Nos pênaltis:No sufoco Atlético elemina o Remo na arena.


No sufoco e na dureza,mas o Atlético eliminou o Remo e segue na disputa da Copa do Brasil,após mais uma vez mostrar um futebol limitado com muitos erros o furacão conseguiu abrir o placar com gol do zagueiro Lula,porém Felipe Macena empatou para o time de Belém do Pará,que levou a decisão da vaga para as cobranças de pênaltis onde o rubro negro acabou levando a melhor na próxima fase o furacão enfrenta o Tupi-MG.

O JOGO:

Antes de a bola rola, o torcedor ovacionou o novo reforço do Furacão, o atacante Walter, que deu por encerrada a polêmica envolvendo a assinatura de seu contrato e foi apresentado pela diretoria. Com a bola rolando, precisando da vitória, o Rubro-Negro foi para o ataque. Aos três minutos, Felipe cobrou falta e Gustavo subiu para testar pela linha de fundo.
O troco veio com Rony, aos oito minutos, que bateu cruzado para boa defesa de Weverton. Mais pressão atleticana e, aos 13 minutos, Bruno Mota achou Marcos Guilherme entrando no meio da defesa e lançou paro atacante entrar na área arrematando para fora, com perigo. Até que, aos 19 minutos, Felipe cruzou e Lula subiu mais do que a defesa testando para o fundo das redes para abrir o placar.
Para evitar qualquer drama no final da partida, o Atlético forçava em busca do segundo, mas não demonstrava tranquilidade na hora de finalizar. Lula virou uma arma importante na área e, aos 32 minutos, Felipe levantou para o zagueiro desviar, mas com falta sobre o goleiro. Aos 38 minutos, Felipe pegou sobra de bola na entrada da área e soltou a bomba, carimbando a trave.
Para a segunda etapa, o Remo retornou com Levy e Rafael Paty nos lugares de Cláudio Allax e Bismark. Aos quatro minutos, Felipe cobrou falta e Gustavo desviou, desta vez para fora. O Leão começou a gostar do jogo e, aos oito minutos, após cobrança de falta, Felipe Macena pegou sobra de bola e bateu para estufar as redes e deixar tudo igual. Preocupado, o técnico Enderson Moreira colocou o atacante Edigar Junio no lugar do meia Bruno Mota.
O Remo sentiu que poderia buscar a classificação e, com isso, o técnico Cacaio colocou em campo dois titulares que estavam sendo poupados no banco de reservas. Aos 17 minutos, Edigar Junio recebeu, teve tempo para escolher o canto e, na frente do gol, bateu em cima de Douglas Coutinho. Aos 27 minutos, Levy cobrou falta e quase surpreendeu Weverton, que se esticou para ceder escanteio. Aos 29 minutos, Rafael pegou de voleio para defesa de Weverton, salvando o que seria um golaço.
O torcedor, que apoiou o jogo todo, começou a se irritar novamente. Natanael apareceu com liberdade aos 36 minutos para marcar, mas o árbitro anotou o impedimento. A grande chance para evitar os pênaltis aconteceu aos 47 minutos, com Edigar Junior, que apareceu na cara do gol e bateu para um milagre de Fabiano.
A repetição do placar do primeiro encontro levou a decisão para as penalidades, sob gritos de vergonha do torcedor. O primeiro a abater para o Atlético foi o zagueiro Gustavo, que converteu. Pelo lado do Remo, Alex Ruan carimbou o travessão, mudando momentaneamente o clima na Arena. Natanael também fez o dele para o Rubro-Negro. Ratinho mandou para as redes. Felipe não desperdiçou e fez a festa da torcida. Felipe Macena, com tranquilidade, marcou.
Estreante da noite, o volante Jadson cobrou muito mal, mandou pela linha de fundo e aumentou a tensão. Rafael Paty, pelo lado do Leão, marcou e passou a pressionar o Furacão. O jovem Gustavo Marmentini fez o dele. Levy mostrou experiência e tocou no cantinho para fazer. Nas alternadas, Rafinha abriu mandou para o fundo das redes. Já Ilaílson errou e classificou o Rubro-Negro, sob vaias da torcida.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 1 (5) X (4) 1 REMO
Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Data: 15 de abril de 2015, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC) 
Assistentes: Éder Alexandre ( SC) e Rosnei Hoffmann Scherer (SC) 
Cartões amarelos Deivid, Felipe, Jadson e Gustavo (Atlético-PR); Bismark, Ciro Sena, Warian Santos (Remo)
Gols:
ATLÉTICO-PR: Lula, aos 19 minutos do segundo tempo 
REMO : Felipe Macena, aos 8 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Gustavo, Lula e Natanael; Deivid, Jadson, Bruno Mota (Edigar Junio) e Felipe; Marcos Guilherme (Rafinha) e Douglas Coutinho (Gustavo Marmentini). 
Técnico: Enderson Moreira
REMO : Fabiano; Cláudio Allax (Levy), Ciro Sena,Igor João e Alex Ruan; Warian Santos, Ilailson, Felipe Macena e Mateus Carioca (Ratinho); Bismark (Rafael Paty) e Rony 
Técnico: Cacaio
Veja como foi a classificação do Atlético contra o Remo:









Pênaltis:



Nenhum comentário:

Postar um comentário