Eliminado:Atletico vence o Tupi,mas está fora da Copa Do Brasil.


Acabou a Copa do Brasil para o Atlético,mesmo vencendo o tupi na arena o rubro negro deu adeus a competição mesmo com a vitória por 2a1 contra os mineiros o furacão foi eliminado devido o gol sofrido em casa,com a eliminação o furacão acabou ficando com a vaga  na copa sul americana e o próximo compromisso do furacão acontece no próximo domingo na arena quando estréia no campeonato Brasileiro contra o Internacional.

O Jogo:

Com algumas novidades no time, como o zagueiro Kadu e o atacante Marco Damasceno, o Furacão começou a partida buscando o ataque, seguindo as orientações do técnico Milton Mendes, que gostaria de sair na frente ainda nos primeiros minutos. Aos dois minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Gustavo, sozinho, desviar pela linha de fundo. Mais uma vez, no entanto, o Rubro-Negro tinha dificuldade para criar boas oportunidades.
Os mineiros se armaram na defesa, apenas aguardando uma chance para tentar matar a partida. Aos 16 minutos, Felipe Augusto saiu em velocidade e lançou Kaio Wilker, que só não contava com a recuperação do estreante Kadu. Porém, a resposta foi fatal. Aos 18 minutos, Marco Damasceno aproveitou cruzamento rasteiro e, sem marcação, empurrou para o fundo das redes, abrindo o placar.
Com o primeiro gol o objetivo passou a ser marcar mais um para evitar as penalidades e o drama vivido diante do Remo na primeira fase. Só que aos 30 minutos, Daniel Morais recebeu na meia-lua e arrematou no ângulo para fazer um golaço na Arena, atrapalhando e muito os planos atleticanos que passou a ser obrigado a fazer dois gols de diferença. Aos 39 minutos, Felipe mandou a bomba, Glaysson soltou e Jataí apareceu para afastar e salvar.
Após o intervalo, as equipes retornaram sem alterações. Logo no primeiro lance, cruzamento para Kadu, sozinho, desviar para fora, perdendo uma chance incrível. Com oito minutos, o técnico Milton Mendes tirou Marco Damasceno para a entrada de Cryzan. Aos 11 minutos, ótima tabela na ofensiva atleticana e Felipe bateu para grande defesa de Gleysson.
O Furacão pressionava até que, aos 15 minutos, Walter, o principal reforço do time na temporada, subiu de cabeça porá testar firme e marcar seu primeiro gol com a camisa rubro-negra. Falta na entrada da área mineira aos 21 minutos e Natanael carimbou a barreira. O galo Carijó se segurava do jeito que podia, fechando tudo. Aos 29 minutos, Natanael pegou sobra de bola e mandou por cima da meta.
O Atlético foi para frente de vez com a entrada de Nikão no lugar de Deivid. Walter se animou após o gol e subiu de produção. Aos 35 minutos o atacante partiu para a jogada individual e cruzou para Maílson cortar. Nas arquibancadas, a pressão sobre Milton Mendes começou, especialmente pela entrada de Bady. Aos 45 minutos, Bady arriscou o chute rasteiro, direto pela linha de fundo. Muita cera e reclamação nos minutos finais, mas ficou por aí. Mais uma eliminação para o Atlético no ano.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 2 X 1 TUPI-MG
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Data: 06 de maio de 2015, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Flavio Rodrigues Guerra (SP) 
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (Asp.Fifa-SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) 
Cartões amarelos:Eduardo, Weverton (Atlético-PR); Rafael Jataí (Tupi)
Gols: 
ATLÉTICO – PR: 
Marco Damasceno, aos 18 minutos do primeiro tempo e Walter, aos 15 minutos do segundo tempo
TUPI: Daniel Morais, aos 30 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO – PR: Weverton, Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael; Deivid (Nikão), Jadson, Felipe (Bady) e Marcos Guilherme ; Marco Damasceno (Cryzan) e Walter. 
Técnico: Milton Mendes
TUPI: Glaysson; Osmar, Maílson, Paulão e, Bruno Ré; Genalvo, Rafael Jataí (Bruno Arrabal), Vinícius Kiss, Kaio Wilker (Ygor); Felipe Augusto (Carlos Renato) e Daniel Morais. 
Técnico: Leston Junior
Veja como foi a vitória do Atlético contra o Tupi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário