Aqui não galo:Furacão vence o Atlético Mineiro,e fica tranquilo na tabela.


O furacão venceu o Atlético-MG nesse domingo na arena,com um gol relâmpago de Paulinho Dias aos 44 segundos do primeiro tempo o rubro nero fez uma apresentação sólida,correndo poucos riscos e assim garantindo a vitória diante da torcida.Com o resultado o furacão chega aos 43 pontos na tabela ficando na nona colocação e se afastando de vez do perigo do rebaixamento na próxima rodada o furacão vai até Volta Redonda onde enfrenta o Botafogo.

O JOGO:

 O Furacão começou a partida em um ritmo alucinante e, logo no primeiro ataque, Marcelo lançou Mário Sérgio, que cruzou. A defesa espanou nos pés de Paulinho Dias, que soltou o pé e contou com um desvio no meio do caminho para abrir o placar. Aos cinco minutos, Luan tentou dar o troco invadindo a área, mas parando na recuperação precisa de William Rocha. O gol logo no início fez o Galo partir para o jogo, mas os donos da casa se fecharam bem na defesa.
Se os primeiros minutos pareciam sinalizar um jogo bonito de assistir, rapidamente as expectativas mudaram com duas equipes errando muito, deixando o jogo truncado. Aos 17 minutos, Diego Tardelli tabelou com Carlos, abriu espaço e arriscou pela linha de fundo. Na resposta, aos 20 minutos, Bady bateu de fora da área e carimbou a defesa adversária.
Os mineiros voltaram a criar uma boa oportunidade aos 27 minutos, com Luan, que pegou rebote da defesa e dividiu com Weverton, que conseguiu mandar para fora. Aos 34 minutos, William aproveitou cobrança de escanteio para desviar na área, mas para fora, com algum perigo. O jogo melhorou e ficou aberto. Aos 40 minutos, Mário Sérgio partiu em velocidade e cruzou para Marcos Guilherme bater forte, alto demais.
Para a etapa final, o Galo voltou com Jô no lugar de Maicosuel. Aos quatro minutos, um lance curioso com a base da bandeirinha de escanteio sendo quebrada após um choque de William Rocha. Com a bola rolando, Leonardo Silva recebeu cruzamento e tocou para grande defesa de Weverton. Mais um lance estranho no jogo, com Douglas Coutinho, que fazia aquecimento, tomando cartão amarelo por atrapalhar cobrança de escanteio de Tardelli.
Já pensando em administrar os três pontos, o técnico Claudinei Oliveira tirou Bady para a entrada de Hernani. Do outro lado, Levir Culpi apostou nas entradas de Cesinha e Marion, aumentando o número de atacantes. Aos 27 minutos, Jô e Luan fizeram boa troca de bola para tentar furar o ferrolho rubro-negro, mas a bola fugiu do domínio e ficou com Weverton.
Bastante solicitado durante a partida, Mário Sérgio desceu em velocidade pela direita, aos 32 minutos, e cruzou fechado para ninguém. Galo na pressão e, aos 34 minutos, Alex Silva fez o levantamento para William Rocha se esticar e afastar o perigo. Aos 41 minutos, Cesinha cobrou falta e Weverton, sem dificuldade, ficou com a bola. Aos 47 minutos, na entrada da área, nova cobrança de falta e Diego Tradelli, depois de muita demora, acertou a barreira.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 1 X 0 ATLÉTICO-MG
Local: Arena da Baixada, em Curitiba-PR
Data: 02 de novembro de 2014, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa-RJ) 
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (Asp.Fifa-RJ) e Jackson L Massarra dos Santos-RJ
Cartões amarelos: Douglas Coutinho e Hernani (Atlético-PR); Josué (Atlético-MG)>p> GOLS:
ATLÉTICO-PR: Paulinho Dias, a 01 minuto do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Mário Sérgio (Otávio), Gustavo, Willian Rocha e Natanael; Deivid, Paulinho Dias, Bady (Hernani) e Marcos Gulherme; Marcelo e Cléo. 
Técnico: Claudinei Oliveira
ATLÉTICO-MG: Giovanni; Douglas Santos, Edcarlos, Leonardo Silva e Alex Silva; Josué (Marion), Pierre, Luan e Maicosuel (Jô); Diego Tardelli e Carlos (Cesinha)
Técnico: Levir Culpi

Nenhum comentário:

Postar um comentário