Massacre em Joinville:Furacão detona o Náutico e volta a vice liderança do brasileiro.


E o furacão não teve dó nem piedade do rebaixado Náutico,em uma tarde de muita chuva em Joinville o furacão fez uma chuva de gols,6a1 pra cima do timbu,resultado que devolve ao furacão a vice liderança do campeonato,ficando ainda mais perto da vaga na libertadores via campeonato brasileiro,em jogo onde os meias Paulo Baier e Felipe foram os destaques o rubro negro passou facilmente pelo time pernambucano.Agora o furacão se prepara para a super decisão de quarta feira no Maracanã contra o Flamengo,valendo o titulo da Copa do Brasil.

O JOGO:

Após um começo de jogo morno, o Rubro-Negro abriu o placar aos 25 minutos, com Zezinho. Um minuto depois, Paulo Baier ampliou, marcando seu 101º gol na era dos pontos corridos do Brasileirão. Depois do intervalo, Tiago Real, no primeiro minuto, descontou. Porém, Felipe, aos sete minutos fez o terceiro. De pênalti, Ederson fez seu 18º gol na competição. Felipe fez mais um, aos 17 minutos. E Cleberson, aos 26 minutos, fechou a contagem.
Na próxima rodada, o Atlético Paranaense enfrenta o Santos, domingo, no Estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto. Antes, decide a Copa do Brasil diante do Flamengo, na quarta-feira. Já o Náutico terá pela frente o Vasco da Gama, no mesmo dia, no Estádio do Maracanã.
O jogo – Após mais um protesto do Bom Senso FC, a bola rolou debaixo de muita chuva em Joinville. Com uma formação diferente, o Rubro-Negro parecia um pouco perdido e demorou a se encontrar. Aos quatro minutos, Paulo Baier fez cruzamento fechado e a zaga do Timbu afastou o perigo. Aos 12 minutos, Bruno Colaço tentou o cruzamento duas vezes, mas a defesa atleticana amenizou a pressão.
Sem conseguir penetrar na defesa pernambucana, o Furacão levou perigo em jogada de bola parada, com Paulo Baier, que aos 16 minutos cobrou falta e obrigou Ricardo Berna a fazer grande defesa. Na resposta, aos 18 minutos, Tiago Real fez o levantamento e William Alves subiu sozinho para testar pela linha de fundo.
O Atlético, entretanto, precisou de dois minutos para fazer dois gols. Primeiro com Zezinho, aos 25 minutos, aproveitando cruzamento para desviar e abrir o placar. Um minuto depois, Ederson fez o corta-luz e Paulo Baier, de primeira, emendou para o fundo das redes. O Timbu tentou descontar com Tiago Real, aos 36 minutos, mas a cabeça saiu pela linha de fundo. Aos 42 minutos, Gustavo arriscou da intermediária e isolou.
Para a etapa final, o Náutico retornou com Maikon Leite no lugar de William Alves. E a mudança surtiu efeito. Logo no primeiro minuto, o atacante acertou a trave e, no rebote, Tiago Real emendou par ao gol para descontar. O gol não abalou o Atlético, que chegou ao terceiro aos sete minutos, com Felipe, que tirou a marcação e bateu colocado para marcar.
Paulo Baier partiu para a jogada individual, aos 14 minutos, e foi derrubado na área. Pênalti marcado. Na cobrança, Ederson não desperdiçou para seguir firme na artilharia da competição. Aos 17 minutos, Paulo Baier deu a assistência para Felipe, que tocou na saída de Berna para fazer o quinto.
O jogo era movimentado e, aos 21 minutos Maikon Leite arriscou uma bomba e carimbou o travessão. De volta ao time após um longo período, o zagueiro Cleberson, aos 26 minutos, aproveitou confusão na área para deixar sua marca. Marcelo tentou deixar o dele, aos 33 minutos, mas entrou na área em impedimento. Aos 42 minutos, Roger, com liberdade, chutou para fora. Mas não fez falta.
FICHA TÉCNICA:
Atlético Paranaense 6x1 Náutico
Campeonato Brasileiro - 36ª rodada
Data: 24/11/2013 (domingo)
Horário: 17h
Local: Arena Joinville (Joinville)
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira (BA) e Eberval Lodetti (SC)
Assistentes Adicionais:  Manoel Nunes Lopo Garrido (BA) e Cosme Iran Sabino Araujo (BA)
Quarto Árbitro: Rafael Traci 
Atlético Paranaense:
Weverton; Felipe, Manoel, Luiz Alberto (Cleberson, aos 19' do 2º T) e Juninho; Deivid, Zezinho, Everton e Paulo Baier (Bruno Silva, aos 19' do 2º T); Marcelo e Ederson (Roger, aos 24' do 2º T).
Técnico: Vagner Mancini
Náutico:
Ricardo Berna; Maranhão, Diego, Alison e William Alves (Maikon Leite), Elicarlos, Martinez, Gustavo e Tiago Real; Rogério (Dadá) e Bruno Colaço.
Técnico: Marcelo Martelotte
Gols: Zezinho, aos 25' do 1º T (Atlético Paranaense); Paulo Baier, aos 26' do 1º T (Atlético Paranaense); Tiago Real, ao 1' do 2º T (Náutico); Felipe, aos 7' do 2º T (Atlético Paranaense);  Ederson, aos 14' do 2º T (Atlético Paranaense); Felipe, aos 17' do 2º T (Atlético Paranaense); Cleberson, aos 26' do 2º T (Atlético Paranaense) 
Cartões Amarelos: William Alves, Maranhão e Diego (Náutico); Luiz Alberto (Atlético Paranaense)

Nenhum comentário:

Postar um comentário