLÉTICO-PR: Rodolfo; Mário Sérgio, Ricardo Silva, Lucas Alves e Sidcley; Otávio, Hernani, Zezinho e Marcos Guilherme; Nathan e Crislan.
Técnico: Petkovic

Relembre como foi o último confronto entre furacão e JMalucelli.


De olho no inimigo:Informações do JMalucelli.


Depois de duas derrotas seguidas,o jotinha que voltar a vencer no campeonato paranaense nesse sábado contra o furacão no eco estádio.Após a derrotado último fim de semana fora de casa para o Prudentópolis,o técnico Sabdro Forner e todo elenco tem a partida contra o furacão a partida de recuperação para se manter mais firme no grupo dos que avançam a próxima fase do campeonato,atualmente o JMalucelli é quarto colocado com doze pontos ganhos.Para a partida de amanhã apesar das duas derrotas consecutivas Sandro Forner deve manter a equipe dessa forma o Jotinha deve ir a campo com:Edvaldo,Dedoné,Leandro Silva,Alex Fraga,Tomas;Robenval,William,Andrezinho,Thiago Santos;Bruno Batata e Baiano.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Veja os gols da derrota do furacão para o Vélez Sarsfield.


Reforço no sub-23:Confira a ficha de Nicolás Milesi,novo jogador do sub-23 do furacão.


Na tarde dessa quarta feira, foi divulgado no BID da CBF o nome do meia uruguaio Nicolás Milesi de 19 anos,o jogador vem do Danúbio do Uruguai para reforçar o elenco sub-23 do furacão e já esta a disposição de Petkovic a seguir confira a ficha técnica do jogador.

FICHA TÉCNICA:

Nome completo: Nicolás Milesi Van Lommel
Posição: meia
Data de nascimento: 10/11/1992
Naturalidade: Young (Uruguai)
Altura: 1.83 m
Peso: 75 kg 
Clubes por onde passou: Torque (URU)

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Derrota na Argentina:Furacão vacila,e é derrotado pelo Vélez.


Na sua primeira partida fora de casa pela libertadores,o furacão foi derrotado pelo Vélez em uma partida onde o time teve erros individuais o rubro negro pagou caro e saiu derrotado e perdendo a liderança do grupo.Agora o furacão volta a campo pela libertadores dqui duas semanas em Lima contra o Universitario e pelo estadual sábado contra o J Malucelli.

O JOGO:

O técnico Miguel Ángel Portugal surpreendeu ao tirar um atacante para iniciar a partida com Mirabaje. Fora de campo, bastante assediado, Adriano aguardava no banco por mais uma chance de atuar. Com a bola rolando a equipe argentina começou a partida tentando mostrar serviço e logo no primeiro minuto, Canteros, com liberdade, recebeu na entrada da área e disparou por cima da meta. Na resposta, pegando sobra de bola, João Paulo arriscou de longe e isolou.

O jogo era aberto, com os dois times procurando criar espaços para finalizar. Aos nove minutos, após boa troca de passes, Ederson dominou e chutou à esquerda de Sosa. O Furacão marcava bem, apostando nos contra-ataques. Aos 17 minutos, levantamento na área atleticana e Pratto testou para fora, com perigo. Aos 26 minutos, lançamento em profundidade para Pratto e Weverton deixou a meta para interceptar e salvar o Rubro-Negro.
O ritmo da partida caiu após a correria inicial, com o Vélez com maior posse de bola, mas com dificuldade para passar pela defesa paranaense. Aos 33 minutos, Pratto recebeu na lateral, cortou para o meio e bateu para grande defesa de Weverton. O time da casa voltou a crescer e, aos 34 minutos, Pratto tentou mais uma, para fora. Até que, aos 37 minutos, confusão na área do Atlético e Tovio, mesmo desequilibrado, tocou para o fundo das redes. A equipe brasileira sentiu o golpe e tentava se segurar até o intervalo.
Para a etapa final, as equipes voltaram sem alterações. Aos três minutos, Natanael levantou na área e Ederson desviou para boa defesa de Sosa. Um minuto depois foi a vez de Mirabaje tentar e parar no goleiro. O técnico Miguel Ángel decidiu voltar ao antigo esquema com a entrada de Mosquito no lugar de Mérida. Sem ver efeito na mudança nos primeiro minutos, o treinador ousou mais, com a saída do volante João Paulo para a entrada do atacante Bruno Mendes.
O Furacão era mais efetivo na segunda etapa, enquanto o Vélez não conseguia a aproveitar os espaços criados. Aos 16 minutos, Zárate disparou o chute e acertou o próprio companheiro. As ações ficaram centradas no meio-campo, com poucas chances criadas. Até que, aos 32 minutos, após uma saída ruim de bola, Pratto apareceu no meio da defesa atleticana, recebeu de Romero e finalizou para balançar as redes e fazer o segundo.
O gol fez Portugal finalmente colocar Adriano – que já estava contrariado no aquecimento - em campo. Antes, Correa quase ampliou, parando em Weverton. Aos 38 minutos, o goleiro atleticano voltou a salvar, parando uma bomba de Pratto. Aos 40 minutos, Adriano finalizou pela primeira vez com a camisa do Atlético, cabeceando para fora.
FICHA TÉCNICA:
VÉLEZ SARSFIELD-ARG 2 X 0 ATLÉTICO-PR
Local:   Estádio José Amalfitani, em Buenos Aires (ARG) 
Data: 25 de fevereiro de 2014, terça-feira
Horário: 19h45 (de Brasília) 
Árbitro:   Roberto Silveira (Fifa-URU) 
Assistentes: Mauricio Espinosa (Fifa-URU) e Miguel Ángel Nievas (Fifa-URU) 
Cartões amarelos: Cubero e Romero (Vélez); Mirabaje (Atlético) 
GOLS: VÉLEZ: Fernando Tovio, aos 37 minutos do primeiro tempo, e Pratto, aos 32 minutos do segundo tempo
VÉLEZ SARSFIELD: Sebastián Sosa; Fabián Cubero, Sebastián Domínguez, Fernando Tovio, Emiliano Papa; Agustín Allione, Lucas Romero, Héctor Canteros, Ariel Cabral (Jorge Correa); Lucas Pratto (Ramiro Cáseres) e Mauro Zárate (Brian Ferreira) 
Técnico: José Flores
ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton, Manoel, Dráusio e Natanael; Deivid, Paulinho Dias, João Paulo (Bruno Mendes), Fran Mérida (Mosquito) e Mirabaje; Ederson (Adriano) 
Técnico: Miguel Ángel Portugal

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Que venham os argentinos:Para se manter na liderança do grupo,furacão enfrenta o Vélez Sarsfield em Buenos Aires.



 Na noite dessa terça feira,o furacão continua sua caminhada pela América,a parada agora é em Buenos Aires diante do forte Vélez Sarsfield rubro negro é líder do grupo 1 da Libertadores estreou com vitória em casa e agora na casa dos Hermanos argentinos busca mais três pontos para se manter como líder.


 O furacão chegou a capital argentina no sábado a noite,treinou no CTdo Boca Juniors e alguns atletas tiveram um momento de descontração indo até a La Bombonera acompanhar o duelo entre Boca e Estudiantes pelo Campeonato Argentino e nessa segunda feira feira vez com muita tranquilidade o treinamento de reconhecimento do estádio José Amalfitani.

Para o furacão é um confronto histórico,pois até então furacão não havia jogado contra uma equipe argentina pela Libertadores inclusive a última passagem pela capital Buenos Aires deixou boa recordação.quando em 2006 pela Copa Sul americana venceu o River Plate no Monumental por 1a0,e consequentemente avançando a fase seguinte do torneio.Para o jogo dessa terça o papo é outro vale a liderança do grupo e mais um grande passo na Libertadores da América.

O TIME:

Para a partida,o técnico Miguel Portugal terá que fazer mudanças na equipe,já que além de Marcelo que ainda se recupera de lesão,e Zezinho suspenso o rubro negro perdeu o zagueiro Cléberson com uma lesão na pantorrilha e foi vetado pelo departamento médico.Dessa forma Draúsio deve ser companheiro de Manoel na zaga,João Paulo mantido na meia ao lado de Deivid,Paulinho Dias e Fran Mérida na aramação já no ataque Mosquito mais uma vez deve fazer dupla com Éderson.

FICHA TÉCNICA:

Vélez Sarsfield x Atlético-PR
Data:25\02\2014
Horário:19:45(Horário de Brasilia)
Local:Estádio José Amalfitani,Buenos Aires(ARG)
Competição:Copa Bridgstone Libertadores
Arbitro:Roberto Silvera (URU)
Auxiliares:Mauricio Espinosa e Miguel Nievas (URU).

Vélez Sarsfield:Sebastián Sosa,Fabián Cubero,Sebástian Dominguez,Fernando Tobio,Emiliano Papa;Lucas Romero,Agustin Allione,Héctor Canteros,Ariel Cabral;mauro Zárate e Lucas Prato.Téc:José Flores

Atlético-PR:Weverton,Suelinton,Manoel,Draúsio,Natanael;Deivid,Paulinho Dias,João Paulo,Fran Mérida;Mosquito e Éderson.Téc:Miguel Ángel Portugal.


De olho nos Hermanos:Informações do Vélez Sarsfield.


Clube Atlético Vélez Sarsfield,atua campeão argentino e uma das potências do futebol portenho é o
adversário do furacão nessa terça feira pela segunda rodada do grupo 1 da Copa Bridgstone Libertadores em Buenos Aires.Com quatorze participações na competição o Vélez faz sua estréia em casa pela Libertadores já que em seu primeiro jogo bateu o Universitário em Lima por um a zero e terá a sua fanática torcida e uma equipe experiente para enfrentar o furacão.

Não é de hoje,que o estádio José Amalfitani se transforma em um caldeirão,em jogos do time argentino principalmente pela Libertadores tanto que o time também defende um tabu de não perder para um clube Brasileiro em seu estádio desde 94,o último a conseguir isso foi Internacional desde então o time não foi mais derrotado em Buenos Aires por Brasileiros.Dentro de campo a equipe conta com destaques jogadores experientes um deles é o ídolo lateral esquerdo Emiliano Papa aos 29 anos o jogador é um dos líderes da equipe dentro de campo,e comanda as ações defensivas da equipe argentina,já na zaga central o destaque é o zagueiro Sebá Dominguez ex Corinthians porém o ponto forte da equipe está no ataque formado por Mauro Zárate ex Internazionale e Lucas Prato o centroavante da equipe.

CAMPANHAS:Com quatorze partiçipações o Vélez chegou ao áopice em e 1994,quando levantou a taça contra o São Paulo,após isso o time chegou a duas semi finais e ficou pelo caminho nas demais edições.

ESCALAÇÃO:Para a partida dessa terça feira,o técnico José Flores fará duas mudanças em relação a equipe que perdeu para o Lanús no último sábado pelo campeonato argentino,o volante Romero que estava suspenso volta a equipe,no lugar de Leandro Desábato que vai para o banco outro que volta e Héctor Canteros que também esteve fora por suspensão que sai e Jorge Correa sendo assim o provável Vélez para enfrentar o furacão é:Sosa,Cubero,Sebá,Tobio,Papa;Allione,Romero,Cabral,Canteros;Prato e Zárate.

Veja os gols da vitória do furacão contra o Arapongas.


domingo, 23 de fevereiro de 2014

Enfim vitória:Sub-23 se reencontra,e goleia o Arapongas.


Enfim,o furacão reencontrou a vitória no estadual jogando com superioridade desde o inicio da partida,o rubro negro goleou o Arapongas por três a zero e voltou e conquistou sua segunda vitória no campeonato,assim subindo na tabela de classificação agora ocupando a décima colocação com onze pontos ganhos.Agora o sub-23 volta a campo no próximo sábado contra o J Malucelli,no eco estádio porém com mando do Jotinha,porém nessa terça feira a equipe principal enfrenta o Vélez Sarfield em Buenos Aires pela Libertadores.

O JOGO:

Ao entrar em campo a torcida atleticana que compareceu ao eco estádio viu uma novidade na equipe,o meia Nathan apareceu como titular na equipe mudança que surtiu efeito na atuação da equipe,tanto que logo aos três minutos Sidcley chegou com perigo.Dois minutos mais tarde, em cobrança de falta, Marcos Guilherme arriscou de longe, mas o chute saiu fraco e o goleiro Edson fez tranquila defesa.

Sem sofrer qualquer pressão do Arapongas, o Rubro-Negro continuou pressionando. Aos oito, Lucas Alves recebeu pela direita e cruzou para a área, mas com muita força. Aos dez, Sidcley tentou cruzar novamente e a defesa cortou. Aos 13, Erwin cobrou falta e a bola passou rente à trave.

O primeiro chute a gol do Arapongas aconteceu aos 18, quando Leandro Biel limpou a jogada pela direita e bateu rasteiro no canto esquerdo de Rodolfo, que fez a defesa. Logo depois, aos 20, Erwin fez outro bom cruzamento e a zaga araponguense afastou. Um minuto depois, Nathan fez boa jogada, foi à linha de fundo e rolou para Crislan, que limpou o lance e bateu forte, de esquerda, vendo a bola passar sobre a meta de Edson.

Aos 32, Zezinho mandou para fora em outra cobrança de falta. Em seguida, depois de bobeada da zaga do Arapongas, Marcos Guilherme partiu com a bola dominada e bateu rasteiro, mas o goleiro fez bela defesa e evitou o gol atleticano.

Em boa jogada pela esquerda, aos 35 Nathan invadiu a área, fingiu que ia chutar e fez o corte no zagueiro que, no reflexo, deixou o pé. Pênalti para o Atlético. Na cobrança, Hernani bateu forte, no canto superior esquerdo e sem chances para o goleiro Edson, abrindo o placar no Ecoestádio.

Depois de sofrer o gol, o Arapongas tentou pressionar no final da primeira etapa, mas não conseguiu levar nenhum perigo à meta de Rodolfo.

Logo no início do segundo tempo, uma situação incomum: o árbitro Lucas Paulo Torezin sentiu uma lesão muscular e não conseguiu permanecer no comando da partida, dando lugar ao quarto árbitro, Cristiano Antônio Teixeira.

Enquanto isso, o Arapongas aproveitou a sonolência com que a equipe rubro-negra retornou do vestiário e passou a dominar as ações nos primeiros minutos da etapa final. Aos oito minutos, Augusto recebeu pela direita, ganhou da zaga atleticana e chutou cruzado, por pouco não marcando o gol de empate do alviverde.

Mas aos poucos o Furacão foi se reorganizando em campo e, a partir de então, foi o árbitro substituto quem começou a aparecer e quase complicar a partida. Aos 18 minutos, Nathan recebeu dentro da área sozinho e ia marcar o gol quando foi derrubado por Edson, que cometeu pênalti escandaloso sobre o jogador atleticano. O árbitro, no entanto, marcou apenas tiro de canto. Pouco depois, Marcos Guilherme recebeu em condição legal, chapelou o beque adversário e ficou de cara para o gol, mas a arbitragem parou a jogada e ainda advertiu o meia rubro-negro com cartão amarelo.

Porém as trapalhadas da arbitragem não foram suficientes para impedir a segunda vitória atleticana no campeonato. Aos 29, depois de boa triangulação na meia cancha, Crislan recebeu na entrada da área e chutou de esquerda no canto direito de Edson, que chegou a tocar na bola mas não conseguiu evitar mais um gol rubro-negro.

O Furacão continuava pressionando e, aos 38, Sidcley chutou de longe, vendo a bola explodir no travessão. Um minuto depois, outra boa jogada do Rubro-Negro e a bola sobrou para Marcos Guilherme, que recebeu dentro da área e, com categoria, mandou para o fundo das redes para fechar o placar: Furacão, 3 a 0.

Com o resultado, o Atlético chegou aos 11 pontos no Campeonato Paranaense e subiu para a 10ª colocação, agora a dois pontos da zona de classificação para as quartas-de-final.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO PARANAENSE 3 X 0 ARAPONGAS
Campeonato Paranaense de 2014 - Primeira Fase - 8ª rodada
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba (PR)
Início: 18h30.
Árbitro: Lucas Paulo Torezin (Murilo Klein, substituiu o árbitro aos 7 do 2ºT)
Assistentes: Everson de Souza e Rafael Dias de Melo
Cartões amarelos: Ruy (Arapongas), aos 24’ do 1ºT; Zezinho (CAP), aos 34’ 1ºT; Leandro Biel (Arapongas), aos 35’ do 1ºT; Otávio (CAP), aos 39’ do 1ºT; Erwin (CAP), aos 13’ do 2ºT; Marcos Guilherme (CAP), aos 26’ do 2ºT; Gabriel Pimba (Arapongas), aos 32’ do 2ºT
Gols: Hernani, aos 36’ do 1ºT (CAP); Crislan, aos 28‘ do 2ºT (CAP) e Marcos Guilherme, aos 39‘ do 2ºT (CAP).
ATLÉTICO PARANAENSE
Rodolfo; Mário Sérgio, Lucas Alves, Erwin e Sidcley; Otávio, Hernani (Guilherme, aos 30’ do 2ºT), Zezinho (Juninho, aos 16’ do 2ºT) e Marcos Guilherme; Nathan (Harrison, aos 23’ do 2ºT) e Crislan.
Técnico: Dejan Petkovic.
ARAPONGAS
Arapongas: Edson Marden; Leandro Biel (Jorge Elias – intervalo), Leomar, Murilo e Manin (Gabriel Pimba, aos 27’ do 2ºT); Marcus Vinicius (Janderson, aos 14’ do 2ºT), Bruno Martins, Ruy e Maicon Souza; Augusto e Vinicius.
Técnico: Leandro Niehues

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Contra a má fase:Furacão recebe o Arapongas,para voltar a vencer.


Nesse domingo,o sub-23 do furacão volta a campo no janguitão,após o empate frustrante diante do Londrina além de buscar a vitória contra um adversário que vem logo a frente a garotada rubro negra terá também que recuperar a motivação e erguer a cabeça após o último resultado.O abatimento foi visivel e para esse domingo resta a força da camisa para voltar e vencer e sair da situação complicada mesmo sobre pressão que o time recebe.
 E para tentar voltar as vitórias o técnico Petkovic não deverá mudar muito o time em relação a partida contra o Londrina e deve mandar a campo a mesma base do jogo anterior.

 O TIME:

Para a partida,sem poder contar com os jogadores do time principal que já embarcou para Buenos Aires,Petkovic deve manter o time,Rodolfo apesar da falha será mantido no gol,na meia Zezinho continua como titular ao lado de Otávio,Hernani e Marcos Guilherme e Dominic mais uma vez deve entrar jogando ao lado de Crislan.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-PR x Arapongas.
Local:Eco Estádio Janguito Malucelli.
Horário:18:30
Competição:Campeonato Paranaense.
Arbitro:Lucas Paulo Torezin.
Auxiliares:Everson de Souza e Rafael Dias Melo.

Atlético-PR:Rodolfo,Mario Sergio,Lucas Alves,Ricardo Silva,Sidcley;Hernani,Zezinho,Otávio,Marcos Guilherme;Crislan,Dominic:Tec:Petkovic.

Arapongas:Edson Mardden; Biel, Murilo, Leomar e Manin; Marcus Vinicius, Bruno Martins, Gabriel Pimba (Maicon Souza) e Ruy; Vinicius e Jorge Elias. Técnico: Leandro Niehues.

Relembre como foi,o último confronto entre furacão e Arapongas.


De olho no inimigo:informações do Arapongas.


O adversário desse domingo do furacão,no eco estádio assim como o rubro negro vive uma situação complicada,o Arapongas comandado por Landro Niehus ocupa a décima colocação com sete pontos ganhos um a mais que o Atlético,o time vem a Curitiba para pelo menos arrancar um ponto.Para a partida o técnico Lenadro Niehus terá a volta do volante Augusto que cumpriu suspensão na última partida Mrcos Vinicius que foi titular na partida passada vai para o banco de reservas,a dúvida está no ataque já que Alan Junior e Jorge Elias brigam por uma vaga na frente ao lado de Vinicius dessa forma uma possivel escalação do Arapongas é:Edson Mardden; Biel, Murilo, Leomar e Manin; Augusto, Bruno Martins, Gabriel Pimba Maicon Souza e Ruy; Vinicius e Jorge Elias(Alan Junior)

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Veja os gols do empate do Atlético contra o Londrina.

                      

Assim é difícil:Furacão sai na frente,mas vacila e deixa vitória escapar.


Duas vezes na frente do placar,mas mesmo assim o sub-23 não conseguiu a vitória contra o Londrina.Mais uma vez esbarrando em falhas individuais o time de Petkovic deixou os três pontos escaparem e se complicando de vez na tabela de classificação do campeonato paranaense ficando na vice lanterna do estadual.Na próxima rodada o furacão mais uma vez em casa recebe o Arapongas.

 O JOGO:

A primeira boa oportunidade para o Rubro-Negro foi criada aos sete minutos, em cobrança de falta e Zezinho, que obrigou Vítor a fazer grande defesa. Após a cobrança de escanteio, o goleiro saiu da meta para tirar da área o perigo. Aos oito minutos, Dominic subiu na área e testou pela linha de fundo. O coordenador Antônio Lopes, que estava no banco auxiliando Petkovic, foi retirado de campo pela arbitragem, paralisando a partida após tentar dar uma ‘carteirada’ como delegado.

Com a bola rolando, o Furacão, que tinha mais ação, chegou novamente no ataque aos 19 minutos, com Crislan, que mandou uma bomba para defesa de Vítor. Aos 23 minutos, de cara para o gol após receber um passe açucarado, Zezinho fez o mais dificil e isolou a bola. Mas, aos 28 minutos, belo lançamento de Hernani para Zezinho, que invadiu a área e apenas rolou para Crislan completar para o fundo das redes.
Fora do gramado, claramente Antônio Lopes dava instruções para comandar o time. O gol acordou o Londrina. Aos 30 minutos, Júnior Paraíba arriscou o chute de longe, pela linha de fundo. Mas, aos 37 minutos, Júnior Paraíba cruzou na medida e Arthur desviou para deixar tudo igual. Aos 45 minutos, Marcos Guilherme cobrou falta na área e Vitor espalmou para tirar o perigo.
Para a etapa final, o Atlético voltou com Taiberson no lugar de Dominic. E logo em seu primeiro lance, Taiberson fez a jogada e cruzou para Mário Sérgio, que escolheu o canto e chutou para o fundo das redes. Atrás no placar, o Tubarão se abriu, buscando o gol. Aos 10 minutos, levantamento na área atleticana, Grolli testou e a defesa tirou para escanteio. Antônio Lopes, da arquibancada, passava informações para Pet corrigir o Furacão.
Sem conseguir penetrar na defesa rubro-negra, Rone Dias, aos 18 minutos soltou o petardo, pela linha de fundo. Mais Tubarão no ataque, aos 22 minutos, com Celsinho, que chutou cruzado para defesa de Rodolfo. Aos 26 minutos, Rone Dias cobrou escanteio, a bola enganou todo mundo e carimbou a trave. O Furacão estava acuado e não conseguia armar um bom contra-ataque.
A pressão deu certo e aos 36 minutos, aproveitando uma falha errada de Rodolfo, Grolli desviou de cabeça e deixou novamente tudo igual no placar. Aos 40 minutos, Erwin cochilou, Rone Dias arriscou de longe e a bola subiu demais. Ainda deu tempo para Ricardo Silva ser expulso. Nem mesmo a intervenção do Delegado foi suficiente para o Furacão evitar um tropeço em casa e seguir na zona do Torneio da Morte.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 2 X 2 LONDRINA
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba (PR)
Data: 20 de janeiro de 2014, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski
Assistentes: Luciano Roggebaum e Daniel Cotrim de Carvalho
Cartões amarelos: Ricardo Silva (Atlético-PR); Silvio, Lucas, Celsinho, Maicon Silva, Neilson, e Diogo Roque (Londrina)
Cartão vermelho: Ricardo Silva (Atlético-PR)
Gols: ATLÉTICO-PR: Crislan, aos 28 minutos do primeiro tempo; Mário Sérgio, a 01 minuto do segundo tempo
LONDRINA: Arthur, aos 37 minutos do segundo tempo; Grolli, aos 36 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Rodolfo; Mario Sérgio, Ricardo Silva, Lucas Alves e Sidcley; Otávio, Hernani, Zezinho (Lucca) e Marcos Guilherme; Dominic (Taiberson) e Crislan (Erwin)
Técnico: Petkovic
LONDRINA: Vitor; Maicon Silva, Grolli, Gilvan e Paulinho; Diogo Roque, Silvio (Rone Dias), Júnior Paraíba e Celsinho (Neilson); Lucas (Alexandre Oliveira) e Artur
Técnico: Claudio Tencati

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Vencer ou vencer:Com desfalques,furacão tenta a vitória contra o Londrina.


O sub-23 volta a campo nessa quinta feira,contra o Londrina no eco estádio,e o resultado só pode ser vitória na vice lanterna o time de Petkovic não engrenou e vem de uma péssima partida contra o Cianorte,essa é a primeira partida de uma sequencia de cinco que o rubro negro terá na capital para tentar uma reação sair da zona de descenso e garantir classificação a próxima fase do estadual.E para voltar a vencer o furacão terá mudanças na equipe titular.

O TIME:

Para a partida,o rubro negro não terá os jogadores da equipe principal,Draúsio,Carlos Cesar,Lucas Olaza e Bruno Mendes retornar a equipe de Miguel Portugal,dessa forma os jovens jogadores ganham nova oportunidade,na lateral por exemplo Mario Sergio ganha a vaga na direita,Sidcley ganha oportunidade na lateral esquerda e Ricardo Silva fará sua estréia como titular na zaga ao lado de Lucas Alves.Na meia cancha Zezinho será mantido ao lado Hernani,Marcos Guilherme e Otávio por fim no ataque Dominic ganha mais uma oportunidade ao lado de Crislan.

FICHA TÉCNICA:

Atlético-PR x Londrina.
Local:Eco Estádio.
Data:20/02/2014
Horário:19:30
Competição:Campeonato Paranaense 2014.
Arbitro:Adriano Milczvski.
Auxiliares:Luciano Roggembaum e Daniel Cotrim de Carvalho.

Atlético-PR:Rodolfo,Mario Sergio,Lucas Alves,Ricardo Silva,Sidcley;Hernâni,Otávio,Zezinho e Marcos Guilherme;Crislan e Dominic.Tec:Dejan Petkovic.

Londrina:Vitor,Maicon Silva,Grolli,Gilva,Paulinho;Diogo Roque,Silvio,Junior Paraíba,Celsinho;Lucas e Arthur.Téc:Claudio Tencati.

Relembre o último confronto entre furacão e Londrina.


De olho no inimigo:Informações do Londrina.


Motivado pela boa campanha,o Londrina vem a Curitiba em busca de manter a boa fase e seguir na cola dos lideres,vindo de vitória contra o Maringá na última rodada o tubarão busca três pontos par seguir firme na ponta da tabela,para a partida o técnico Claudio Tentcati,terá a volta do volante Diogo Roque e do e do lateral Maicon que deve disputar a posição com Maicon Silva,sendo assim o Londrina deve ir a campo com:Vitor; Maicon Silva, Grolli, Gilvan e Paulinho; Diogo Roque, Silvio, Junior Paraíba e Celsinho; Lucas e Arthur.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Derrota no interior:Atlético joga mau,e é derrotado pelo Cianorte.


Nem a entrada dos jogadores,do time principal forma suficientes para o furacão conseguir um bom resultado contra o Cianorte,em uma partida onde o rubro negro não se encontrou a equipe de Petkovic foi derrotada por 2a1 para o Cianorte e acabou ficando na lanterna do estadual,o rubro negro até tentou reagir com o gol de Crislan porém não teve forças para buscar o empate.Agora o furacão volta a campo quinta feira contra o Londrina.

O JOGO:

 A partida começou movimentada, com o Leão do Vale tentado impor seu ritmo. Aos três minutos, recuou na fogueira para Rodolfo, que deixou a meta para tranquilizar a defesa. O primeiro chute a gol, no entanto, veio do lado rubro-negro, com Bruno Mendes, que soltou o pé, aos cinco minutos, para defesa de Jailson. Aos oito minutos, Elton recebeu na área, fez o primeiro corte, mas no segundo deixou a bola escapar.
O Cianorte estava bem postado e, aos 16 minutos, Elton recebeu lançamento em profundidade, ganhou da defesa na velocidade e fuzilou para o fundo das redes para abrir o placar. O Furacão tentou responder dois minutos depois, com Crislan, que parou em boa defesa de Jailson. Levantamento da área do time tricolor, aos 27 minutos, e Jailson deixou a meta para interceptar.
O Atlético voltou a aparecer com perigo aos 28 minutos, com Crislan, que com um chute surpreendente, de fora da área, carimbou o travessão. Aos 36 minutos, Carlos César abriu espaço e mandou o petardo em cima da marcação. Aos 46 minutos, a bola sobrou pra Bruno Mendes, que chutou para fora, mesmo com o goleiro caído. Antes do intervalo, Jailson precisou ser substituído por lesão.
Para a etapa final, o Leão queimou a última substituição para a entrada de Jonathan e a saída de Júnior Negrão, machucado. Aos dois minutos, cobrança de escanteio para o Furacão, Rudy saiu errado e, na confusão, a defesa conseguiu cortar para fora e salvar. O Rubro-Negro voltou com mais ação e pressionava. Aos sete minutos, Dráusio fez o cruzamento e ninguém conseguiu desviar no caminho para marcar.
No entanto, os espaços ficaram abertos para o Cianorte que, aos nove minutos, ampliou com Elton, que recebeu novo cruzamento em velocidade, tirou o zagueiro e fuzilou no ângulo, um golaço. Aos 14 minutos, Otávio tentou responder com um lindo chute e Rudy foi no cantinho para defender em dois tempos.
Lance incrível, aos 19 minutos, com Elton recebendo na área, na cara do gol, e parando em uma saída arrojada de Rodolfo. Aos 27 minutos, Bruno Furlán invadiu a área e bateu em cima da defesa. Mas, aos 30 minutos, Rudi rebateu errado e Crislan aproveitou para desviar para o fundo das redes. A bola sobrou para Elton, aos 38 minutos e o atacante escorregou. Aos 43 minutos, Zezinho cobrou falta na barreira e ficou pro isso mesmo.
FICHA TÉCNICA:
CIANORTE 2 X 1 ATLÉTICO PARANAENSE
Local: Estádio Albino Turbay, em Cianorte (PR) 
Data: 16 de fevereiro de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Felipe Gomes da Silva
Assistentes: Victo Hugo Imazu dos Santos e Marcelo Pavan
Cartões amarelos: Betão, Jamesson e Marcelo Felber (Cianorte); Crislan, Dráusio e Léo Pereira (Atlético)
Gols: 
CIARNORTE: Elton, aos 16 minutos do primeiro tempo e aos 9 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO: Crislan, aos 30 minutos do segundo tempo
CIANORTE: Jaílson (Rudy); Jamesson, Marcelo Felber, Negretti e Mauricio; Davi (Betão), João Henrique, Jr Negrão (Jonathan) e Edu Amparo; Elton e Ganzer
Técnico: Ronaldo Bagé.
ATLÉTICO-PR: Rodolfo; Carlos César (Mário Sérgio), Dráusio, Lucas Alves e Lucas Olaza (Léo Pereira); Hernani, Otávio (Bruno Furlán) e Marcos Guilherme e Zezinho; Bruno Mendes e Cristian
Técnico: Petkovic

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Por mais três pontos:Em busca de mais uma vitória,Atlético encara o Cianorte.


A partida desse domingo contra o Cianorte no estádio Albino Turbay,significa para o sub-23 uma firmação no campeonato,já que após a vitória convincente no atletiba os garotos atleticano ganharam confiança e apoio da galera para o restante do campeonato,para a partida de amanhã o técnico Petkovic espera o mesmo empenho que o time teve no clássico do ultimo fim de semana,e mesmo a partida sendo no interior onde o time da casa de colocar uma pressão a confiança na segunda vitória consecutiva é grande pela parte rubro negra que deve ter a base mantida para o jogo desse domingo e ainda podendo ganhar mais um reforço para a montagem do time.

O TIME:

Para a partida contra o Cianorte,o furacão terá assim como foi contra o Coritiba o reforço de jogadores da equipe principal que disputa a Libertadores,o zagueiro Dráusio,os laterais Carlos Cesar e Lucas Olaza e o atacante Bruno Mendes que já atuaram no atletiba serão mantidos na equipe contra o leão do vale,a novidade fica por conta do meia Zezinho o jogador está suspenso por três partidas devido a expulsão contra o Sporting Cristal,sendo assim irá participar da equipe no estadual e briga diretamente por uma vaga na meia cancha com Hernâni dessa forma Petkovic,deve mandar o time a campo em um 4-3-3 sendo formado por Douglas Coutinho,Bruno Mendes e Crislan no ataque.

FICHA TÉCNICA:

CIANORTE X ATLÉTICO PARANAENSE
Local: Estádio Albino Turbay em Cianorte
Data: 16/02/2014 - Domingo
Horário: 16:00h
Árbitro: Felipe Gomes da Silva
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Marcelo Pavan

CIANORTE: Jaílson; Jamesson, Marcelo Felber, Betão e Ganzer; Davi, Mauricio, Jr Negrão e Edu Amparo; Marquinhos e João Henrique
Técnico: Ronaldo Bagé. 

ATLÉTICO-PR: Rodolfo; Carlos César, Dráusio, Lucas Alves e Olaza; Otávio, Zezinho e Marcos Guilherme; Douglas Coutinho, Bruno Mendes e Crislan.
Técnico: Petkovic

Relembre o último duelo entre furacão e Cianorte.


De olho no inimigo:Informações do Cianorte.


O Cianorte vai a campo nesse domingo contra o Atlético,com o objetivo de manter a boa fase,em quinto lugar na classificação com sete pontos o time do técnico Bagé aposta no apoio da torcida para conquistar mais três pontos na tabela de classificação e encostar ainda mais na liderança da competição.Para isso o leão do vale não poderá contar com Jeovane e Marcão que estão lesionados porém o zagueiro Betão que cumpriu suspensão contra o Toledo retorna a equipe dessa forma o Cianorte vai a campo com:Jaílson; Jamesson, Marcelo Felber, Betão e Ganzer; Davi, Mauricio, Jr Negrão e Edu Amparo; Marquinhos e João Henrique

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Veja,o gol da vitória do furacão sobre o The Strongest.


Estréia com pé direito:Com sufoco no final,furacão vence o The Strongest na estréia na Libertadores.


Na estréia na libertadores,e na volta do Imperador Adriano o furacão bateu o The Strongest por 1a0 na vila Capanema,e estrou com o pé direito na competição com um gol solitário de Pulinho Dias ainda na primeira etapa,o furacão não apresentou um bom futebol na segunda etapa mas conseguiu garantir o resultado.Agora pela Libertadores o furacão volta a campo daqui duas semanas quando enfrenta o Vélez Sarsfield em Buenos Aires.

O JOGO:

  Com a bola rolando, o Furacão encontrou um adversário com a marcação bem avançada e tocava bola, esperando uma oportunidade para pegá-la desprevenida. Aos cinco minutos, Ederson recebeu em ótima posição e arriscou para grande defesa de Jemio.
O Tigre boliviano chegou com perigo aos nove minutos, com Ríos, que aproveitou jogada ensaiada após cobrança de escanteio para arrematar pela linha de fundo. As equipes erravam muitos passes, deixando a partida truncada. Aos 15 minutos, Natanael abriu espaço, entrou na área e bateu direto para fora. Blitz rubro-negra, primeiro com Mosquito, na frente do gol, arriscando na trave. Na sequência, Ederson chutou e Jemio cedeu escanteio.
A pressão atleticana deu resultado aos 22 minutos. Após jogada de Mosquito, a bola sobrou para Sueliton cruzar na cabeça de Paulinho Dias, que balançou as redes para abrir o placar. O Strongest tentava responder na bola parada. Aos 29 minutos, cobrança de Pablo Escobar, Castro desviou para tirar o goleiro, mas Cleberson afastou o perigo. Aos 36 minutos, Ederson chutou colocado e a bola bateu na rede, pelo lado de fora. A equipe boliviana não demonstrava nenhum poder no ataque.
Para a segunda etapa, as duas equipes retornaram sem modificações. Aos três minutos, Cristaldo levou a bola até a linha de fundo e chutou cruzado para o corte de Paulinho Dias. Aos oito minutos choque de cabeça de Deivid com o goleiro Jemio, que levou a pior e ficou no gramado, causando preocupação. Porém, após dois minutos de atendimento, o camisa 1 estava novamente em pé.
O Strongest tentava sair par ao jogo, mas o Atlético estava bem postado. Aos 14 minutos, Melgar tentou o arremate na pequena área e a zaga apareceu para afastar. Aos 16 minutos, Parada chutou a meia altura e Weverton se esticou para salvar. Com a queda do ritmo, a torcida passou a pedir a entrada do Imperador. Porém, a opção foi por Bruno Mendes e Mirabaje.
O Rubro-Negro não voltou com a mesma força para a segunda etapa e os adversários equilibram as ações. Aos 29 minutos, Ederron recebeu bom lançamento, mas fez falta na zaga ao tentar driblar. Aos 38 minutos, Bruno Mendes mandou um petardo para defesa de Jemio. Aos 40 minutos, finalmente Adriano entrou em campo para estrear e retornar oficialmente ao futebol. Porém, o time estava mais preocupado em administrar o importante resultado e o atacante não foi acionado.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO PARANAENSE (BRA) 1 X 0 THE STRONGEST (BOL)
Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR) 
Data: 13 de fevereiro de 2014, quinta-feira 
Horário: 20 horas (horário de Brasília) 
Árbitro:  Daniel Fedorczuk (Fifa-Uruguai) 
Assistentes: Mauricio Esponoza (Fifa-Uruguai) e Gabriel Popovits (Fifa-Uruguai) 
Cartões amarelos: Natanael (Atlético-PR); Melgar, Barrera, Pablo Escobar (Strongest) 
Gols: ATLÉTICO-PR: Paulinho Dias, aos 22 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton, Manoel, Cleberson e Natanael; Deivid, Paulinho Dias, João Paulo e Fran Mérida (Mirabaje); Ederson (Adriano) e Mosquito (Bruno Mendes) 
Técnico: Miguel Ángel Portugal
THE STRONGEST: Jemio; Parada, Jeferson, Barrera e Cristaldo; Nelvin (Reinoso), Melgar, Castro e Ríos (Hernán Melgar); Alfaro e Pablo Escobar 
Técnico: Eduardo Villegas

Pelos caminhos da América:Com apoio da torcida,furacõ estréia na na Libertadores contra o The Strongest.


O furacão está hoje as 20:00 na vila Capanema,na fase de grupos da libertadores contra o The Strongest da Bolívia.Depois de chegar a fase com muita emoção o furacão vai a campo motivado com folego para iniciar uma campanha vitoriosa pela América e para ajudar a semana foi de bos noticias para o furacão,entre elas a confirmação de Adriano e Mirabaje como novos reforços sendo assim j´estão inscritos na Libertadores,a seguir confira a lista completa de inscritos:

1 - Santos
2 - Sueliton
3 - Manoel
4 - Cleberson
5 - Deivid
6 - Lucas Olaza
7 - Marcelo
8 - João Paulo
9 - Ederson
10 - Fran Mérida
11 - Zezinho
12 - Weverton
13 - Jean Felipe
14 - Drausio
15 - Leo Pereira
16 - Natanael
17 - Paulo Dias
18 - Marcos Guilherme
19 - Otávio
20 - Lucas Alves
21 - Nathan
22 - Renan Rocha
23 - Crislan
24 - Douglas Coutinho
25 - Mosquito
26 - Carlos César
27 - Mirabaje
28 - Felipe
29 - Bruno Mendes
30 - Adriano
Quanto a equipe Miguel Portugal,afirmou que será uma equipe ofensiva que irá buscar a vitória a todo momento,e sem poder contar com Zezinho suspenso e Marcelo machucado,a expectiva fia para saber que entra no ataque no lugar de Marcelo Bruno Mendes que agradou muito no atletiba é uma opção mais forte,embora Coutinho e Mosquito também brigam pela vaga,já no lugar de Zezinho João Paulo deve iniciar jogando.
FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO PARANAENSE X THE STRONGEST
Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR) 
Data: 13 de fevereiro de 2014, quinta-feira 
Horário: 20 horas (horário de Brasília) 
Árbitro: Daniel Fedorczuk (Fifa-Uruguai) 
Assistentes: Mauricio Esponoza (Fifa-Uruguai) e Gabriel Popovits (Fifa-Uruguai)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton, Manoel, Cleberson e Natanael; Deivid, Paulinho Dias, João Paulo e Fran Mérida; Ederson e Bruno Mendes 
Técnico: Miguel Ángel Portugal
THE STRONGEST: Jemio; Parada, Jeferson, Barrera e Cristaldo; Nelvin, Melgar, Castro e Ríos; Alfaro e Escobar 
Técnico: Eduardo Villegas