quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Athletico anuncia a saída do diretor de futebol Rui Costa.


O trabalho do diretor de futebol Rui Costa durou apenas 7 meses no Athletico,isso por que o clube anunciou na manha dessa quinta feira o desligamento do profissional que chegou ao clube em agosto de 2018,onde trabalhou diretamente na contratação de alguns jogadores incluindo Marco Ruben que chegou no inicio de janeiro.O clube divulgou em nota no site oficial uma mensagem de agradecimento e o profissional que também se despediu do clube durante essa quinta feira para seu lugar o mais cotado é Paulo André que vinha fazendo a função junto com Rui Costa,assim deverá ocupar os cargos de jogador já que renovou recentemente seu contrato por seis meses e o cargo de diretor de futebol.

Com atuação apagada Athletico é derrotado pelo Coritiba na arena.



O JOGO:

Antes mesmo de a bola rolar, polêmica, com o Coxa entrando em campo com protesto na camisa dos jogadores contra a proibição da entrada de torcedores visitantes na Arena: ‘torcida humana, ideia pathetica’. O primeiro time a chegar ao ataque foi o Furacão, com lançamento de Plata para Bergson, mas a bola correu demais, facilitando para Wilson. O clima era tenso em campo, com atletas se estranhando.
O jogo era concentrado no meio-campo, até que, aos 12 minutos, Matheus Anjos tentou colocar ação na partida, em cobra de escanteio fechada que Wilson teve trabalho para defender. O troco, entretanto, foi fatal. Sávio cobrou escanteio e Igor Jesus subiu para desviar e abrir o placar. O Coxa cresceu no jogo e, aos 21 minutos, Igor Jesus fez o pivô com perfeição e Iago Dias pareceu para arrematar no cantinho e marcar o segundo.
A partida parecia controlado pelo Alviverde, mas aos 26 minutos, João Vitor exagerou na entrada e foi expulso, deixando a equipe coxa-branca com um a menos em campo. Aos 32 minutos, Igor Jesus partiu para a jogada individual e chutou fraco. O Athletico chegou com perigo, aos 35 minutos, com Erick pegando à queima roupa para Wilson salvar. O Coxa conseguiu se segurar bem, mesmo com um a menos.
Para a etapa final, o Rubro-Negro voltou com Bruno Rodrigues no lugar de Reginaldo. Com maior posse de bola, o Furacão tentava pressionar, mas a defesa alviverde estava bem postada e não deixava o ataque athelticano arrematar. Aos 10 minutos, Bergson achou uma brecha para chutar, mas carimbou Alan Costa no meio do caminho.
Cobrança de falta na entrada da área para João Pedro, aos 14 minutos, e o chute saiu em cima da barreira. O dia mais quente em mais de vinte anos na capita paranaense também castigava os jogadores na Arena e o ritmo da partida não lembrava em nada o do primeiro tempo. Aos 20 minutos, bola no braço de Iago Dias e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Bergson converteu para dar mais emoção à partida.
Blitz rubro-negra, aos 30 minutos, Erick pegou sobra de bola e bateu para boa defesa de Wilson. Na sequência, a zaga coxa-branca afastou o perigo. Aos 32 minutos, foi a vez de Anderson Plata bater de longe, isolando a bola. Em sua primeira jogada em campo, Bill, aos 40 minutos, teve a grande chance para empatar, mas a cabeçada foi pela linha de fundo. O Coxa venceu aquele que pode ser o único Atletiba do ano, dependendo do desempenho dos times no Estadual e na Copa do Brasil.
Ficha Técnica:
ATHLETICO 1 X 2 CORITIBA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 30 de janeiro de 2019, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Sigari Zanon
Assistentes: Felipe Gustavo Schimidt e Alvaro Rodrigo Ferreira
Cartões amarelos: Eder, Plata (Athletico); Iago, João Vitor, Igor Jesus (Coritiba)
Cartão vermelho: João Vitor (Coritiba)
Gols
ATHLETICO: Bergson, aos 20 minutos do segundo tempo
CORITIBA: Igor Jesus, aos 16 minutos e Iago, aos 21 minutos do primeiro tempo


ATHLETICO: Léo; Reginaldo (Bruno Rodrigues), Bambu, Eder (Bill), Nicolas; Erick, Marquinho (Bruno Leite); Matheus Anjos e João Pedro; Anderson Plata e Bergson
Técnico: Rafael Guanaes

CORITIBA: Wilson; Sávio (Geovane), Sabino, Alan Costa e Fabiano; João Vitor, Vitor Carvalho, Giovanni (Matheus Bueno) e Kady; Iago Dias e Igor Jesus (Nathan)
Técnico: Argel Fucks
Veja como foi o jogo:






Visão do jogo:Um Athletico que não empolga.
Segue a má fase da equipe de aspirantes e na partida contra o Coritiba quem na baixada esteve viu um Athletico perdido principalmente na etapa inicial quando se viu uma equipe totalmente desorganizada,em alguns momentos até lembrando a equipe que foi treinada por Fernando Diniz em 2018 quando existia posse de bola sem objetividade.Isso não demorou para resultar no primeiro gol do Coritiba e pouco tempo depois o segundo onde praticamente mantou a partida no momento onde a equipe rubro negra sentiu o golpe.
Na segunda etapa já com um jogador a mais o furacão voltou a mostrar defeitos ofensivos,isso por que dessa vez ao contrario das primeiras partidas Matheus Anjos que vinha sendo o grande nome do time não esteve em uma noite de sorte o mesmo se diz de João Pedro que pouco isso escancarou ainda mais as dificuldades da equipe e ainda mais depois das tentativas "suicidas"de Rafael Guanaes em empatar o jogo após o gol anotado de pênalti por Bergson.O ponto positivo talvez fique por conta de Anderson Plata autor das melhores jogadas do time dentro dos noventa minutos porém fica claro que o time não tem um padrão e que Guanaes não se encontrou no comando da equipe e que o duelo contra o Paraná no próximo domingo pode ser o fiel da balança para o treinador do furacão.

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Em meio a polêmicas Athlético enfrenta o CoritiBa na arena.


Na noite dessa quarta feira furacão entra em campo pela quarta rodada do Paranaense,o rubro negro recebe na arena o Coritiba em busca da segunda vitoria consecutiva na competição e assim embalar dentro do campeonato.Se fora de campo existem indefinições relacionadas a presença da torcida dentro de campo os trabalhos realizados no CT indicaram que mais uma vez o técnico Rafael Guanaes deverá repetir a formação da equipe que derrotou o Rio Branco na rodada passada.

A FORMAÇÃO:

Após a partida contra o Rio Branco o técnico Rafael Guanaes se mostrou satisfeito com a atuação da equipe,mesmo sem fazer um grande jogo para o treinador ouve evolução na equipe em relação as duas primeiras partidas,o que indica a manutenção da equipe pela segunda vez consecutiva na competição.O volante Érick destaque na vitoria diante o Rio Branco deve ser mantido na equipe assim definindo o time que entra em campo nessa quarta feira com a seguinte formação:Léo;Reginaldo,Éder,Robson Bambu e Nícolas;Érick,Marquinho,Matheus Anjos,e João Pedro;Anderson Plata e Bergson.

De olho no adversário:O CoritiBa:

Após dois empates seguidos em casa o time verde busca retornar as vitórias o técnico Argel Fucks deve promover a volta do meia Kady que não enfrentou o Toledo na última rodada,além disso existe uma dúvida no meio de campo entre Giovanni e Matheus Bueno com isso o coxa deve ir a campo com:Wilson;Sávio,Alan Costa,Alex Alves e Fabiano;João Vitor,Vitor Carvalho,Giovanni(Matheus Bueno)e Kady;Iago Dias e Nathan.

Ficha Técnica:
ATHLETICO X CORITIBA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 30 de janeiro de 2019, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Sigari Zanon
Assistentes: Felipe Gustavo Schimidt e Alvaro Rodrigo Ferreira
ATHLETICO: Léo; Reginaldo, Bambu, Eder, Nicolas; Érick Marquinho; Matheus Anjos e João Pedro; Anderson Plata e Bergson
Técnico: Rafael Guanaes
CORITIBA: Wilson; Sávio, Alex Alves, Alan Costa e Fabiano; João Vitor, Vitor Carvalho, Giovanni (Matheus Bueno) e Kady; Iago Dias e Nathan
Técnico: Argel Fucks.
Relembre o último duelo entre Athletico e coxa:


domingo, 27 de janeiro de 2019

Athletico derrota o Rio Branco e vence a primeira no paranaense.


Foi na tarde quente de Paranaguá que o furacão conquistou sua primeira vitória em 2019,em um jogo truncado e com gols de Érick e Matheus Anjos o furacão derrotou o time do litoral por 2a0 e conquistando os três primeiros pontos na competição.Agora o rubro negro vai para a sequência de dois clássicos seguidos quarta diante o Coritiba na arena depois o Paraná na Vila Capanema.

O JOGO:

Em meio a um forte calor no litoral do estado,Athletico e Rio Branco fizeram um inicio de jogo truncado com as duas equipes se estudando até os 15 minutos da etapa inicial,o furacão chegou logo aos 18 minutos quando em uma falha na saída de bola do leão Erick roubou a bola e mandou pro fundo da rede abrindo o placar na estradinha.Já aos 24 minutos quem chegou foi  o time da casa com Válber que chutou forte para boa defesa do goleiro Léo antes do fim da primeira etapa.

Na segunda etapa o rubro negro voltou sem mudanças e mais aceso para a partida,tanto que logo a três minutos Anderson Plata fez ótima jogada pela direita e cruzou para Matheus Anjos de cabeça mandar para rede e aumentar o placar para o rubro negro.Dai em diante o furacão passou a dominar a partida e segurar o resultado que foi mantido até o final e garantindo a primeira vitória do furacão na competição.

Após o jogo a partida ficou marcada por uma confusão entre torcedores do Athletico e do Rio Branco dentro e fora do estádio,a policia usou gás lacrimogênio para dispersar os torcedores,assim os efeitos chegaram ao vestiários das duas equipes que por um tempo tiveram que aguardar no campo para depois seguirem para dentro dos vestiários.

Ficha Técnica:

RIO BRANCO 0 X 2 ATHLETICO-PR
Local: Estádio da Estradinha, em Paranaguá (PR)
Data: 27 de janeiro de 2017, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Elias Melek
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva e André Luiz Severo
Cartão amarelo: Plata (Athletico)
Cartão vermelho: Não teve
GOLS:
ATHLETICO: Erick, aos 18 minutos do primeiro tempo; Matheus Anjos, aos 3 minutos do segundo tempo;
RIO BRANCO: Gustavo Fraga; Alexsandro, Salazar, Erwin e Jackson; João Antônio (Bruno Andrade), Paulo Henrique, Válber, Lucy (Lucas Marques) e Andrezinho (Gleydson); Índio
Técnico: Ednélson Silva
ATHLETICO-PR: Léo; Reginaldo, Robson Bambu (Lucas Halter), Éder, Nicolas; Erick, Marquinho (Alex Nagib) e Matheus Anjos; João Pedro (Bruno Rodrigues), Plata e Bergson
Técnico: Rafael Guanaes
Veja como foi o jogo:





Visão do jogo:Uma vitória para dar confiança.
Foi na tarde quente de Paranaguá que veio a primeira vitória do furacão na temporada,a vitória que era necessária ´para a equipe e para o técnico Rafael Guanaes ganhar confiança para as demais partidas da temporada,claro a atuação não foi brilhante mas foi superior as duas anteriores onde o furacão pouco criou.
Em Paranaguá mais uma vez ficou claro que Matheus Anjos é o grande nome desse time pelo menos até aqui e que Érick em breve será umas das grandes revelações dessa temporada e que aos poucos Guanaes pode achar uma forma ideal para equipe que terá duas partidas em Curitiba,dois clássicos contra Coritiba na próxima quarta feira na arena da baixada,depois contra o Paraná na vila jogos que podem consolidar uma reação do time para ter um bom desempenho nas próximas partidas.

sábado, 26 de janeiro de 2019

Athletico enfrenta o Rio Branco em Paranaguá buscando a primeira vitória.


Nesse domingo o Athletico vai até Paranaguá para tentar mais uma vez a primeira vitória no Paranaense 2019,após duas partidas onde o desempenho da equipe foi abaixo do esperado a expectativa fica por uma atuação mais consistente da equipe do técnico Rafael Guanaes que após o confronto no litoral terá dois clássicos pela frente primeiro contra o Coritiba na arena depois contra o Paraná na Vila Capanema para busca se firmar dentro da competição e render dentro do esperado e a mais do que nas duas partidas iniciais.

A FORMAÇÃO:

Se na partida passada a aposta de Guanaes foi nas mudanças dessa vez o treinador aposta na manutenção da equipe que enfrentou co Cascavel,assim João Pedro e Anderson Plata mais uma vez deve começar como titulares completando o setor ofensivo também composto por Matheus Anjos e Bergson com isso o furacão não deve ter surpresas e deve ir a campo com:Léo;Reginaldo,Éder,Bambu e Nícolas;Alex Nagib,Marquinho,João Pedro e Matheus Anjos;Plata e Bergson.

DE OLHO NO ADVERSÁRIO:O RIO BRANCO.

Com um empate e uma derrota até aqui no campeonato o leão da estradinha tenta em casa se recuperar dentro da competição,o técnico Ednelson deve repetir a equipe que enfrentou o Toledo na última rodada e apesar da derrota manter a formação é a aposta para o time do litoral conquistar seus três primeiros pontos,com isso o Rio Branco deve ir a campo com a seguinte formação:Gustavo Fraga;Válber,João Antônio,Erwin e Alexsandro;Borges,Paulo Henrique,Anderson Souza e Lucy;Andrezinho e Gustavo Índio.




Ficha Técnica:

RIO BRANCO X ATHLETICO
Local: Estádio da Estradinha, em Paranaguá (PR)
Data: 27 de janeiro de 2017, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Elias Melek
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva e André Luiz Severo

RIO BRANCO: Gustavo fraga; Valber, João Antônio, Erwin e Alexsandro; Borges, Paulo Henrique, Anderson Souza e Lucy; Andrezinho e Gustavo Índio
Técnico: Ednelson



ATHLETICO: Léo; Reginaldo, Bambu, Eder, Nicolas; Alex Nagib, Marquinho; Matheus Anjos e João Pedro; Anderson Plata  e Bergson
Técnico: Rafael Guanaes
Relembre o último duelo entre furacão e Rio Branco.

REFORÇO:Athletico anuncia a chegada do meia Tomás Andrade.


O furacão segue buscando nos países vizinhos reforços para a temporada de 2019,quem chega dessa vez é o meia argentino Tomás Andrade de 22 anos com o passe pertencente ao River Plate,o jogador disputou a temporada de 2018 pelo Atlético Mineiro o atleta já estava a algum tempo no CT do Caju porém só foi oficializado agora pelo clube,Tomás será o terceiro argentino no elenco ele se junta a Lucho González e Marco Ruben veja a seguir a ficha completa do novo reforço do furacão.

Ficha Técnica:

Tomás Andrade
Posição: Meio-campo
Número da camisa: 8
Nome: Tomás Gustavo Andrade
Data de nascimento: 16/11/1996 [22 anos]
Local de nascimento: Buenos Aires [Argentina]
Clubes em que atuou: River Plate [Argentina], Bournemouth [Inglaterra] e Atlético Mineiro
Títulos conquistados: Recopa Sul-Americana [2016], Copa Argentina [2016 e 2017]

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Em jogo fraco Athletico não sai do zero com o Cascavel FC.


Ainda não foi dessa vez que o furacão conquistou a primeira vitória no estadual,jogando um futebol fraco e repetindo os mesmos erros da primeira partida e não passou de um empate sem gols com o Cascavel FC e assim segue sem vencer no estadual.Na próxima rodada o furacão entra em campo mais uma vez fora de casa contra o Rio Branco em Paranaguá.

COMO FOI O JOGO:


O colombiano Anderson Plata começou a partia com boa movimentação pelo Furacão e, aos dois minutos, invadiu a área, sendo cortado no momento exato do chute. Dois minutos depois o atacante levou a bola pela esquerda e cruzou fechado para Marquinho, que não alcançou.
Ítalo buscou William Simões em um longo lançamento, aos 14 minutos, mas a bola foi forte, escapando do lateral. Aos 23 minutos, Diego Torres recebeu na área, foi travado e ficou no chão pedindo pênalti, não sendo atendido pela arbitragem. Aos 27 minutos, Bambu cortou parcialmente lançamento e deixou nos pés de Diego Torres, que mandou o petardo por cima da meta.
O Furacão chegou perto da meta em cobrança de escanteio que sobrou para Bambu tentar, mas fraco, recuando para o goleiro Fernando. A torcida da Cobra se animava com as chegadas do time da casa. Aos 39 minutos, William Simões tabelou com Diego Torres, que invadiu a área e chutou cruzado para Reginaldo desviar para escanteio e salvar.
Para a etapa final, a Cobra voltou com Maranhão no lugar de Chininha. Aos seis minutos, Adilson Bahia recebeu em velocidade, tocou por cobertura e a bola passou muito próxima do gol. Aos oito minutos, Matheus Anjos lançou e HItalo Rogério apareceu no meio do caminho para fazer um corte providencial.
Os treinadores começaram a mexer nas equipes tentando algo mais na reta final da partida. Descansado, Bruno Rodrigues, em sua primeira jogada, partiu para cima da defesa local e foi travado no momento de finalizar a jogada. No troco, aos 18 minutos, Bartholo fez boa jogada individual, mas no último passe tocou atrás do companheiro de perdeu o ataque.
A Cobra estava mais próxima do gol e a torcida empurrava – e esse irritava com os erros – na busca pelo gol. Aos 30 minutos, Maranhão recebe de frente para o gol e chutou para grande defesa de Léo. Na sequência, Lobo chutou cruzado, com perigo. O Cascavel perdeu um gol inacreditável, aos 36 minutos, com Oberdan, que deixou o zagueiro no chão e, sozinho, mandou por cima da meta. Oberdan voltou a perder gol quase feito, aos 43 minutos. O time da casa massacrou no segundo tempo, mas não teve competência para marcar.
Ficha Técnica:
CASCAVEL FC 0 X 0 ATHLETICO
Local: Estádio Olímpico Regional, em Cascavel (PR)
Data: 23 de janeiro de 2019, quarta-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcos Vinícius Soares Martins
Assistentes: Giovani Marcos Matielo e Christyan Henrique Zwicker
Cartões amarelos : Bambu, Léo (Athletico)

CASCAVEL FC: Fernando; Éverton, Ítalo, Hitalo Rogério e William Simões; Duda, Weldon (Léo Bartholo) e Diego Torres; Ricardo Lobo, Adilson Bahia e Chininha (Maranhão)
Técnico: Paulo Foiani

ATHLETICO: Léo; Reginaldo, Bambu, Eder, Nicolas; Alex Nagib (Christian), Marquinho; Matheus Anjos (Erick) e João Pedro; Anderson Plata (Bruno Guimarães) e Bergson
Técnico: Rafael Guanaes.
Visão de jogo: Um Athletico pra poucos verem.
Mais uma vez o desempenho não foi o que se esperava dentro do que se pode apresentar,ainda será dado o desconto pelo fato de ser o inicio da temporada,mas no jogo de hoje em Cascavel onde poucos viram com os próprios olhos,o furacão voltou a ter problemas assim como foi na primeira partida na arena,que resultou em um zero a zero fraco mas pelo que foi o jogo onde o adversário rendeu mais acabou sendo um bom resultado o que o próprio Rafael Guanaes que mais uma vez pode ser contestado admitiu na coletiva pós jogo.
Em um jogo onde a grande novidade na formação foram as entradas de Anderson Plata e João Pedro como titulares o colombiano foi o que mais trabalhou ofensivamente na equipe principalmente na etapa inicial,após a saida dele para a entrada de Bruno Rodrigues o rubro negro pouco assustou pelo contrario sofreu pressão e teve sorte devido a ineficiência do Cascavel e as boas defesas do goleiro Léo ponto positivo?Mais uma boa apresentação de Mateus Anjos que em breve será o grande destaque desse time e que novamente foi substituído,no demais ainda se espera uma resposta do elenco do furacão e de Rafael Guanaes que também não teve um bom inicio.




terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Com mudanças Athletico busca reabilitação contra o Cascave FC fora


Após a estreia ruim jogando em casa o Athletico vai ao interior do estado buscar sua reabilitação dentro do Campeonato Paranaense,as 20 horas dessa quarta feira no estádio Olímpico regional em Cascavel o furacão tenta apagar a má impressão deixada na estreia para chegar a primeira vitória e ganhar confiança pará a sequência da competição.Pensando nisso nos poucos dias de preparo para a partida o técnico Rafael Guanaes aproveitou para corrigir os erros da partida passa e além disso sinalizou mudanças na equipe para o duelo dessa quarta feira,visando principalmente dar mais volume ofensivo ao time que pouco fez na primeira partida jogando na arena.

A Formação:

Com esse objetivo de fortalecer o setor ofensivo o treinador deve fazer ao menos uma mudança nesse setor,o atacante Juninho que entrou como titular no jogo passado fica de fora,e dará lugar a João Pedro além disso Anderson Plata que entrou no segundo tempo diante o Cascavel CR também pode aparecer no setor o mesmo acontece com o atacante Vitinho que recentemente voltou da disputa da Copa São Paulo.Já na defesa Robson Bambu que saiu machucado na partida passada não preocupa  e terá presença garantida ao lado de Éder na zaga com isso o rubro negro deve ir a campo com:Léo;Reginaldo,Bambu,Éder e Nícolas;Alex Nagib,Marquinho e Matheus Anjos;João Pedro(Vitinho ou Plata);Bruno Rodrigues e Bergson.

De olho no adversário: Cascavel FC.

Após iniciar o campeonato com um empate sem gols diante o Toledo,a equipe comandada pelo técnico Paulo Foiani terá mais uma vez em casa a chance de conquistar sua primeira vitória para isso o treinador da serpente não deverá fazer grandes mudanças na equipe para entrar em campo nessa quarta assim repetindo praticamente a mesma equipe que empatou com o Toledo usando a seguinte formação:Fernando;Éverton,Italo,Hitalo e William Simoes;Duda,Weldon e Matheuzinho;Diego Torres,Bahia e Chininha.



Ficha Técnica:


CASCAVEL FC X ATHLETICO
Local: Estádio Olímpico Regional, em Cascavel (PR)
Data: 23 de janeiro de 2019, quarta-feira
Horário: 20 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcos Vinícius Soares Martins
Assistentes: Giovani Marcos Matielo e Christyan Henrique Zwicker

CASCAVEL FC: Fernando; Éverton, Ítalo, Hitalo e William Simoes; Duda, Weldon e Mateuzinho; Diego Torres, Bahia e Chininha
Técnico: Paulo Foiani



ATHLETICO: Léo; Reginaldo, Bambu  Eder, Nicolas; Alex Nagib , Marquinho; Matheus Anjos e Bruno Rodrigues; Anderson Plata (João Pedro) e Bergson
Técnico: Rafael Guanaes


Relembre ai:último duelo entre furacão e Cascavel FC.



sábado, 19 de janeiro de 2019

Athletico é surpreendido pelo Cascavel CR e começa o Paranaense com derrota.


O reencontro com o torcedor não foi dos melhores na tarde desse sábado na arena,com um futebol fraco o furacão foi derrotado pelo Cascavel CR e começou o Paranaense 2019 com derrota,com um gol sofrido ainda na primeira etapa o time rubro negro até pressionou na etapa final mas esbarrou na forte marcação do time do interior e nas falhas individuais que resultaram na derrota na próxima rodada o furacão encara o outro Cascavel jogando fora de casa.

O JOGO:

O Furacão tentou mostrar seu cartão de visitas logo no primeiro minuto, com Bruno Rodrigues arriscando de longe para boa defesa de Marcus Paulo. Bem na sua característica, o time da casa tocava bola com tranquilidade. Porém, aos poucos o Casquinha crescia na partida. Até que, aos 12 minutos, Michael foi travado por Éder e, na sobra, Taira soltou o pé para fazer o primeiro gol do Estadual.
O Rubro-Negro, usando seu uniforme novo pela primeira vez no time profissional, tentou reagir e, aos 19 minutos, Bergson fez a jogada e cruzou na medida para Reginaldo, que errou no momento do arremate, desperdiçando boa oportunidade. Aos 30 minutos, Reginaldo cruzou, a bola passou por todo mundo e sobrou para Bruno Rodrigues, que abriu espaço e arrematou para boa intervenção de Marcus Paulo.
Mostrando falta de entrosamento, o Athletico tinha maior posse, mas não conseguia criar boas jogadas. Do outro lado, um time mostrando estar bem fisicamente e bem postado na defesa. Aos 34 minutos, Marquinho tentou o tiro e longe e carimbou Bergson no caminho. Aos 42 minutos, Matheus Anjos cobrou falta e a bola passou por cima da meta.
Para o segundo tempo, o Furacão voltou com Erick no lugar de Robson Bambu. Aos dois minutos, Nicolas arrematou de longe nas mãos de Marcus Paulo. Aos 10 minutos, reclamação athleticana depois que a bola bateu no braço de Correa dentro da área. O árbitro mandou a bola rolar. Aos 16 minutos, Reginaldo fez a jogada, cruzou fechado e Hildo apareceu para cortar e salvar o Cascavel.
Os dois treinadores começaram a trabalhar e modificaram os dois times taticamente. Expectativa para a cobrança de falta na entrada de área, aos 23 minutos, e Bergson carimbou a barreira. Com a saída de Matheus Anjos, aos 28 minutos, pela primeira vez na arquibancada ecoou o grito de ‘burro’ para o comandante rubro-negro.
O Athletico tentava pressionar, mas não estava em uma boa jornada. Aos 37 minutos, Anderson Plata partiu para a jogada individual, cruzou e fechado e Hildo tirou mais uma. Aos 40 minutos, a bola sobrou para Plata, que chutou forte e acertou a defesa. Aos 42 minutos, Bruno Rodrigues, de frente para o gol, perdeu a melhor chance do Furacão na partida.
Ficha Técnica:
ATHLETICO 0 X 1 CASCAVEL CR
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 19 de janeiro de 2019, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Robson Babinski
Assistentes: Alessandro Antônio Gonçalves e Thiago Coltre Nogueira
Cartões amarelos: Matheus Anjos, Bruno Rodrigues e Alex Nagib (Athletico); Sassá, Hildo e Corrêa (Cascavel)
CASCAVEL CR: Taira, aos 12 minutos do primeiro tempo

ATHLETICO: Léo; Reginaldo, Bambu (Erick), Eder, Nicolas; Alex Nagib , Marquinho; Matheus Anjos (João Pedro) e Bruno Rodrigues; Juninho (Anderson Plata) e Bergson
Técnico: Rafael Guanaes

CASCAVEL CR: Marcus Paulo; Wagner Lapa, Corrêa, Cris e Taira; Hildo, Djair (Castro), Ronaldo (Giba) e Fernando (Mateus Oliveira); Michael e Sassá.
Técnico: Lourival Santos.
Veja como foi o jogo:






Visão do jogo:Athletico não rendeu e Rafael Guanaes ficou devendo na estréia.
Não foi a estreia que se esperava tanto para a equipe quanto para o técnico Rafael Guanaes que acabou pagando a conta sendo muito vaiado pela torcida principalmente após a substituição de Mateus Anjos que deu lugar a João Pedro.Além disso a formação inicial da equipe não rendeu isso por que o trio de frente formado por Juninho,Bergson e Bruno Rodrigues não renderam e pouco perigo levaram a meta do Cascavel.
Obviamente a falta de ritmo e entrosamento no inicio de temporada também pesaram para a má atuação e a derrota,porém tecnicamente se esperava mais da equipe comandada por Guanaes que mostrou na primeira partida falhas defensivas cruciais inclusive no gol que deu a vitória aos visitantes já um ponto positivo?a atuação de Mateus Anjos  que como dito foi substituído o que gerou vaias ao treinador,destaque também para Marquinho que voltou depois de quase dois anos sem jogar e teve boa movimentação até onde aguentou agora resta para Guanaes rever alguns conceitos,mexer na equipe para a evolução acontecer nas próximas partidas.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Em busca do bi campeonato Athletico abre o Paranaense 2019 contra o Cascavel CR.


Está dada a largada para a temporada 2019 para todos os rubro na tarde desse sábado o furacão abre mais um ano que promete ser de conquistas e emoções agora com o peso e ser campeão da América.Quem for a arena da baixada nesse sábado vai se reencontrar com o furacão com muitos objetivos para a temporada e o primeiro deles é mais uma vez conquistar o Campeonato Paranaense para isso a formula de 2019 será a mesma que rendeu muitos frutos em 2018 agora nas mãos de outro jovem treinador Rafael Guanaes que busca seguir o mesmo caminho de sucesso de Tiago Nunes e os desafios se iniciam nesse sábado.

Assim como em outras temporadas o rubro negro vai com seu time alternativo,esse ano o aspirantes vem com uma cara nova com jogadores que retornam para buscar seu espaço no time principal,e com jovem valor es que buscam seu espaço dentro do futebol,será também uma oportunidade de recomeço é o caso do meia Marquinho que aos 32 anos busca retomar sua carreira com a camisa do furacão após longo tempo parado por conta de uma lesão no joelho.Já para outros é momento de buscar a afirmação são os casos dos atacantes Bergson e do colombiano Anderson Plata que pouco atuou em 2018 por conta de uma lesão,que também busca uma afirmação é João Pedro que retorna de empréstimo do Botafogo e dessa vez quer um futuro diferente por aqui seguindo sua carreira dentro do furacão.

Também pode ser momento de revelar,abrir de vez as portas para o futuro é o caso dos volantes Erick e Alex Nagib jovens que buscam alavancar de vez suas carreiras para darem voos mais altos dentro do furacão,dentro dessas apostas experientes e novidades nas mãos de um treinador jovem que também busca um caminho de sucesso que o furacão abre a temporada de 2019 diante do seu torcedor para iniciar mais um ano de conquistas e de muitas emoções para seu torcedor.

Provável time:

Para iniciar a temporada o técnico Rafael Guanaes realizou muitos treinamentos mas o treino final dessa sexta feira praticamente fechou a equipe que entra em campo nesse sábado,a única dúvida fica no meio de campo Renzo,Erick e Alex Nagib brigam por uma vaga no meio de campo do furacão dúvida que deverá ser tirada apenas no dia da partida na arena da baixada com isso,o furacão já está praticamente definido para a estréia com:Léo;Reginaldo,Robson Bambu,Eder e Nicolas;Renzo(Erick ou Alex Nagib),Marquinho;João Pedro,Matheus Anjos e Anderson Plata;Bergson.

De olho no Adversário:Cascavel CR aposta na manutenção da sua base.

De volta a elite do futebol do estado o Cascavel passou por momentos turbulentos já na preparação para o campeonato,isso por que além de correr o risco de não participar a competição por problemas financeiros o clube trocou de treinador três vezes antes mesmo do inicio do campeonato a equipe iniciou a temporada com o comando de Marcelo Caranhato,depois Alan Aaal e agora Lorival Santos assume a equipe em meio a tudo isso,a principal aposta da equipe é na manutenção da parte da base que conquistou o acesso no ano passado e para a partida contra o furacão a formação deve ser a seguinte:Marcos Paulo;Eeveraldo,Corrêa,Cris e Japa;Hildo,Djair,Ronaldo e Dinei;Michael e Matheus.


Ficha Técnica:
ATHLETICO X CASCAVEL CR
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 19 de janeiro de 2019, sábado
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Robson Babinski
Assistentes: Alessandro Antônio Gonçalves e Thiago Coltre Nogueira

ATHLETICO: Léo; Reginaldo, Bambu, Eder, Nicolas; Alex Nagib (Renzo ou Erick), Marquinho; João Pedro, Matheus Anjos, Anderson Plata; Bergson
Técnico: Rafael Guanaes



CASCAVEL CR: Marcus Paulo; Everaldo, Corrêa, Cris e Japa; Hildo, Djair, Ronaldo e Dinei; Michael e Matheus.
Técnico:: Lourival Santos

Não perca nada:Alex Nagib,Dudu e Erick também reforçam os aspirantes do furacão.


O Athletico segue forte no seu projeto de aspirantes e os últimos dias foram de novidades no CT do Caju o clube pouco falou oficialmente,mas os volantes Alex Nagib que vem do Santo André,Dudu que chega do Santos e Erick que vem do Operário são novidades no grupo do técnico Rafael Guanaes e integram o time que disputa o estadual a partir desse sábado,a seguir confira a ficam completa dos três novos reforços do aspirantes do furacão.

Érick:

Nome Completo:

Erick Luis Conrado Carvaho.

Nascimento:

14 de novembro de 1997.

Natural:

Nova Lima-MG

Carreira:

PSTC e Operário-pr



Alex Nagib:

Nome Completo:

Alex Teixeira Dos Santos.

Nascimento:

24 de junho de 1996

Natural:

Ilha Bela-SP

Carreira:

Santo André-SP.


Dudu:

Nome completo:

Eduardo Marcelo Rodrigues Nunes

Nascimento:

05 de junho de 1999

Natural:

São Vicente-SP

Carreira:

Santos-SP.


segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

REFORÇO:Léo Citaddini chega pra reforçar o Rubro Negro.



O Athletico segue se reforçando para a temporada 2019,que chegou nessa segunda feira foi o meio campo Léo Citaddini de 24 anos,revelado pelo Santos e com passagens por Ponte Preta e Guarani o atleta chega para ser opção tanto na equipe principal tanto nos aspirantes assim sendo mais uma opção para o meio de campo atleticano.A seguir confira a ficha completa do novo jogador do furacão.

FICHA TÉCNICA:

Nome:Leonardo Cittadini

NASCIMENTO:24/02/1994,Rio Claro-SP.

Altura:1,78m

Carreira:Santos,Guarani,Ponte Preta.
x