Virada no final:furacão vence de virada e cola na liderança.


Como não ´podia ser diferente o furacão deixou pra conquistar mais três pontos no apagar das luzes,nesse domingo contra o Cianorte não foi diferente,com gols de Douglas Coutinho e Edigar Junio o furacão bateu os donos da casa e fica perto da liderança agora o furacão volta a campo contra o Paranavaí.

O JOGO:

Apesar da distância na tabela de classificação (o Furacão era o vice-líder antes da rodada, e o Cianorte, o nono colocado), os times protagonizaram partida equilibrada até os 30 minutos. Os visitantes ameaçaram com Hernani, em chute de longe, e Crislan, com desvio após cobrança de falta - as duas finalizações foram direto para fora. Os mandantes responderam com João Paulo e Juliano. Eles pararam, respectivamente, em Renan Foguinho e Santos.O rubro negro tinha dificuldades para criar lances de perigo - principalmente porque os responsáveis pela armação, Bruno Pelissari e Hernani, estavam em tarde pouco inspirada. Apesar disso, antes do intervalo, os comandados de Arthur Bernardes ainda assustaram com Douglas Coutinho, Bruno Pelissari e Erwin. Porém, eles não aproveitaram as chances. Aí foi o time da casa que abriu o placar no Albino Turbay. Após cruzamento rasteiro da direita, o atacante Ícaro, completamente livre na área, desviou de letra e mandou para o fundo das redes - Cianorte 1 a 0.
 No começo do segundo tempo, o panorama da partida não mudou. O Furacão sofria para chegar ao gol adversário, e o Cianorte ameaçava em lances esporádicos - como em dois chutes de Juliano, defendidos pelo goleiro Santos. Arthur Bernardes, então, trocou Bruno Pelissari por Marcos Guilherme. E o gol de empate não demorou. Aos 17, xodó atleticano disparou pelo lado direito e cruzou com precisão para Douglas Coutinho, que bateu de pé direito para deixar tudo igual - 1 a 1.Em busca do gol da vitória, os dois técnicos mexeram. Ronaldo Bagé trocou Juliano por Eydson. Já Arthur Bernardes tirou Heracles e colocou Harrison. Mas o jogo não mudou. O Cianorte era perigoso. Diego Dedoné quase recolocou o time da casa em vantagem. Ele driblou o goleiro Santos, mas não aproveitou. Como quem não faz, leva... Edigar Junio, que entrou na vaga de Crislan, recebeu de Marcos Guilherme e completou para as redes - Furacão 2 a 1.Antes do apito final, Douglas Coutinho ainda acertou a trave do goleiro Paes. Mas nada que estragasse a festa rubro-negra no Estádio Albino Turbay.

FICHA TÉCNICA:


CIANORTE 1 X 2 ATLÉTICO PARANAENSE
Data: 24/03/13 – Domingo
Local: Estádio Olímpico Albino Turbay - Cianorte
Horário: 16:00 Horas
Árbitro: Rogério Menon da Silva (FPF)
Assistentes: Arestides Pereira da Silva Jr. (CBF-2) e Luiz Paulo Galli (FPF)

CIANORTE: Paes; Diego Dedoné, Tairone, João Paulo, Maurício e Digão; Cleiton, Alemão, Paulinho e Juliano(Eydison); Dedoné e Ícaro.
Técnico: Ronaldo Bagé.

ATLÉTICO: Santos; Renato, Erwin, Rafael Zuchi e Héracles (Harrison); Renan Foguinho, Hernani, Bruno Pelissari (Marcos Guilherme) e Zezinho; Crislan (Edigar Junio) e Douglas Coutinho
Técnico: Arthur Bernardes


Nenhum comentário:

Postar um comentário