Goleada:Atlético goleia o Prudentópolis e se livra da degola.


O Atlético goleou o Prudentópolis por 4a1 no estádio Newton Agibert,e espantou qualquer risco de rebaixamento no estadual 2015,com gols de Dellatorre,Marcos Guilherme e dois do garoto Crysan o furacão passou pelo time do interior em um jogo tecnicamente muito fraco.Agora o rubro se concentra para a Copa do Brasil,quando entra em campo na próxima terça feira em Juiz de Fora contra o Tupi.

O JOGO:

A partida começou de maneira nervosa no estádio Newton Agibert. Ao passo que o Prudentópolis lutava pela primeira vitória no Torneio da Morte, o Atlético-PR jogava para dissipar as possibilidades de rebaixamento. Assim, a tensão tomou conta dos atletas, que abusavam dos passes errados e das ligações diretas, procurando, respectivamente, os centroavantes Serjão e Dellatorre.
Em um raro momento de descuido da encaixada marcação do Tigre, o Furacão foi preciso e inaugurou o marcador aos 39 minutos. Acionado pelo lateral Natanael na área, Dellatorre dominou e finalizou firme, de canhota. A bola carimbou a trave de Doni, porém, no rebote, lá estava o centroavante para conferir, balançando a rede sem dificuldades.
O tento minou as ações do Prude, que amargou a segunda rede balançada dois minutos mais tarde. Dellatorre escapou em velocidade pela ponta esquerda, invadiu a área e cruzou rasteiro para Marcos Guilherme. A jovem promessa, que disputou o Sul-Americano sub-20 pela Seleção Brasileira, não desperdiçou presente e finalizou com consciência, sem dar chances a Doni.
Destaque da partida até então, Dellatorre não voltou para disputar o segundo tempo. O centroavante acabou expulso junto com o zagueiro Kal, com quem protagonizou um desentendimento na ida para os vestiários. O árbitro Felipe Gomes da Silva não admitiu a indisciplina e puniu ambos com cartão vermelho.
No dez contra dez, o Atlético-PR manteve a superioridade e marcou o terceiro gol aos 27 minutos do período complementar, em grande estilo. Marcos Guilherme invadiu a área em posição duvidosa e tentou driblar Doni, mas se atrapalhou e tocou para Cryzan, atrás. O substituto de Felipe finalizou com maestria, por cobertura, e viu a bola tocar o travessão mandante antes de balançar sutilmente a rede.
O Prudentópolis descontou quando o relógio apontou a marca dos 29. Wellinghton invadiu a área em velocidade e finalizou firme para vencer Weverton. Porém, o iluminado Cryzan, aos 33, fechou o marcador e garantiu a goleada rubro-negra fora de casa. O jovem atacante entrou pelo lado esquerdo, cortou a marcação e chutou com capricho, sem dar chances a Doni.
Ficha Técnica:
PRUDENTÓPOLIS 1 x 4 ATLÉTICO-PR 
Local: Estádio Newton Agibert, em Prudentópolis-PR 
Data: 25 de abril de 2015, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva
Assistentes: Diego Grubba Schitkovski e Diogo Morais
Cartões amarelos
Dellatorre, Natanael e Gustavo (Atlético-PR)
Cartões vermelhos
Kal (Prudentópolis); Dellatorre (Atlético-PR)
GOLS
PRUDENTÓPOLIS: Wellinghton, aos 29 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Dellatorre, aos 39 minutos do primeiro tempo, e Marcos Guilherme, aos 41 minutos do primeiro tempo, e Cryzan, aos 27 e 33 minutos do segundo tempo
PRUDENTÓPOLIS: Doni; Luizinho, Kal, Thiago Lugano e Biro Biro; Casimiro, Alex Ricardo, Lucas (Vinícius), Marcelinho (Caíque) e Wellington; Serjão
Técnico: Márcio Máximo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Gustavo, Léo Pereira e Natanael; Deivid e Paulinho Dias (Hernani); Marcos Guilherme, Bady (Edigar Junio) e Felipe (Cryzan); Dellatorre
Técnico: Milton Mendes.
Veja como foi a vitória do rubro negro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário