Empate sonolento:em jogo ruim,furacão só empata com o Ipatinga.


Em jogo muito ruim no ipatingão,furacão apenas empatou com o Ipatinga,e perdeu a chance de entrar no G4,com boas chances desperdiçadas,o furacão perdeu a oportunidade de entrar no no grupo de acesso na série B.

                            O JOGO
 O Rubro-Negro começou recuado, isolando Marcão no campo de ataque, priorizando a marcação e tocando a bola no setor defensivo. Com o Ipatinga também criando pouco, o primeiro arremate saiu somente aos nove minutos, com João Paulo cobrando falta que passou à direita da meta defendida por Helton Leite.

A partir de então, o Furacão começou a se soltar. Aos treze, após boa tabela com Henrique, Maranhão invadiu a área e cruzou para o meio, mas a defesa mineira interceptou. Aos 19, boa chance para o Ipatinga, que até então nada tinha produzido em termos ofensivos. Em cobrança de falta, a bola foi alçada na área atleticana e Bruno Batata subiu sozinho para cabecear com perigo, com a bola passando à esquerda do gol de Weverton.

Mas, com as defesas levando vantagem sobre os ataques e muitos erros de passe na meia cancha, as duas equipes pouco criaram e o jogo permaneceu sonolento durante toda a primeira etapa. A melhor oportunidade saiu aos 43 minutos, quando Marcão invadiu a grande área e, livre de marcação, perdeu a chance de abrir o marcador, chutando para longe do gol adversário.
 Sem Deivid, que saiu lesionado, o Atlético voltou mais aceso para a segunda etapa. Com menos de um minuto, o Rubro-Negro já havia chegado com perigo e reclamou de um pênalti não marcado. Logo em seguida, Derley recebeu cruzamento de Maranhão e cabeceou em direção ao gol. O goleiro rebateu e a bola sobrou limpa para Marcão, que desperdiçou mais uma grande chance.

Buscando o ataque e com boas participações de Maranhão e Pedro Botelho, o Furacão passou a mandar no jogo e, aos 10 minutos, já chegava ao quarto escanteio no segundo tempo. Aos 12, João Paulo bateu forte, de longe, e a bola quicou na frente de Helton Leite, que teve dificuldades para fazer a defesa. A resposta do Ipatinga veio em seguida, aos 14 minutos, quando Bruninho foi lançado na área, antecipou-se à defesa e cabeceou por cima da meta de Weverton.

Porém, apesar de estar mantendo um domínio estéril sobre o adversário, o Atlético foi punido pelas oportunidades desperdiçadas. Aos 22 minutos o Ipatinga abriu o placar, após cobrança de escanteio, quando Eron aproveitou a indecisão da zaga e de Weverton e testou para o fundo das redes.

Mesmo com o gol, o Furacão foi em busca da reação e, minutos mais tarde, Maranhão foi derrubado na área adversária, mas o árbitro Rodrigo Braghetto mandou o jogo seguir. Logo em seguida, Marcão cabeceou para ótima defesa de Helton Leite e, aos 32, Marcelo fez boa jogada pela direita, para mais uma péssima finaliação de Marcão, que facilitou a defesa do goleiro ipatinguense.

Quando tudo parecia perdido e o Atlético por pouco não sofreu o segundo gol, aos 41 minutos João Paulo acertou uma bomba, de longa distância, marcando o gol de empate atleticano.

Um minuto mais tarde, Marcão perdeu mais uma chance incrível, deixando escapar a virada. Aos 44, em cobrança de falta, João Paulo exigiu grande defesa de Helton, que espalmou para a linha de fundo. Na cobrança de escanteio, a bola sobrou para Derley, que chutou prensado e desperdiçou.

O empate acabou adiando os planos do Atlético de chegar ao grupo de acesso à Série A e foi lamentado pelos jogadores e pelo técnico Ricardo Drubscky, que ainda terá problemas para escalar a equipe para a próxima partida, já que Manoel e Deivid saíram machucados, enquanto Cleberson recebeu o terceiro cartão amarelo e não pode enfrentar o BOA.

    FICHA TÉCNICA:
IPATINGA 1 X 1 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG)
Dia: 31 de agosto - Sexta-feira
Horário: 21:50h
Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)
Assistentes: Paulo César Silva Faria (MT) e Linconl Ribeiro Taques (MT)

IPATINGA: Helton Leite; Gedeílson, Tiago Alencar, Eron e João Vitor; Vinícius Kiss(Leandro Brasilia), Anderson Uchoa, Max Carrasco e Wellington Bruno; Bruninho(Andrezinho) e Bruno Batata
Técnico: Eugênio Souza

ATLÉTICO: Weverton; Maranhão, Manoel(Naldo), Cleberson e Pedro Botelho; Deivid(Derley), João Paulo, Felipe e Zezinho(Marcelo); Henrique e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

Nenhum comentário:

Postar um comentário