segunda-feira, 30 de abril de 2018

Reforço:Atlético anuncia a chegada do atacante Bill.


Na tarde dessa segunda feira,a diretoria do furacão anunciou a chegada de mais um atleta para compor o elenco para a sequência de 2018.Se trata de Gabriel Pereira Taliari mais conhecido como Bill de 21 anos,chegando junto ao Capivariano o jogador vem a principio para compor o time de aspirantes para o restante da temporada se contrato é de empréstimo até o final do ano a seguir confira a ficha completa do novo atleta do furacão:


FICHA TÉCNICA:

Nome: Gabriel Pereira Taliari
Apelido: Bill
Data de nascimento: 13/04/1997 (21 anos)
Cidade de nascimento: Arceburgo (MG)
Times em que atuou: Água Santa (SP) e Capivariano (SP)

domingo, 29 de abril de 2018

Santos salva,e furacão volta com um ponto de Salvador.


Em tarde onde o goleiro Santos foi o grande destaque do furacão em salvador,após o time não fazer uma grande partida o goleiro rubro negro salvou por várias vezes e garantiu o empate e mais um ponto do furacão fora de casa.Com o resultado o furacão chega a cinco pontos assumindo a quarta colocação na tabela.

O JOGO:


O Bahia começou melhor a partida e quase abriu o placar aos quatro. Após a defesa do Atlético-PR desviar o cruzamento, Vinícius bateu colocado de fora da área, mas ela foi para o lado direito do gol.
Aos sete minutos, Paulo André fez desarme, mas errou na saída de bola, entregando ela para Nino Paraíba, que fez o arremate de fora da área. A bola passou por cima da meta de Santos.
Os mandantes voltaram ao ataque aos 16. Vinícius abriu o jogo pela direta com Élber, que avançou até a entrada da área e mandou uma bomba. No entanto, Santos fez uma boa defesa em dois tempos.
Como resposta, aos 18, Guilherme arriscou de longe e Douglas Friedrich agarrou a bola na primeira chance criada pelo Furacão.
O Esquadrão de Aço voltou ao ataque aos 29 minutos. Zé Rafael ganhou de Matheus Rossetto no meio de campo e finalizou de esquerda. A bola desviou e explodiu na trave antes de sair para escanteio.
O Tricolor voltou bem para a segunda etapa assustando o time de Fernando Diniz. Em jogada de velocidade, Élber finalizou no canto e Santos fez uma defesa muito difícil. Como resposta, aos seis, Guilherme recebeu cruzamento rasteiro e bateu. Zé Rafael apareceu para tirar a bola em cima da linha.
Santos fez duas grandes defesas aos dez minutos, Primeiro Zé Rafael chegou pela direita, cruzou e Edigar Junio finalizou. Em seguida, Élber tentou e o goleiro do Atlético-PR salvou. O Bahia voltou ao ataque aos 14. Élber cruzou e Zé Rafael cabeceou para fora.
Os mandantes quase marcaram seu gol na primeira chance de Júnior Brumado, que tocou de primeira para Léo. Este saiu cara a cara com o goleiro e bateu mal.
Aos 38 minutos o Atlético-PR conseguiu falta na entrada da área. Carleto ameaçou mandar uma bomba, só que bateu no jeito e acertou o travessão.
Logo em seguida, Brumado recebeu a bola na intermediária, sai da marcação e fez uma bela finalização, fazendo alguns torcedores a gritarem gol.
Ficha Técnica:

BAHIA 0 X 0 ATLÉTICO – PR
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 29 de abril de 2018, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Cartões amarelos: Zé Rafael e Élber (Bahia) Paulo André (Atlético-PR)
Cartão vermelho: não teve
Público:16.235
Renda: R$ 312.815,00
BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Rodrigo Becão (Everson), Lucas Fonseca e Léo; Gregore e Elton; Élber, Vinícius (Régis) e Zé Rafael; Edigar Junio (Júnior Brumado)
Técnico: Guto Ferreira
ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Jonathan, Matheus Rossetto, Lucho González (Jonathan) e Carleto; Nikão, Guilherme (Raphael Veiga) e Pablo (Ribamar)
Técnico: Fernando Diniz
Veja como foi o jogo:

Furacão busca a segunda vitória no brasileirão contra o Bahia em Salvador.


Na tarde desse domingo o furacão entra em campo no estádio da Fonte Nova em Salvador para encara o Bahia,em mais um confronto fora de casa o time do técnico Fernando Diniz busca sua segunda vitória na competição a primeira como visitante no campeonato para manter o embalo e a boa fase.Com a semana toda para trabalhar o técnico atleticano esboçou a equipe com poucas mudanças em relação ao time que enfrentou o Grêmio na última rodada e praticamente definiu o time que vai a campo.

O TIME:

Para a partida as duas ausências serão o zagueiro Thiago Heleno que não viajou para Salvador e será poupado com isso Wanderson e Bruno Guimarães surgem como opções para a zaga,que também fica de fora é o volante Camacho que cumpre suspensão por expulsão na partida anterior com isso Rosseto pode ser deslocado para o meio de campo assim dando lugar a Jonathan na direita ou até mesmo Bruno Guimarães podendo atuar no setor com isso o furacão deve ir a campo com:Santos;Pávez,Wanderson(Bruno Guimarães)e Paulo André;Rosseto(Jonathan),Lucho,Rosseto(Bruno Guimarães),Thiago Carleto,Nikão,Guilherme e Pablo.


O Bahia:

Para o jogo diante o furacão o tricolor baiano terá três desfalques importantes,a equipe do técnico Guto Ferreira não terá Marco Antônio,Grolli e Thiago para a partida assim o treinador irá mandar uma equipe um pouco diferente das partidas anteriores,com isso uma provável formação do Bahia é:Douglas;Nino,Rodrigo Becão,Lucas Fonseca e Mena(Léo);Gregore e Élton,Allione,Vinicius,Zé Rafael e Edigar Junio.



Ficha Técnica:

BAHIA X ATLÉTICO – PR
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 29 de abril de 2018, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
BAHIA Douglas;Nino,Rodrigo Becão,Lucas Fonseca e Mena(Léo);Gregore e Élton,Allione,Vinicius,Zé Rafael e Edigar Junio.
Técnico: Guto Ferreira
ATLÉTICO – PR:Santos;Pávez,Wanderson(Bruno Guimarães)e Paulo André;Rosseto(Jonathan),Lucho,Rosseto(Bruno Guimarães),Thiago Carleto,Nikão,Guilherme e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz
Relembre o último duelo entre furacão e Bahia:

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Reforço:Atlético anuncia a contratação do zagueiro Eder.


A tarde dessa quarta feira(25)foi de novidade no rubro negro,isso por que a diretoria do furacão anunciou a contratação do zagueiro Eder de 23 anos,o atleta se destacou atuando pelo Novorizontino onde disputou o campeonato paulista dessa temporada.Com um contrato de três anos o atleta já foi apresentado e já fica a disposição do técnico Fernando Diniz para o restante da temporada.

Ficha Técnica:
 
Nome: Eder Ferreira Graminho
Posição: Zagueiro
Data de nascimento: 05/04/1995 [23 anos]
Local de nascimento: Gurupi (TO)
Clubes em que atuou: Bahia e Novorizontino.
 



segunda-feira, 23 de abril de 2018

Com um a menos Atlético fica no empate com o Grêmio


Em jogo movimentado em Porto Alegre o furacão ficou no empate sem gols contra o Grêmio,após um jogo corrido o furacão ficou com um jogador a menos no campo após a expulsão de Camacho,com o resultado o rubro negro chegou a quatro pontos na competição e na próxima rodada vai a Salvador enfrentar o Bahia.

O JOGO:

Como costume das equipes de Fernando Diniz, o Atlético-PR começou ditando o ritmo da partida ao ser dono da posse de bola. O Grêmio, por sua vez, esperava o Furacão em seu campo de defesa, mas pressionava a saída de bola em determinados momentos.
Em um desses períodos de pressão, Lucho González errou passe, a bola caiu para Everton, que tocou para Luan, cara a cara com o goleiro, chutar e carimbar a trave. O rebote sobrou para Ramiro, porém, o volante perdeu ótima oportunidade ao finalizar por cima. A tática gremista dava certo e Everton obrigou Santos fazer boa defesa. O melhor jogador do Campeonato Gaúcho, recebeu na ponta direita, trouxe para o centro e bateu para o arqueiro espalmar.
A partir da segunda metade da etapa inicial, a equipe de Renato Gaúcho começou a envolver o adversário, oferecendo perigo à meta Rubro-Negra em diversas oportunidades. A primeira nasceu de uma tabela entre Maicon e Léo Moura, mas o volante parou em Santos. Mais tarde, Ramiro lançou André, o atacante passou para Luan, que limpou a marcação, mas finalizou sobre a meta.
Nos instantes finais do primeiro tempo, o camisa 7 gremista perdeu outra boa oportunidade. Após saída de bola errada do Furacão, Artur deu passe na medida para o atacante finalizar de bico rente à trave. A equipe de Fernando Diniz não foi párea para o ótimo toque de bola gremista e ficou no lucro ao ir para o intervalo com um empate no placar.
Mesmo com o bom primeiro tempo, Renato Gaúcho decidiu mexer na equipe. O meio-campista Alisson entrou no lugar do lateral-direito Léo Moura. Com isso, Ramiro faria a função do veterano ex-Flamengo. A substituição tornou o Grêmio ainda mais ofensivo. Logo aos cinco minutos, Geromel cruzou na cabeça de Everton, que, sozinho, cabeceou para fora.
A primeira chegada de perigo do Furacão aconteceu apenas aos dez minutos da etapa final. Depois de trama ofensiva, Nikão encontrou Guilherme na entrada da área, o atacante dominou e bateu colocado, assustando Marcelo Grohe. A resposta do Imortal veio na sequência, quando Luan recebeu na extremidade direita da área e finalizou cruzado, mas para fora.
Aos 28, quatro minutos depois de receber o primeiro amarelo, Camacho fez falta dura em Luan, recebeu a segunda advertência e foi expulso. Com um a mais, Renato lançou sua equipe ao ataque, tirando Arthur e colocando Jael. Aos 32, Everton fez lançamento preciso para André, que, na pequena área, parou no goleiro Santos.
O Grêmio seguiu pressionando na reta final, enquanto o Atlético-PR não abdicava de jogar e tentava criar perigo nos contra-ataques. No entanto, as duas equipes não tiveram êxito em suas táticas e a partida acabou sem gols.
Ficha Técnica:
GRÊMIO 0X0 ATLÉTICO-PR
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 22 de abril de 2018 (domingo)
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP)
Público e renda: Pagantes: 22.049. Público total: 23.894. Renda: R$ 688.660,00
Cartões Amarelos: Pablo, Camacho e Bruno Guimarães (Atlético-PR). Geromel e André (Grêmio)
Cartões Vermelhos: Camacho (Atlético-PR)
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson), Geromel, Bressan e Bruno Cortez; Arthur (Jael), Ramiro e Maicon; Luan, Everton e André
Técnico: Renato Gaúcho
ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez, Thiago Heleno e Paulo André; Jonathan, Lucho González (Bruno Guimarães), Rosseto e Carleto; Guilherme (Zé Ivaldo), Pablo (Éderson) e Nikão
Técnico: Fernando Diniz
Veja como foi o jogo:

domingo, 22 de abril de 2018

Em busca de mais três pontos furacão enfrenta o Grêmio em Porto Alegre.


Nesse domingo o rubro negro tem mais um confronto de peso pela frente,contra o Grêmio em Porto Alegre o furacão faz o jogo dado como o mais esperado da rodada o rubro negro de Fernando Diniz busca a segunda vitória na competição para manter o embalo e a boa fase do inicio de temporada.Para a partida o furacão teve pouco tempo de preparação a delegação seguiu de São Paulo direto para Porto Alegre onde fez apenas um treino antes do jogo desse domingo assim o treinador do furacão não deverá fazer grandes mudanças no time.

O TIME:

Para a partida o furacão não deverá ter grandes mudanças na equipe,assim deve ir  acampo com a mesma formação que empatou com o São Paulo na última quinta feira,caso haja alguma mudança seria no meio de campo com uma saída de Lucho González Rosseto poderia ser deslocado para o meio e assim Jonathan assumiria a lateral direita porém nada confirmado assim o rubro negro deve ir a campo com:Santos;Paulo André,Pávez e Thiago Heleno;Rosseto,Lucho(Jonathan),Camacho e Thiago Carleto,Nikão,Guilherme e Pablo.

O Grêmio:

Assim como o furacão o tricolor gaúcho também busca a segunda vitória na competição,para a partida o técnico Renato Gaúcho terá uma baixa e ainda uma dúvida para montar o time isso por que,o zagueiro argentino Kanneman expulso contra o Cruzeiro irá cumprir suspensão diante o furacão a tendência é que Bressan assuma a vaga ao lado de Geromel.A dúvida fia no meio de campo já que o volante Arthur com uma gripe virou dúvida caso não jogue Jailson deve entra na equipe com isso o Grêmio deve ir a campo com:Marcelo Grohe;Léo Moura,Pedro Geromel,Bressan e Cortez;Arthur(Jailson),Maicon,Ramiro,Luan e Everton;André.

Ficha Técnica:

GRÊMIO X ATLÉTICO-PR
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 22 de abril de 2018 (domingo)
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Danilo Ricardo Simon Manis (Fifa-SP)
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Paulo Miranda (Bressan) e Bruno Cortez; Arthur, Ramiro e Maicon; Luan, Everton e André
Técnico: Renato Gaúcho
ATLÉTICO-PR: Santos;Pávez,Paulo André e Thiago Heleno;Rosseto,Lucho(Jonathan),Camacho,Thiago Carleto,Nikão,Guilherme;Pablo.
Técnico: Fernando Diniz
Relembre o último confronto entre furacão e Grêmio.



quinta-feira, 19 de abril de 2018

Atlético elemina o São Paulo e está nas oitavas da Copa do Brasil.


Foi no sufoco e na raça mas o furacão está nas oitavas da Copa do Brasil,após sair perdendo por 2a0 o furacão correu atrás do empate e volta com a vaga para Curitiba.Os gols do rubro negro foram anotados por Guilherme e Rosseto agora o rubro negro espera seu adversário que será definido em sorteio.

O JOGO:

Empurrado por mais de 27 mil pessoas, o São Paulo começou pressionando e criou a sua primeira grande chance de gol logo aos cinco minutos do primeiro tempo. Régis cruzou da direita e encontrou Valdívia livre na segunda trave. O meia-atacante ajeitou de cabeça para Petros que, da entrada da pequena área, pegou mal na bola e mandou para fora.
Apesar de ter mais posse, como é de praxe nos times de Fernando Diniz, os visitantes não conseguiam ameaçar a meta de Sidão. O Tricolor, por sua vez, aproveitou para abrir o placar com um golaço. Aos 25 minutos, Nenê recebeu na área e, pressionado pelo zagueiro, tocou para trás, de calcanhar. A bola foi para Valdívia, que girou sobre o marcador e bateu forte no ângulo, sem chances para o goleiro Santos.
Melhor na partida, o time da casa não diminuiu o ímpeto e ampliou a sua vantagem aos 34 minutos, quando Nenê arriscou chute da intermediária e contou com desvio de Thiago Heleno, deixando o arqueiro rival ‘vendido’ no lance.
Com esse resultado, o São Paulo já eliminava a necessidade da disputa por pênaltis. O Furacão, contudo, diminuiu o prejuízo ainda antes do intervalo, graças ao pênalti cometido por Liziero, que encostou a mão na bola ao dar um carrinho dentro da área. Na cobrança, Guilherme deslocou Sidão e recolocou os paranaenses na disputa.
O gol animou o Atlético-PR, que voltou com uma postura mais agressiva para a etapa complementar. Tanto que, aos cinco minutos, empatou a partida após Pablo tabela pela esquerda e cruzar rasteiro para Matheus Rossetto só empurrar para a rede, recuperando a vantagem do Furacão.
Em mais uma falha de posicionamento da zaga tricolor, a equipe rubro-negra quase conseguiu a virada pouco depois. Após cruzamento de Rossetto pela direita, Carleto apareceu livre do outro lado. O meia bateu de primeira e carimbou a trave direita de Sidão, deixando a torcida ainda mais apreensiva no Morumbi.
Diego Aguirre, então, sacou o apagado Tréllez para a entrada de Diego Souza. E o São Paulo melhorou. Em sua primeira ação no jogo, o camisa 9 partiu em velocidade pelo meio e acionou Nenê na direita. O meia cortou para o meia e bateu com efeito, exigindo grande defesa de Santos, que mandou para escanteio com a ponta dos dedos.
Em sua última cartada, o treinador uruguaio colocou Cueva e Lucas Fernandes nas vagas de Valdívia e Petros. O São Paulo tentou pressionar na base do abafa, mas o furacão sseguraram bem, garantiram o empate e se classificaram às oitavas de final da Copa do Brasil.
Ficha Técnica:
SÃO PAULO 2 X 2 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 19 de abril de 2018, quinta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Correa e Thiago Henrique Neto (ambos do RJ)
Público: 27.812 torcedores
Renda: R$ 850.813,00
Cartão Amarelo: Lucho González, Pavez e Guilherme (Atlético-PR)
Cartão Vermelho: –
Gols:SÃO PAULO: Valdívia, aos 25, e Nenê, aos 34 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-PR: Guilherme, aos 40 minutos do primeiro tempo, e Matheus Rossetto, aos cinco minutos do segundo tempo
SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Arboleda e Rodrigo Caio; Régis, Jucilei, Petros (Lucas Fernandes), Valdívia (Cueva) e Liziero; Nenê e Tréllez (Diego Souza)
Técnico: Diego Aguirre
ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez (Zé Ivaldo), Paulo André e Thiago Heleno; Matheus Rossetto (Deivid), Camacho, Lucho González e Carleto; Nikão, Guilherme e Pablo
Técnico: Fernando Diniz
Veja os gols do jogo:

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Atlético enfrenta o São Paulo no Morumbi em busca da classificação.


Nessa quinta tem decisão na vida rubro negra,a partir das 19:15 no estádio do Morumbi o furacão busca a vaga as oitavas de finais da Copa do Brasil após conseguir uma vitória na primaria partida e  a vantagem de jogar pelo empate para seguir na competição.Mas apesar da vantagem o técnico Fernando Diniz garante que o rubro negro não mudará sua forma de jogar e buscará a vitoria dentro do Morumbi e garantir a classificação.

O TIME:

Para a partida,o furacão terá forma máxima para o duelo,isso por que jogadores como Paulo André,Thiago Heleno,Lucho e Guilherme estão de volta a time e tem presença garantida na partida,se existe alguma dúvida é no meio de campo entre Rosseto e Raphael Veiga porém a tendência é que Rosseto seja mantido na posição com isso o furacão vai a campo com:Santos;Pávez,Thiago Heleno e Paulo André;Jonathan,Lucho,Rosseto e Thiago Carleto;Guilherme,Nikão e Pablo.

O São Paulo:

Precisando da vitória para se manter vivo na competição,a equipe do técnico Diego Aguirre terá força máxima para o confronto decisivo diante o rubro negro,poupados na partida contra o Paraná pelo brasileirão o zagueiro Arboleda,os meias Petros e Liziero e os atacantes Nenê e Tréllez estão de volta e tem presença garantida no jogo com isso o São Paulo vai a campo com:Sidão;Éder Militão,Arboleda,Rodrigo Caio;Régis,Jucilei,Petros,Liziero e Valdivia;Nenê e Tréllez.


Ficha Técnica:

SÃO PAULO X ATLÉTICO-PR
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 19 de abril de 2018, quinta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Correa e Thiago Henrique Neto (ambos do RJ)
SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Arboleda e Rodrigo Caio; Régis, Jucilei, Petros, Liziero e Valdívia; Nenê e Tréllez
Técnico: Diego Aguirre
ATLÉTICO-PR: Santos; Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Jonathan, Matheus Rossetto, Lucho González e Carleto; Nikão, Guilherme e Pablo
Técnico: Fernando Diniz

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Atlético goleia a chape e larga com vitória no brasileirão.


Não podia ser melhor a estréia do rubro negro no brasileirão 2018,jogando na arena o furacão aplicou uma goleada sobre a Chapecoense por 5a1 de virada e conquistou os primeiros pontos na competição.Com gols de Pablo,Nikão,Carleto,Rosseto e Ederson o furacão garantiu a primeira vitoria no campeonato diante do seu torcedor.

O JOGO:

O Furacão entrou em campo com algumas modificações, já que o técnico Fernando Diniz decidiu poupar alguns titulares por conta da maratona de jogos. Porém, o estilo da equipe não mudou, com muito toque de bola e posse desde o começo da partida. Aos cinco minutos, Carleto fez o cruzamento, Jandrei saiu errado e quase entregou o ouro, mas Ribamar desviou para fora.
De bola parada, Carleto leu perigo, aos 13 minutos, com um chute venenoso que deu trabalho para Jandrei. A Chape entrou em campo fechada, com um verdadeiro ferrolho que não deixava o ataque rubro-negro penetrar. Aos 20 minutos, Ribamar recebeu na entrada da área, tentou um chute desequilibrado, e mandou totalmente torto, sem direção.
Um choque feio no ar entre Rafael Thyere e Ribamar. O primeiro teve um corte na cabeça, enquanto o atacante ficou sem dois dentes. A Chapecoense chegou pela primeira vez aos 29 minutos, com Wellington Paulista, que arriscou de fora da área, na rede, mas pelo lado de fora. Aos 33 minutos, Ribamar cruzou para o meio da área e Nikão chegou batendo para uma grande defesa de Jandrei. Já nos acréscimos, Rosseto dominou na área, girou o corpo e chutou para fora.
Para a etapa final, as equipes retornaram sem novidades. Mas, logo aos dois minutos, bola na área atleticana e Wellington Paulista apareceu para testar, tirar do goleiro, estufar a rede e abrir o placar. A reação foi rápida e, aos seis minutos, na mesma moeda. Levantamento na área e Pablo subiu para cabecear no ângulo para deixar tudo igual.
O jogo era melhor no segundo tempo, mais aberto. E a virada veio aos 13 minutos, com Nikão, que pegou sobra de bola na entrada da área e bateu bonito para fazer um belo gol na Arena. Chapecoense no ataque, aos 19 minutos, com Vinícius, que tentou o cruzamento para saída precisa de Santos, que tirou o perigo com um tapa na bola. Aos 22 minutos, Thiago Carleto cobrou falta a meia altura, no cantinho, e marcou o terceiro.
A Chapecoense não se entregava e chegou com perigo, aos 32 minutos, em cobrança de escanteio fechada de Canteros, que quase fez olímpico. Santos estava ligado no lance. Bem postado em campo, o Rubro-Negro deixava o tempo passar com a bola nos pés. Aos 41 minutos, Nikão arriscou de fora da área e Jandrei agarrou com segurança. Aos 42 minutos, Rosseto tirou da marcação de peito e completou para a rede, marcando um golaço. Ederson ainda deixou o dele, nos acréscimos, fechando a contagem.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO PARANAENSE 5 X 1 CHAPECOENSE
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 15 de abril de 2018, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Heronildo S. Freitas da Silva (PA)
Cartões amarelos : Zé Ivaldo (Atlético-PR); Rafael Thyere, Wellington Paulista, Márcio Araújo (Chapecoense)
Gols
ATLÉTICO PARANAENSE: Pablo, aos 06 minutos, Nikão, aos 13 minutos e Thiago Carleto, aos 22 minutos, Rosseto, aos 42 minutos e Ederson, aos 47 minutos do segundo tempo
CHAPECOENSE : Wellington Paulista, aos 02 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO PARANAENSE: Santos; Pavez, Zé Ivaldo e Bruno Guimarães; Jonathan, Camacho (Deivid), Rosseto e Carleto; Ribamar (Ederson), Pablo e Nikão (Raphael Veiga).
Técnico: Fernando Diniz
CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi (Eduardo), Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo (Guilherme) e Canteros; Arthur, Vinicius (Nadson) e Wellington Paulista.
Técnico: Gilson Kleina
Veja os gols da goleada do furacão:

domingo, 15 de abril de 2018

Atlético inicia caminhada no Brasileirão contra a Chapecoense na arena.


Nesse domingo o rubro negro faz sua estreá no brasileirão 2018 contra a Chapecoense na arena da baixada,a partir das 19 horas o furacão inicia sua caminhada na competição com uma expectativa de fazer uma campanha superior a de 2017 onde chega com um novo projeto e otimista após o bom inicio de temporada e o titulo estadual.Quanto a formação do time o técnico Fernando Diniz ainda não confirmou oficialmente o time que vai a campo,mas é certo que deve voltar muito suas atenções para o confronto decisivo de quinta feira pela Copa do Brasil contra o São Paulo,assim deverá fazer algumas mudanças no time.

O TIME:

Para a partida existem dúvidas na formação da equipe o certo é que Paulo André e Thiago Heleno serão poupados,existe a possibilidade de Lucho González e Guilherme também serem poupados para a partida assim abrindo chance para Felipe Gedoz começar jogando.Já na zaga as novidades devem ser Zé Ivaldo e Bruno Guimarães ao lado de Pávez,na lateral direita Jonathan ainda é dúvida e na esquerda Carleto pode voltar porém a mudança ainda não foi confirmada com isso,uma provável formação do furacão para a partida é:Santos;Zé Ivaldo,Bruno Guimarães e Pávez;Jonathan(Rosseto),Raphael Veiga,Camacho(Rosseto),Thiago Carleto(Renan Lodi),Nikão Felipe Gedoz e Pablo.

A Chapecoense:

Após a perca do titulo estadual,a chape foca no brasileirão o técnico Gilson Kleina tem força máxima para encara o rubro negro,incluindo o meia Canteros que é uma das chaves principais da equipe com isso sem fazer mistérios a chape já está pronta para a partida desse domingo na arena contra o rubro negro a seguinte formação:JandreI;Apodi,Rafael Thiery,Douglas e Bruno Pacheco;Marcio Araujo,Amaral,Canteros,Vinicius e Arthur;Wellington Paulista.




Ficha Técnica:
ATLÉTICO – PR X CHAPECOENSE
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 15 de abril de 2018, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Heronildo S. Freitas da Silva (PA)
ATLÉTICO PARANANESE:Santos;Zé Ivaldo,Bruno Guimarães e Pávez;Jonathan(Rosseto),Raphael Veiga,Camacho(Rosseto),Thiago Carleto(Renan Lodi),Nikão Felipe Gedoz e Pablo. 
Técnico: Fernando Diniz
CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo e Canteros; Arthur, Vinicius e Wellington Paulista.
Técnico: Gilson Kleina
Relembre o ultimo jogo entre Atlético e Chapecoense.

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Atlético goleia o Newell´s e larga na frente na Sul-Americana.


O furacão precisou de apenas 45 minutos para superar o Newell´s da Argentina na arena,com gols de Pablo,Nikão e Guilherme o rubro negro atropelou os argentinos e abriu boa vantagem para a partida de volta em Rosário.Com uma atuação soberba desde o inicio do jogo o furacão não deu espaço aos argentinos e saiu com uma larga vitória por três a zero contra seu adversário.

O JOGO:

 O Furacão começou a partida mantendo sua característica de manter a posse de bola e tocar até encontrar espaço. Aos quatro minutos, Nikão tentou aproveitar o goleiro adiantado e tocou por cobertura por cima da meta. Boa troca de passes do ataque atleticano, aos seis minutos, mas Rosseto se precipitou e arrematou em cima da zaga argentina. Pressão brasileira e, aos oito minutos, Nikão girou o corpo e chutou, com desvio, pela linha de fundo. Depois da cobrança, Pablo subiu para testar e abrir o placar.
O Newell’s chegou pela primeira vez no ataque aos 14 minutos, com Torres, que recuperou uma bola perdida na linha de fundo, deu uma linda cavadinha para cima de Renan Lodi, que apelou e fez a falta. Aos 22 minutos, Pablo recebeu na área, ajeitou para Lucho, mas a defesa argentina se recuperou para afastar. Aos 27 minutos, Guilherme cobrou falta e Pocrnjic se esticou para defender.
Só dava Atlético no jogo e, aos 30 minutos, aproveitou saída de bola errada com Nikão, que carregou a bola e, de fora da área, arrematou no cantinho para fazer o segundo. O Rubro-Negro tocava a bola, sem ser marcado e, aos 35 minutos, chegou com tranquilidade ao terceiro, com Guilherme, que recebeu de Lodi e mandou de primeira para a rede.
Para a segunda etapa, as equipes retornaram sem modificações. O Furacão seguia muito superior, sem ser incomodado pelo adversário. Aos sete minutos, Guilherme recebeu de frente para o gol, mas demorou e chutou prensado. Aos nove minutos cobrança de escanteio e Thiago Heleno apareceu para testar pela linha de fundo.
O Newell’s chutou a primeira bola ao gol aos 13 minutos, com Opazo, que chutou de longe para uma bonita defesa de Santos, a primeira no jogo. Aos 19 minutos, a bola percorreu pela área atleticana e San Román chegou batendo de primeira, cruzado, para fora. O Atlético respondeu aos 25 minutos, com Pablo, que aproveitou cruzamento para desviar e parar na defesa de Pocrnjic.
Pablo voltou a balançar a rede, aos 30 minutos, aproveitando rebote, mas o árbitro parou o lance para marcar o impedimento. Empurrado pela torcida, Felipe Gedoz cobrou falta, aos 39 minutos, mas exagerou na força, mas mandou por cima da meta. O Atlético administrava, até porque a parte física pesava. Aos 44 minutos, Ribamar chegou ao fundo, mas ninguém acompanhou. O time caiu de produção na segunda etapa, mas soube manter o resultado conquistado nos 45 minutos iniciais.
Ficha Técnica:

ATLÉTICO PARANANESE (BRA) 3 X 0 NEWELL’S OLD BOYS (ARG)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 12 de abril de 2018, quinta-feira
Horário: 19h15 (De Brasília)
Árbitro: Gery Vargas (Bolívia)
Assistentes: Juan P. Montaño e Reluy Vallejos (ambos da Bolívia)
Cartões amarelos: Renan Lodi (Atlético-PR); Fontanini e Varela (Newell’s)
Gols
ATLÉTICO PARANANESE: Pablo, aos 08 minutos, Nikão, aos 30 minutos e Guilherme, aos 35 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO PARANANESE: Santos; Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Camacho (Bruno Guimarães), Lucho González,Rosseto e Renan Lodi; Guilherme (Felipe Gedoz), Pablo e Nikão (Ribamar).
Técnico: Fernando Diniz
NEWELL’S OLD BOYS: Pocrnjic; San Román, Varela, Fotanini e Evangelista; Sills e Rivero; Figueroa (Denis Rodriguez), Torres e Fertoli (Alexis Rodriguez); Opazo (Treppo).
Técnico: Omar de Felippe
Veja os melhores momentos do jogo:

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Furacão estreia na Copa Sul-Americana contra o Newell´s Old Boys na arena.


Nessa quinta feira o furacão dá inicio a uma nova etapa na temporada,a temporada só o time principal entra em campo após o termino do estadual a equipe de Fernando Diniz dará as caras definitivamente e nessa quinta o duelo é diante os argentinos do Newell´s Old Boys.Para o furacão além de mais um teste de peso é também a oportunidade de continuar mantendo o fator casa como seu aliado e fazer um bom resultado e ir com vantagens para a partida de volta na Argentina e para isso o técnico Fernando Diniz ainda tem dúvidas para montar a equipe.

O TIME:

Para a partida a grande dúvida fica na lateral direita isso por que Jonathan com dores no quadril fez trabalho separado dos demais jogadores e não tem presença garantida na equipe,caso não jogue Raphael Veiga deverá atuar na lateral direita o que também,geraria uma mudança no meio de campo pois Camacho poderia entrar o setor na vaga de Veiga no restante o furacão deve ser o mesmo que derrotou o São Paulo pela Copa do Brasil com a seguinte formação:Santos;Pavez,Paulo André e Thiago Heleno;Jonathan(Veiga),Lucho González,Veiga(Camacho)e Thiago Carleto;Guilherme,Nikão e Pablo.

O Newell´s Old Boys:

Vivendo um momento complicado os argentinos vem a Curitiba em busca de um bom resultado,se não não bastasse os problemas extra campo a equipe ainda sofre com as lesões que podem tirar seus principais jogadores de partida contra o furacão,isso por que o meia Sarmiento principal armador da equipe está lesionado e fica de fora além disso o goleiro Pocrnjic e o atacante português e artilheiro da equipe Luis Leal são dúvidas para a partida,assim o treinador Omar de Felippe não confirmou oficialmente o time que vai a campo,porém uma provável formação do time é:Pocrnjic(Ibañes),San Román,Varela,Fontanini e Evangelista;Sills(Bernadello),Rivero,Figueroa,Torres e Fértoli;Luis Leal(Rodriguez ou Opazo).


Ficha Técnica:

ATLÉTICO PARANANESE (BRA) X NEWELL’S OLD BOYS (ARG)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 12 de abril de 2018, quinta-feira
Horário: 19h15 (De Brasília)
Árbitro: Gery Vargas (Bolívia)
Assistentes: Juan P. Montaño e Reluy Vallejos (ambos da Bolívia)
ATLÉTICO PARANANESE: Santos; Pavez, Paulo André e Thiago Heleno; Jonathan, Lucho González, Raphael Veiga (Camacho) e Thiago Carleto; Guilherme, Pablo e Nikão.
Técnico: Fernando Diniz
NEWELL’S OLD BOYS: Pocrnjic (Ibañez); San Román, Varela, Fotanini e Evangelista; Sills e Rivero; Figueroa, Torres e Fertoli; Leal (Opazo ou Rodriguez)
Técnico: Omar de Felippe

Reforço:Atlético anuncia a chegada do volante Gabriel Baralhas.


O Atlético anunciou nessa quarta feira a contratação do volante Gabriel Baralhas de 19 anos,chegando por empréstimo junto ao Ituano clube onde se destacou disputando o campeonato paulista,o jogador chega para ser mais uma opção para o meio de campo e assim que regularizado fica a disposição da comissão técnica do furacão.A seguir confira a ficha completa do novo volante do furacão.

Ficha Técnica:

Nome: Gabriel Baralhas dos Santos
Data de nascimento: 10/10/1998 [19 anos]
Cidade de nascimento: Botucatu (SP)
Clubes em que atuou: Ituano (SP) e Guarani de Palhoça (SC)

domingo, 8 de abril de 2018

É CAMPEÃO...É CAMPEÃO:FURACÃO É CAMPEÃO PARANAENSE DE 2018.


O estado é nosso!Furacão derrubou o coxa na arena da baixada e é campeão estadual de 2018 rubro foi superior os noventa minutos e chegou ao placar que precisava com gols de Ederson e Bruno Guimarães,com um grande público na arena o furacão mandou na partida e só aguardou o apito final do arbitro para levantar a taça na arena.

O JOGO:

ogando pelo empate, o Coxa tinha em campo como principal novidade a volta de Kléber Gladiador. O Furacão, por sua vez, manteve sua base considera ideal. O primeiro chute a gola veio logo aos três minutos, com Matheus Galdezani, que arriscou de longe, pela linha de fundo. Muita marcação dos dois times. Aos nove minutos, João Pedro tentou o cruzamento e isolou a bola.
A defesa alviverde cochilou, aos 12 minutos, Diego apareceu com liberdade na área e desviou de cabeça para Thalisson Kelven salvar na direção do gol. Pressão atleticana, e, aos 13 minutos, Deivid chutou a queima-roupa para grande defesa de Wilson. O técnico Sandro Forner precisou fazer a primeira troca logo aos 20 minutos, com Thiago Lopes saindo lesionado para a entrada de Kady.
Kléber partiu para a jogada individual, aos 29 minutos, foi à linha de fundo, mas cruzou errado, entregando para a defesa. O ritmo da partida caiu, com os jogadores mostrando certo nervosismo. Aos 34 minutos, Lançamento parta João Pedro e Wilson deixou a meta para segurar. Dois minutos depois, Marcinho cruzou rasteiro e João Pedro pegou forte para Marcos Moser salvar em cima da linha. Até que, aos 47 minutos, Bruno Guimarães passou por dois marcadores, invadiu a área e estufou a rede para abrir o placar.
Para a segunda etapa, as equipes retornaram sem novas modificações. Aos quatro minutos, Deivid tentou a jogada individual e Júlio Rusch apareceu para acabar com a festa. Aos sete minutos, Kady deu um chapéu em Zé Ivaldo mas, antes de concluir a jogada, foi travado por Deivid. Mas, aos 11 minutos, Ederson recebeu cruzamento e de calcanhar tirou do goleiro e marcou um belo gol.
O Coxa, agora em desvantagem, acordou. Aos 20 minutos, João Paulo cobrou falta, à diretoria de Caio, com muito perigo. Aos 21 minutos, foi a fez de Pablo arriscar o tiro, para fora. O Furacão, por sua vez, administrava bem a posse de bola. Aos 27 minutos, Kléber disputou com a defesa rubro-negra, mas fez falta em Bruno Guimarães.
Boa jogada de Renan Lodi, aos 31 minutos, recebendo com liberdade e arrematando rasteiro para boa defesa de Wilson. Aos 33 minutos, Yago fez o levantamento e Marcinho desviou de cabeça ara defesa de Wilson. O Coritiba estava entregue em campo, sem criatividade, desarrumado. Aos 43 minutos, Marcinho mergulhou e desviou para fora. O jogo, entretanto, já estava resolvido.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO PARANAENSE 2 X 0 CORITIBA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 08 de abril de 2018, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva
Assistentes: Luciano Roggenbaum e Luiz Henrique de Souza Santos Renes
Cartões amarelos : Bruno Guimarães, Renan Lodi, Deivid (Atlético-PR); Galdezani, João Paulo (Coritiba)
Gols
ATLÉTICO PARANAENSE : Bruno Guimarães, aos 47 minutos do primeiro tempo e Ederson, aos 11 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO PARANAENSE : Caio; Diego Ferreira, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Deivid, Bruno Guimarães e Matheus Anjos (Yago); João Pedro (Emerson Silva), Marcinho e Ederson (Alex Sandro).
Técnico: Tiago Nunes
CORITIBA: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e Leo Andrade; João Paulo, Júlio Rusch, Matheus Galdezani e Thiago Lopes (Kady); Pablo (Iago Dias) e Kléber (Alecsandro).
Técnico: Sandro Forner
Veja como foi os gols do titulo do furacão.