O dono do horto:Atlético vence o galo,e está de volta ao G-4


O jogo foi polemico,tumultuado mas o furacão derrotou  galo em Belo Horizonte e está de volta ao G-4 do brasileirão.Em jogo marcado por um pênalti duvidoso e arbitragem confusa o furacão venceu os mineiros por 1a0 com gol de Walter e garantiu três pontos fora de casa e assim alcançando a quarta colocação no campeonato,na próxima rodada o furacão recebe o Joinville na arena da baixada.

O JOGO:


A primeira a chance da partida foi do Atlético-PR. Ewandro experimentou de longe, aos dois minutos, e Victor apareceu para fazer bela defesa. Com 23 minutos, o jogo foi paralisado para atendimento ao zagueiro Kadu, que teve que deixar o estádio de ambulância.
Um pouco nervoso na partida, o Galo abusou dos cruzamentos durante a primeira metade da etapa inicial. O Atlético-MG foi ter a sua primeira chance de gol apenas aos 33 minutos. Giovanni Augusto deu ótimo passe para Thiago Ribeiro que, livre, finalizou, mas a bola desviou na zaga e acertou o travessão antes de ir para escanteio.
No minuto seguinte, o volante Hernani arriscou de muito longe, e a bola passou com muito perigo, assustando o goleiro Victor. Aos 35 minutos, Dátolo fez o cruzamento, e Jemerson, sozinho, furou na frente de Weverton.
Na sequência, Pratto também perdeu ótima chance. O argentino recebeu de Luan e bateu de primeira, mas a bola passou ao lado da meta paranaense. Aos 43 minutos, Ewandro arriscou de longe e Victor fez ótima defesa.
Com 48 minutos, o lateral Marcos Rocha foi expulso. O camisa 2 já tinha cartão amarelo e reclamou demais após uma falta não marcada e acabou recebendo o cartão vermelho. No minuto seguinte, Giovanni Augusto cruzou na cabeça de Pratto que testou firme, mas Weverton fez espetacular defesa
Mesmo com um a menos, o Galo quase abriu o placar aos quatro minutos do segundo tempo. Luan fez bela jogada e cruzou para Pratto que arrematou, mas a bola vai para fora com muito perigo. Com 11 minutos, Ewandro deixou quatro marcadores para trás, mas, na hora de finalizar, pegou fraco e Victor fez a defesa.
No lance seguinte, Ewandro recebeu lançamento e se antecipou a Victor que derrubou o atacante na área. Pênalti. Na cobrança, Walter bateu no canto e abriu o placar aos 12 minutos do segundo tempo.
Com 22 minutos, Patric ficou cara a cara com Weverton e finalizou. A bola explodiu no goleiro paranaense que depois fez a catada. Três minutos depois, Marcos Guilherme cobrou, com perigo, falta por cima do gol de Victor.
Aos 30, contra-ataque rápido do Furacão, e Nikão lançou Walter. O centroavante ficou cara a cara com Victor, mas acabou chutando para fora. Com 45 minutos, Pratto rolou para Luan, que finalizou de dentro da área, mas a bola explodiu na zaga.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-MG 0 X 1 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 02 de setembro de 2015, quarta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (ESP-PE)
Assistentes: Elan Vieira de Souza (CBF-PE) e Marlon Rafael Gomes de Oliveira (CBF-PE)
Público: 12.064 pagantes
Renda: R$ 428.355,00
Cartões Amarelos: Marcos Rocha, Luan, Patric, Jemerson e Cárdenas (Atlético-MG); Wellington, Weverton, Sidcley e Daniel Hernández (Atlético-PR)
Cartão vermelho: Marcos Rocha (Atlético-MG)
GOL:
ATLÉTICO-PR: Walter aos 12 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Patric; Leandro Donizete, Dátolo, Luan e Giovanni Augusto (Cárdenas); Thiago Ribeiro (Mansur) (Carlos César) e Pratto
Técnico: Levir Culpi
ATLÉTICO-PR: Weverton; Matheus Ribeiro, Wellington, Kadu (Gustavo) e Sidcley; Deivid, Hernani, Daniel Hernández e Marcos Guilherme; Dellatorre (Walter) e Ewandro (Nikão)
Técnico: Milton Mendes
Veja como foi o jogo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário