Tropeço em Brasilía:Furacão começa na frente,mas cede virada ao Cruzeiro.


Furacão começou bem,fez uma boa partida e ficou duas vezes a frente do placar,porém não conseguiu segurar a vantagem e cedeu a virada ao Cruzeiro,jogando com um jogador a menos durante toda a segunda etapa rubro não não segurou a pressão do time mineiro e saiu derrotado em Brasilia.Agora o furacão volta a campo no próximo sábado no estádio beira rio contra o Internacional.

O JOGO:

Mandante no Mané Garrincha, o Atlético-PR logo tratou de pressionar os reservas do cruzeiro na zona defensiva mineira, acionando muitas vezes o atacante Marcelo. Já a tática da Raposa durante o primeiro tempo foi a troca de passes, valorizando a posse de bola.
O Atlético-PR tirou o placar do zero aos 23 minutos da primeira etapa. Natanael cruzou da esquerda e Ederson pulou para cabecear, ganhando de Wallace e colocando a bola no contrapé do goleiro Fábio para marcar o primeiro tento do confronto.
O gol mudou a postura do Cruzeiro, que passou a pressionar mais os defensores paranaenses. O time celeste teve chance após falta cobrada no meio da área que contou com o desvio de Bruno Rodrigo, obrigando Weverton a fazer uma grande defesa.
A tática cruzeirense surtiu efeito aos 35 minutos da primeira etapa, quando o placar voltou a ficar empatado. Após cobrança de escanteio de Egídio, Nilton sobe mais que a defesa e cabeceia para o chão, não dando chances para o goleiro Weverton defender.
A resposta do Furacão não demorou muito. Cinco minutos depois do gol cruzeirense, Marcelo deixou o Atlético-PR à frente do marcador novamente. Ederson cruzou na área e a zaga rebateu, sobrando para o atacante marcar o tento.
Na volta do intervalo, o Atlético-PR teve Dráusio expulso no primeiro minuto da segunda etapa. Com dez jogadores, o Cruzeiro adotou uma postura mais ofensiva, colocando Dagoberto no lugar de Egídio.
A superioridade numérica melhorou o jogo do Cruzeiro, que criava muitas oportunidades na segunda etapa. Aos 28, Alisson invadiu a área e Natanael derrubou o jogador. Pênalti marcado e depois cobrado por Souza, que empatou para o time mineiro.
O jogo do Furacão ficou concentrado nos contra-ataques, que levavam perigo à equipe de Minas Gerais. Mas ao mesmo tempo, deixavam a zaga desprovida. Aos 38, Marcelo Moreno aproveitou um cruzamento e virou a partida para o Cruzeiro
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 2 X 3 CRUZEIRO
Local:   Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF) 
Data: 3 de maio de 2014, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília) 
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO) 
Assistentes: Jesmar Benedito Miranda de Paula (GO) e Marcio Soares Maciel (GO)
Cartões amarelos: Weverton, Natanael e Cleberson (Atlético-PR); Wallace, Luan e Souza (Cruzeiro)
Cartão vermelho: 
Dráusio (Atlético-PR)
Gols: 
ATLÉTICO-PR: Ederson, aos 23 minutos do primeiro tempo, e Marcelo, aos 40 minutos do primeiro tempo 
CRUZEIRO: Nilton, aos 35 minutos do primeiro tempo, Souza, de pênalti, aos 29 minutos do segundo tempo, e Marcelo Moreno, aos 37 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton, Dráusio, Cleberson e Natanael; Deivid, Otávio, Paulinho Dias (Mário Sérgio) e Marcos Guilherme (Léo Pereira); Marcelo e Ederson (Douglas Coutinho).
Técnico: Miguel Ángel Portugal
CRUZEIRO: Fábio; Mayke, Wallace, Bruno Rodrigo e Egídio (Dagoberto); Nilton, Souza, Tinga (Alisson) e Marlone; Borges e Luan (Marcelo Moreno).
Técnico: Marcelo Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário