Jogo quente:Em amistoso tenso Atlético fica no empate com o Peñarol.


O jogo foi amistoso mas o clima nem tanto,Atlético e Peñarol fizeram na arena um jogo pegado,com direito a confusões,expulsões,discussão e bola na trave o gol não saiu mas o teste valeu muito para o time rubro negro que estreia na Conmebol Libertadores Bridsgtone na próxima semana,agora o furacão volta a campo no próximo domingo com um time alternativo para sua estréia no campeonato Paranaense diante o Rio Branco na estradinha em Paranaguá.

O JOGO:

Antes de a bola rola, o torcedor rubro-negro pode conhecer as novas caras do elenco para 2017, com o meia Carlos Alberto e o atacante Grafite, que ainda estão trabalhando a parte física e não estrearam. Entre as novidades em campo, Jonathan, Gedoz e Luis Henrique fizeram suas estreias.
Com a bola rolando, o Furacão tentou mostrar seu cartão de visitas logo aos três minutos, em ótimo lançamento de Pablo para Luis Henrique, mas a assistente viu impedimento no lance. As equipes se mexiam bastante, mas sem conseguir criar jogadas com real perigo nos primeiros minutos. Aos nove minutos Pablo foi derrubado próximo da linha da área e a arbitragem anotou falta, mesmo com pedidos de pênalti. Na cobrança, Felipe Gedoz carimbou a barreira.
Tentativa de chute a gol mesmo somente aos 15 minutos, com Nikão, mas a bola subiu demais. Mais próximo chegou Luís, Henrique, que aos 18 minutos acertou um bom chute para defesa de Guruceaga. O time uruguaio não amenizava nas entradas, causando alguns momentos de estranhamento.
O Rubro-Negro criou mais uma boa oportunidade aos 28 minutos, com Pablo, que pegou a bola na área após cobrança de falta de Nikão e bateu para boa defesa do goleiro. Aos 36 minutos, Nicolas tentou surpreende com um chute de longe, mas a bola subiu demais. Aos 42 minutos, de cabeça, Luis Henrique testou na área e quase abriu o placar na Arena.
Depois do intervalo, apenas o Peñarol mexeu com a entrada de Maximiiano Perg. A movimentação seguia a mesma, com muita posse de bola rubro-negra no meio-campo. Sidcley e Cryzan no lugar de Nicolas e Gedoz foram as primeiras alterações do técnico Paulo Autuori. Aos 12 minutos, Cryzan subiu na área e testou firme na trave. No rebote, Pablo ainda tentou uma bicicleta, sem sucesso.
Cruzamentos para Luis Henrique eram umas das armas do Atlético, mas aos 22 minutos o atacante perdeu mais uma testada. As duas equipes continuavam se estranhando em campo. Depois de fechar o tempo, Nikão, pelo lado brasileiro, além de Guzmán Pereira, do outro lado, foram mais cedo para o vestiário. Logo depois do reinício, falta violenta em Léo e Angel Rodriguez expulso. Com um jogador a mais em campo, o Furacão tentava pressionar nos minutos finais, mas já bastante modificado já não tinha o mesmo entrosamento. Nos acréscimos, Cryzan ainda perdeu uma boa chance na cara do gol.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 0 x 0 PEÑAROL
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 25 de janeiro de 2017, quarta-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Jhonatan H. Andrade
Assistentes: Lucas de Andrade Amaral e Priscila Cremonez
Cartões amarelos : Luis Henrique, Nikão, Luiz Otávio (Atlético-PR); Roberto Conceição, Rodríguez, Petryk, Perg (Peñarol)
Cartões vermelhos : Nikão (Atlético-PR); Guzman, Angel Rodriguez (Peñarol)
ATLÉTICO-PR: Santos; Jonathan, Paulo André (Wanderson), Thiago Heleno (Marcão) e Nicolas (Sidcley); Luiz Otávio e Lucho (Matheus Rosseto); Pablo (Matheus Anjos), Gedoz (Cryzan) e Nikão; Luis Henrique.
Técnico: Paulo Autuori
PEÑAROL: Guruceaga; Alex Silva, Ronaldo Conceição (Perg), Ramón Ária e Hernán Petryk; Nahitan Nandez, Guzmán Pereira, Matias Mier (Marcel Novick) e Gastón Rodriguez; Junior Aras (Angel Rodriguez) e Maurício Affonso
Técnico: Leonardo Ramos
Veja os melhores momentos do jogo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário