Derrota no Morumbi:Atlético perde para o São Paulo e se complica.


Assim como no atletiba,o furacão levou um gol de fora da área e não teve forças para reagir,na noite dessa quarta feira o furacão foi derrotado pelo São Paulo por 1 a 0 e viu aumentar a pressão quanto a zona de rebaixamento.O gol do time paulista foi marcado por Maicon ainda no primeiro tempo assim mesmo com algumas chances de gol o rubro negro não chegou ao empate.Na próxima rodada o furacão recebe o Figueirense na arena da baixada.

O JOGO:

O duelo desta quarta-feira marcou o retorno de Muricy Ramalho ao banco de reservas do São Paulo, depois de pouco mais de uma semana em repouso por conta de arritmia cardíaca, período em que a equipe foi dirigida interinamente por Milton Cruz. Logo na primeira partida, o treinador precisou contornar a ausência de nove jogadores, dois deles titulares do meio-campo: o volante Souza e o meia Kaká.
A solução encontrada por Muricy foi uma formação tática diferente, com um atacante a mais (Osvaldo) no lugar de um meia, e a substituição simples de Souza por Maicon, que fez jus à escolha logo aos cinco minutos. Após receber passe de Paulo Henrique Ganso a um metro da meia-lua, Maicon bateu colocado, de primeira, no ângulo esquerdo de Weverton.
O golaço forçou o Atlético-PR a deixar mais seu campo de defesa. Aos nove minutos, Bady cobrou escanteio fechado pela esquerda e quase fez um gol olímpico. No minuto seguinte, o meia aproveitou cruzamento da esquerda e desviou no meio da área. Um tapa de mão direita de Rogério Ceni, porém, evitou o empate. Daí em diante, as finalizações atleticanas na primeira etapa seriam somente de longa distância, sem perigo.
As são-paulinas, ao contrário, assustariam Weverton novamente. Aos 16 minutos, Osvaldo fez bom cruzamento da esquerda, mas Alan Kardec cabeceou torto, atrapalhado pela iluminação do estádio, segundo ele. Treze minutos mais tarde, aproveitando-se de belo toque de cobertura de Ganso, Alexandre Pato chegou com liberdade à frente do goleiro, porém demorou demais a concluir e acabou chutando à direita.
A chance desperdiçada foi lamentada no intervalo pelos jogadores, principalmente pelo capitão Rogério Ceni. Eleparecia prever que, no segundo tempo, o Atlético-PR voltaria melhor e que ele precisaria trabalhar mais. Como aos dez minutos, quando uma falta atravessou toda a área sem desvio, e a bola continuou sob posse adversária. Após novo cruzamento à meia altura de Marcelo, o goleiro, já caído no gramado, conseguiu tocar com a perna direita.
Dez minutos depois, em rápido contra-ataque, a equipe paranaense chegou mais uma vez ao ataque e motivou a torcida tricolor a gritar o nome de Luis Fabiano em seguida, pedindo pela entrada do centroavante. A chegada atleticana não passou de susto, porém. Após receber passe na meia esquerda, Natanael finalizou rasteiro, de fora da área, rente à trave direita de Rogério Ceni.
Muricy atendeu o pedido da arquibancada e sacou Pato para garantir a 300ª atuação de Luis Fabiano com a camisa tricolor, além de trocar também Osvaldo por Boschilia. As substituições deram novo fôlego ao São Paulo e o ajudaram a manter a bola no campo de ataque para sustentar o placar até o apito final 
FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP) 
Data: 8 de outubro de 2014, quarta-feira 
Horário: 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA) 
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Marcos Welb Rocha (BA) 
Público: 9.820 pessoas 
Renda: R$ 292.130,00 
Cartões Amarelos: Paulo Miranda, Michel Bastos, Ganso (São Paulo), Gustavo e Cléo (Atlético-PR) 
Gol: SÃO PAULO: Maicon, aos 5 minutos do primeiro tempo
SÃO PAULO: Rogério Ceni; Hudson, Paulo Miranda, Antônio Carlos e Michel Bastos; Denilson, Maicon e Ganso; Osvaldo (Boschilia), Alexandre Pato (Luis Fabiano) e Alan Kardec 
Técnico: Muricy Ramalho
ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton, Cleberson, Gustavo e Natanael; João Paulo, Hernani, Bady (Carlos Alberto) e Marcos Guilherme; Marcelo e Cléo 
Técnico: Claudinei Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário