terça-feira, 7 de julho de 2020

Athletico campeão:O tituo estadual de 1988


Hoje vamos relembrar mais uma campanha marcante do passado rubro negro,dessa vez vamos trazer a campana do titulo estadual de 1988.Na ocasião furacão era comandado pelo técnico Nelsinho Baptista conquistava seu décimo segundo titulo estadual da história,e além disso apresentava grandes nomes na sua equipe como por exemplo Assis,Manguinha e Roberto Cavalo.No total a campanha vitorias do furacão contou com o seguintes números.

13 vitórias
5 derrotas
9 emaptes

Entre os artilheiros embora o marcador maior da competição não tenha sido do furacão,Manguinha,Pedrinho Maradona e Roberto Cavalo foram os grandes cararscos dos adversários naquele ano sem contar com a fote ajuda de Assis.

Manguinha.












Pedrinho Maradona.









Roberto Cavalo.












Assis.









Técnico Nelsinho Baptista.








Com grandes nomes e uma campanha histórica é hora de relembrar como foi todas as partidas jogo a jogo no de 1988 onde consagrou o furacão com seu décimo segundo titulo estadual então bora conferir como foi todo esse trajeto.

Camapnha titulo Paranaense de 1988.

Data:07/02/1988: Athlético 1 x 0 Grêmio Maringá.Gol:Roberto Cavalo
Data:21/02/1988:Athletico 1 x 0 Platinense:Gol:Kraemer
Data:06/03/1988:Athletico 1 x 2 Cascavel.Gol:Carlinhos
Data:13/06/1988:Athletico 0 x 2 Pato Branco
Data:16/03/1988:Athletico 2 x 0 Coritiba.Gols:Roberto Cavalo e Carlinhos
Data:19/03/1988:Athletico 3 x 1 Matsubara:Gols:Manguinha(2) e Luis Carlos Oliveira
Data:27/03/1988:Athletico 0 x 1 Pinheiros
Data:31/03/1988:Athletico 1 x 0 Iguaçu
Data:03/04/1988:Athletico 2 x 1 Colorado.Gols:Manguinha e Roberto Cavalo
Data:07/04/1988:Athletico 0 x 0 Londrina
Data:10/04/1988:Athletico 0 x 2 Apucarana

Data:18/04/1988:Athletico 2 x 2 Grêmio Matingá.Gols:Henrique e Manginha
Data:24/04/1988:Athletico 0 x 0 Platinense
Data:01/05/1988:Athletico 0 x 0 Cascavel
Data:07/05/1988:Athletico 1 x 0 Pato Branco.Gol:Kraemer
Data:15/05/1988:Athletico 1 x 1 Coritiba.Gol:Assis
Data:22/05/1988:Athletico 1 x 0 Matsubara.Gol:Manguinha
Data:02/06/1988:Athletico 0 x 0 Pinheiros
Data:05/06/1988:Athletico 2 x 1 Iguaçu
Data:12/06/1988:Athletico 0 x 1 Colorado
Data:19/06/1988:Athletico 1 x 0 Londrina.Gol-Carlinhos
Data:26/06/1988:Athletico 0 x 0 Apucarana



Partidas das semifinais.

Data:03/07/1988:Athletico 0 x 0 Colorado
Data:10/07/1988:Athletico 1 x 0 Colorado.Gol:Assis.

Essa foi  camapnha rubro negra até a grande decisão,e ai seriam três partidas contra o Pinheiros que chegou a decisão após eliminar o Cascavel foram dois empates e uma vitória do furacão que assim levantava seu décimo segundo titulo estadual.


Jogos finais.

Data:17/07/1988:Athletico 1 x 1 Pinheiros.Gol:Vilson
Data:24/07/1988:Athletico 0 x 0 Pinheiros
Data:30/07/1988:Athletico 1 x 0 Pinheiros.Gol:Manguinha.Athletico Campeão Paranaense de 1988



Confira como foi o terceiro e decisivo jogo da final contra o Pinheiros,jogo realizado no Pinheirão,partida na integra.

















domingo, 28 de junho de 2020

Série campanhas lendárias:As primeiras conquistas do furacão


Mais uma vez vamos mergulhar no passado para relembrar grandes momentos do Athletico.Dessa vez vamos levar até o torceor rubro negro campanhas lendárias da década de trinta  onde o furacão obteve muitas conquistas desde sua fundação nesse post vamos conferir as campanhas vitoriosas dos titulos estaduais de 1925 ate 1940.Obviamnete que nesse periodo muitos outros vieram porém vamos relembrar os promeiros que alavancaram a história rubro negra na década de trinta.


Camapanha de 1925.

17/05/1925 Athletico 1 x 0 Savóia

Gol-Marreco

14/06/1925 Coritiba 3 x 3 Athletico
Gols:Urbino,Bororó e Marreco

16/08/1925 Athletico 7 x 1 Paraná SC
Gols-Urbino(3),Marreco,Ary(2) e Bororó

20/05/1925 Athletico 5 x 2 Campo Alegre
Gols-Urbino(5)

04/10/1924 Athletico 8 x 1 Universal SC
Gols-Malello,Urbino(3),Maneco,Marreco,Ary e Bororó

18/10/1925 Athletico 2 x 1 Palestra Itália
Gols-Motta e Falcine

08/11/1925 Athletico 2 x 1 Britânia
Gols-Motta e Maneco

22/11/1925 Savóia 3 x 1 Athletico
Gol-Maneco

13/12/1925 Coritiba 1 x 1 Athletico
Gol-Marreco

27/12/1925 Britânia 1 x 3 Athletico
Gols-Urbino(2)e Ary

22/11/1925 Savóia 3 x 1 Athletico
Gol-Maneco


JOGOS FINAIS

10/01/1926 Athletico 1 x 1 Savóia

Gol-Urbino


26/01/1926 Athletico 3 x 1 Savóia

Gols-Urbino e Marreco(2)





Campanha de 1929

Nesse ano o campeonato foi bem diferente embora já fosse a décima quinta edição do torneio,na ocasião participaram apenas três clubes Athlético,Operário SC de Ponta Grossa e o Paranagúa SC.O campeoanto era disputa pelos campeões da Liga de Curitiba de Pranaguá e de Ponta Grossa os resultados foram os seguintes.

23/01/1930 Athletico 7 x 0 Paranaguá SC
Gols-Levoratto(3),Zinder(2),Marreco e Urbino

09/02/1930 Athletico 3 x 1 Operário SC
Gols-Urbino(2) e Levoratto




Campanha de 1930

Se em 1929 o campeonato já foi "aleatório" em 1930 foi ainda mais,isso por que o campeonato foi decidido entre os campeões da Copa Curitiba e da Copa Ponta Grossa no caso Athletico e Operário SC.A final seria em dois jogos porém o time de Ponta Grossa desistiu da segunda partida após perder a primeira po 1a0 assim o titulo ficando com o furacão que conquistava o bi campeonato.


01/03/1932 Athletico 1 x 0 Operário SC
Gol-Raul.





Campanha de 1934

Em 1934 o campeonato seguiu a fórmula dos anos anteriores com o a competição sendo decidida com os campeões regionais.Nesse ano alguns deles acabaram desistindo da disputa foi o caso do Alético EC de Iguaçu,com isso mais um vez Athlético e Operário decidiram o campeonato dessa vez os dois jogos aconteceram e mais uma vez no ano anterior.


20/01/1935 Athletico 1 x 0 Operário
Gol-Zinder

10/02/1935 Operário 1 x 2 Athletico




Campanha de 1936

Novamente o Athletico decidiu contra o Operário que havia eliminado o Rio Branco na outra fase,lembrando que a fórmula foi a mesma dos anos anteriores envolvendo os campeões regionais do estado.A final acabou sendo em apenas um jogo já que o fantasma mais uma vez desistiu da disputa justamente na final.


11/04/1937 Athletico 1 x 0 Operário
Gol-Ceccatinho







Campanha de 1940

Mais uma vez contra o Operário o furacão fez a final e depois de vencer a primeira partida,o Operário pela terceira vez abandonou a a decisão e assim o Athletico conquistava mais uma o titulo estadual contra o fantasma.


16/03/1941 Athletico 4 x 0 Operário
Gols-Pinto(3) e Levoratto.


Gols-Feitiço e Raul




terça-feira, 23 de junho de 2020

Das seleções ao Capão Raso,os jogos mais aleatórios do Athletico.


Se tem algo no Athletico que muitos torcedores não sabem são curiosidades,desde sua fundação em 1924 o furacão coleciona fatos incríveis e muitos são desconhecidos por parte da torcida.Entre esses fatos curiosos se acumulam muitos jogos atipicos realizados pelo clube,tanto quanto clubes nacionais e internacionais,tanto envolvendo seleções e pensando nisso o blog traz a você um post especila sobre as partidas mais aleatórias do furacão em sua história tem clubes profissionais,amadores,clubes extintos e seleções além de algumas partidas definidas por WO(quando uma das equipes desiste de entrar em campo).É muita curiosidade para você viajar no tempo com partidas difrentes realizadas pelo furacão.


Athletico x Seleções.

Para começar vamos falar de duelos que o rubro negro fez contra seleções,muitos torcedores não sabem principalmente os da nova geração mais o furacão acumula na sua história nove confrontos contra seleções nacionais.A primira vez aconteceu no ano de 1968 mais precisamente no dia 17 de Janeiro na Vila Capanema onde o Athletico recebeu a Seleção da Romênia,na ocasião o furacão dirigido pelo técnico Lanzoninho tinha nomes incriveis como Djalma Santos(foto) e Bellini.No campo a partida ficou empata em 1a1 o gol do furacão foi anotado por Dorval.


Athletico 1 x 1 Seleção da Romênia

Data:17/01/1968,Vila Capenema

Time base:Barbosa;Djalma Santos,Belini,Tito e Amauri;Jair Henrique(Alfredo) e Zito(Reinaldo);Dorval,Ivair(Polaco),Waldir Galli e Pepe(Nilson).



Athletico 4 x 3 Seleção Brasileira Olimpica

Data:04/02/1968,Estádio Belfort Duarte.

Gols:Almeida(contra),Alfredo,Milton Dias e Zé Roberto.


Time base:Barbosa;Pardal,Tito,Luiz Carlos e Gilberto;Jair Henrique e Alfredo;Dorval(Valdo),Zé Roberto,Milton Dias e Nilson



Athletico 4 x 4 Búlgaria

Data:15/12/1968,Estádio Belfort Duarte

Gols:Nair,Sicupira e dois de Zé Roberto

Curiosidade da partida:A seleção Búlgara vinha de um empate com a atual campeã do mundo a Inglaterra.


Athletico 7 x 2 Seleção de Uganda

Data:07/02/1974,Vila Capanema

Gols:Sicupira(2),Taquito(2),Didi,Duarte,Alfredo e Liminha

Curiosidade:Essa partida fez parte do torneio afro Brasileiro realizado naquele ano,que ainda contava com a partiçipação da seleção da Tanzânia e do extinto Colorado.


Athletico 1 x 2 Seleção Canadense

Data:16/03/1988,Estádio Pinheirão

Gol:Nilson

Time base:Carlos,Odemilson,Fião,Adilson e Miranda;Cacau,Roberto Cavalo e Henrique;Kramer,Nilson e OLiveira(Vilson).Tec:Nelsinho Baptista


Athletico 5 x 3 Seleção da Ucrânia

Data:06/02/1996,Arena da Baixada

Gols:Oséas(2),Luis Carlos(2) e Jean Carlo



Athletico 3 x 1 Seleção Brasileira Sub-20

Data:22/06/2003,Arena da Baixada

Gols:Dagoberto(2) e Fabinho.


Athletico 1 x 1 Seleção da Liga de Trinidad e Tobago

Data:01/12/2007,Arena da Baixada

Gol:Chico



Jogos vencidos por WO:

Um Assunto pouco falado na história do clube foram os confrontos definidos por WO,no total isso aconteceu por sete vezes na história.Todos esses confrontos aconteceram entre os anos de 1924 e 1930 válidos pelo torneio inico do Paranaense e outras competiçõe realizadas na época a seguir confira a realação completa do jogos:

Athletico x WO Campo Alegre

Data:12/10/1929,Camapeonato Paranaense



Athletico x WO Savóia

Data:23/01/1927,Campeonato Paranaense


Athletico x WO Campo Alegre

Data:Janeiro de 1928,Campeonato Paranaense Citadino de Curitiba



Athletico x WO Operário Ahú

Data:02/12/1928,Torneio Paraná.



Athletico x WO Bangú-PR

Data:01/12/1929,Paranaense Citadino de Curitiba


Em 1930 e 1931 o Paléstra Itália-PR,deu WO ambosa válidos pelo Torneio Citadino de Curitiba.



Torneio-SUI

No ano de 1992 o furacão particiou de um torneio amistoso na Suiça chamado de Torneio-SUI e os resultados foram os seguintes.

Athletico 2 x 0 Sttutgart-ALE
Athletico 4 x 0 Winterhur-SUI



Em meio as esses jogos bom recordar que o Athletico ainda participou duas vezes da Marbella Cup na Espanha em 2012 e 2013,na primeira edição o furacão se sagrou campeão contra o Dinamo Bucarest da Romênia,já na segunda edição ficou de fora da decisão.


Copa Sesquicentenário 2003

Sem dúvidas um dos mais aleatórios a se falar,o torneio criado em 2003 em comemoração a emanciapação politica do Paraná contou com mais de cem equipes de todo o estado contando com profissionais e amadores.Era um torneio aleatória e na ocasião o Athletico contava com nomes que viriam a brilhar no futuro como Jadson,Fernandinho e outros nomes também conhecidos como Rodriguinho e Selmir.

O furacão conquistou o titulo da competição contra o rival Coritiba em uma final em dois jogos,mas a grande curiosidade foram as partidas das semnifinais contra o Capão Raso clube amador de Curitiba.Na primeira partida empate sem gols no estádio José Carlos de Oliveira Sobrinho e na segunda partida vitória tranquila por 4a0 no CT do Caju.


Athletico 0 x 0 Capão Raso

Data:11/12/2003,Estádio José Carlos de Oliveira Sobrinho

Curiosidade:Na ocasião a meta da equipe do Capão Raso era defendida por Ricardo Pinto ex goleiro e idolo do furacão.


Athletico 4 x 0 Capão Raso

Data:14/12/2003,Ct do Caju

Gols:Ricardinho(2),Selmir e Marcelo.

TIME BASE:Tiago Cardoso;David,Alessandro Lopes,Marcio Alemão e Michel Bastos;Alan Bahia,Juliano,Rodriguinho e Jadson;Selmir,Ricardinho(Marcelo).Tec:Júlio Toledo Piza.








terça-feira, 16 de junho de 2020

Geuvânio chega ao furacão para recuperar seu futebol


O Athletico confirmou nessa terça feira a contratação do atacante Geuvânio de 27 anos.Sem clube desde que encerrou seu vínculo com o Atlético-MG,o atacante chega ao furacão com contrato até o fim de 2021 e a pedido de Dorival Júnior com quem trabalhou no Santos clube onde viveu seu melhor momento na carreira.Bem verdade que após a saída do peixe o atacante não consegui desenvolver seu futebol promissor que havia surgido na equipe paulista,após se destacar por lá o destino foi o futebol chinês onde ficou por pouco tempo até retornar ao futebol brasileiro para defender o Flamengo.

No clube carioca o atacante encontrou uma concorrência pesada em meio a um elenco recheado de estrelas e assim pouco consegui mostrar seu futebol.Com isso Geuvânio mais uma vez buscou novos ares e trocou o Rio de Janeiro por Belo Horizonte,jogando pelo galo o jogador mais uma vez pouco se destacou ao jogar poucas partidas pela equipe mineira o que fez não ter seu contrato renovado por lá.Agora no furacão Geuvânio busca reencontrar o futebol que surgiu nos tempos de Santos um futebol rápido,e com boa finalização talvez seja a última grande chance na carreira do atacante que já mostrou sua qualidade dentro de campo.

FICHA TÉCNICA 

Posição: Atacante
Nome completo: Geuvânio Santos Silva
Data de nascimento: 05/04/1992 [28 anos]
Local de nascimento: Ilha das Flores-SE
Número da camisa: 8
Equipes que defendeu: Santos, Penapolense, Tianjin Quanjian [China], Flamengo e Atlético Mineiro
Títulos: Campeonato Paulista [2015], China League One [2016] e Taça Guanabara [2018] km

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Paranaense 1998,a volta das conquistas


O ano de 1998 ficou maracdo na hisória do Athletico e de seu torcedor,a 22 anos o furacão cpnquistava o campeonato estadual contra seu maior rival e batendo um recorde de público no estádio do Pinheirão.Porém a conquista também representa o fim de um jejum que atormentava o clube e sua torcida,um jejum que durou longos oito anos sem levantra uma taça era demais para um clube que estava em um periodo estrutural após duros anos.Não a dúvidas que a conquista de 1998 marcou muito por vários aspectos dentro e fora de campo mas o fato de ter saido da fila fez que o titulo fosse ainda mais importante e é claro de uma certa forma colaborou para o sucesso dos anos sguintes 1999 e 2000 até 2001 no titulo Brasileiro sendo que nomes da conquista de 1998 vieram ser grandes nomes em anos seguintes como o caso do goleiro Flávio,dos zagueiros Gustavo e Reginaldo,do meia Adriano e do meia Kelly entre outros.


O ano de 1998 também foi maracdo pela artilharia isso por que a frente rubro negra estava afinada na competição,principal artilheiro?Tuta(foto) só ele marcou 19 gols no campeonato em seguida vinha Alex Oliveira que balançou as redes por 11 oportunidades.Warley com 9 gols e Adriano com 8 também foram nomes que os adversários tiveram que engolir durante várias partidas naquele pois não davam trégua em quase nenhuma partida.Na campanha de 1998 o furacão sofreu apenas duas derrotas e amargas por sinal justamente paar seu rival que futuramente seria seu vice foram duas derrotas por 1a0 jogando no Couto Pereira porém nas finais as coias foram diferntes e quem levantou a taça foi o furacão.A seguir confira como foi a camapanha rubro negra até  o titulo.

Atlhetico 2 x 2 Matsubara,Estádio Pinheirão:Estréia complicada e um empate em casa gols de Tuta e Paulo Miranda

Athletico 1 x 0 Apucarana,Estádio Bom Jesus da Lapa:Primeira vitória foi apertada mas ela veio com gol de Adriano

Athletico 3 x 0 Londrina,Estádio VGD:vitória convincente contra o tubarão com gols de Paulo Miranda,Adriano e Dedé

Athletico 3 x 1 Ponta Grossa,Estádio Pinheirão:Primeira vitórica em casa com tranquilidade gols de Adriano e dois de Tuta

Athletico 2 x 2 Paraná,Estádio da Vila Olimpica do Boqueirão:Contra Paraná jogo duro e um empate em dois a dois com gols de Alex Oliveira e Reginaldo

Athletico 4 x 0 Maringá,Estádio Pinheirão:Goleada contra o Maringá para embalar,gols maracdos por Josicler,Alex Oliveira e dois de Tuta

Athletico 2 x 1 Coritiba,Estádio Pinheirão:No primeiro Athletiba deu furacão com gols de Luisinho Netto e Tuta

Athletico 3 x 2 Francisco Beltrão,Estádio Anilado:Fora e casa vitória apertada contra o Beltrão gols de Adriano e dois de Alex Oliveira

Athletico 2 x 1 Iraty,Estádio Emilio Gomes:Segunda vitória seguida fora de casa gols de Alex Oliveira e Kelly

Athletico 2 x 0 União Bandeirantes,Estádio Pinheirão:Quinta vitória seguida gols de Alex Oliveira e Tuta

Athletico 2 x 1 Rio Branco,Estádio Pinheirão:Furacão segue imposivel e vence mais uma com gols de Tuta e Neto


Furacão encerrou o priemiro turno com uma campanha impecável e chegou embalado para o segundo turno onde sofreu alguns revés porém garantiu a melhor campanha.Confira como foi a campanha rubro negra no segundo turno do campeonato.

Athletico 2 x 0 Matsubara,Estádio Regional de Cambará:Estréia no segundo turno com vitória fora de casa com dois gols de Warley

Athletico 3 x 1 Apucarana,Estádio Pinheirão:Em casa mais três pontos na conta gols de Luizinho Vieira e dois de Tuta

Athletico 5 x 0 Londrina,Estádio Pinheirão:Furacão avassalador contra o Tubarão gols de Tuta,Alex Oliveira,Luizinho Vinheira e dois de Warley

Athletico 1 x 1 Ponta Grossa,Estádio Germano Krüger:Furacão enrosca fora de casa contra o fantasma gol anotado por Warley

Athletico 1 x 1 Paraná,Estádio Pinheirão:Contra o triclor mais um empare dessa vez em casa com gol de Tuta

Ahletico 6 x 1 Maringá,Estádio Willie Davis:Furacão goleia mais uma vez o Maringá dessa vez fora de casa com quatro gols de Tuta,Warley e Kelly também marcaram

Athletico 0 x 1 Coritiba,Estádio Couto Pereira:No clássico veio a primeira derrota gol de Macedo

Athletico 3 x 0 Francisco Beltrão,Estádio Pinheirão:Reabilitação em casa com gols de Alex Oliveira,Warley e Tuta

Athletico 4 x 0 Iraty,Estádio Vila Olimpica:Na vila mais uma goleada com gols de Alex Oliveira,Dedé,Adriano e Luizinho Vieira

Athletico 1 x 0 União Bandeirantes,Estádio Comendador Meneguel:Em Bandeirantes vitória magra com gol de Wilson

Athletico 2 x 0 Rio Branco,Estádio Nelson Medrado Dias:Fechando o turno vitória fora de casa com gols de Warley e Luisinho Netto

Passado a fase de classificação do campeonato é hora de partir para os quadrangulares decisivos onde seriam mais seis jogos até a grande as finais da competição,os adversários seriam Coritiba,Paraná e Iraty a seguir vamos ver como foram as partidas.

Athletico 0 x 1 Coritiba,Estádio Couto Pereira:Na abertura do quadrangular derrota para o Coritiba e a segunda na competição

Athletico 4 x 2 Iraty,Esádio Pinhairão:Reabilitação com goleada diante o Iraty em casa

Athletico 2 x 0 Paraná,Estádio Pinheirão(Mando do Paraná):Com mando do Paraná furacão vence a segunda no quadrangular

Athletico 0 x 0 Coritiba,Estádio Pinheirão:No reencontro com o Coritiba empate sem gols

Ahletico 2 x 1 Iraty,Estádio Emilio Gomes:Furacão vence e praticamente garante vaga na final

Athletico 2 x 0 Paraná,Estádio Pinheirão:Com gols de Dedé e Luizinho Viera furacão vence e chega a grande final contra o Coritiba.

Enfim chegamos a grande final do Campeonato Paranaense de 1999 como dito seria uma final em três jogos contra o Coritiba duas partidas no Pinheirão e uma no Couto Pereira.E foram três jogos inesqueciveis que fizeram o rubro chegar ao titulo e finalmente sair da fila depis de oito anos sem gritar campeão a seguir veja como foram as partidas finais.


Athletico 1 x 1 Coritiba,Estádio Couto Pereira:A primeira partida no Couto Pereira já dava indicios do que seria as três partidas das finais,na casa coxa branca lotada qe abriu o marcador foi Nélio(foto) aos 38 minutos do primeiro tempo e o atacante ainda fez o sinal de silêncio pra torcida coxa branca no Couto Pereira.Porém o coxa conseguiu o empate aos 42 minutos do segundo tempo com Brandão.Naquela partida o técnico Abel Braga mandou a campo a seguinte formação:Flavio,Luisinho Netto,Neto,Edinho Baiano e Ddedé;Wilson,Renato,Paulo Miranda e Adriano(Alex Olveira);Warley,(Perdigão) e Nélio(Gérson Caçapa).




Athletico 4 x 1 Coritiba,Estádio Pinheirão:Goleada assim foi a segunda partida dispuata no Pinheirão,diferente do que foi a primeira partida o rubro negro foi avassalador e logo aos 14 minutos abriu o placar com Adriano.Na segunda etapa Brandão aos 7 minutos empatou para o coxa porém ese seria o gol de honra do rival,pois aos 9 minutos Nélio mais uma vez deixaria a torcida coxa branca em silêncio após marcar o segundo gol,já Luisinho Netto marcou aos 25 e Alex Oliveira fechou  goleada aos 41 do segundo tempo,deixando o furacão muito p´roximo do titulo.Furacão entrou em campo com a seguinte formação:Flavio,Luisinho Netto,Neto,Edinho Baiano e Ddedé;Wilson,Renato,Paulo Miranda e Adriano(Gérson Caçapa);Warley,(Kelly) e Nélio(Luizinho Vieira).


Athletico  2 x 1 Cortiba,Estádio Pinheirão:É CAMPEÃO!!Mais uma vez o furacão foi inapelável contra seu rival e não eixou o titulo escapar.Para um público de 44.475 pagantes o recorde do Pinheirão o rubro engro voltou a vencer o coxa Dedé aos 39 do primeiro tempo foi o responsável por inciar a festa da torcida.Já aos 8 do segundo tempo o zagueiro Wilson sacramantava o fim do jejum rubro negro ainda deu tempo para Sandoval descontar para o coxa mas já era tarde,e a festa foi toda rubro negra no Pinhairão.Rubro negro foi a campo com a seguinte formação:Flávio,Marcelo,Gustavo,Edinho Baiano e Ddedé;Wilson,Renato,Paulo Miranda e Adriano(Perdigão);Warley(Kelly)e Nélio(Caçapa).


Outros nomes da conquista:

Wellington-Goleiro
Alberto-lateral direito
Jorginho-atacante
Bruder-volante
Nowack-meio campo
Alexandre-volante
Ivandro-lateral esquerdo
Rodrigo Mendes-atacante

Veja como foram todos os gols do furacão em 1998



















Jogos da final contra o Coritiba



























domingo, 7 de junho de 2020

#TBT Nosso furacão:Paranaense 2000 o titulo que marcou uma geração


Hoje nosso assunto é mais uma vez épico vamos abordar a campanha vitoriosa do Athletico no de 2000,um titulo que formarcante em muitos sentidos embora parte da torcida lembre dessa conquista por ter sido a primeira dentro da Arena da Baixada e ainda em cima do rival Coritiba.Porém o feito representa mais que isso sendo que a conquista marcou um geração vencedora pois o elenco que levantou a taça teve como abse o time que no ano anterior levantou o titulo da seletiva para a Copa Libertadores que foi a primeira disputada pelo rubro negro na ocasião alguns nomes já conhecido se consolidavam o queram os casos do lateral direito Luisinho Netto,do zagueiro Reginaldo e o do meia Silas que contirbuiu com toda sua experiência.

Por outro lado muitos encontravam na temporada o caminho de sucesso em suas carreiras,tanto no próprio furacão quanto em outras equipes pelo Brasil e pelo mundo como por exemplo,o goleiro Flávio,o zagueiro Gustavo(autor do gol do título na final),os atacantes Kleber e Adauto campeões Brasileiros em 2001.A temporada também serviu para jogadores como Lucas e Kelly serem negociados para fora do Brasil  erenderem bons valores ao caixa rubro negro na época e em meio a tudo isso obvio existia uma cobrança pelo titulo mesmo com a Libertadores sendo prioridade para muitos naquele momento.Pois afinal na época se olhavam com olhos bem diferente para o estadual em relação da maneira que se olha hoje principalmente pelo lado do Athletico e sua torcida.

A história da conquista.

O Athletico chegava "cascudo"para a disputa do estadual e favorito mesmo que o rival Coritiba entrasse com atual campeão pois ano de 1999 credenciou o furacão como o time a ser batido tendo em vista a força do elenco comandado pelo saudoso Vadão.E aos poucos isso foi se traduzindo em campo visto que o furacão sofreu apenas uma derrota em toda competição isso na nona rodada jogando em Bandeirantes contra o já extinto União de Bandeirantes nessa altura a competição o furacão já tinha encaminhado sua classificação embora ainda restasse o turno de volta como amndava o regulamento.Além do titulo o furacão teve a melhor defesa da competição com 20 gols sofridos zaga essa que teve varias variações com Vadão,que utilizou Gustavo,Cocito,Leonardo Valença e Emerson no setor durante a competição já na parte ofensiva o destque ficou por conta do atacante Lucas(foto) artilheiro da equipe com 11 gols ficando apenas atrás de Marquinhos Cambalhota do Coritiba.


Os jogos:

Batel 0 x 2 Athletico,Estádio Waldomiro Gielinski,em Guarapuava:O furacão começou com o pé direito a caminhada para o titúlo a vitória fora de casa contra o Batel serviu para embalar o time para a sequência do Campeonato.

Athletico 0 x 0 Rio Branco,Arena da Baixada:Já a estréia diante da torcida não foi a esperada apenas um empate sonolento e sem gols contra o Rio Branco de Paranaguá porém isso não abalou o time rubro negro.

Athletico 3 x 1 Prudentópolis,Arena da Baixada:Na terceira rodada a primeira vitória em casa diante o Prudentópolis com três gols de Kléber Pereira

Athletico 3 x 2 Coritiba,Arena da Baixada:Primeiro clássico do ano foi na baixada e deu furacão com gols de Adriano Gabiru,Gustavo e Lucas no minuto final da partida foi uma loucura na arena.

Operário Ponta Grossa 0 x 2 Athletico,Germano Krüger,em Ponta Grossa:Na quinta rodada a vitima da vez foi o Operário vitória por dois a zero com gols de Silvinho e Adauto

Athletico 3 x 2 Malutrom,Arena da Baixada:Voltando jogar na baixada mais uma vitória dessa vez contra o extinto Malutrom com gols de Adauto,Silas e Alexandre

Athletico 4 x 0 Portuguesa Londrinense,Arena da Baixada:Contra a lusinha vitória tranquila por qautro gols esses anotados por Lucas duas vezes,Adauto e Júlio César.

Paraná 0 x 0 Athletico,Pinheirão:No clássico contra o Paraná nada e gols e um empate em zero a zero.

União Bandeirante 2 x 0 Athletico,Estádio Comendador Meneghel,em Bandeirantes:Primeiro e úncio revés do furacão no campeonato jogando contra o União fora de casa.

Athletico 4 x 0 Francisco Beltrão,Arena da Baixada:Reabilitação com goleada em casa gols de Luisinho Netto,Kelly,Silvinho e Alexandre.

Londrina 2 x 5 Athletico,Estádio Comendador Meneghel em Bandeirantes:Fechando a primeira fase goleada rubro negra contra o Londrina jogando em Bandeirantes já que o tubarão não pode mandar seu jogo em seu próprio estádio.


Segunda fase.

O furacão finalizou a primeira fase do campeonato com 26 pontos ganhos na primeira colocação do seu grupo três a frente do segundo colocado o Paraná Clube.Agora a caminhada seguia com a disputa da segunda fase do campeonato antes de chegar aos mata matas então vamos aos jogos da segunda fase que encaminharam de vez a campanha do titulo de 2000.

Prudentópolis 2 x 2 Athletico,Estádio Newton Agibert,em Prudentópolis:Empate na abertura da segunda fase fora de casa,gols de Luis Carlos Goiano e Silas.

Athletico 5 x 3 Rio Branco,Arena da Baixada:De volta as vitórias com grande estilo na arena goleada de 5a3 contra o Rio Branco gols de Kléber que anotou quatro vezes e Gilson Batata que marcou mais um.

União Bandeirante 1 x 4 Athletico,Estádio Comendador Meneghel:Furacão reecontra o União em Bandeirantes e dessa vez não pordoou goleada com gols de Marcos Winicius,Lucas,Gustavo e Kleber.

Athletico 3 x 1 Prudentópolis,Arena da Baixada:Vitória tranquila em casa com hat-trick de Kleber.

Rio Branco 0 x 1 Athletico,Estádio da estradinha,em Paranaguá:Jogo amarrado no litoral mais uma vez porém a vitória veio com gol de Luisnho Netto

Athletico 2 x 1 União Bandeirante,Arena da Baixada:Fechando a segunda fase vitória em acsa diante o União com gols de Kleberson e Adauto.

O furacão terminou a segunda fase igual a primeira na liderança do seu grupo com 16 pontos ganhos,sete pontos a frente do segundo colocado o Rio Branco e assim garantindo vaga nas semifinais e o adversário seria o Paraná Clube.

Ida e volta furacão não deu chances ao tricolor.

Se na primeira fase o Paraná complicou não foi assim nas semifinais,ambas as partidas foram vencidas com muita superioridade pelo rubro negro no Pinheirão e na baixada só deu Athletico que caminhou em passos largos para a grande final do campeonato.

Paraná 0 x 2 Athletico,Estádio Pinheirão:sem chances para o tricolor o furacão embalado dentro de campo foi superior no gamado do Pinheirão e col gols de Kelly e Adriano abria grande vantagem para o jogo de volta na arena podendo perder até por um gol de difernça que garantia sua presença na final.

Athletico 3 x 1 Paraná,Arena da Baixada jogo de volta:Com amapla vantagem o furacão não se intimidou e muito menos tirou o pé e Lucas foi o grande encarregado de definir a vaga na grande final marcando três vezes na baixada para a festa da torcida rubro negra que commeorou muito a aga na final que seria contra o Coritiba.


A grande final:Dois athletibas e vantagem para o furacão,e o rubro negro chega ao seu primeiro titulo dentro da baixada.

Chegou a hora da grande final do Campoenato Paranaense de 2000 duas partidas contra o Coritiba decidiriam a competição e o Athletico dono da melhor campanha tinha a vantagem de jogar por dois empates e ainda decidir na arena.

Primero jogo no Couto Pereira Coritiba 1 x 1 Athletico,Adriano abre o placar mas coxa consgue o empate:Jogando a primeira no Couto Pereira o furacão saiu na frente com gol de Adriano aos 37 do primeiro tempo porém Cléber empatou tudo para o coxa,e deixando muita emoção para a partida de volta na arena onde o furacão precisaria de apenas um empate para levantar a taça.



Ficha Técnica:

Coritiba 1 x 1 Athletico.
Estádio Couto Pereira
Data:11/06/2000

Coritiba:Gilberto;Reginaldo Araújo,Leonardo,Flávio e Renatinho;Ataliba(Carlos Zara),Veiga,Luis Carlos e Leandro Taváres;Marquinhos Cambalhota e Cléber:Téc:Paquito

Athletico:Flávio,Kléberson,Reginaldo,Gustavo e Jorginho Paulista;Luis Carlos Goiano(Cocito),Marcus Vincius,Adriano e Kelly(Silvinho);Lucas e Kléber(Silas).Tec:Vadão


Jogo da volta,gol de Gustavo e o titulo tão esperado na baixada:O jogo da volta foi repleto de emoção o Coritiba abriu o placar com Leandro Távares porém  a expulsão do zagueiro Flávio abriu brechas ao furacão.Mas o destino quis que o autor do gol do titulo fosse um zagueiro que no futuro ainda iria marcar muito seu nome na história do furacão,Gustavo( foto) aos 30 do segundo tempo usou a cabeça para ultrapassar o goleiro Gilberto e igualar tudo na baixada e esperar o apito final de um jogo histórico,tão esperado pela torcida que comemorou o primeiro título na baixada.


Ficha Técnica:

Ahletico x Coritiba
Estádio:Arena da Baixada,jogo de volta final Campeoanto Paranaense 2000
Data:17/06/2000

Athletico:Flávio,Kléberson,Reginaldo,Gustavo e Jorginho Paulista(Gilson Batata);Luis Carlos Goiano(Silvinho,Marcus Vincius,Adriano e Kelly(Silas);Lucas e Kléber.Tec:Vadão

Coritiba:Gilberto;Reginaldo Araújo,Leonardo,Flávio e Renatinho;Ataliba(Carlos Zara),Veiga,João Santos(Robert) e Leandro Taváres;Marquinhos Cambalhota(Luciano) e Cléber(Anderson):Téc:Paquito


Relembre como foi a partida que deu o titulo ao furacão:

















Outros nomes que também estavam no elenco campeão:

Nicólas-Goleiro
Fabiano-Lateral Esquerdo
Leoanardo Valença-zagueiro
Eemerson-zagueiro
Luizinho Vieira-meia
Everaldo-Volante.

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Saiba mais sobre o zagueiro Edu novo reforço do furacão


Na tarde edessa sexta feira(05)o Athletico anunciou a hegada do jovem zagueiro Edu de 19 anos de idade.O atleta revelado na base do Cruzeiro chega em defintivo ao furacão que aquiriu todo seu passe junto ao clbe mineiro,al´me do furacão o jovem jogador recebeu sondagens do PSV da Holanda porém o furacão foi mais rápido e garantiu a contratação do zagueiro.Com a camisa rubro negra Edu terá uma concorrência de peso pois al´me do experiente Thiago Heleno o jogador terá os jovens Lucas Halter e Luan Patrick,além do também recém contratado Felipe Aguilar.

Além disso o jogador irá reencontrar dois velhos conhecidos Lucas Halter que foi seu companheiro nas categorias de base da seleção,e o meia Marquinhos Gabriel com quem atuou enquanto esteve na equipe mineira.A chegada de Edu também simboliza a permnência de atuação do Athletico no mercado da bola já que a chegada de jovens jogadores seguem sendo prioridade para o clube que busca além de qualidade individual,atletas que possam oferecer um alto retorno no futuro para o clube e assim Edu se encaixa muito bem dentro desse perfil.

Ficha Técnica

Edu Posição: Zagueiro Nome completo: Lucas Eduardo Ribeiro de Souza Data de nascimento: 16/06/2000 [19 anos] Local de nascimento: Belo Horizonte-MG Número da camisa: 14 Equipe que defendeu: Cruzeiro Títulos: Sul-Americano Sub-15 [2015] e Campeonato Mineiro Sub-20 [2018]. 

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Jogo elétrico e a tarde de Finazzi Athlético 5x4Cruzeiro-2005


Esse é das antigas mas vale muito a pena relembrar a história aconteceu no dia 06 de agosto de 2005 as 16 horas na Arena da Baixada,na ocasião jogo válido pela décima oitava rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano.Teoricamente era pra ser apenas mais um jogo do campeonato de um lado o Cruzeiro sempre poderoso com grandes nomes como o ídolo rubro negro Adriano Gabiru e Kelly que defendiam a raposa naquele jogo.Do outro lado o furacão que buscava se encontrar na competição após a perda do titulo da Libertadores.

Em meio a isso poucas esperavam um jogo tão maluco igual seria,o furacão comandado por Antônio Lopes tinha uma equipe sólida comandada na defesa pelo zagueiro e lateral Marcão mas que nesse dia teria em outro jogador o grande destaque alguém que ali estava para fazer só que fez nessa partida gols esse foi Finazzi que deixou um "hat-trick"na meta do Cruzeiro e foi fundamental para a vitória eletrizante na arena.

A história do jogo:

O começo de jogo ja avisava o que seria a tarde de futebol na baixada,isso por que logo a 1 minuto de jogo o Colombiano David Ferreira é derrubado na área,e o juiz não teve dúvidas assinalou pênalti para o rubro negro.Na cobrança Alan Bahia mais uma vez impecável bateu sem chances para o Goleiro Fábio.O jogo era alucinante e a raposa não perdeu tempo para dar a resposta,logo aos 14 minutos Louzada ganha dividida pelo lado esquerdo e cruza na cabeça de Adriano Gabiru que manda para rede e deixa tudo igual.

Era isso o jogo não parava nã dava o direito nem de piscar os olhos,e aos 22 minutos Finazzi começa a brilhar na baixada após cobrança de escanteio de Jancarlos a zaga cruzeirense não tira e a bola sobra na cabeça do artilheiro da tarde,que manda pra rede e coloca o furacão outra vez em vantagem.Já na segunda etapa a história não foi diferente um jogo insano que parecia se encaminhar para um desfecho final aos 5 minutos do segundo tempo,quando após levantmento na área Marcão tenta de cabeça Fábio espalma e Finazzi pega a sobra e marca o segundo dele na partida o terceiro do rubro negro.

Reação da raposa

Mas nada estava definido três minutos após o gol do furacão uma jogada trabalhada entre Maurinho e Gabiru terminava em uma finalização certeira de Kelly e assim colocando o time mineiro novamente na partida.Já aos 16 minutos ele Finazzi aparece mais uma vez Fabricio solta a bomba de fora da área Fábio dá rebote e artilheiro marca o treceiro dele na partida quatro a dois furacão,tudo resolvido agora?errado vinha mais emoção por ai.Aos 20 minutos da etapa final depois de um bate rebate na área a zaga rubro negra não tira e o perigo e Adriano Louzada aproveita para mandar rede e marcar o terceiro da raposa.

Um minuto de pois veio o empate dos mineiros,após tabela com Adriano Louzada o ex rubro negro recebe na área e manda sem chances para Diego e deixa tudo igual na baixada quatro a quatro.Será que acabou?nada foi até o último minuto e dessa vez quem decidiu foi outro atacante e atendia por nome de Schumacher o jovem atacante revelação do furacão na temporada.Aos 50 minutos após cobrança de escanteio o atacante mata no peito dentro da pequena área e fuzila pro fundo do gol do goleiro Fábio os cruzeirense até ameaçaram um reclamação de um toque de mão mas o gol da vitória foi confirmado na baixada.

Ficha tecnica:

Athletico x Cruzeiro-Brasileirão 2005
Local:Arena da Baixada,em Curitiba
Data:06/08/2005
Horário:16h

Athlético:Diego,Jancarlos,Paulo André,Danilo e Marcão;Ferreira(Schumacher),Evandro(expulso),Alan Bahia(Ticão) e Cocito(Andrë Rocha);Fabricio e Finazzi.Tec:Antônio Lopes.

Cruzeiro:Fábio;Marcelo Batatais(Leandro),Moisés Moura,Patrick e Maurinho;Wagner(Diego Clementino),Fabio Santos e Maldonado;Adriano Louzada,Kelly e Adriano Gabiru(Weldon).Tec:Paulo Cesar Gusmão.

Veja os gols do jogo:



terça-feira, 26 de maio de 2020

Obrigado Robson Bambu!


Gratidão essa é a palavra que fica da torcida athleticana para Robson Bambu,o zagueiro das pernas longas que chegou em meio a tanta desconfiança aos poucos foi se tornando peça chave na defesa rubro negra.Na sequência da temporada o zagueiro de 22 anos vai irá defender outras cores dessa vez fora do Brasil um dos destaques do furacão vai defender o Nice da França em uma negociação que deve chegar a 50 milhões de reais.Robson Bambu chegou ao furacão junto ao Santos onde não havia renovado seu contrato e assim ficou a custo zero para vir ao rubro negro.

No inicio foi complicado o jovem zagueiro cometia muitos erros,era cobrado nos jogos pela torcida mesmo quando atuava na equipe de aspirantes que jogava o estadual.porém aos poucos o jogador foi conquistando seu espaço na equipe titular entre saídas e vindas na equipe com isso Bambu acabou se tornando uma das peças chaves do time se destacando ainda mais nas finais da Copa do Brasil onde foi perfeito nas duas partidas.As ótimas atuações com a camisa rubro negra também o renderam com a convocação para a seleção olímpica onde chamou ainda mais a atenção.

No total Robson Bambu fez 26 jogos com a camisa rubro negra,contando equipe principal e aspirantes com isso o jogador se torna a maior transferência  do clube em para zagueiros da história já que até então nenhum outro jogador da posição havia saído por um valor tão alto.A torcida rubro negra sempre lembrará com carinho o que Robson Bambu fez com a camisa do furacão em sua passagem pelo clube,desde seu inicio com desconfiança ate sua volta por cima sendo um dos grandes nomes da equipe.OBRIGADO BAMBU!

quarta-feira, 20 de maio de 2020

O dia que Adauto deu o recado.


Dia 20 de Abril de 2002 essa era a data Copa Sul Minas era a competição,a tarde daquele sábado ficou marcada por uma virada que se transformou em uma goleada histórica.O duelo contra o Grêmio em Porto Alegre era o primeiro do confronto das semifinais do extinto torneio e tinha o rubro negro como atual campeão do Brasil,ainda com alguns nomes importantes como Kléberson e Alex Mineiro.Dou outro lado um tricolor gaúcho com nomes badalados do futebol como os meio campistas Zinho e Rodrigo Fabri,o atacante Grafite além do técnico Tite no banco de reservas pelo do furacão Geninho seguia no comando.Porém em meio a tantos nomes reconhecidos nacionalmente quem veio a brilhar naquela tarde no estádio Olimpico era alguém nem tão badalado assim,o atacante Adauto na época uma promessa do rubro negro iniciava aquela partida no banco de reservas e de lá  ele saiu para substituir Ilan e entrar para a História.

No começo tudo parecia ser complicado.

O começo de jogo foi totalmente diferente do que seria o fim dessa história isso por logo aos 15 minutos de jogo Rodrigo Fabri arriscou de fora área e acertou um chute indefensável para Flávio e abriu o placar para o time gaúcho.O time da casa era melhor até então e o furacão parecia ter sentido o gol logo no inicio,porém aos poucos o rubro negro equilibrou as ações e chegou a igualdade aos 28 minutos da primeira etapa com Adriano Gabiru que recebeu em velocidade nas costas da defesa gremista e mandou pro fundo do gol do goleiro Eduardo Martini.Após o gol o rubro negro era superior no restante do tempo porém a bola não entrou mais e tudo ficou para etapa final.



Adauto arrasador e virada histórica em Porto Alegre.

Para todos que acompanharam a primeira etapa jamais poderia imaginar que o desfecho da partida seria outro,no segundo tempo Geninho opta por colocar Adauto na partida na época um jogador que buscava espaço no time em meio a um elenco campeão no ano anterior.E não demorou muito para Adauto começar a mudar o rumo das coisas logo aos 9 minutos de jogo o atacante rubro negro recebeu cruzamento perfeito de Alex Mineiro e de cabeça virou a partida 2a1 Athletico.Aos 12 minutos o time da casa teve a oportunidade de igualar o marcador novamente porém além de Adauto o furacão também tinha a sorte ao seu lado,pois Zinho desperdiçou uma cobrança de pênalti para os gremistas.

Aos 15 minutos adivinhem que aparece novamente?ele Adauto mais uma vez usando a cabeça aumentava o placar para 3a1 apavorando de vez o time da casa,parou por ai?que nada o show estava apenas começando logo após o segundo gol anotado por Adauto,Rodrigo Fabri e Fábio Baiano foram expulsos pelo lado gremista o que facilitou ainda mais o trabalho do furacão na partida.Aos 35 minutos Alex Mineiro sofre pênalti ele mesmo cobra e marca o quarto gol do rubro no Olímpico.Calma que ainda não acabou o cara da tarde queria fechar terminar a história com chave de ouro ele Adauto pela terceira vez aos 41 minutos da etapa final,recebeu em velocidade no meio da defesa e chutou na saída do goleiro gremista dando números finais a partida incrível em Porto Alegre 5a1 furacão.

A partida de volta na arena ficou empata em 2a2 resultado que garantiu a vaga do furacão na decisão da competição contra o Cruzeiro.O titulo não veio é verdade mas o capitulo do histórico 5a1 em Porto Alegre com o show de Adauto nunca sairá da memória de cada torcedor Athleticano que sem dúvidas terá o maior prazer de relembrar e contar essa história várias e várias vezes pois foi um dia inesquecível e para muitos improvável principalmente pelo resultado e ainda marcado por um atacante que até então buscava seus espaço em meio a tantos campeões e que conseguiu em uma tarde marca seu nome na história.

Reveja os gols da partida histórica.