sábado, 31 de agosto de 2013

Veja os gols da goleada do furacão sobre o Náutico.


Mais uma vitima:Furacão goleia o Náutico e fica perto do líder.


Foi em ritmo de treino,assim foi o jogo do furacão contra o Náutico na arena Pernambuco,isso por que o furacão não tomou conhecimento do timbu e meteu 4a1,chegando assim a sua décima partida invicta no brasileirão e afundando ainda o time pernambucano,depois de levar um gol no fim da primeira etapa o furacão voltou para o segundo tempo acordado e passou por cima com dois gols do matador Ederson,assim chegando a terceira colocação do campeonato com trinta pontos ganhos,a um ponto do líder cruzeiro.Agora o furacão volta a campo quarta feira 19:30 contra o Santos na vila Capanema.

O JOGO:

 O Furacão começou a partida tentando impor seu ritmo, mesmo fora de casa. Aos quatro minutos, Léo recebeu lançamento de Éverton e, de primeira, arrematou para o fundo das redes para abrir o placar. A resposta veio aos seis minutos, com Tiago Real, batendo de longe, para defesa de Wéverton. O jogo era equilibrado no meio campo, com o Timbu aberto, cedendo espaço ao Rubro-negro.
Com uma bomba, aos 13 minutos, Éverton quase ampliou para o furacão, mas Ricardo Berna foi buscar no ângulo para salvar. Até que, aos 18 minutos, Éverton aproveitou rebote após cobrança de escanteio, chutou e contou com desvio para fazer o segundo gol. O Náutico tentava pressionar, mas a defesa bem postada e a recomposição do meio-campo atleticano impediam qualquer chegada.
Preocupado, o técnico Jorginho tirou o lateral Oziel para a entrada da Jonatas Belusso, aos 27 minutos de partida. Aos 34 minutos, Olivera abriu espaço na entrada da área e carimbou a defesa. Aos 37 minutos, Collaço fez o cruzamento, Olivera se esticou para desviar e a bola passou com perigo. A pressão de resultado e, aos 41 minutos, Olivera conseguiu descontar aproveitando cruzamento de Tiago Real.
Depois do intervalo, as equipes retornaram sem alterações. Aos seis minutos, Marcelo fez a jogada pela direita e cruzou para Éderson que, sozinho, bateu de primeira e isolou, desperdiçando uma ótima chance de matar o jogo. Na resposta, aos 10 minutos, Martinez cobrou falta e acertou a barreira.
O ritmo da partida caiu na segunda etapa, com o jogo truncado do meio-campo. Aos 15 minutos, Zezinho dividiu e caiu no gramado. Na sequência, Elicarlos deu um chutão e acertou o rosto do atleticano, iniciando uma confusão. O árbitro deixou passar. A chuva apertou na Arena, deixando a disputa ainda menos técnica. Aos 24 minutos, Dellatorre penetrou na área e fuzilou para defesa de Ricardo Berna.
De falta, aos 29 minutos, Éderson tentou surpreender o goleiro e a bola passou raspando a trave. O artilheiro não poderia passar em branco e, aos 34 minutos, Éderson recebeu na cara do gol e tocou na saída de Berna para marcar. Aos 38 minutos, Marco Antônio chutou, Berna desviou e a bola carimbou a trave antes de sair. Mas, aos 45 minutos, Éderson fez o 12º gol na competição, aproveitando passe de Marco Antônio na área. O Furacão segue sua arrancada, enquanto o Timbu continua sem perspectivas.
Ficha técnica:
NÁUTICO 1 X 4 ATLÉTICO-PR
Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Data: 31 de agosto de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa (RJ) e Carolina Romanholi Melo (CE)
Cartões amarelos: Elicarlos, Leandro Amaro, Olivera e Jonatas Belusso (Náutico); William Rocha e Bruno Silva (Atlético-PR) 
Gols: NÁUTICO: Oliveira, aos 41 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Léo, aos 04 minutos Éverton, aos 18 minutos do primeiro tempo e Éderson, aos 34 minutos e aos 45 minutos do segundo tempo
NÁUTICO: Ricardo Berna, Oziel (Jonatas Belusso), Leandro Amaro, João Filipe (Penha) e Bruno Collaço; Elicarlos, Diego Morales, Martinez e Tiago Real; Olivera e Rogério (Maikon Leite)
Técnico: Jorginho
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Dráusio, Luiz Alberto e William Rocha; Bruno Silva, João Paulo, Zezinho (Marco Antônio) e Everton (Marcelo Palau); Éderson e Marcelo (Dellatorre)
Técnico: Vagner Mancini

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Furacão em Recife:Para se manter no G4,furacão encara o Náutico em Recife.


O furacão volta a campo nesse sábado as 18:30 contra o Náutico na arena pernambuco,embalado pela grande classificação contra o Palmeiras no meio de semana e no G4 do brasileirão o rubro nero é grande favorito para o duelo contra o timbu,já que o time pernambucano é o lanterna do campeonato.Mas apesar do péssimo momento do adversário o técnico Vagner Mancini prega respeito ao Náutico e destacou durante a semana que o time cresce diante de seus domínios mesmo não jogando no acanhado estádio dos aflitos,sendo assim mantendo total o foco do time rubro para conquistar mais três pontos e permanecer entre os quatro primeiros na tabela,e dependendo de resultados fechar a rodada até na vice liderança do campeonato.Para o jogo o treinador deverá fazer duas mudanças em relação a partida contra o Palmeiras.

O TIME:

Para a partida o treinador não terá Paulo Baier,que apesar de ter conseguido sua liberação no STJD,foi poupado e não viajou com a delegação para Recife,contra partida o rubro negro terá a volta de Bruno Silva que não atuou pela copa do Brasil e deverá ser titular ao lado de João Paulo,Zezinho deverá ser opção no banco de reservas,para o lugar de Baier Elias e Felipe brigam pela vaga,já no ataque Marcelo e Dellatorre disputam a vaga ao lado de Éderson.

FICHA TÉCNICA:

NÁUTICO X ATLÉTICO-PR
Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE) 
Data: 31 de agosto de 2013, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO) 
Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa (RJ) e Carolina Romanholi Melo (CE)
NÁUTICO: Ricardo Berna, Auremir, Jean Rolt (Leandro Amaro), João Filipe e Eltinho; Elicarlos (Rodrigo Souto), Derley, Martinez e Tiago Real; Maikon Leite e Rogério
Técnico: Jorginho
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Cleberson, Luiz Alberto e William Rocha; Zezinho, João Paulo, Everton e Elias(Felipe); Éderson e Dellatorre (Marcelo) 
Técnico: Vagner Mancini

Relembre como foi o último confronto entre furacão e Náutico.


De olho no inimigo:Na lanterna e com dúvidas Náutico tenta surpreender o furacão.


O Náutico adversário desse sábado do furacão em Recife,vive uma situação amplaemnte superior ao do rubro negro,enquanto o furacão é o quanto colocado na tabela e vem crescendo muito a cada jogo,o timbu é o lanterna da competição com apenas oito pontos conquistados correndo sérios riscos de rebaixamento.Além disso o time agora comandado por Jorginho ex furacão tenta se firmar e vem abaldo depois da eliminação na sul americana pra o rival Sport,quanto ao time o treinador tem uma dúvida entre Elicarlos e Rodrigo Souto e na zaga entre Jean Holt e Leandro Amaro dúvidas que só devem ser confirmadas mormentos antes da partida.Sendo assim o provável Náutico para enfrentar o furacã é:Ricardo Berna, Auremir, Jean Rolt (Leandro Amaro), João Filipe e Eltinho; Elicarlos (Rodrigo Souto), Derley, Martinez e Tiago Real; Maikon Leite e Rogério

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Veja os gols da classificação do furacão.


3a0 fora o baile!!Furacão atropela o Palmeiras e está nas quartas.


E o Palmeiras não foi páreo para o furacão na vila,na noite dessa quarta feira,mais uma vez sendo amplamente superior o rubro negro passou por cima do time paulista e garantiu nas quartas de final da copa do Brasil,em partida onde o artilheiro Éderson brilhou mais uma vez o rubro negro meteu 3 no time verde e agora aguarda Internacional ou Salgueiro na próxima fase.Agora o rubro negro volta suas atenções para o brasileirão sábado contra o Náutico em Recife para se manter no G4.

O JOGO:

Atrás no placar, a intenção do furacão era sair para a pressão e foi o que fez. Aos dois minutos, Luis Alberto aproveitou cruzamento e de cabeça obrigou o goleiro Fernando Prass a fazer sua primeira boa defesa no jogo. Depois foi a vez de Manoel desperdiçar a chance. O zagueiro arriscou de longe. A bola tirou tinta da trave de Fernando Prass e foi para fora.

O Atlético voltou a chegar aos 21 minutos. Dellatore avançou, deixou a zaga para trás, mas bateu mal na bola e mandou para fora. No lance seguinte, o Furacão não perdoou. Após cobrança de lateral, Zezinho desviou, a bola sobrou para Éderson. O atacante bateu completamente torto na bola, que acabaou encobrindo Fernando Prass e morrendo no fundo das redes.

Depois do gol, o Palmeiras foi para cima em busca do empate, mas não conseguiu chegar com muito perigo ao goleiro Weverton. O atacante Leandro era o jogador mais acionado, mas ficou longe de demonstrar o mesmo futebolde outras partidas. Já o Furacão só se segurou para terminar a primeira etapa em vantagem.

O segundo tempo começou e o Palmeiras continuou muito abaixo do que vinha demonstrando na Série B e acabou aceitando a pressão do Atlético. Aos 14 minutos, Boa triangulação de Paulo Baier, Éderson e Delatorre, que perdeu para a bola e se atrapalhou todo. O Palmeiras respondeu. Leandro recebeu na area, foi derrubado pelo goleiro Weverton, mas o árbitro marcou posição irregular do jogador.

Aos 21 minutos, Paulo Baier aumentou. Éderson fez boa jogada e arriscou a bomba. Fernando Prass fez boa defesa, mas a bola sobrou para “Railander” do futebol, que marcou o segundo. O terceiro quase veio minutos depois. Éderson apareceu cara a cara com o arqueiro palmeirense, mas acabou tirando muito e mandou para fora.

Em seguida, veio o “balde de água fria”. Marcelo fez boa jogada pela direita e tocou para Éderson, que só teve trabalho de empurrar e marcar o terceiro do Atlético. Nos minutos fianis, o Palmeiras até tentou, mas não conseguiu diminuiu o placar. Por sua vez, o Furacão se segurou e comemorou a vaga conquistada.

FICHA TÉCNICA:


ATLÉTICO-PR 3 X 0 PALMEIRAS
Local: Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR)
Data: 28 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Kleber Lucio Gil (SC)
Cartões amarelos: Léo e Zezinho (Atlético-PR); Henrique (Palmeiras)
Gols:
ATLÉTICO-PR: Éderson, aos 33 minutos do primeiro tempo; Paulo Baier, aos 21, e Éderson, aos 33 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo (Jonas) , Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho (Willian Rocha); Zezinho, João Paulo, Everton e Paulo Baier; Éderson e Dellatorre (Marcelo)
Técnico: Vagner Mancini
PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho (Caio); Márcio Araújo, Charles (Ronny), Wesley e Mendieta (Fernandinho); Leandro e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Que venham os paulistas:No embalo da galera,furacão busca a classificação contra o Palmeiras.


A noite dessa quarta feira promete pra nação rubro negra,jogo contra o Palmeiras é decisivo já que o furacão precisa vencer ´por dois gols de diferença pra seguir na copa do Brasil,e se depender da galera,o furacão avança já que o time vem embalado da vitória sobre o Botafogo,e tenta levar o mesmo espirito para partida dessa quarta feira.Para a partida o técnico Vagner Mancini tem dois reforços para a partida.

O TIME:

O treinador poderá contar com o lateral Léo e o atacante Marcelo,que voltam de lesão ambos devem brigar pela posição em seus setores Mancini ainda não confirmou que joga,por outro lado que não joga é Bruno Silva,que já atuou pela Ponte Preta nessa copa do Brasil Juninho deve aparecer no setor de meia cancha Zezinho também briga pela posição.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR X PALMEIRAS
Local: Estádio Durival de Britto, em Curitiba (PR) 
Data: 28 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília) 
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG) 
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Kleber Lucio Gil (SC)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonas(Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Juninho(Zezinho), João Paulo, Everton e Paulo Baier; Éderson(Marcelo) e Dellatorre
Técnico: Vagner Mancini
PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Mendieta; Leandro e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

De olho no inimigo:Em ritmo de festa,Palmeiras quer classificação.


O Palmeiras vem a Curitiba,com a vantagem do empate,e em clima de festa nos seus 99 anos,já que venceu a partida de ida por 1a0 o time paulista joga por um empate simples para avançar a próxima fase da copa do Brasil.O time vem de derrota para o Boa na série B do brasileiro,e o técnico Gilson Kleina pede atenção aos jogadores para voltar classificado.Quanto ao time,o treinador viveu a expectativa de contar com Valdivia,porém esse não foi liberado pelo DM e mais uma vez fica de fora,Mendieta mais uma vez atua como titular,sendo assim o Palmeiras vai a campo com: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Mendieta; Leandro e Alan Kardec

domingo, 25 de agosto de 2013

Veja os gols do furacão contra o Botafogo.


G4 é rubro negro!!Furacão atropela o Botafogo e está no G4 do brasileirão.


Noite agradável,vila lotada e jogo decisivo,combinação perfeita que resultou em mais uma vitória do furacão no brasileirão,a vitima dessa vez foi o então líder Botafogo com dois gols de Éderson o rubro negro foi amplamente superior durante todo o jogo,anulando as ações do time carioca,e assim conquistando mais três pontos na tabela.Com a vitória furacão vai a vinte e sente pontos e assume a quarta colocação na tabela assim entrando na zona de classificação a libertadores.Agora o rubro negro volta a campo pelo brasileirão contra o Náutico,porém antes tem copa do Brasil contra o Palmeiras de novo na vila.

O JOGO:

O furacão começou a partida pressionando o Botafogo em seu campo de defesa. No entanto, os donos da casa só criaram uma boa chance nos primeiros minutos, com Éderson. Os alvinegros exploravam os contra-ataques, mas também não incomodavam o goleiro Wéverton. Somente aos 15, Vitinho pegou rebote e tentou de cabeça, só que a zaga afastou o perigo.
Aos poucos, o Botafogo conseguiu diminuir a pressão sofrida e passou a buscar o ataque. No entanto, a equipe parava na boa marcação dos donos da casa, que seguiam melhores, mas também sem a criação de boas jogadas. Somente aos 32 minutos, João Paulo arriscou de longe e assustou o goleiro Jéfferson. O lance animou os paranaenses, que chegaram com perigo dois minutos depois com Dellatorre, só que o atacante finalizou na rede pelo lado de fora.
Nos minutos finais, o rubro negro conseguiu criar boas chances de abrir o placar. Primeiro, aos 43 minutos, Jéfferson salvou após finalização de Éverton. Na mesma jogada, Dellatorre chutou colocado e a bola passou raspando a trave carioca. Dois minutos depois, foi a vez de Paulo Baier tentar e parar no goleiro advserário, que segurou o empate sem gols no intervalo.
No segundo tempo, o furacão voltou mais ligado e abriu o placar logo com um minuto. Dellatorre fez boa jogada e tocou para Éderson finalizar, Jéfferson ainda tocou na bola, que entrou mansamente na rede.
Mesmo depois do gol, os donos da casa seguiram melhores na partida. Os paranaenses chegaram ao segundo gol aos 11 minutos. Dellatorre tocou para Éderson, que tocou na saída de Jéfferson.
Somente depois do novo revés, o Botafogo conseguiu chegar com perigo. Aos 13 minutos, Vitinho arriscou de longe e Weverton precisou espalmar.
Para administrar o placar, o furacão reforçou a marcação e passou a segurar as jogadas do Botafogo. Assim, o duelo caiu de rendimento e ficou concentrado entre as duas intermediárias.
Somente aos 34 minutos, em um contra-ataque, os donos da casa quase ampliaram. Éderson foi lançado e tocou, mas a bola passou raspando a trave carioca.
Nos minutos finais, o jogo ficou tenso após uma dividida entre Vitinho e o goleiro Weverton. Após a confusão, Vitinho e Pedro Botelho acabram sendo expulsos. Assim, os donos da casa conseguiram segurar mais uma vitória em casa.
Ficha técnica:
ATLÉTICO-PR 2 X 0 BOTAFOGO
Local: Estádio Durival Britto e Silva, Curitiba (PR)
Data: 25 de agosto de 2013, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)
Cartões amarelos: Manoel e Luiz Alberto (Atlético-PR); Bolívar, Jéfferson e Edílson (Botafogo)
Cartões vermelhos: Pedro Botelho (Atlético-PR); Vitinho (Botafogo)
GOLSATLÉTICO-PR: Éderson, a 1 e 11min do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonas (Juninho), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, João Paulo, Everton e Paulo Baier (Marco Antônio); Éderson e Dellatorre (William Rocha)
Técnico: Vagner Mancini
BOTAFOGO: Jéfferson, Gilberto (Edílson), Dória, Bolívar e Lima; Marcelo Mattos (Alex), Gabriel, Seedorf, Lodeiro e Vitinho; Rafael Marques (Elias)
Técnico: Oswaldo de Oliveira

sábado, 24 de agosto de 2013

Pra cima deles:Furacão enfrenta Botafogo para seguir subindo na tabela.


O furacão volta a campo nesse domingo as 18:30 na vila Capanema contra o Botafogo,jogo que pode ser considerado um dos mais importantes da rodada e também para o furacão,já que o rubro negro com uma vitória ingressa de vez no G4 do brasileirão,e enfrenta um dos líderes do campeonato.Apesar da derrota no meio de semana para o Palmeiras pela copa do Brasil,o foco do furacão continua e se espera um bom rendimento da equipe de Vagner Mancini que também terá o apoio da galera na partida desse domingo,e para o jogo o furacão terá mudança em relação aos últimos jogos.

O TIME:

Para a partida,o principal desfalque será o lateral direito Léo que cumpre suspensão e também sentiu dores na partida contra o Palmeiras,sem muitas opções Joinas ganha mais uma chance na lateral direita do rubro negro,na frente Dellatorre volta e deve começar de titular ao lado de Marcelo no ataque assim Éderson deve volta pra o banco.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-PR X BOTAFOGO
Local: Estádio Durival Britto e Silva, Curitiba (PR)
Data: 25 de agosto de 2013, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS) e Emerson Augusto de Carvalho (SP)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonas, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, Zezinho, Everton e Paulo Baier; Marcelo e Dellatorre 
Técnico: Vagner Mancini
BOTAFOGO: Jéfferson, Gilberto, Dória, Bolívar e Lima; Marcelo Mattos, Gabriel, Seedorf, Lodeiro e Vitinho; Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Relembre como foi o último duelo entre furacão e Botafogo.


De olho no inimigo:Com novidades Botafogo pronto pra enfrentar o furacão.

Alem de ser líder do campeonato o adversário desse domingo do furacão,o Botafogo ainda vem de um ótimo resultado no meio de semana contra o Atlético-MG,onde goleou o galo por 4a2 em jogo valido pela copa do Brasil,buscando manter a boa fase e a lidernça o time de Oswaldo de Oliveira,terá como principal novidade a volta de sua principal estrelá o Holandês Seedorf,que volta de lesão e atuará na meia         cancha,assim fará dupla de armação com o uruguaio Lodeiro,dessa forma o Botafogo vai a campo com:Jéfferson, Gilberto, Dória, Bolívar e Lima; Marcelo Mattos, Gabriel,Rafael Marques

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Faltou pontaria:Furacão desperdiça chances,e perde para o Palmeiras.


O furacão foi derrotado na noite dessa quarta feira para o Palmeiras no Pacaembu por 1a0,rubro negro tomou o gol logo nos primeiros minutos da partida,após isso o time até melhorou criou boas oportunidades porém não soube aproveita-las e saiu derrotado.Na partida de volta na próxima semana na vila,o furacão precisa vencer por dois gols de diferença para avançar as quartas de final,vitória por 1a0 por exemplo leva a decisão para os pênaltis,lembrando que antes dessa partida o furacão volta a campo domingo pelo brasileirão também na vila contra o líder do campeonato Botafogo.

O JOGO:

O Palmeiras iniciou a partida buscando o ataque com velocidade. Com apenas um minuto de partida, Ananias chegou na grande área e Weverton saiu do gol para fazer a defesa. Aos três minutos, Charles chutou de fora da área e o goleiro atleticano se esforçou na defesa. Na cobrança do escanteio pela direita, Vilson cabeceou livre para o gol e abriu o placar no Pacaembu.

Aos cinco minutos de partida o Atlético chegou pela primeira vez ao ataque, mas Dellatorre não conseguiu finalizar. O Palmeiras seguia firme na marcação impedindo o Furacão de armar uma boa jogada de ataque. Somente aos nove minutos Everton chegou com velocidade pela lateral-esquerda e cruzou para Dellatorre, que cabeceou para fora. O Furacão continuou tentando, mas era difícil chegar com perigo à área do goleiro Fernando Prass.

Aos 22 minutos veio a primeira chance real de gol. Dellatorre encaixou o passe perfeito para Marcelo ficar frente a frente com Fernando Prass. O atacante chutou à direita da trave, desperdiçando a oportunidade. Logo em seguida o Palmeiras teve uma chance de ampliar o placar, mas Alan Kardec também finalizou para fora.Aos 31 minutos, o técnico Vagner Mancini precisou fazer sua primeira alteração, colocando Jonas no lugar de Léo, que saiu contundido. Somente aos 34 minutos o Rubro-Negro conseguiu melhorar a troca de passes e chegar ao ataque. Elias recebeu de Marcelo e deixou para Dellatorre finalizar. O goleiro Fernando Prass fez a defesa com os pés. Dellatorre ainda teve mais uma chance aos 39 minutos e chutou para fora.

No intervalo, Vagner Mancini decidiu substituir Elias pelo artilheiro do time, Ederson. Logo no início do segundo tempo o Palmeiras quase aproveita a desatenção da defesa atleticana novamente. Wesley cruzou para Ananias que não alcançou a bola para finalizar.O Atlético voltou mais atento para o segundo tempo e chutou a gol duas vezes antes dos 10 minutos, com Everton e Jonas. Aos 14 minutos da segunda etapa o Palmeiras levou perigo à área do goleiro Weverton com um bate e rebate de bola, mas a defesa rubro-negra conseguiu se manter.

O Atlético teve chance de empatar o jogo aos 19 minutos. No passe de Dellatorre, Ederson finalizou cruzado para o gol, mas a bola foi para fora. Em seguida, Jonas fez falta próxima da grande área e Mendieta cobrou no canto. Weverton só acompanhou a bola saindo.O jogo seguiu aberto e tanto Dellatorre quanto Alan Kardec desperdiçaram chances na sequência. Com 33 minutos jogados do segundo tempo, Mancini fez a terceira alteração, colocando Felipe no lugar de Dellatorre. Sem conseguir repetir a boa troca de passes o Furacão deu espaço para o Palmeiras chegar com perigo novamente ao ataque. Alan Kardec deixou a bola para Mendieta finalizar e Jonas conseguiu afastar.

Nos minutos finais o Rubro-Negro tentou o empate com um ataque rápido de Marcelo que isolou a bola. Pedro Botelho tentou em seguida um cruzamento, mas a bola parecia não querer entrar no gol. O Palmeiras ainda teve chance de contra-ataque, mas o placar seguiu inalterado.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP) 
Data: 21 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Público: 20.856 pagantes
Renda: R$ 801.315,00
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO) 
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
Cartões amarelos: Mendieta, Eguren e Alan Kardec (Palmeiras); Zezinho, Everton e Jonas (Atlético-PR)
Gol:
PALMEIRAS: Vilson, aos quatro minutos do primeiro tempo
PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho (Ronny); Márcio Araújo, Charles (Eguren), Wesley e Mendieta; Ananias (Serginho) e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo (Jonas), Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; João Paulo, Zezinho, Everton e Elias (Ederson); Marcelo e Dellatorre (Felipe)
Técnico: Vagner Mancini

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Rumo as quartas:Furacão encara o Palmeiras,para avançar na copa do Brasil.


O furacão vive um ótimo momento no brasileirão,mas nessa quarta feira as 19:30 no Pacaembu contra o Palmeiras o foco é outro,o papo agora é copa do Brasil,buscando um vaga nas quartas de final da competição o rubro negro tenta manter o ritimo do brasileirão tambem na copa,onde enfrenta um adversário que também vive um bom momento e terá casa cheia para a partida.Para o jogo dessa quarta o técnico Vagner Mancini deve mandar a campo praticamente o mesmo time que vem atuando no campeonato brasileiro.

O TIME:

Para a partida,o treinador terá Pedro Botelho que não atuou pelo brasileirão contra o Criciúma,sendo assim Léo volta a sua posição de origem,outra novidade está na meia cancha com Bruno Silva fora João Paulo joga ao lado de Zezinho na contenção já na armação existe a dúvida entre Paulo Baier ou Elias,Baier treinou normalmente mas pode ser polpado,outra dúvida está no ataque entre Dellatorre e Ederson embora Dellatorre deva entrar jogando.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS X ATLÉTICO-PR
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 21 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE)
PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Mendieta; Leandro, Ananias e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonas, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; João Paulo, Zezinho, Paulo Baier (Elias) e Everton; Marcelo e Dellatorre (Ederson)
Técnico: Vagner Mancini

Relembre como foi o último confronto entre furacão e Palmeiras.


De olho no inimigo:Com mudanças,Palmeiras pronto pra enfrentar o furacão.


O adversário dessa quarta feira do furacão pelas oitavas de final da copa do Brasil,o Palmeiras vem motivado,embalado pela ótima campanha na série B do brasileiro onde é líder isolado,embora a competição de amanhã seja diferente o time de Gilson Kleina quer manter a postura e a motivação para avançar as quartas de finais da copa do Brasil,e terá ao seu favor a sua torcida que deve lotar o Pacaembu nessa quarta feira.Quanto ao time,uma ausência é certa,o chileno Valdivia está fora da partida pois foi vetado pelo DM,sendo assim Gilson Kleina mudou o esquema do time que irá atuar com três atacantes contra o furacão,sendo assim o Palmeiras vai a campo com:Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Wesley e Mendieta; Ananias, Leandro e Alan Kardec.

domingo, 18 de agosto de 2013

Vira,vira!Furacão começa perdendo mas vira pra cima do Criciúma e cola no G4.


O furacão até levou um susto,após não fazer um bom primeiro tempo,o rubro virou pra cima do Criciúma assim vencendo a partida por 2a1,resultado que coloca o furacão na quinta colocação no campeonato com 24 pontos um ponto apenas do G4 os gols do furacão foram marcado por Paulo Baier e Ederson agora o furacão volta a campo pelo brasileirão no próximo fim de semana contra o Botafogo na vila,porém antes volta suas atenções para a copa do Brasil onde faz a partida de ida contra o Palmeiras quarta feira no Pacaembu.

O JOGO:

O Furacão começou em alta velocidade e, logo na saída de bola, Paulo Baier iniciou a jogada e tentou encontrar Ederson, mas a defesa apareceu para afastar. Aos cinco minutos, Paulo Baier cobrou falta e quase surpreendeu o goleiro Helton Leite. O maestro estava com vontade de jogo e, aos nove minutos, obrigou o goleiro a buscar chute no ângulo.
Aos poucos, o tigre equilibrava um pouco as ações, chegando inclusive com grande perigo aos 14 minutos, com testada de Matheus Ferraz que carimbou a trave. O Furacão tentava atacar pelas laterais, mas não conseguia chegar à área do Criciúma. Aos 19 minutos, Jonas fez o levantamento e Helton Leite deixou a meta para interceptar.
O Tigre não ficava somente na defesa e quase surpreendeu aos 23 minutos, em bola lançada para Matheus Ferraz, que demorou para concluir e ficou sem a bola. Aos 32, Marcelo invadiu a área, se estranhou com Gílson e caiu pedindo a penalidade. O árbitro mandou o jogo seguir. Arriscando de fora da área, aos 39 minutos, Marlon mandou o petardo à direita da meta. A pressão catarinense deu resultado aos 44, com Sueliton, que deixou a defesa para trás e fez um belo gol.
Para a etapa final, o Rubro-negro retornou com Carlos Alberto na vaga de Jonas, enquanto o Tigre voltou com Leandro Brasília no lugar de Ivo. Aos três minutos, Marlon partiu em contra-ataque, mas o lançamento foi interceptado por Bruno Silva. Na resposta, Everton partiu em velocidade, invadiu a área e chutou pela linha de fundo. Aos oito minutos, Paulo Baier cobrou falta, Luiz Alberto desviou e a bola saiu.
O Furacão tentava retomar o domínio do jogo, mas o Criciúma marcava bem e esperava para jogar nos espaços abertos pela necessidade de atacar do time da casa. Até que, aos 15 minutos, Marcelo foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Paulo Baier deixou tudo igual no placar e inflamou o torcedor. Aos 23 minutos, Sueliton cobrou falta e Weverton fez bela defesa.
O jogo era corrido na Vila, com pressão atleticana. Aos 27 minutos, Ederson subiu mais do que a zaga do Tigre e cabeceou para o fundo das redes para virar. Aos 35, Baier quase fez gol olímpico, mas Helton Leite tirou de soco. Aos 38, Ederson recebeu passe açucarado de Marcelo e tocou de bico, pela linha de fundo. Mostrando tranquilidade, o Rubro-negro administrou bem a vitória e segue com sua arrancada, além de manter a invencibilidade de Vagner Mancini no comando.
Ficha técnica:
ATLÉTICO-PR 2 X 1 CRICIÚMA
Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR) 
Data: 18 de agosto de 2013, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Arbitro: Sandro Meira Ricci (PE) 
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Alessandro A Rocha de Matos (BA) 
Cartões amarelos: Léo, Bruno Silva (Atlético-PR); Matheus Ferraz, Gilson (Criciuma)
Gols: ATLÉTICO-PR:Paulo Baier, aos 16 minutos e Ederson, aos 27 minutos do segundo tempo
CRICIÚMA: Sueliton, aos 44 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonas (Carlos Alberto), Manoel, Luiz Alberto e Léo; Bruno Silva (João Paulo), Zezinho, Paulo Baier (Juninho) e Everton; Marcelo e Ederson
Técnico: Vagner Mancini
CRICIUMA: Helton Leite; Sueliton, Matheus Ferraz, Leonardo e Gilson; Serginho (Morais), João Vitor, Marlon (Fabinho) e Ivo (Leandro Brasília); Lins e Wellington Paulista.
Técnico: Vadão

sábado, 17 de agosto de 2013

De olho no G4 :Para continuar subindo,furacão recebe o Criciúma na vila.


Nesse domingo as 18:30 na vila Capanema,o furacão volta a campo diante de sua torcida,na partida contra o Criciúma o furacão vai em busca de manter seu embalo e definitivamente entrar na zona de libertadores,depois de dois empates fora de casa o rubro negro tem a oportunidade de diante do seu torcedor avançar ainda mais,pelo seu bom momento já que uma vitória pode colocar o furacão no G4 para a partida o técnico Vagner Mancini terá novidades na escalação e conta com o apoio da galera para bater o tigre na vila o treinador terá algumas mudanças em relação a partida contra o São Paulo.

O TIME:

Vagner Mancini como de costume ainda não confirmou oficialmente a equipe,mas é certo que o lateral esquerdo Pedro Botelho,e o atacante Dellatorre estão fora da partida pois irão cumprir suspensão pelo terceiro amarelo,para a vaga de botelho o treinador tem algumas opções como por exemplo,Léo ser improvisado do lado esquerdo assim abrindo vaga para Jonas atua pelo lado direito,outra opção seria Zezinho que volta de suspensão e pode também atuar pelo lado esquerdo,quem corre por fora também é o meia Maranhão que quase não vem sendo aproveitado na equipe e também atua pelo lado esquerdo,bom lembrar que o recém chegado Willian Rocha apesar de estar regularizado não reúne condições físicas para jogar sendo assim,está descartado,já para vaga de Dellatorre Edérson deve aparecer como titular ao lado de Marcelo.

Ficha técnica:

Atlético-PR x Criciúma.
Local:Vila Capanema.
Data:18/08/2013
Horário:18:30
Competição:Campeonato Brasileiro.
Arbitro:Sandro Meira Ricci.
Auxiliares:Emerson Carvalho e Alessandro Rocha de Matos.

Atlético-PR:Weverton,Léo(Jonas),Manoel,Luiz Alberto,Léo(Zezinho,Maranhão);João Paulo,Bruno Silva,Paulo Baier,Éverton;Ederson e Marcelo.Tec:Vagner Mancini.

Criciúma:Galatto; Sueliton, Matheus Ferraz, Leonardo e Marlon; Serginho, João Vitor, Gilson e Ivo; Lins e Wellington Paulista Tec:Vadão.