Sem emoção:Na estréia de Petkovic,furacão fica no zero com o Prudentópolis.


Calor forte,e o time sentindo o começo de temporada,assim foi a estréia do sub-23 do furacão no estadual contra o Prudentópolis,em partida marcada pela estréia de Petkovic no comando do rubro negro e a volta do goleiro Rodolfo a gol,o rubro negro sentiu a alta temperatura do interior do estado e esbarrou na falta de ritmo e pouco criou contra o seu adversário tendo apenas 3 chances de gol durante o jogo,embora o Prudentópolis também não tenha causado grandes problemas ao furacão.Na próxima rodada o Atlético faz sua estréia diante de sua torcida quarta feira 19:30 no eco estádio contra o Toledo a seguir confira como foi o empate do furacão contra o Prudentópolis.

O JOGO:

Atração no banco de reservas rubro-negro, com a presença de Petkovic no comando, mas também nas arquibancadas, com a torcida local fazendo uma grande festa. E a primeira emoção veio logo no primeiro minuto, após levantamento na área do Furacão que Rodolfo se esticou para tocar pela linha de fundo. A reposta veio aos sete minutos, com Otávio, que chutou forte para grande defesa de Marcos Paulo.
Aos poucos o Atlético começava a dominar as ações com uma equipe rápida, aos moldes do que adiantava o técnico Petkovic. Aos 11 minutos, lambança na defesa do time da casa no recuou para o goleiro, Dominic apareceu de surpresa, mas Marcos Paulo se recuperou. Depois da correria inicial as ações se equilibraram, mas as oportunidades eram escassas. Aos 22 minutos, Luciano subiu no meio da defesa atleticana e testou para defesa de Rodolfo.
Sidcley encontrou uma brecha no meio da defesa do Prudentópolis, mas de frente para o gol, bateu fraco, desperdiçando uma chance real para abrir o placar. Aos 35 minutos, Douglas Coutinho arriscou um chute de primeira e isolou a bola. As equipes demonstravam falta de ritmo e a partida era tecnicamente fraca.
Para a segunda etapa, o time da casa voltou com Cabixi no lugar de Luciano. Aos quatro minutos, Bruno Guerreiro arriscou de longe e a bola subiu demais. O ritmo não mudou muito, mesmo com a conversa dos treinadores no intervalo. Aos nove minutos, cobrança de falta ensaiada do Prudentópolis e Thiaguinho chutou completamente torto, sem direção, após Márcio rolar.
Com a falta de mobilidade do ataque rubro-negro, Petkovic optou pela entrada de Bruno Furlán. Boa jogada do Atlético aos 16 minutos, com a bola sobrando para Marquinhos, que acertou um petardo para defesa de Marcos Paulo. Na resposta, aos 21 minutos, Wellington invadiu a área, mas pegou mal na bola, facilitando a defesa de Rodolfo. Aos 22 minutos, Bruno Guerreiro aproveitou cobrança de escanteio e desviou de cabeça no travessão.
A partida ganhou em emoção, mas era o Tigre que chegava com mais perigo. Aos 30 minutos, Thiaguinho acertou um belo chute e Rodolfo operou um milagre. Dominic deu o troco, aos 33 minutos, e assustou. Enquanto isso, na lateral do gramado, Petkovic mostrou que perdeu o jeito ao tentar dominar uma bola e quase cair. Aos 45 minutos, Dominic teve a chance de girar na área, mas fez falta de ataque.
FICHA TÉCNICA:
PRUDENTÓPOLIS 0 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Municipal Newton Agibert, em Prudentópolis (PR) 
Data: 18 de janeiro de 2014, sábado 
Horário: 17 horas (de Brasília) 
Árbitro: Adriano Milczvski 
Assistentes: Moisés Aparecido de Souza e Rafael Trombeta
Cartões amarelos: Bruninho Guerreiro e Casemiro (Prudentópolis)
PRUDENTÓPOLIS: Marcos Paulo; Sorbara, Spice, Márcio e Thiaguinho; Casemiro, Danilo, Bruno Guerreiro e Grilo (Wellington); Thiago Henrique (Tarta) e Luciano (Cabixi) 
Técnico: Joel Preisner
ATLÉTICO-PR: Rodolfo; Jean Felipe, Renato Chaves, Tárik e Léo Pereira; Juninho, Otávio e Marquinhos (Gustavo) e Sidcley (Bruno Furlán); Douglas Coutinho (Guilherme) e Dominic 
Técnico: Petkovic

Nenhum comentário:

Postar um comentário