RESPEITEM O FURACÃO:ATLÉTICO ESTÁ NA FINAL DA COPA DO BRASIL.


Pra quem duvidou,pra quem foi contra,pra quem secou ai vai a resposta!Não adiantou contra tudo e contra todos o furacão é finalista da copa do Brasil 2013,nem toda a pressão da torcida adversária e e do time do Grêmio foi suficiente para evitar que o rubro negro disputasse sua primeira final de copa do Brasil da história.Em jogo muito truncado e de marcação o rubro negro suportou a pressão dos gaúchos até o fim segurou o empate em 0a0 e fará a final contra o Flamengo,sendo a primeira parida dia 20 na vila Capanema e a volta dia 27 no Maracanã.Contra tudo e contra todos o furacão mostrou sua força e ainda tem mas por ai,são duas partidas para o furacão conquistar a copa do Brasil e voltar a libertadores,agora o furacão tem o São Paulo pelo Brasileirão na vila,a seguir confira a cronica e a ficha técnica da partida que levou o furacão a final da copa do Brasil.

O JOGO:

Apoiado por um grande e barulhento público na Arena, o Grêmio, com Zé Roberto em campo, começou em cima do rubro negro Logo no primeiro minuto de jogo, Pará levantou falta na cabeça de Rhodolfo, que tocou por cima. Aos 13, foi Kleber quem chegou após cruzamento de Pará, mas Manoel atrapalhou a conclusão de cabeça do atacante gremista. O Furacão também tinha no seu lado direito, com Léo e Marcelo, sua principal força.

Aos poucos, o Grêmio foi aumentando a pressão. Aos 32, Zé Roberto levantou escanteio para a área e Bressan quase fez de cabeça. Cinco minutos depois, Souza arriscou de fora da área e Wéverton defendeu com segurança. Aos 40, Barcos girou e mandou no ângulo, mas o goleiro atleticano fez grande defesa de mão trocada. Dois minutos depois, nova defesa espetacular de Wéverton, em chutaço de Alex Telles.
O Grêmio tentou retomar a pressão na volta do intervalo. Logo na primeira chegada, um chute perigoso de Zé Roberto para fora. O Furacão respondeu em cabeçada de Marcelo por cima do gol. Aos 13, Pará cruzou e a bola sobrou para Kleber, que bateu rasteiro, raspando a trave. No minuto seguinte, Kleber recebeu livre na área, mas demorou a concluir e chutou em cima da marcação.
Aos 16, o Grêmio chegou ao gol em um chute rasteiro e seco de Ramiro, mas a arbitragem anulou, marcando impedimento. Souza arriscou com perigo aos 19, mas o Atlético ficou muito perto de abrir o placar aos 23, em cruzamento de Marcelo que Ederson por pouco não aproveitou de carrinho. Aos 29, após jogada de Barcos, Ramiro soltou outra bomba, desta vez no poste.
A pressão gremista se tornava cada vez mais forte. Aos 32, Barcos fez grande jogada e chutou para grande defesa de Wéverton. No escanteio, o Pirata subiu mais que a zaga e tocou de cabeça para fora. A quatro minutos do fim, Kleber cabeceou fraco cruzamento de Pará e Wéverton defendeu. Aos 45, Barcos entrou sozinho e tocou fraco. Luiz Alberto salvou em cima da linha.
FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO 0 x 0 ATLÉTICO-PR
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 6 de novembro de 2013, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Zé Roberto e Kleber (Grêmio); Juninho, Léo, Manoel e Luiz Alberto (Atlético-PR)
GRÊMIO: Dida; Pará, Rhodolfo, Bressan e Alex Telles; Souza, Ramiro (Yuri Mamute), Riveros (Elano) e Zé Roberto (Vargas); Kleber e Barcos
Técnico: Renato Gaúcho
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho; Deivid, Zezinho, Everton (Renato) e Paulo Baier (João Paulo); Marcelo e Ederson (Dellatorre)
Técnico: Vagner Mancini

Nenhum comentário:

Postar um comentário