Mais decepção:Atlético para o Operário e se complica no estadual.


MaIs uma vez o rubro decepcionou em campo,na noite desa quarta feira o furacão foi derrotado pelo Operário em Ponta Grossa por 1a0 com gol no fim da partida e viu sua situação se complicar ainda mais no estadual.Apesar de ter mais pose de bola e ter criado boas chances de gol o furacão não foi eficiente nas conclusões e acabou sendo castigado no final com o gol do fantasma.Na próxima rodada o Atlético enfrenta o Maringá na arena da baixada.

O JOGO:

Atuando em casa, o Operário criou a primeira chance do compromisso. Logo aos sete minutos, Juba escapou da marcação pela intermediária e arriscou firme. Atento, Weverton se esticou para praticar a providencial defesa. A resposta do Atlético-PR veio com 23 jogados. Após cobrança de escanteio, Cléo testou firme e exigiu boa intervenção de Jhonatan. Na sobra, o centroavante rubro-negro concluiu com os pés e viu o adversário se sobressair novamente.
Quando o relógio apontou a marca dos 36, os torcedores do Furacão, frustrados com o desempenho da equipe após o torneio disputado em solo espanhol, quase viram a formação de Ponta Grossa inaugurar o marcador. Contudo, a cobrança de falta executada por Micael carimbou caprichosamente a trave.
Na segunda etapa, o clube alvinegro sentiu o bom momento e criou grandes oportunidades para sair vencedor do estádio Germano Kruger. Aos 30 minutos, em boa triangulação, Douglas finalizou com consistência, no canto, mas viu Weverton defender. Porém, com 44 jogados, o goleiro visitante nada pôde fazer. Em cabeçada certeira, Mateus Lima, substituto de Douglas Oliveira, balançou a rede e garantiu o triunfo em Ponta Grossa.
FICHA TÉCNICA:
OPERÁRIO-PR 1 x 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa-PR
Data: 11 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci
Assistentes: Daniel Cotrim de Carvalho e Adolfo Ferreira Borges
Cartões amarelos: Nequinha, Danilo Baia, Lucas, Pedrinho e Douglas Oliveira (Operário-PR); Weverton, Daniel Borges, Deivid e Cléo (Atlético-PR)
GOL
OPERÁRIO-PR: Mateus Lima, aos 44 minutos do segundo tempo
OPERÁRIO-PR: Jhonatan; Nequinha, Danilo Baia, Juan Sosa e Micael; Jhonathan Silva, Lucas (Andrezinho), Eliomar (Pedrinho) e Ruy; Juba e Douglas Oliveira (Mateus Lima)
Técnico: Itamar Schulle
ATLÉTICO-PR: Weverton; Daniel Borges, Gustavo, Cleberson e Natanael; Deivid, Paulinho Dias (Hernani), Bady (Nikão) e Marcos Guilherme (Edigar Junio); Dellatorre e Cléo
Técnico: Claudinei Oliveira
Veja como foi a derrota do furacão para o Operário:

Nenhum comentário:

Postar um comentário