Um pontinho:Atlético joga mais,mas só empata com o Grêmio.


Jogando em Porto Alegre,o furacão ficou no empate sem gols contra o Grêmio na manhã desse domingo,mesmo fazendo uma partida melhor que a do adversário e criando as melhores chances a bola não entrou e o jogo acabou sem gols com o resultado,o rubro assume provisoriamente a sexta posição na tabela de classificação na próxima rodada o furacão vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo.

O JOGO:

 A partida começou bastante estudada. A primeira falta forte ocorreu aos dois minutos de jogo. O zagueiro Wanderson acertou um chute na cabeça do meia Lincoln, mas o árbitro não apresentou cartão.
Aos nove minutos, o Atlético-PR chegou com um chute de fora da área. Pavez recuperou a bola no meio de campo e tocou para Ederson, que arriscou um forte chute na entrada da área, mas a bola foi para fora.
Nos primeiros 15 minutos, o Grêmio tocou e rodou bastante bola de um lado para outro, buscando espaços. Enquanto isso, o Furacão apostou na marcação e em alguns momentos nas faltas. Após os minutos iniciais, o Atlético-PR foi controlando a partida e o Tricolor Gaúcho encontrava dificuldades para criar e fazer a transição ofensiva.
A primeira chegada com perigo foi do Furacão. Aos 23 minutos, o lateral Zé Ivaldo lançou a bola na área e Ederson, livre, finalizou de primeira, mas sem direção. O Atlético-PR encontrou pela direita o lado para atacar. Aos 31, Nikão passou por Leonardo e cruzou para área. A zaga afastou para a entrada e Guilherme tentou de primeira, mas a bola subiu muito.
Dois minutos depois, em cobrança de falta próxima à área, em diagonal ao gol, Nikão chutou direto. A bola bateu na rede pelo lado de fora. A marcação excessiva e a falta de qualidade do confronto não resultaram em mais lances de efeito na primeira etapa.
Tanto o Grêmio quanto o Atlético-PR retornaram do vestiário para o campo sem mudanças. Aos cinco minutos, o meia Lincoln foi imprudente, tentou um drible e perdeu a bola, dando um contra-ataque para o Furacão. Guilherme arriscou um chute de fora da área, sem perigo.
Aos dez minutos, o Grêmio teve ótima oportunidade de fazer o primeiro. O lateral Léo Moura chegou pela esquerda e tocou para Everton, que, invadindo a área, deu um chapéu no marcador, mas no momento da conclusão o goleiro Weverton apareceu fechando os espaços e o chute explodiu no arqueiro do Furacão.
A resposta do Atlético-PR foi rápida. Cinco minutos depois, o atacante Sidcley foi lançado por Guilherme e ficou cara-a-cara com o goleiro Paulo Victor, que fez uma defesa espetacular, salvando o time gaúcho. Aos 22, em boa trama entre Sidcley e Ederson na entrada da área, o atacante chutou cruzado, e mais uma vez o goleiro Paulo Victor salvou o Grêmio.
Aos poucos, as duas equipes começaram a errar muitos passes e criar pouco no setor ofensivo. Só aos 40 minutos, em uma falta frontal ao gol, o Grêmio teve mais uma boa oportunidade de balançar as redes, mas a bola explodiu na barreira.
Na última grande chance de gol, Douglas Coutinho fez bela jogada pela esquerda e cruzou para a área. O meia Guilherme apareceu livre para cabecear e a bola passou rente ao poste direito de defesa gremista.
Pelo Brasileirão, os dois times voltam a campo na 22ª rodada. No próximo domingo, 27 de agosto, às 16 horas (de Brasília), o Atlético-PR enfrenta o Flamengo, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. Já o Grêmio vai encarar o Sport, no sábado, às 16 horas, novamente em casa. Antes disso, o Tricolor Gaúcho disputa a segunda partida da semifinal da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio do Mineirão.
Ficha Técnica:
GRÊMIO 0 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data: 20 de agosto de 2017, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Público: 15.369 (13.615 pagantes)
Renda: R$ 461.683,00
Cartões amarelos: Jailson e Kaio (Grêmio); Zé Ivaldo e Guilherme (Atlético-PR)
GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo (Beto Da Silva), Bressan, Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira (Conrado); Kaio, Jailson, Léo Moura, Lincoln (Patrick) e Fernandinho; Everton.
Técnico: Renato Portaluppi
ATLÉTICO-PR: Weverton; José Ivaldo, Paulo André, Wanderson e Fabrício; Esteban Pavez, Eduardo Henrique (Matheus Rossetto), Guilherme, Nikão, Sidcley (Pablo); Ederson (Douglas Coutinho).
Técnico: Fabiano Soares