Vacilou:Atlético abre dois a zero mas cede empate ao Católica.


Mais uma vez o furacão vacilou em erros defensivos,assim como no jogo contra o Capiatá o rubro negro foi superior,saiu na frente e no fim da partida cedeu o empate e deixou a vitória escapar,na sua estréia na fase de grupos da Libertadores o furacão ficou no dois a dois com o Universidad Católica e perdeu a chance de iniciar a competição com uma grande vitória,Lucho González abriu o marcador logo aos cinco minutos para o furacão enquanto Nikão já na segunda etapa com um belo gol ampliou a vantagem,mas dois vacilos defensivos custaram a vitória ao rubro negro.Agora o rubro negro retorna a campo domingo pelo estadual contra o Londrina,já pela Libertadores volta a campo na próxima quarta feira diante o San Lorenzo em Buenos Aires.

O JOGO:

Sem nenhuma grande surpresa, o Furacão entrou em campo com Felipe Gedoz no lugar do suspenso Grafite. Com a bola rolando, o Rubro-Negro dominava as ações, tocando a bola com paciência e esperando uma oportunidade e de entrar na defesa chilena. Mas quem deu o primeiro chute foi Santiago Silva, aproveitando vacilo do Lucho, aos quatro minutos, e obrigado Weverton a fazer a primeira defesa.

Porém, na resposta, Thiago Heleno lançou, Jonathan cruzou na marca do pênalti e Lucho Gonzalez apareceu para chutar firme e abrir o placar. O jogo ficou mais aberto e a Católica começou a atacar também, mas erravam passes demais. Aos 12 minutos, Jonathan chegou no fundo e cruzou para trás, mas ninguém alcançou na área. Aos 18 minutos, Carlos Alberto fez fiz, invadiu a área, e chutou cruzado, pela linha de fundo.
Contra-ataque em velocidade do Atlético, aos 23 minutos, Gedoz pedalou, abriu espaço e fuzilou para Toselli tirar de soco o perigo. Felipe Gedoz era o homem da bola parada e, aos 32 minutos, cobrou escanteio para Thiago Heleno testar para fora. O Furacão administrava bem a posse de bola, controlando o jogo. Os chilenos chegaram na área aos 42 minutos, mas a bola parou em Buonanotte, que praticamente recuou para Weverton.
Para a etapa final, os times voltaram a campo sem alterações. Logo no primeiro minuto, grande lançamento para Pablo e Toselli deixou a meta para tirar de cabeça. No troco, Noir pegou de fora da área, Kalinski desviou de primeira e a bola foi pela linha de fundo, com algum perigo. Gedoz seguia arriscando de longe, e, aos nove minutos, parou nas mãos de Toselli.
Depois de levar um susto e choque de cabeça, Nikão precisou sair de campo, mas voltou na sequência. O jogo era mais disputado no meio, com os dois times buscando o jogo. L tanque esperava por uma bola a seu estilo e ela veio, aos 18 minutos, em cruzamento na medida para a cabeçada que Weverton segurou em cima da linha. O Rubro-Negro recuou demais na espera de um contra-ataque.
O torcedor já se mostrava preocupado com a postura atleticana em campo. Até que, aos 30 minutos, Rosseto tocou de calcanhar e Nikão, um dos grandes nomes da partida, chutou no ângulo para marcar um golaço na Arena. Aos 35 minutos, Lanaro recebeu com liberdade, bateu de primeira e Weverton fez linda defesa para salvar. A tensão voltou aos 40 minutos, depois que Llanos, de cabeça, descontou e quase empatou um minutos depois, batendo na rede, pelo lado de fora. Aos 44 minutos, Noir aproveitou cruzamento para buscar a igualdade. Pablo, aos 48 minutos, ainda acertou o travessão, mas ficou nisso.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO PARANAENSE 2 X 2 UNIVERSIDAD CATÓLICA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 07 de março de 2017, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Ulises Mereles (Paraguai)
Assistentes: Rodney Aquino (Paraguai) e Dario Gaona (Paraguai)
Cartões amarelos :Thiago Heleno (Atlético-PR); Kalinsli, Maripán (Universidad Catolica)
Cartão vermelho: Maripán (Universidad)
Gols
ATLÉTICO PARANAENSE: Lucho González, aos 05 minutos do primeiro tempo e Nikão, aos 30 minutos do segundo tempo
UNIVERSIDAD CATÓLICA: Llanos, aos 40 minutos e Noir, aos 44 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO PARANAENSE: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio (Wanderson), Lucho González (Matheus Rosseto) e Carlos Alberto (Douglas Coutinho); Felipe Gedoz, Nikão e Pablo.
Técnico: Paulo Autuori
UNIVERSIDAD CATÓLICA: Toselli, Maripán, Lanaro, Parot, Espinoza (Llanos); Fuenzalida, Kalinski, Fuentes (Cordero), Noir, Buonanotte e Santiago Silva
Técnico: Mario Salas
Veja os gols do jogo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário