Alerta:Em seu segundo jogo treino em Goias furacão perde outra.


Após perder para o Goias,o furacão perdeu também seu segundo jogo treino em Goiânia,agora para o Atlético-GO por 2a1,o rubro negro chegou empatar a partida mas não conseguiu o empate e volta do centro-oeste com duas derrotas.a seguir confira um resumo e a ficha técnica do jogo treino.

O JOGO:
Atlético-GO e furacão começaram o amistoso dispostos a mostrar que não consideravam o jogo entre os dois como apenas um treino. A partida começou pegada, com bastante movimentação de ambas as equipes.O furacão fez apenas uma alteração em relação ao time que iniciou o jogo-treino contra o Goiás na quarta-feira. Pedro Botelho entrou na vaga de Heracles na lateral-esquerda. A escalação foi a seguinte: Weverton; Jonas, Manoel, Luiz Alberto e Héracles; Deivid, João Paulo, Elias e Felipe; Marcelo e Marcão.
 aindo pelo lado esquerdo, Wiliam Barbio era o jogador mais incisivo da partida. Aos 12 minutos ele chutou cruzado, e a bola passou perto do gol de Weverton. Dois minutos mais tarde Caio colocaria a bola na trave, em cobrança de falta. O furacão apostava em contragolpes e lances de bola parada, e assim conseguiu assustar com um chute de Felipe, e, aos 23 minutos, mandar duas bolas na trave, ambas com Manoel.Mas o gol saiu apenas aos 41 minutos. Após um ótimo lançamento do jovem zagueiro Lucão, Elivelton recebeu pelo lado esquerdo da área e cruzou rasteiro para Wandinho fazer o gol dos rubro-negros goianos: 1 a 0.
 Como esperado, as duas equipes voltaram com várias alterações no intervalo. Ricardo Drubscky lançou os jogadores Renan Rocha, Diego Ivo, Heracles, Derley e Everton nas vagas de Weverton, Luiz Alberto, Pedro Botelho, João Paulo e Felipe. Waldemar Lemos também fez mudanças no Atlético-GO. Weverton e Mahatma entraram na equipe nos lugares de Roberto e Gilson. A principal novidade foi a presença de Bida, que não atua desde julho de 2012, suspenso por doping. O meia ocupou a vaga de Caio.A partida seguiu nervosa, sem qualquer impressão de que era apenas um jogo-treino. Paulo Baier, que entrara nos primeiros minutos da segunda etapa, quase empatou aos dez minutos, em cobrança de falta. Entretanto, 17 minutos depois o ex-meia do Goiás não erraria. Em nova falta, ele colocou a bola no contrapé de Weverton e igualou o placar do jogo.
 Na metade da segunda etapa, Elivélton e Diego Ivo discutiram por longos minutos, e mostraram como as duas equipes estavam encarando a partida. A prova de que não era um jogo qualquer veio aos 34 minutos, quando o zagueiro Manoel foi expulso após discutir com o árbitro Marcelo Hugo, para revolta dos paranaenses. O técnico Ricardo Drubscky ainda invadiu o gramado para reclamar sobre o lance.O juiz voltou a ser protagonista quando, aos 38 minutos, marcou pênalti de Renan Rocha em Lucão. O Rubro-Negro paranaense alegou que a falta foi fora da área, mas Marcelo Hugo deu a penalidade. O meia Bida, que fazia sua primeira 'partida' desde julho do ano passado, foi para a cobrança e garantiu a vitória para os donos da casa: 2 a 1.

Ficha técnica:

jogo-treino
Data: 14/03/2013 (quinta-feira)
Horário: 16h
Local: CT do Dragão

Atlético Goianiense: Roberto; Francesco, Gilson (Mahatma), Lucão (Luiz Felipe) e Leonardo; Ednei, Pituca, Elivelton e Caio (Bida); William Barbio (Jorginho) e Wandinho (Yago).
Técnico: Waldemar Lemos

Atlético Paranaense: Weverton (Renan Rocha); Jonas, Manoel, Luiz Alberto (Diego Ivo/ intervalo) e Pedro Botelho (Héracles/ intervalo); Deivid, João Paulo (Derley/ intervalo), Elias (Paulo Baier) e Felipe (Everton/ intervalo); Marcelo (Ederson/ 43 do 1º tempo) e Marcão (Ciro)  (Maranhão)

Cartão amarelo: Elivelton (Atlético Goianiense)
Cartão vermelho: Manoel (Atlético Paranaense/ 35’ do 2º tempo)

Gols: Wandinho (Atlético Goianiense/ 40’ do 1º tempo), Paulo Baier (Atlético Paranaense/ 27’ do 2º tempo), Bida (Atlético Goianiense/ 41’ do 2º tempo)




Nenhum comentário:

Postar um comentário