Emoção e três pontos:Em jogo dramatico Atlético derrota o Avaí na Ressacada.


Foi dramático mais os três pontos como visitante vieram,na tarde desse sábado o rubro negro derrotou o Avaí na Ressacada e subiu para a sexta colocação na tabela com dois gols de Marcos Guilherme e um pênalti defendido por Weverton no último lance do jogo o furacão conquistou a vitória e sua segunda vitória fora de casa,na próxima rodada o furacão enfrenta o Palmeiras em São Paulo.

O JOGO:



Em busca de pontos em casa para subir na classificação e se distanciar da turma de baixo, o Leão começou pressionando. Aos três minutos, Renan Oliveira encontra Roberto entrando no meio da zaga e o desvio foi tirado do caminho do gol pela defesa rubro-negra. O Furacão apostava no contra-ataque e, aos sete minutos, Nikão limpou a marcação e soltou o pé para defesa de Vagner.
O lateral Sidcley recebeu amarelo aos 17 minutos, por atrapalhar uma cobrança de falta e o técnico Milton Mendes não perdeu tempo, tirando o jogador da partida para a entrada da Natanael. Aos 25 minutos, Roberto recebeu na área, emendou o chute de primeira, direto pela linha de fundo. Aos 27 minutos, Willian chegou pela lateral e cruzou fechado, mas ninguém apareceu para completar.
O Avaí tinha maior posse de bola e chegava mais ao ataque. Aos 34 minutos, Nino Paraíba abriu espaço e chutou, mas William passou na frente e bloqueou a bola. Em cobrança de falta, aos 38 minutos, Nikão assustou Vagner. Até que, aos 42 minutos, tabela entre Crysan e Marcos Guilherme que, no último toque, pegou de primeira para estufar as redes e marcar um belo gol na Ressacada. O Leão quase respondeu um minuto depois, com Roberto, que arrematou na trave.
Para a segunda etapa, os dois times voltara sem novas alterações. Aos cinco minutos, Natanael dividiu com Roberto na área e o jogador do Leão ficou no chão pedindo pênalti. Ganhou apenas cartão amarelo. Aos 10 minutos, Renan recebeu na área e pegou torto, desperdiçando uma boa oportunidade. Aos 13 minutos, foi a vez de Rômulo tentar, chutando no cantinho para defesa de Weverton.
O Avaí dominava as ações depois do intervalo e assustava. Aos 21 minutos, Roberto recebeu com liberdade e chutou para milagre um de Weverton, mas o árbitro parou o lance para anotar impedimento. O Furacão aproveitou para promover a estreia do português Bruno Pereirinha no lugar de Eduardo, lesionado.
O Avaí tentou, tentou chegar e, no momento em que a reação já ficava mais morna, mas, aos 38 minutos, André Lima ajeitou de cabeça para Rômulo, que apareceu para bater para o fundo do gol e deixar tudo igual. O Furacão estava desarrumado e se defendia do jeito que dava. Até que, aos 44 minutos, Marcos Guilherme fez o segundo dele na partida. Dois minutos depois, pênalti para o Leão. Juninho bateu e Weverton defendeu para garantir os três pontos e mais uma vitória sobre os catarinenses.
Ficha Técnica:
AVAÍ 1 X 2 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC) 
Data: 25 de julho de 2015, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO) 
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Eduardo Gonçalves da Cruz (Asp.Fifa-MS) 
Cartões amarelos: Tauã, Roberto (Avaí); Sidcley, Crysan e Eduardo (Atlético-PR)
Gols: 
AVAÍ: Rômulo, aos 38 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Marcos Guilherme, aos 42 minutos do primeiro tempo e aos 44 minutos do segundo tempo
AVAÍ: Vagner; Nino Paraíba, Jéci, Emerson e Romário; Pablo, Eduardo Neto (Juninho) e Renan Oliveira; Roberto, Tauã (Rômulo) e William (André Lima) 
Técnico: Gilson Kleina
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo (Bruno Pereirinha), Vilches, Kadu e Sidcley (Natanael); Otávio, Hernani e Bruno Mota; Marcos Guilherme, Crysan (Ytalo) e Nikão 
Técnico: Milton Mendes
Veja como foi a vitória rubro negra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário