Só tropeçando:jogando mal sub 23 tropeça de novo.


E a má fase do sub 23 do furacão no paranaense parece não ter fim,na noite dessa quarta feira o furacão voltou a tropeçar fora de casa após sair na frente do Arapongas o furacão cedeu o empate,e de quebra ainda perdeu uma penalidade cobrada por Ricardinho.dessa forma o furacão permanece na oitava colocação do estadual com oito pontos ganhos,e já não aspira muita coisa no primeiro turno do campeonato na próxima rodada o rubro encara o J Malluceli no eco estádio com mando do furacão.

O JOGO:


Com muita chuva no interior paranaense, o jogo começou com um festival de erros, tecnicamente muito fraco. Aos cinco minutos, Hernani bateu de longe e isolou a bola no primeiro chute do Furacão. O Arapongão segurava a bola, mas não tinha força no campo de ataque.
O primeiro gol sairia apenas em um cochilo de uma das defesas, e foi o que aconteceu aos 19 minutos, quando Harrison, esperto, ganhou da defesa e fuzilou para o fundo das redes, abrindo o placar para o Rubro-Negro. Aos 23 minutos, Léo também tentou aproveitar o gramado escorregadio e a bola saiu com perigo.
Aos poucos, o Arapongas passou a equilibrar as ações, até que, aos 32 minutos, Marcelo apareceu na área e testou. Erwin tentou salvar, mas o assistente confirmou o gol. Hernani respondeu aos 35 minutos com um chute forte que assustou o goleiro Edson. A chuva apertou e o gramado pesado atrapalhava os dois times.
Para o segundo tempo, as equipes retornaram sem nenhuma modificação. Logo no primeiro minuto, o Arapongas assustou com Cristovan, que chutou de longe e carimbou o travessão. A marcação era forte, deixando a partida travada. Sem conseguir entrar na defesa adversária, Harrison chutou de longe, aos nove minutos, nas mãos de Edson.
Em jogada individual, aos 12 minutos, Edu Amparo deixou a defesa atleticana para trás e cruzou. Silvio espalmou e ninguém conseguiu aproveitar o rebote. Aos 19 minutos, Jabá cobrou falta na intermediária e isolou a bola. Também de bola arada, Harrison, aos 22 minutos, mandou por cima da meta. Apesar da vontade demonstrada pelos jogadores, o jogo era ruim.
Ataque em velocidade para o Furacão, aos 27 minutos, Ricardinho arrancou, abriu espaço e fuzilou na rede, pelo lado de fora. Aos 32 minutos, Pablo foi derrubado na área o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Ricardinho mandou para fora. Aos 38 minutos, Hernani cobrou falta, pela linha de fundo. Aos 44 minutos, Hernani ainda foi expulso após uma falta violenta. Em silêncio, os jogadores do Furacão saíram de campo com mais um resultado indesejado.
Ficha técnica:
Local: Estádio dos Pássaros, em Arapongas (PR) 
Data: 13 de fevereiro de 2013, quarta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília) 
Árbitro: Ronaldo Parpinelli
Assistentes: Adair Carlos Mondini e Victor Hugo Imazu dos Santos
Cartões amarelos: Vitor (Arapongas); David Henrique, Elivélton (Atlético-PR) 
Cartão vermelho: Hernani (Atlético-PR)
Gols: ARAPONGAS: Marcelo, 32 minutos aos do primeiro tempo
ATLÉTICO: Harrison, aos 19 minutos do primeiro tempo
ARAPONGAS: Edson; Cristovan, Douglas, Marcelo e Victor; Russo, Paulinho (Ademar Xavier)(Jean), Edu Amparo e Danilo Lopes (Lucas Guma); Luis Paulo e Jabá. 
Técnico: Edmilson Alves (interino)
ATLÉTICO: Santos; Léo (Douglas Coutinho), Erwin, Bruno Costa e Héracles; David Henrique (Elivélton), Hernani, Harrison e Renato; Ricardinho e Pablo (Rafael Zuchi). 
Técnico: Arthur Bernardes

Nenhum comentário:

Postar um comentário