Mais três pontos:Atlético vence o Figueirense,e se isola na liderança.


O furacão venceu o Figueirense na noite dessa quarta feira na arena,e se isolou na liderança do brasileirão,com o resultado positivo o furacão chegou a 12 pontos na tabela  e chega a quarta vitória no campeonato sendo assim o melhor inicio de brasileirão da história do furacão.Com um golaço anotado por Nikão o furacão conseguiu superar os catarinenses e se isolar na liderança do campeonato,na próxima rodada o furacão volta a jogar na arena quando recebe o Vasco da Gama.

O JOGO:



A partida começou morna, com o Furacão mantendo a posse de bola, mas sem conseguir entrar na defesa catarinense. Aos sete minutos, no contra-ataque, Leandro Silva lançou Ricardinho e Weverton deixou a meta para defender. Na resposta, o Furacão teve sua primeira chance, com o atacante Walter, que arriscou de fora da área, por cima da meta, com perigo.
Aos poucos o Rubro-Negro se soltava em campo mais e arriscava. Aos 18 minutos, Otávio chutou de longe e a defesa afastou no meio do caminho, Mas, um minuto depois, Walter entrou Nikão entrando na área e o meia soltou o pé para estufar as redes e abrir o placar. Em mais um chute de fora da área, Hernani tentou deixar sua marca, aos 23 minutos, mas a bola subiu demais.
O gol deu ainda mais tranquilidade aos donos da casa, que podiam tocar bola e esperar o melhor momento para atacar. Aos 31 minutos, Cléo chegou ao fundo e cruzou curto, facilitando o corte da zaga do Figueira. A equipe alvinegra chegou a marcar, aos 36 minutos, com Clayton, mas a arbitragem anulou o lance anotando o impedimento do atacante.
Depois do intervalo, as duas equipes voltam com alterações. Pelo Atlético entrou Giovanni e saiu Cléo. Pelo Figueira, Elias ficou com o lugar de Everaldo. Aos quatro minutos, Ricardinho cobrou falta fechada e Weverton saiu para afastar de soco o perigo. Sem conseguiu penetrar na defesa, Otávio chutou quase da intermediária, sem direção alguma.
O Figueirense teve uma boa oportunidade aos 16 minutos, com Carlos Alberto aproveitando escanteio para subir na área e testar firme, para fora. No troco, Walter tentou pegar o goleiro Alex desprevenido e mandou pela linha de fundo. Aos 24 minutos, Giovanni partiu para a jogada individual, carregou a bola e mandou o petardo para defesa de Alex.
O ritmo da partida despencou e, em meio ao marasmo, Carlos Alberto quase empatou para os catarinenses, aos 31 minutos e, dentro da área, parou na saída precisa de Weverton. O Furacão se armou na defesa, abriu mão do ataque e segurava os três pontos. Aos 43 minutos, Walter fez o giro e Ytalo por pouco não chegou na bola para completar mas, por sorte não fez falta e a liderança estava garantida.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 1 X 0 FIGUEIRENSE
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Data: 03 de junho de 2015, quarta-feira 
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (PE) 
Assistente: Rodrigo F. Henrique Correa (Fifa-RJ) e Ricardo Bezerra Chianca (PE) 
Cartões amarelos : Jadson (Atlético-PR); Carlos Alberto, Clayton e Fabinho(Figueirense)
Gol: 
ATLÉTICO-PR: Nikão, aos 19 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael; Otávio, Hernani e Nikão (JAdson); Cleo (Giovanni), Douglas Coutinho (Ytalo) e Walter.
Técnico: Milton Mendes
FIGUEIRENSE: Alex; Leandro Silva, Marquinhos, Bruno Alves e Roberto Cereceda; Paulo Roberto, Fabinho, Ricardinho e Carlos Alberto (Yago); Clayton (Mazola)e Everaldo (Elias) 
Técnico: Galego
Veja o gol da vitória do furacão contra o Figueirense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário