sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Atlético anuncia a contratação do atacante Rony.


Após quarenta dias de espera e um longo embrólio jurídico finalmente o Atlético conseguiu anunciar a chegada do atacante Rony de 23 anos,treinando a um mês no CT do Caju o atleta finalmente foi regularizado teve seu nome publicado no BID da CBF e já fica a disposição para a partida contra o Bahia no próximo domingo.A última equipe de Rony foi o Albirex Nigata do Japão já no futebol brasileiro,o atleta acumula passagens por Remo,Cruzeiro e Náutico a seguir confira a ficha completa do novo atacante rubro negro.

Ficha Técnica:

Nome: Ronielson da Silva Barbosa
Posição: Atacante
Data de nascimento: 11/05/1995
Local de nascimento: Magalhães Barata (PA)
Clubes em que atuou: Remo (PA); Cruzeiro (MG), Náutico (PE) e Albirex Nigata (Japão)
 

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Atlético contrata o diretor de futebol Rui Costa.


O Atlético anunciou a contratação do diretor de futebol Rui Costa de 47 anos o profissional chega para assumir o cargo que a algum tempo está vago no clube,Rui Costa tem passagens pro Grêmio e por último comandou o futebol da Chapecoense onde conseguiu levar a equipe catarinense a Liberadores,já apresentado o profissional já está trabalhando no CT do Caju.

Atlético derrota o Vasco e sobe na tabela.


Jogo foi sofrido e duro,mais a vitória veio,na noite dessa quarta feira o rubro negro derrotou o Vasco por 1a0 na arena.Com um gol, anotado por Raphael Veiga na segunda etapa o furacão conseguiu manter o resultado,mesmo sem repetir as boas atuações das partidas anteriores na próxima rodada,o furacão terá mais um compromisso em casa diante o Bahia.

O JOGO:


 Empurrado pelo torcedor, o Furacão começou a partida com mais ação. Aos dois minutos, Wellignton arriscou o chute de longe, direto pela linha de fundo. Aos cinco minutos, Raphael Veiga cobrou escanteio na mediada para Zé Ivaldo, que subiu na área e testou para fora, com perigo. A equipe carioca estava acuada em seu campo de defesa.
O Vasco chegou pela primeira vez com força aos 13 minutos, após levantamento de Pikachu que Vinícius Araújo aproveitou para bater fraco, à direita da meta atleticana. A pressão inicial do time da casa não se transformou em gols e, com isso, o Rubro-Negro tocava mais a bola, mantendo a posse e esperando por espaços. Santos quase se complicou, aos 25 minutos, entregando a bola nos pés de Vinícius Araújo, que ainda tirou Zé Ivaldo da jogada antes de bater para fora.
A equipe cruzmaltina também se complicou na saída de bola, aos 27 minutos, dando o contra-ataque nos pés de Pablo, que invadiu a área e chutou cruzado para boa defesa de Martín. Aos 31 minutos, Pikachu bateu escanteio e a bola sobrou para Raul, que tentou duas vezes antes de parar no goleiro atleticano. Tiago Nunes foi obrigado a queimar a primeira mudança aos 40 minutos, com Marcinho saindo lesionado para entrada de Plata.
Para a etapa final, as equipes retornaram sem novidades. Logo no primeiro lance, Renan Lodi chegou pela esquerda e cruzou para o meio da área. Bruno Silva desviou para trás e quase mandou contra o próprio patrimônio. Aos dois minutos, Veiga cobrou escanteio e Léo Pereira ajeitou para Zé Ivaldo completar pela linha de fundo. A pressão e Ra forte e, aos quatro minutos, Zé Ivaldo aproveitou cobrança de falta de Raphael Veiga para desviar no travessão.
O Furacão tentou até que, aos 18 minutos, Léo Pereira fez o cruzamento e Raphael Veiga apareceu para abaixar e testar para o fundo da rede e abrir o placar. O Vasco tentou dar o troco, aos 24 minutos, com Pikachu aproveitando lançamento para entrar na área e bater no cantinho para boa defesa de Santos.
A equipe visitante tentava chegar mais ao ataque, ainda acreditando no empate, mas o Rubro-Negro se fechava bem, apostando nos contra-ataques para matar o jogo. Aos 31 minutos, Thiago Galhardo lançou Vinícius Araújo, que não conseguiu o domínio e desperdiçou boa oportunidade. Aos 35 minutos, Andrey cobrou falta e Santos fez grande defesa. O Atlético apenas administrava o resultado, deixando o tempo passar. Aos 46 minutos, Lodi tentou fazer fila e foi cortado antes do arremate. E ficou nisso.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 1 X 0 VASCO DA GAMA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 29 de Agosto de 2018, quarta-feira
Horário: 19:30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
Cartões amarelos: Léo Pereira (Atlético-PR); Luiz Gustavo, Vinícius Araújo (Vasco)
Gols
ATLÉTICO-PR: Raphael Veiga, aos 18 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho González (Bruno Guimarães) e Raphael Veiga; Marcinho (Plata), Bruno Nazário (Márcio Azevedo) e Pablo.
Técnico: Tiago Nunes
VASCO: Martín Silva, Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Leandro Desábato (Thiago Galhardo), Yago Pikachu, Raul, Vinícius Araújo e Andrey (Moresche); Andrés Ríos (Kelvin)
Técnico: Alberto Valentim.
Veja o gol da vitoria atleticana.



terça-feira, 28 de agosto de 2018

Atlético recebe o Vasco para se afastar de vez da ZR.


Na noite dessa quarta feira o furacão recebe o Vasco na arena,no primeiro das duas partidas atrasadas do furacão no campeonato e embalado pela ótima fase o furacão vai para mais um confronto direto já que a equipe caroca está a dois pontos a frente do rubro negro,e uma vitória nessa quarta faz o furacão ultrapassar a equipe do Rio de Janeiro na tabela.Para a partida ao técnico Tiago Nunes terá apenas uma mudanças em relação aos jogos anteriores.

O TIME:

Para a partida a principal ausência será o meia Nikão que suspenso fica de fora,sendo assim Bruno Nazário pela primeira vez deve começar como titular na equipe atleticana,no restante a tendência é que o furacão não tenha novidades desa forma o time que vai a campo deve ser:Santos;Jonathan,Léo Pereira,Zé Ivaldo e Renan Lodi;Wellington,Lucho,Bruno Nazário,Raphael Veiga e Marcinho;Pablo.

O Vasco:

A equipe carioca vem embalada pela vitoria no fim de semana em casa contra a Chapecoense,além disso terá novidades no banco de reservas Alberto Valentim fará sua estreia no comando vascaíno,e logo de cara o treinador tem problemas a principal é a ausência do principal atacante da equipe o argentino Maxi Lopez que está suspenso a tendência é que Andrés Rios assuma a vaga no ataque,no restante o Vasco deve ir a campo com:Martin Silva;Lenon;Luiz Gustavo,Bruno Silva e Henrique;Leandro Desábato,Yago Pikachu,Raul,Wagner e Andrey;Andrés Rios.




Ficha Técnica:

ATLÉTICO-PR X VASCO DA GAMA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 29 de Agosto de 2018, quarta-feira
Horário: 19:30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo D’alonso Ferreira (SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho González e Raphael Veiga; Marcinho, Bruno Nazário e Pablo.
Técnico: Tiago Nunes
VASCO: Martín Silva, Lenon, Luiz Gustavo, Bruno Silva e Henrique; Leandro Desábato, Yago Pikachu, Raul, Wágner e Andrey; Andrés Ríos
Técnico: Alberto Valentim
Relembre o último confronto entre furacão e Vasco.

domingo, 26 de agosto de 2018

Atlético vira pra cima do Grêmio e deixa a ZR.


Em mais uma ótima presentação o furacão derrotou o Grêmio de virada na arena da baixada por 2a1,mesmo saindo atrás do placar após sofrer um gol em um pênalti inexistente para o time gaúcho o rubro negro não se abalou e chegou a igualdade minutos depois com um golaço anotado por Pablo,e por fim na etapa final outro belo gol anotado por Jonathan garantiu a vitória atleticana que tira a equipe da zona de rebaixamento.Na próxima rodada o furacão recebe novamente n arena o Vasco da Gama.

O JOGO:

foi o Grêmio quem começou o jogo mais ligado e abafando os mandantes. Logo aos quatro minutos, Cícero deu ótimo lançamento para Pepê, que recebeu na velocidade às costas da zaga e deu um toque na saída de Santos, mas a bola explodiu na trave.
Com sete jogados, porém, a sorte do Furacão teve uma pausa. Leonardo cobrou falta para a área, Léo Pereira e Paulo Miranda se enroscaram, o zagueiro gremista caiu com o contato do rival, e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Cícero mandou para as redes.
A resposta atléticana, porém, veio rápido. Aos 12, Pablo recebeu dentro da área, de costas para a meta, girou sobre Bressan e chutou de pé direito no ângulo de Paulo Victor para notar um golaço na Arena. E assim, o Furacão passou a dominar a partida.
Os donos da casa controlaram as ações contra os reservas gremistas, mas pouco criaram, salvo chutes de fora da área e cobranças de escanteio de Marcinho, sempre com perigo. Na etapa final, porém, a insistência finalmente deu resultado.
Com 24 jogados, Jonathan anotou seu terceiro gol em 63 jogos pelo Atlético-PR. O lateral tabelou com Bruno Nazário e saiu às costas de Marcelo Oliveira dentro da área. Cara a cara com Paulo Victor, o camisa 2 deu apenas um toquinho para definir o marcador.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 2 X 1 GRÊMIO
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data:  25 de agosto de 2018, sábado
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Público: 13.577 pessoas
Cartões amarelos: Nikão e Bruno Nazário (ATLÉTICO-PR); Paulo Miranda e Marinho (GRÊMIO)
GOLS
ATLÉTICO-PR: Pablo, aos 12 minutos do primeiro tempo; Jonathan, aos 24 minutos da etapa final
GRÊMIO: Cícero, aos oito minutos da etapa inicial
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington (Bruno Guimarães) e Lucho González; Raphael Veiga (Márcio Azevedo), Marcinho e Nikão (Bruno Nazário); Pablo.
Técnico: Tiago Nunes
Grêmio: Paulo Victor, Leonardo, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Thaciano (Lincoln), Cícero, Marinho (Thonny Anderson), Douglas (Jean Pyerre) e Pepê; Alisson
Técnico: Renato Portaluppi
Veja os gols do Jogo:



sábado, 25 de agosto de 2018

Em busca de mais uma vitória furacão recebe o Grêmio.


Na noite desse sábado o furacão recebe o Grêmio na arena da baixada,após uma semana cheia para trabalhar após a partida contra a Chapecoense ser adiada devido ao mau tempo em Chapecó. Com isso o furacão abre uma sequência de três jogos em casa para sair da zona de rebaixamento o primeiro é contra o time gaúcho que eve entrar em campo com uma equipe reserva já o furacão deverá repetir a mesma equipe das últimas partidas.

O TIME:

Para a partida o furacão deve ter  a formação que entraria em campo no meio da semana,o técnico Tiago Nunes tem a volta do zagueiro Thiago Heleno que recuperado de lesão fica a disposição,porém Zé Ivaldo e Léo Pereira devem seguir como titulares na defesa no restante o furacão deve ir a campo com:Santos;Jonathan,Léo Pereira,Zé Ivaldo e Renan Lodi;Lucho,Wellington,Nikão,Raphael Veiga e Marcinho;Pablo.

O Grêmio:

Pensando no confronto pela Libertadores no meio de semana o técnico Renato Portaluppi optou por mandar um time reserva a Curitiba com isso jogadores como Douglas,Thaciano,Jael e Bressan devem ganhar nova oportunidade na equipe gaúcha dessa forma o Grêmio já está definido para encarar o furacão com a seguinte formação:Paulo Victor;Léo Gomes,Paulo Miranda,Bressan e Marcelo Oliveira;Cicero,Marinho,Douglas,e Alisson;Jael(Thonny Anderson).

Ficha Técnica:

ATLÉTICO-PR X GRÊMIO
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data:  25 de agosto de 2018, sábado
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Lucho González e Raphael Veiga; Marcinho, Nikão e Pablo.
Técnico: Tiago Nunes
Grêmio: Paulo Victor, Léo Gomes, Paulo Miranda, Bressan e Marcelo Oliveira; Thaciano, Cícero, Marinho, Douglas e Alisson; Thonny Anderson.
Técnico: Renato Portaluppi.
Relembre o furacão e Grêmio no primeiro turno:



domingo, 19 de agosto de 2018

Atlético goleia o Flamengo e garante mais três pontos no Brasileirão.


O Furacão precisou de apenas vinte minutos para derrotar com autoridade o Flamengo na manhã desse domingo na arena,com gols de Pablo,Raphael Veiga e Zé Ivaldo furacão não deu chances ao time carioca e ganhou com tranquilidade.Na próxima rodada o furacão vai até Chapecó enfrentar a Chapecoense na abertura do segundo da competição.

O JOGO:

O Furacão, precisando da vitória em casa, começou a partida com maior posse de bola, tentando impor seu ritmo. O Flamengo tentava iniciar uma pressão, mas era bem debelada pela defesa atleticana. Aos oito minutos, Everton Ribeiro abriu espaço e arriscou o primeiro tiro, em cima da defesa. Na resposta, aos nove, Marcinho cobrou falta rasteira e Pablo apareceu para desviar e abrir o placar.
O Rubro-Negro carioca tentou dar o troco imediatamente, com Rodinei mandando uma bomba para grande defesa e Santos, que voltou a trabalhar para operar um milagre no rebote de Vitinho. Aos 16 minutos, Marcinho recebeu na área e cruzou para Pablo, que parou em César. Na sobra, no entanto, Raphael Veiga aproveitou para balançar a rede. O Atlético imprimia um ritmo forte e, aos 20 minutos, Raphael Veiga cobrou escanteio para Zé Ivaldo subir na área e testar para o gol e marcar o terceiro.
Desfalcado, o Flamengo não conseguia se encontrar em campo e, após a blitz sofrida buscava diminuir o ritmo do jogo. Aos 30 minutos, Willian Arão fez o cruzamento da direita e Everton Ribeiro, no rebote, isolou a bola. Sem muita opção para jogar, Willian Arão chutou de muito longe, aos 37 minutos, para defesa tranquila de Santos. Thuler ficou sem a bola, aos 44 minutos, e Marcinho aproveitou para chutar rasteiro, nas mãos de César.
Para a próxima rodada, a equipe carioca retornou com Marlos no lugar de Willian Arão. Aos três minutos, Vitinho recebeu na entrada da área, buscou a finta, mas ficou sem a bola. Na resposta, aos quatro minutos, Lucho pegou rebote e chutou colocado para boa defesa de César. Boa tentativa flamenguista, aos 10 minutos, com Rodinei pegando de primeira para intervenção difícil de Santos.
Timidamente o Flamengo chegava mais ao ataque, Aos 17 minutos, Vitinho recebeu pelo lado esquerdo da área e arriscou o chute para mais uma defesa de Santos. O Furacão diminuiu o ritmo, mas quando chegava era com perigo. Aos 24 minutos, Nikão pegou um bonito chute e carimbou a trave. Na sequência, escanteio para a equipe visitante, Vitinho cobrou e Marlos subiu para testar por cima da meta.


A torcida atleticana chegou a soltar o grito de gol aos 29 minutos, em cobrança de falta de Marcinho, que bateu na rede pelo lado de fora. O Furacão administrava bem, com o técnico Tiago Nunes se dando ao luxo de tirar de campo os jogadores pendurados. Estreante, Plata, logo em seu primeiro lance, aos 36 minutos, desviou a bola na área e acertou a trave. O Flamengo ainda tentou chegar ao gol, primeiro com Lincoln, de cabeça e, na sequência, com Vitinho, chutando de longe, mas Santos trabalhou bem para segurar o placar.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 3 X 0 FLAMENGO
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 19 de Agosto de 2018, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza
Cartões amarelos : Pablo, Léo Pereira, Zé Ivaldo (Atlético-PR); Vitinho (Flamengo)
Gols
ATLÉTICO-PR: Pablo, aos 09 minutos, Raphael Veiga, aos 16 minutos e Zé Ivaldo, aos 20 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington e Lucho González (Bruno Guimarães); Raphael Veiga (Bruno Nazário), Nikão (Anderson Plata) e Marcinho; Pablo.
Técnico: Tiago Nunes
FLAMENGO: César; Rodinei, Léo Duarte, Thuler e Renê; Cuéllar, Willian Arão (Marlos), Luicas Paquetá e Éverton Ribeiro (Geuvânio); Uribe (Lincoln) e Vitinho
Técnico: Maurício Barbieri
Veja os gols da goleada do furacão:


sábado, 18 de agosto de 2018

Em busca dos três pontos,furacão recebe o Flamengo na arena.


Na manhã desse domingo o rubro negro recebe na arena da baixada,o vice líder do brasileirão Flamengo.Na luta pra sair da ZR o furacão precisa dos três pontos para ficar próximo da saída da zona de rebaixamento já que com os resultados de início de rodada impedem que o furacão saia da ZR mesmo derrotado o time carioca.Para a partida o técnico Tiago Nunes ainda não confirmou oficialmente que vai a campo mas ao menos uma mudança na equipe titular é certa.

O TIME:

Para a partida o principal desfalque será o atacante Marcelo Cirino que com uma lesão na coxa desfalca o rubro negro por no minimo um mês.Por outro lado o zagueiro Thiago Heleno recuperado de lesão fica a disposição e briga por uma vaga na zaga com Wanderson.Quem também fica a disposição é o atacante colombiano Anderson Plata que chegou recentemente e com seu nmoe divulgado no BID fica a disposição,dessa o foram o rubo negro deve ir a capo com a seguinte formação.:Santos;Jonathan,Wanderson(Thiago Heleno),Léo Pereira e Renan Lodi;Bruno Guimarães,Wellington,Marcinho,Raphael Veiga e Nikão;Pablo(Bergson).

O Flamengo:

Na luta para recuperar a liderança da competição,o Flamengo vem com força máxima para enfrentar o furacão,apesar de um calendário puxado o técnico Mauricio Barbieri dispensou a possibilidade de poupar atletas e veio com elenco completo para Curitiba a única baixa da equipe carioca está no ataque,j´que Henrique Dourado suspenso dá lugar a Uribe sendo assim o Flamengo vai a campo com:Diego Alves;Rodinei,Réver,Léo Duarte e Renê;Cuéllar,William Arão,Lucas Paquetá,Everton Ribeiro e Vitinho;Uribe.

Ficha Técnica:

ATLÉTICO-PR X FLAMENGO-RJ
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 19 de agosto de 2018 (Domingo)
Horário: 11h(de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)
ATLÉTICO: Santos, Jonathan, Wanderson (Thiago Heleno), Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães, Raphael Veiga, Nikão e Marcinho; Pablo (Bergson)
Técnico: Tiago Nunes
FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Léo Duarte, Réver e Renê; Gustavo Cuéllar, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro, Diego e Vitinho; Fernando Uribe 
Técnico: Maurício Barbieri.
Relembre furacão e Flamengo em 2017.

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Reforço:Atlético anuncia a chegada do atacante colombiano Anderson Plata.


O furacão segue se reforçando para sequência da temporada,nessa quarta feira o rubro anunciou a chegada do atacante colombiano Anderson Plata de 27 anos o jogador chega para ser mais uma opção para o ataque a disposição do técnico Tiago Nunes.O jogador vem do Independiente Santa Fé da Colômbia em tem como principal característica a velocidade o atleta já teve seu nome publicado no BID e fica a disposição para  a disputa do Campeonato Brasileiro,já pela Copa Sul-Americana o jogador não ficará disponível por já ter atuado por essa competição pelo seu ex clube.A seguir confira a ficha completa do novo reforço atleticano.

Ficha Técnica:

Anderson Plata
Posição: Atacante
Nome completo: Anderson Daniel Plata Guillén
Data de nascimento: 8/11/1990 [27 anos]
Local de nascimento: Villanueva [Colômbia]
Clubes em que passou: Valledupar [Colômbia], Deportivo Pereira [Colômbia], Daejon Citizen [Coreia do Sul], Millonarios [Colômbia], Atlético Huila [Colômbia] e Independiente Santa Fe [Colômbia]
Títulos conquistados: Campeonato Colombiano (2016), Copa Suruga (2016) e Superliga da Colômbia (2017)

domingo, 12 de agosto de 2018

Em jogo fraco Atlético no zero com o Ceará.


Em jogo com poucas emoções o furacão não saiu de um empate sem gols com o Ceará em Fortaleza,mesmo com mais volume de jogo e criando algumas boas oportunidades a parte física pesou e furacão voltou para Curitiba com um ponto na bagagem.Na próxima rodada o furacão recebe na arena da baixada o Flamengo.

O JOGO:

Precisando da vitória na abertura da 18ª rodada, Ceará e Atlético-PR não tiveram tanta timidez para atacar no primeiro tempo – ainda que esbarassem em seus obstáculos técnicos habituais. As equipes protagonizaram uma etapa inicial equilibrada, com chances de gol dos dois lados do campo.
Aos nove minutos, Bergson assustou o Ceará a subir livre de marcação dentro da área e completar uma cobrança de escanteio de Raphael Veiga com uma cabeçada para fora. Passou perto. A resposta dos donos da casa veio pouco depois, quando Arthur deu um passe de calcanhar e Leandro Carvalho finalizou em cima do goleiro Santos.
Antes do intervalo, o próprio Arthur deu trabalho ao adversário com um chute de fora da área. Pelo Atlético-PR, Bergson testou também o goleiro Éverson dessa forma, mas com a bola parada. Errou o alvo outra vez.
No segundo tempo, Ceará e Atlético-PR continuaram a se alternar no ataque, e os dois técnicos resolveram entrar em ação para colaborar. No time da casa, Cardona, Calyson e Felipe Azevedo substituíram Ricardinho, Juninho Quixadá e Leandro Carvalho. Do outro lado, o Atlético-PR já havia trocado o lesionado Marcelo Cirino por Nikão na primeira etapa e tentou ser mais criativo com Bruno Nazário na vaga de Raphael Veiga. O último a entrar foi o argentino Lucho González, na vaga de Bruno Guimarães.
Àquela altura, o ritmo de Ceará e Atlético-PR já não era mais o mesmo. As duas equipes só se mostraram um pouco mais intensas em lances esporádicos dos minutos derradeiros, quando o 0 a 0 estava próximo de ser sacramentado.
Ficha Técnica:
CEARÁ 0 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE)
Data: 11 de agosto de 2018, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Cartões amarelos: Leandro Carvalho, Tiago Alves e Richardson (Ceará); Renan Lodi, Raphael Veiga e Wanderson (Atlético-PR)
CEARÁ: Éverson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Richardson, Edinho e Ricardinho (Cardona); Juninho Quixadá (Calyson), Arthur e Leandro Carvalho (Felipe Azevedo)
Técnico: Lisca
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Wanderson, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães (Lucho González) e Raphael Veiga (Bruno Nazário); Marcelo Cirino (Nikão), Berson e Marcinho
Técnico: Tiago Nunes
Veja os melhores momentos do jogo:


sábado, 11 de agosto de 2018

Em confronto direto Atlético enfrenta o Ceará em Fortaleza.


Na tarde desse sábado o furacão tem mais um confronto importante pelo Campeonato Brasileiro,as 16 horas no estádio Presidente Vargas em Fortaleza o rubro negro encara o Ceará em um confronto direto dentro da zona de rebaixamento.Embalado pela épica vitória no meio de semana contra o Penãrol o furacão busca manter a boa fase e vencer seu concorrente direto jogando novamente fora de casa para se aproximar da saída da zona da degola e para a partida o furacão deve ter três mudanças na equipe titular.

O TIME:

Pensando também na parte física o técnico Thiago Nunes fará três mudanças na equipe,começando pela zaga onde Wanderson deve retornar na vaga de Zé Ivaldo,outra mudança será no meio de campo com Lucho González que dessa vez iniciará no banco de reservas assim,Wellington volta ao meio de campo ao lado de Bruno Guimarães e por fim no ataque Bergson ganha a vaga de Pablo que está suspenso.Dessa forma o rubro negro já está definido para o confronto em Fortaleza com a seguinte formação:Santos;Jonathan,Wanderson,Léo Pereiera e Renan Lodi;Wellington,Bruno Guimarães,Marcinho,Raphael Veiga e Marcelo Cirino;Bergson.


O Ceará:

Embalado pelos últimos resultados o Vozão aposta na boa fase e na força da sua torcida que deve mais uma vez lotar o estádio Presidente Vargas.Para a partida o técnico Lisca deve manter a mesma base da equipe que empatou com o Santos no meio de semana sendo que a única novidade deve ser a entrada de Cardona no meio de campo,dessa forma o Cerá deve ter a seguinte formação para a partida:Everson;Fabinho,Tiago Alves,Luiz Otávio e João Lucas;Richardson,Edinho,Leandro Carvalho,Juninho Quixadá e Cardona;Arthur.


Ficha Técnica:


CEARÁ X ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Presidente Vargase, em Fortaleza (CE)
Data: 11 de Agosto de 2018, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
CEARÁ: Everson, Fabinho, Tiago Alves, Luiz Otávio e João Lucas; Edinho, Richardson e Leandro Carvalho; Juninho Quixadá, Cardona e Arthur
Técnico: Lisca
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Wanderson, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington e Bruno Guimarães; Marcelo, Raphael Veiga e Marcinho; Bergson
Técnico: Tiago Nunes
Relembre o último confronto entre furacão e Ceará pelo brasileirão.

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Atlético atropela o Penãrol e segue na Sul-Americana.


O furacão foi até  Uruguai e confirmou sua classificação as oitavas de final da Copa Sul-Americana,e foi no maior estilo furacão goleada de 4a1 contra o Penãrol em pleno estádio Campeón del Siglio.Com gols de Léo Pereira,Marcinho,Nikão e Bruno Guimarães o furacão atropelou o seu adversário e garantiu a classificação.Na próxima fase o furacão vai encara o Caracas da Venezuela.

O JOGO:

Os uruguaios começaram na pressão. Logo aos dois minutos, Estoyanoff pegou sobra de bola na entrada da área e fuzilou para grande defesa de Santos. Na sobra, Cristian Rodríguez não alcançou a bola. O troco veio na sequência, com Renan Lodi chegando ao fundo e cruzando para Cirino, que não chegou até a bola a tempo. Mas, aos seis minutos, Léo Pereira aproveitou cobrança de falta para no meio da área e desviou do goleiro, abrindo o placar para a equipe brasileira.
O Peñarol sentiu o gol e se desorganizou, ainda que continuasse a buscar o primeiro gol. Aos 14 minutos, Rojo arriscou o chute cruzado, de longe, e Santos fez a defesa com tranquilidade. Aos 16 minutos, Pablo recebeu de frente para o gol e chutou forte, mas no meio, obrigando Dawson a trabalhar. O Atlético segurava bem a bola no pé, deixando o tempo passar sem sofrer na defesa.
O Furacão tentava utilizar a velocidade de Marcelo Cirino, como aos 29 minutos, em lançamento de Rafael Veiga. A arbitragem, no entanto, parou o lance para marcar impedimento. Cruzamento na mediada para Estoyanoff, aos 34 minutos, e a cabeçada saiu perfeita, parando em ótima defesa de Santos.
Para a etapa final, o Peñarol voltou com Franco Martínez no lugar de Giovanni González. No primeiro ataque, Estoyanoff ensaiou uma bicicleta no meio da área, mas tocou completamente sem direção. O troco veio com Pablo, que partiu em velocidade, invadiu a área e tocou rasteiro para grande defesa e Dawson. Mas, aos seis minutos, Marcinho recebeu passe açucarado de Pablo e tocou na saída do goleiro para marcar o segundo.
A equipe rubro-negra tinha domínio completo das ações da partida. Aos 15 minutos, Nikão levantou na área e Raphael Veiga desviou de cabeça para frente. Cristian Rodríguez descontou aos 17 minutos, pegando bonito na bola na entrada da área para estufar a rede. A reação não durou muito. Aos 22 minutos, Nikão recebeu na marca do pênalti e tocou no cantinho para fazer o terceiro. O terceiro gol matou de vez o time uruguaio, que não apresentava nenhum poder de reação. Rodríguez tentou uma bicicleta, aos 37 minutos, e mandou para fora. Ainda deu tempo para Bruno Guimarães, aos 46 minutos, marcar o quarto e fechar a goleada.
Ficha Técnica:
PEÑAROL-URU 1 X 4 ATLÉTICO PARANAENSE-BRA
Local: Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu (Uruguai)
Data : 07 de agosto de 2018, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Mauro Vigliano (Argentina)
Assistentes: Julio Fernandez (Argentina) e Lucas Germanotta (Argentina)
Cartões amarelos : Pablo (Atléico-PR)
Gols
PEÑAROL: Cristian Rodríguez, aos 17 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Léo Pereira, aos 06 minutos do primeiro tempo; Marcinho, aos 06 minutos e Nikão, aos 22 minutos, e Bruno Guimarães, aos 46 minutos do segundo tempo
PEÑAROL: Dawson; Giovanni González (Franco Martínez), Formiliano, Carlos Rodríguez e Lucas Hernández; Guzmán Pereira, Gonzalo Freitas, Estoyanoff, Rojo e Cristian Rodríguez; Viatri.
Técnico: Leonardo Ramos
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Léo Pereira, Zé Ivaldo e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González e Raphael Veiga; Marcelo Cirino (Nikão), Pablo (Bergson) e Marcinho.
Técnico: Tiago Nunes
.
PEÑAROL-URU 1 X 4 ATLÉTICO PARANAENSE-BRA
Local: Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu (Uruguai)
Data : 07 de agosto de 2018, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Mauro Vigliano (Argentina)
Assistentes: Julio Fernandez (Argentina) e Lucas Germanotta (Argentina)
Cartões amarelos : Pablo (Atléico-PR)
Gols
PEÑAROL: Cristian Rodríguez, aos 17 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Léo Pereira, aos 06 minutos do primeiro tempo; Marcinho, aos 06 minutos e Nikão, aos 22 minutos, e Bruno Guimarães, aos 46 minutos do segundo tempo
PEÑAROL: Dawson; Giovanni González (Franco Martínez), Formiliano, Carlos Rodríguez e Lucas Hernández; Guzmán Pereira, Gonzalo Freitas, Estoyanoff, Rojo e Cristian Rodríguez; Viatri.
Técnico: Leonardo Ramos
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Léo Pereira, Zé Ivaldo e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González e Raphael Veiga; Marcelo Cirino (Nikão), Pablo (Bergson) e Marcinho.
Técnico: Tiago Nunes
 Veja os gols da vitoria rubro negra.



segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Atlético enfrenta o Penãrol no Uruguai para garantir a classificação.


Sem muito tempo de folga o furacão já volta a campo para mais uma decisão,nessa terça feira o rubro negro entra em campo pela Copa Sul-Americana diante o Penãrol em Montevidéu no estádio Campeón De Siglio é o jogo de volta da segunda fase.Com uma boa vantagem construída na partida em Curitiba o furacão pode perder até por um gol de diferença que segue na competição internacional,e embalado pelo seu bom momento o time do técnico Tiago Nunes terá mudanças para encarar os Uruguaios.

O TIME:

Para a partida o furacão não terá sua dupla de zaga titular Paulo André e Thiago Heleno ambos vetados pelo DM,por outro lado os meias Guilherme e Camacho e o atacante Bergson que não foram relacionados diante o Corinthians ficam a disposição,com isso Léo Pereira e Zé Ivaldo devem ser as novidades no rubro negro já que Wanderson suspenso também fica e fora a única dúvida fica no ataque entre Marcinho e Nikão dessa forma o furacão deve ir a campo com:Santos;Jonathan,Zé Ivaldo,Léo Pereira e Renan Lodi;Lucho González,Bruno Guimarães,Marcinho(Nikão),Raphael Veiga e Marcelo Cirino;Pablo.

O Penãrol:

Precisando vencer por pelo menos dois gols de diferença para levar a decisão para os penltis,o time uruguaio deve ir a campo com a mesma equipe que derrotou o Wanderers pelo campeonato local,as principais novidades em relação ao time da primeira partida em Curitiba são as entradas de Cristian Rodriguez e Lucas Viatri como titulares na equipe,com isso o técnico Diego López deve mandar a campo a seguinte formação:Kevin Dawson;Giovanni González,Formiliano,Carlos Rodriguez e Lucas Hernandéz;Guzmán Pereira,Gonzalo Freitas,Estoyanoff,Rojo e Cristian Rodriguez;Lucas Viatri.

Ficha Técnica:

PEÑAROL-URU X ATLÉTICO PARANAENSE-BRA
Local: Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu (Uruguai)
Data : 07 de agosto de 2018, terça-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Mauro Vigliano (Argentina)
Assistentes: Julio Fernandez (Argentina) e Lucas Germanotta (Argentina)
PEÑAROL: Dawson; Giovanni González, Formiliano, Carlos Rodríguez e Lucas Hernández; Guzmán Pereira, Gonzalo Freitas, Estoyanoff, Rojo e Cristian Rodríguez; Viatri.
Técnico: Leonardo Ramos
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Léo Pereira, Zé Ivaldo e Renan Lodi; Bruno Guimarães, Lucho González e Raphael Veiga ; Marcelo Cirino, Pablo e Marcinho.
Técnico: Tiago Nunes

domingo, 5 de agosto de 2018

Atlético é superior mais fica no empate sem gols com o Corinthians.


Mesmo sendo superior o jogo todo o rubro não saiu de um empate sem gols com o Corinthians em São Paulo.Criando mais oportunidades que os donos da casa,o furacão parou nas defesas do goleiro Cássio que evitou a vitoria atleticana,agora o furacão muda o foco e pensa no Panãrol pela partida de volta da Copa Sul-Americana.

O JOGO:

O primeiro tempo da partida, como era de se esperar, mostrou um Corinthians com muita dificuldade para sair jogando e fechar espaços na sua defesa, composta por um volante improvisado na lateral (Thiaguinho), um zagueiro improvisado como volante (Léo Santos) e um lateral esquerdo fazendo sua estreia oficial como jogador profissional (Carlos), trio que rodeava a dupla formada por Pedro Henrique e Henrique.
Depois de arriscar dois chutes de fora da área com Pedrinho, ambos defendidos por Santos sem dar rebote, o Timão foi presa fácil para a saída com passes curtos do Furacão. Romero tentou adiantar a marcação algumas vezes, mas sempre sobrava alguém no meio-campo não acompanhado pelos volantes. Com espaço, Raphael Veiga quase abriu o placar em chute de fora da área, mas parou em boa defesa de Cássio.
Em lance bastante brigado, o Timão conseguiu criar uma chance quando Carlos ganhou dividida de Jonathan no meio-campo e acionou Clayson. O ponta trouxe para o meio e cortou dois marcadores, devolvendo para o lateral dentro da área ser travado em cima da hora por Wellington. Na resposta, o Furacão quase saiu cara a cara com Cássio, mas o goleiro se antecipou ao lance, ganhou dividida de Marcelo Cirino na intermediária e fez a festa da torcida.


Pouco antes do intervalo, os paranaenses quase conseguiram o gol para abrir o placar. Pedro Henrique falhou ao tentar cortar Cirino, foi driblado e, posteriormente, driblado. O atacante invadiu a área e tocou para trás, mas Carlos cortou. Na sobra, a bola ficou viva dentro da área, com chutes de Raphael Veiga e Marcinho, mas a zaga travou ambas ocasiões até Thiaguinho afastar e assegurar o 0 a 0 no intervalo.
Prejudicado pelos desfalques, Osmar Loss optou por voltar à etapa final sem modificações, mesmo com os diversos erros apresentados pelo Timão. Apostando no bom futebol da sua equipe, Tiago Nunes também manteve seus atletas, a não ser pela volta de Wanderson na vaga de Paulo André, substituição ocorrida ainda no primeiro tempo. A orientação, porém, foi clara: jogar pela esquerda, em cima de Thiaguinho.
Muito bem no jogo, o lateral esquerdo Renan Lodi deu bastante trabalho por aquele lado, se mandando e aproveitando que Pedrinho mostrava dificuldades para acompanhar. O primeiro lance de perigo foi justamente com ele, quando a bola acabou trabalhada da direita para a esquerda e chegou aos seus pés na entrada da área. Com um chute forte, Lodi colocou no canto esquerdo, exigindo boa defesa de Cássio.
Loss passou a acionar suas opções ofensivas à medida em que o tempo passava e o domínio territorial seguia do Furacão. Primeiro apostou em Vital, depois em Araos, mas nem mesmo a vitalidade dos garotos mudou o panorama. Pedrinho, mais centralizado, conseguiu levar mais perigo e ao menos reteve a posse de bola com os corintianos. Foi a senha para a última cartada do treinador: minutos para Danilo em campo.
O ídolo da torcida e mostrou mobilidade para tentar furar a defesa adversária, sendo parado com falta no seu lance mais agudo. Algumas bolas alçadas na área foram o bastante para o Furacão abdicar da boa chance que tinha de ganhar o jogo e parecer sedento pelo empate, tocando de lado e esperando o apito final de Péricles Bassols.
Ficha Técnica:
CORINTHIANS 0 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 4 de agosto de 2018, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols
Assistentes: Clóvis Amaral e Cleberson do Nascimento
Público: 28.455 pagantes
Renda: R$ 1.087.600,64
Cartões amarelos: Pedro Henrique (Corinthians); Wanderson e Pablo (Atlético-PR)
CORINTHIANS: Cássio; Thiaguinho, Pedro Henrique, Henrique e Carlos; Léo Santos e Douglas; Pedrinho, Jadson (Ángelo Araos), Romero (Danilo) e Clayson (Mateus Vital)
Técnico: Osmar Loss
ATLÉTICO-PR: Felipe Alves; Jonathan, Paulo André (Wanderson), Léo Pereira e Lodi; Wellington, Lucho Gonzáles e Raphael Veiga (Bruno Nazário); Marcinho (Nikão), Marcelo Cirino e Pablo
Técnico: Tiago Nunes
Veja como foi jogo: