Tudo igual:Furacão não sai do empate no clássico.


Em uma tarde fria,e em um gramado terrível na Vila Capanema o furacão não saiu do empate em 2a2 contra o Paraná,depois de sair perdendo o rubro negro chegou virar o jogo com dois gol de Douglas Coutinho mas acabou cedendo o empate ao tricolor com o resultado o furacão deixa liderança do estadual e cai para a terceira colocação com 7 pontos ganhos,e volta a campo quinta feira as 19:30 contra o Toledo no eco estádio.

O JOGO:


Sem outra escolha a não ser encarar o lamentável gramado da Vila, os times iniciaram o clássico mostrando motivação. Aos três minutos, Bruno Costa subiu na área após cruzamento de Zezinho e testou pra boa defesa de Luís Carlos. A reposta veio aos sete minutos, Lúcio Flávio lançou Luisinho, que não conseguia aproveitar a ótima enfiada de bola.
O campo esburacado quase atrapalhou a vida de Santos, que quase foi enganado após chute de Lúcio Flávio, aos 10 minutos. O Tricolor tinha maior posse de bola, enquanto o Furacão esperava para usar o contra-ataque como arma. Depois da correria inicial, o ritmo caiu bastante, com marcação forte no meio-campo. Aos 18 minutos, Héracles lançou para Zezinho, que não conseguiu alcançar a bola.
O Paraná voltou a aparecer no ataque aos 27 minutos, com Lúcio Flávio, que recebeu na entrada da área e emendou um chute pela linha de fundo. Até que, aos 31 minutos, Luisinho desviou na área e Reinaldo apareceu na segunda trave e completou para o fundo do gol, de bicicleta. Mas, dois minutos depois, Douglas Coutinho acertou um belo chute de fora da área e deixou tudo igual. O Furacão se empolgou e, aos 37 minutos, Coutinho recebeu na área e tocou na saída do goleiro para marcar.
Depois do intervalo, o Paraná voltou com Ângelo no lugar Gabriel Marques, que saiu lesionado. Aos quatro minutos, Carlinhos recebeu com liberdade, mas o árbitro parou o lance anotando o impedimento. O jogo era fraco, com as equipes com pouca criatividade e, independentemente do estado do gramado, sem conseguir criar chances reais.
Na bola parada, Zezinho encontrou Bruno Costa na área, aos 15 minutos, e o zagueiro cabeceou para fora. O Tricolor quase empatou aos 19 minutos, com Reinaldo, que tocou de cabeça, no travessão. Atacante, entretanto, não perdoou aos 22 minutos, aproveitando cruzamento na medida de Lúcio Flávio para empurrar para o fundo das redes. No lance seguinte Léo, do Atlético, foi expulso.
O jogo melhorou e, aos 28 minutos, Renan Foguinho arriscou o chute e a bola saiu pela linha de fundo. Zezinho, também de fora da área, arrematou aos 34 minutos, para fora. O tempo se esgotava e o placar final parecia definido, especialmente após a expulsão de Léo, que obrigou o Rubro-Negro a armar um ferrolho. Aos 47 minutos, Hernani cobrou falta perigosa e carimbou a barreira, sem mudar a contagem final.
FICHA TÉCNICA:
Local: Estádio Durival Britto e Silva, em Curitiba (PR) 
Data: 17 de março de 2013, domingo 
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Fabio Filipus 
Assistentes: Diogo Morais e Daniel Cotrim de Carvalho 
Cartões amarelos: Alex Alves e Luisinho (Paraná); Bruno Pelissari, Hernani, Bruno Costa, Zezinho e Léo (Atlético) 
Cartão vermelho: Léo (Atlético-PR)
Gols: PARANÁ CLUBE: Reinaldo, aos 31 minutos do primeiro tempo e aos 22 minutos do segundo tempo ATLÉTICO-PR: Douglas Coutinho, aos 33 minutos e aos 37 minutos do primeiro tempo
PARANA CLUBE: Luís Carlos; Gabriel Marques (Ângelo), Alex Alves, Anderson e Gilton (JJ Morales); Zé Luís (Dudu), Ricardo Conceição e Lúcio Flávio; Luisinho, Carlinhos e Reinaldo 
Técnico: Toninho Cecílio
ATLÉTICO-PR: Santos; Léo, Rafael Zuchi, Bruno Costa e Héracles (Renatinho); Renan Foguinho, Bruno Pelissari (Marcos Guilherme), Hernani e Zezinho; Crislan (Erwin) e Douglas Coutinho 
Técnico: Arthur Bernardes

Nenhum comentário:

Postar um comentário