Derrota no Couto:Atlético é derrotado pelo Grêmio.


Na partida na casa do seu rival,o furacão acabou se dando mau e foi derrotado pelo Grêmio por 2a1 e assim chegando a quatro jogos sem vitória no brasileirão.Mesmo com o gol de Ewandro no segundo e a pressão no fim do jogo o time rubro negro não conseguiu o empate e sofreu mais uma derrota.Na próxima rodada o furacão volta a jogar no Couto Pereira diante o Coritiba.

O JOGO:

Com Roberto e Ytalo como principais novidades em campo, o Furacão tomou a iniciativa do jogo e, com maior posse de bola, tentava criar as primeiras oportunidades. Aos dois minutos, Walter chutou de longe para testar Marcelo Grohe, mas mandou pela linha de fundo. Troca de passes da ofensiva rubro-negra, aos sete minutos, e a bola sobrou para Deivid arriscar para fora, torto, sem perigo.
Mostrando outra postura em campo após a sequência de três partidas apáticas, o Atlético marcava forte e pressionava. Aos 15 minutos, Eduardo pegou sobra de bola, soltou a bomba por cima da meta. O Tricolor chegou com perigo pela primeira vez aos 20 minutos, em cobrança de escanteio fechada de Galhardo que Hernani tirou. No rebote, ninguém conseguiu completar.
Polêmica aos 26 minutos, em finalização de Vilches que pegou nos braços e Edinho. O árbitro mandou o jogo seguir para revolta do chileno. Na sequência, Marcos Guilherme fez o levantamento e Hernani cabeceou por cima do gol, assustando. Mas, aos 31 minutos, o balde de água fria. Douglas recebeu na área e, sem marcação, teve tempo para escolher o canto para bater e abrir o placar. Aos 40 minutos, o técnico Roger Machado foi obrigado a queimar uma alteração com a lesão do goleiro Marcelo Grohe. Tiago entrou e tomou amarelo em seguida por não ter sido autorizado.
Para a segunda etapa, as equipes retornaram ao gramado sem novas alterações. Enquanto o Rubro-Negro ainda se acertava em campo, Otávio bobeou no meio-campo, Edinho roubou a bola e lançou Luan, que tocou na saída de Weverton para ampliar. Imediatamente o técnico Milton Mendes colocou em campo Hernández no lugar de Deivid. O jogo ficou do jeito que o Grêmio gosta, com espaço para contra-atacar.
Em velocidade, Wallace chegou à intermediária adversária, aos 13 minutos, e serviu Giuliano, que chutou fraco, facilitando a vida de Weverton. O Furacão estava perdido em campo, novamente apático. Aos 20 minutos, Walter abriu espaço e chutou forte, por cima da meta. O Tricolor administrava, tocando a bola com tranquilidade.
Até que, para dar emoção ao jogo, Otávio, aos 32 minutos, tocar para Ewandro desviar para o fundo das redes e descontar. Aos 37, lançamento para Walter que furou dentro da área. O gol animou o time atleticano, mas o cronômetro era cruel. Aos 45, Sidcley fez a jogada, cruzou fechado e Marcelo Oliveira afastou para garantir o resultado.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 1 X 2 GRÊMIO
Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 16 de setembro de 2015, quarta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (Asp. Fifa-SC)
Assistentes: Helton Nunes (SC) e Rosnei Hoffmann Scherer (SC)
Cartões amarelos 
Tiago, Edinho (Grêmio)
Gols:
ATLÉTICO-PR: Ewandro, aos 32 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Douglas, aos 31 minutos do primeiro tempo e Luan, a 01 minuto do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Vilches, Wellington e Roberto (Sidcley); Otávio, Deivid (Hernández), Hernani, Marcos Guilherme e Ytalo (Ewandro); Walter
Técnico: Milton Mendes
GRÊMIO: Marcelo Grohe (Tiago); Galhardo (William Schuster), Bressan, Erazo e Marcelo Oliveira; Walace, Edinho, Giuliano, Douglas (Bobô) e Fernandinho; Luan
Técnico: Roger Machado
Veja como foi a derrota do furacão para o Grêmio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário