Três pontos pra galera:Furacão bate o Goiás,e volta a vencer em casa.


Finalmente ela voltou,a vitória do furacão diante de seu torcedor,o rubro negro bateu o Goiás por 2a0 na tarde desse domingo na vila Capanema e consegue a terceira vitória seguida no brasileirão,fazendo um bom jogo e mostrando equilíbrio durante a partida o furacão foi superior e garantiu sua primeira vitória diante do torcedor nesse campeonato,assim assumindo a oitava colocação com dezesseis pontos ganhos,agora o furacão encara o Bahia na próxima quarta feira novamente na vila.

O JOGO:



 Muita velocidade nos primeiros movimentos, com o Furacão tentado impor seu ritmo. Porém, a primeira grande chance foi do time esmeraldino, em contra-ataque rápido, aos quatro minutos, com Tartá, que tocou na saída do goleiro atleticano, mas pela linha de fundo. O Rubro-Negro chegou a balançar as redes aos oito minutos, com Dellatorre, mas o árbitro parou o lance anotando o impedimento.
Os goianos jogavam apostando nos contra-ataques, como aos 11 minutos, novamente com Tartá, que desta vez arrematou por cima da meta. A resposta veio apenas aos 17 minutos, com Éverton, que não conseguia entrar na zaga adversária e arrematou de longe, para fora. Aos 21 minutos, Paulo Baier encontrou Dellatorre, que se esticou todo e obrigou Renan a mostrar reflexo para ceder escanteio.
O jogo era aberto, mas o zero não saia do placar pela falta de criatividade dos ataques. Aos 26 minutos, Paulo Baier cobrou falta e Luiz Alberto subiu para testar por cima do gol. O ritmo caiu, com muitos erros de passes. Aos 30 minutos, Tartá ganhou da zaga atleticana na velocidade e bateu para fora. O Atlético devolveu com Marcelo, aos 36 minutos, tentando encobrir Renan que se recuperou para salvar. O goleiro voltou a fazer milagre aos 40 minutos, impedindo testada certeira de Manoel. Até que, aos 43 minutos, Dellatorre aproveitou cruzamento de Everton e desviou do goleio para abrir o placar.
Depois do intervalo, o Rubro-Negro voltou com Zezinho no lugar de Marcelo Palau. Logo aos três minutos, Dellatorre apareceu com liberdade para marcar, mas em impedimento. Aos sete minutos, Dellatorre apenas ajeitou para Zezinho chutar de primeira, pela linha de fundo. O Furacão tinha maior posse de bola, mas continuava com dificuldade para finalizar. O técnico Enderson Moreira apostou então na entrada da Neto Baiano.
Ótimo contra-ataque para o Atlético, aos 15 minutos, Éverton foi fominha e, ao invés de rolar para Paulo Baier, praticamente recuou para Renan fazer a defesa. Aos 18 minutos, Dellatorre invadiu a área e foi travado por Valmir Lucas. A torcida pediu pênalti, mas o árbitro mandou a bola rolar, na caindo na simulação. O jogo era tecnicamente fraco e o time da casa conseguia administrar o resultado.
O Goiás tentava ir ao ataque, mas deixava espaços para o contragolpe rubro-negro. Aos 31 minutos, Marcelo armou o arremate para fazer o segundo e a defesa goiana pareceu na hora certa para cortar. Liberdade para Neto Baiano, aos 36 minutos, mas a bandeira subiu. Aos 42 minutos, Amaral não conseguiu o domínio e Weverton apareceu para afastar. Mas, aos 45 minutos, Ederson deixou sua marca mais uma vez para fechar a contagem.
Ficha técnica:
Atlético Paranaense 2x0 Goiás 
Campeonato Brasileiro - 11ª Rodada
Data: 04/08/2013 (domingo)
Horário: 16h
Local: Vila Capanema
Público Total: 9.792
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Marcio Eustaquio Santiago (MG) e Katiuscia Berger Mendonça (ES)
Assistentes adicionais: Rodrigo Alonso Ferreira (SC) e Carlos Eduardo Vieira Areas (SC)
Quarto Árbitro: Leandro Junior Hermes (PR)
Atlético Paranaense:
Weverton, Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva, Palau (Zezinho, intervalo), Everton e Paulo Baier (Elias, aos 43' do 2º T); Marcelo e Dellatorre (Ederson, aos 22' do 2º T);
Técnico: Vagner Mancini
Goiás: 
Renan; Clayton, Valmir Lucas, Ernando e William; Dudu Cearense (Caio), Amaral, Hugo e Renan Oliveira (Neto Baiano); Walter e Tartá (Ramon).
Técnico: Enderson Moreira
Gols: Dellatorre, aos 43' do 1º T (Atlético Paranaense); Ederson, aos 45' do 2º T (Atlético Paranaense)
Cartões Amarelos: Hugo, Dudu Cearense, Tartá (Goiás); Paulo Baier (Atlético Paranaense) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário