Ninguém segura:Atlético derrota o Vasco e segue líder do brasileirão.


E o furacão fez mais uma vitima na arena,desa vez foi o Vasco da Gama com uma vitória por 2a0,com um gol de pênalti de Nikão e outro golaço de Ytalo o furacão alcançou os 15 pontos na classificação e segue líder isolado do campeonato.Mesmo sem fazer um grande jogo o rubro negro soube explorar o erro do time carioca e saiu com a vitória,na próxima rodada o furacão vai até Porto Alegre onde enfrenta o Grêmio.

O JOGO:

Embalado pela boa fase, o Furacão começou pressionando e, logo no primeiro lance, Walter abriu o espaço fora da área e soltou o pé para grande defesa de Charles. Porém, depois da correria inicial, a equipe carioca conseguiu colocar a bola no chão e manter a posse. O Rubro-Negro, por sua vez, quando chegava levava perigo, como aos 11 minutos, em jogada pela esquerda que terminou nos pé de Giovanni, que dentro da área conseguiu isolar.
Sem muita criatividade, o Vasco dependia de lances isolados ou da bola parada. Aos 17 minutos, Rodrigo cobrou falta, Weverton não segurou, mas a defesa apareceu para afastar o perigo. O Atlético marcava forte, com a ajuda de todos os setores, apostando no contra-ataque. Aos 25 minutos, Walter ganhou da zaga na corrida e bateu por cima da meta, assustando.
Tecnicamente a partida era fraca, sem grandes lances, e alguns momentos bisonhos, como aos 29 minutos, com Rafael Silva e Thalles se chutando em uma disputa de bola de jogadores do mesmo time. Walter era o jogador mais acionado em campo e, aos 37 minutos, pareceu para testar firme cruzamento de Eduardo, pela linha de fundo. Apesar dos gols perdidos, fora de campo o torcedor apoiava, mostrando que para o segundo tempo o caldeirão poderia ser o grande diferencial.
Depois do intervalo, nenhuma nova mudança nas equipes. O panorama do jogo seguia o mesmo, com muita marcação e poucas oportunidades, uma partida morna na Arena. O técnico Milton Mendes apostou na entrada do atacante Ytalo no lugar do meia Giovanni. O Furacão partiu novamente para frente. Aos 11 minutos, Douglas Coutinho desviou, a bola bateu em Madson e saiu em escanteio.
No lance seguinte, Gustavo entrou na área com Lucas agarrado nele. O árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Nikão balançou as redes para abrir o placar. O gol animou os atleticanos, que pressionavam em busca do segundo. Aos 19 minutos, Gustavo desviou de cabeça e a bola acertou a trave antes de sair. O Atlético deu uma pequena acomodada e quase foi surpreendido aos 26 minutos, após um recuo errado de Gustavo que Riascos tocou para defesa de Weverton.
O Vasco acordou e, aos 27 minutos, Rafael Silva aproveitou cruzamento para testar firme no travessão. O troco veio em contra-ataque rápido de Douglas Coutinho, aos 32 minutos, mas o passe final para a área saiu errado. Sem alternativas, Riascos mandou o petardo de muito longe, aos 36 minutos, por cima do gol de Weverton. O Furacão administrava bem o resultado, embora tenha abdicado de atacar. Aos 46 minutos, cobrando falta, Rodrigo cobrou falta direto nas mãos de Weverton. Mas, na sequência, Ytalo recebeu de Walter e bateu cruzado para fechar a contagem.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 2 x 0 VASCO
Local: Arena da Baixada, em Porto Alegre (RS) 
Data: 6 de junho de 2015 (Sábado) 
Horário: 22 horas (de Brasília) 
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP) 
Assistentes: Fábio Pereira (Fifa-TO) e Rogério Pablos Zanardo (SP)
Cartões amarelos: Eduardo, Nikão, Walter e Weverton (Atlético-PR); Júlio dos Santos, Biancucchi e Lucas (Vasco)
Gols: 
ATLÉTICO-PR: Nikão, aos 14 minutos e Ytalo, aos 46 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael (Guilherme Arana); Otávio, Hernani, Nikão (Jadson) e Giovanni (Ytalo); Coutinho e Walter. 
Técnico: Milton Mendes
VASCO: Charles, Madson, Luan, Rodrigo e Julio César; Serginho (Jackson Caucaia)e Lucas; Julio dos Santos (Riascos), Biancucchi e Rafael Silva; Thalles
Técnico: Doriva
Veja os gols da vitória sobre o Vasco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário