Assim é difícil:Furacão sai na frente,mas vacila e deixa vitória escapar.


Duas vezes na frente do placar,mas mesmo assim o sub-23 não conseguiu a vitória contra o Londrina.Mais uma vez esbarrando em falhas individuais o time de Petkovic deixou os três pontos escaparem e se complicando de vez na tabela de classificação do campeonato paranaense ficando na vice lanterna do estadual.Na próxima rodada o furacão mais uma vez em casa recebe o Arapongas.

 O JOGO:

A primeira boa oportunidade para o Rubro-Negro foi criada aos sete minutos, em cobrança de falta e Zezinho, que obrigou Vítor a fazer grande defesa. Após a cobrança de escanteio, o goleiro saiu da meta para tirar da área o perigo. Aos oito minutos, Dominic subiu na área e testou pela linha de fundo. O coordenador Antônio Lopes, que estava no banco auxiliando Petkovic, foi retirado de campo pela arbitragem, paralisando a partida após tentar dar uma ‘carteirada’ como delegado.

Com a bola rolando, o Furacão, que tinha mais ação, chegou novamente no ataque aos 19 minutos, com Crislan, que mandou uma bomba para defesa de Vítor. Aos 23 minutos, de cara para o gol após receber um passe açucarado, Zezinho fez o mais dificil e isolou a bola. Mas, aos 28 minutos, belo lançamento de Hernani para Zezinho, que invadiu a área e apenas rolou para Crislan completar para o fundo das redes.
Fora do gramado, claramente Antônio Lopes dava instruções para comandar o time. O gol acordou o Londrina. Aos 30 minutos, Júnior Paraíba arriscou o chute de longe, pela linha de fundo. Mas, aos 37 minutos, Júnior Paraíba cruzou na medida e Arthur desviou para deixar tudo igual. Aos 45 minutos, Marcos Guilherme cobrou falta na área e Vitor espalmou para tirar o perigo.
Para a etapa final, o Atlético voltou com Taiberson no lugar de Dominic. E logo em seu primeiro lance, Taiberson fez a jogada e cruzou para Mário Sérgio, que escolheu o canto e chutou para o fundo das redes. Atrás no placar, o Tubarão se abriu, buscando o gol. Aos 10 minutos, levantamento na área atleticana, Grolli testou e a defesa tirou para escanteio. Antônio Lopes, da arquibancada, passava informações para Pet corrigir o Furacão.
Sem conseguir penetrar na defesa rubro-negra, Rone Dias, aos 18 minutos soltou o petardo, pela linha de fundo. Mais Tubarão no ataque, aos 22 minutos, com Celsinho, que chutou cruzado para defesa de Rodolfo. Aos 26 minutos, Rone Dias cobrou escanteio, a bola enganou todo mundo e carimbou a trave. O Furacão estava acuado e não conseguia armar um bom contra-ataque.
A pressão deu certo e aos 36 minutos, aproveitando uma falha errada de Rodolfo, Grolli desviou de cabeça e deixou novamente tudo igual no placar. Aos 40 minutos, Erwin cochilou, Rone Dias arriscou de longe e a bola subiu demais. Ainda deu tempo para Ricardo Silva ser expulso. Nem mesmo a intervenção do Delegado foi suficiente para o Furacão evitar um tropeço em casa e seguir na zona do Torneio da Morte.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 2 X 2 LONDRINA
Local: Ecoestádio Janguito Malucelli, em Curitiba (PR)
Data: 20 de janeiro de 2014, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano Milczvski
Assistentes: Luciano Roggebaum e Daniel Cotrim de Carvalho
Cartões amarelos: Ricardo Silva (Atlético-PR); Silvio, Lucas, Celsinho, Maicon Silva, Neilson, e Diogo Roque (Londrina)
Cartão vermelho: Ricardo Silva (Atlético-PR)
Gols: ATLÉTICO-PR: Crislan, aos 28 minutos do primeiro tempo; Mário Sérgio, a 01 minuto do segundo tempo
LONDRINA: Arthur, aos 37 minutos do segundo tempo; Grolli, aos 36 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Rodolfo; Mario Sérgio, Ricardo Silva, Lucas Alves e Sidcley; Otávio, Hernani, Zezinho (Lucca) e Marcos Guilherme; Dominic (Taiberson) e Crislan (Erwin)
Técnico: Petkovic
LONDRINA: Vitor; Maicon Silva, Grolli, Gilvan e Paulinho; Diogo Roque, Silvio (Rone Dias), Júnior Paraíba e Celsinho (Neilson); Lucas (Alexandre Oliveira) e Artur
Técnico: Claudio Tencati

Nenhum comentário:

Postar um comentário