Decepção:Atlético joga mal,e fica no empate com o jotinha.


Mais uma vez,a qipe principal do furacão decepcionou seu torcedor,em um jogo onde o time criou pouco e mostrou apatia no segundo tempo o rubro negro não saiu do zero contra o JMalucelli e segue se fazer gols com a equipe principal.Com o empate o furacão sai momentaneamente da "zona da morte"na próxima rodada o Atlético vai até Ponta Grossa enfrentar o Operário.

O JOGO:

Precisando responder à pressão do torcedor, o Furacão começou no ataque, Aos dois minutos, Cléo fez a jogada e cruzou na medida para Edigar Junio que, no entanto, não conseguiu se antecipar à defesa. Aos sete minutos, Cléo perdeu o domínio mas, na sobra, Daniel Borges, de primeira, carimbou a trave direita.
A pressão era total rubro-negra. Com posse de bola muito superior dos donos da casa que, no entanto, parava em uma defesa bem postada. Aos 20 minutos, Daniel Borges fez a jogada individual pela direita e Fabinho apareceu na hora exata do cruzamento para ceder escanteio. Aos 22 minutos, Bady cobrou escanteio, a defesa deu rebote e Paulinho Dias arriscou por cima da meta.
A partida ficou truncada depois da correria inicial. Aos 29 minutos, Netinho, em uma rara tentava, chutou de longe pra defesa segura de Weverton. Aos 36 minutos, Deivid rolou para Dellatorre que bateu em cima de Fabrício e perdeu grande oportunidade. Cobrança de escanteio fechada de Netinho, aos 43 minutos, e a bola passou por tudo mundo, sem ninguém aproveitar.
Para a segunda etapa, o Atlético voltou com Marcos Guilherme no lugar de Edgar Junio, em uma tentativa do técnico Claudinei Oliveira de ganhar o meio campo e aumentar o número de assistência para o ataque. Aos cinco minutos, Netinho arrematou no cantinho e a bola passou à esquerda do gol.
A duas equipes perderam gols em sequência. Primeiro foi o Furacão, aos 13 minutos, com Cléo, que chegou a tirar do goleiro, na cara do gol, e mandou para fora. Na resposta, aos 17 minutos, Getterson recebeu na área e carimbou o travessão No rebote, o chute saiu na rede, mas pelo lado de fora.
O Jotinha cresceu no jogo. Aos 24 minutos, Bruno Batata desviou na área, e Cleberson tirou em cima da linha. A torcida se irritava nas arquibancadas com o velho coro de ‘queremos jogador’. Substituído, Cléo foi bastante vaiado na Arena. Aos 37 minutos, Dellatorre fez o cruzamento, Nathan arrematou e acertou a defesa adversária. Sem bola nas redes, as arquibancadas não perdoaram com o apito final.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 0 X 0 JMALUCELLI
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Data: 07 de março de 2015, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Adriano Milczvski
Assistentes: Rafael Trombeta e Diogo Morais
Cartões amarelos: Natanael, Daniel Borges e Nikão (Atlético-PR); Wellington e Edu Amparo (JMalucellIi)
ATLÉTICO-PR: Weverton, Daniel Borges, Gustavo, Cleberson e Natanael; Deivid, Paulinho Dias e Bady (Nikão); Edigar Junio (Marcos Guilherme), Cléo (Nathan) e Dellatorre. 
Técnico: Claudinei Oliveira
JMALUCELLI: Fabrício; Cristovam, Alex Fraga, Leandro Silva (Gustavo)e Fabinho; Camargo, Wellington (Ronaldo Tres), Fernando Gomes (Edu Amparo) e Netinho; Getterson e Bruno Batata
Técnico: Ary Marques
Veja alguns lances do empate do furacão contra o jotinha:


Nenhum comentário:

Postar um comentário