Tchau Inter:Furacão está na semi final da Copa do Brasil.


Foi emocionante,até o fim mas o furacão segurou a vantagem,e garantiu pela primeira vez na história sua passagem as semi finais da Copa do Brasil pós um jogo truncado e com multas faltas o furacão fez valer a vantagem do gol marcado fora de casa e eliminou o Internacional assim garantindo a sua vaga na semi final.Com uma vila Capanema lotada o furacão se defendeu bem e pela primeira vez na história chega as semi finais da competição nacional,e agora enfrentá outro gaúcho o Grêmio que eliminou o Corinthians nos pênaltis,a primeira partida acontece já na próxima semana e será na vila porém antes o furacão vi até Salvador enfrentar o Bahia pelo Brasileirão.

O JOGO:

A partida começou bem disputada, com o Furacão tentado impor seu ritmo, mas sem deixar muitos espaços. Aos quatro minutos, Paulo Baier tentou ligar o contra-ataque e Jorge Henrique apareceu para interceptar e evitar a primeira chegada de perigo. Aos sete minutos, D’Alessandro cobrou falta na entrada da área, mas isolou a bola. Chance real mesmo apenas aos 12 minutos, com Everton, que recebeu cruzamento na medida e bateu de primeira, para fora.
O Colorado teve a chance de dar o troco aos 15 minutos, em cruzamento de Willians que Leandro Damião não conseguiu completar, na cara do gol. Aos 17 minutos, Manoel tentou a ligação com Paulo Baier e Juan apareceu bem para interceptar. Jogada pela lateral de Éverton, aos 21 minutos, e o cruzamento caiu em Dellatorre, que desviou pela linha de fundo. Weverton trabalhou aos 27 minutos, espalmando uma bomba de Otávio.
O Atlético aos poucos se soltava, mas a marcação era pesada. Aos 30 minutos, Baier cobrou escanteio e Luiz Alberto testou por cima da meta. Saída de bola errada do Inter, aos 35 minutos, Deivid pegou a sobra e arrematou para fora. Na resposta, aos 39 minutos, Jorge Henrique desviou na área e Wéverton fez grande defesa para salvar.
Depois do intervalo, os gaúchos retornaram com Forlán no lugar de Otávio. Porém, nos primeiros minutos a forte marcação e o jogo truncado seguiam como na primeira etapa. Aos seis minutos, Forlán cobrou falta na área e Deivid afastou o perigo. Aos 11 minutos, Paulo Baier cobrou escanteio fechado e Muriel, atento, segurou firme.
O técnico Clemer apostou na entrada de Rafael Moura para tentar fazer funcionar o ataque colorado. Em sua primeira chance, aos 15 minutos, o atacante, com o gol aberto, pegou embaixo da bola e perdeu a oportunidade. Aos 18 minutos, Baier cobrou falta e Muriel defendeu no canto, sem maiores problemas. Pelo lado do Rubro-Negro a aposta de Mancini foi a entrada de Douglas Coutinho.
O empate sem gols refletia bem o que era a partida, que tinha poucas chances reais de gols. Aos 31 minutos, Jackson tentou tirar a bola na defesa e quase mandou para dentro das próprias redes. O Furacão administrava e não arriscava. Aos 44 minutos, Gabriel arriscou o chute e abola explodiu em Zezinho. O Atlético conseguiu segurar o empate.
FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-PR 0 X 0 INTERNACIONAL
Local: Estádio Durival Britto e Silva, Curitiba (PR) 
Data: 23 de outubro de 2013, terça-feira
Horário: 21h50 (de Brasília) 
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP) 
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (Fifa-RJ) e Rodrigo F. Henrique Correa (Fifa-RJ) 
Cartões amarelos: Wéverton, Zezinho e Douglas Coutinho (Atlético-PR); D’Alessandro, Jorge Henrique e Jackson (Internacional)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Juninho (Renato Chaves); Deivid, Zezinho, Éverton e Paulo Baier; Dellatorre (Douglas Coutinho) e Ederson (Ciro) 
Técnico: Vagner Mancini
INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Kleber (Scocco); João Afonso, Willians, Jorge Henrique, D’Alessandro e Otávio (Forlán); Leandro Damião (Rafael Moura) 
Técnico: Clemer

Nenhum comentário:

Postar um comentário