Reforços:Atletico anuncia a contratação do atacante Ribamar,e do volante Esteban Pavéz.


O furacão vai se reforçando para a sequência da temporada,a diretoria rubro negra anunciou nessa semana a chegada do atacante Ribara de 20 anos que chega do Munich 1860 da Alemanha,e do volante Esteban Pavéz de 27 anos que chega junto ao Colo-Colo do Chile.Ambos chegam para suprir algumas carências do elenco atleticano e assim que tiverem seus contratos divulgados no BID(boletim informativo diário) ficam a disposição do técnico Fabiano Soares.A seguir confira a ficha técnica dos novos reforços do furacão:


Ribamar:

Posição: Atacante

Nome completo: Lucas Ribamar Lopes dos Santos Bibiano

Data de nascimento: 21/05/1997 [20 anos]
Local de nascimento: Rio de Janeiro (RJ)

Número da camisa no Rubro-Negro: 9

Clubes em que atuou: Botafogo e 1860 Munique [Alemanha]




Esteban Pávez:

Posição: Volante

Nome completo: Esteban Andrés Pavez Suazo

Data de nascimento: 01/05/1990 [27 anos]

Local de nascimento: Santiago [Chile]
Número da camisa no Rubro-Negro: 23

Clubes em que atuou: Colo-Colo, do Chile [2009, 2010, 2013-2017]; Rangers, do Chile [2010]; San Marcos de Arica, do Chile [2011]; e Unión Temuco, do Chile [2012]

Títulos conquistados: Campeonato Chileno - Clausura [2009 e 2014], Campeonato Chileno - Apertura [2015], Copa Chile [2016] e China Cup [2017]

Sem gols:Atlético fica no zero com o Botafogo.


Mais uma vez o furacão não conquistou a vitória em casa,após um jogo truncado o rubro negro não passou de um empate sem gols com o Botafogo na arena,e continua com seu jejum de vitórias.Agora o furacão volta a campo no próximo domingo novamente na arena diante a Ponte Preta.

O JOGO:

A partida começou movimentada, em velocidade, com as duas equipes tentando explorar os lançamentos. Aos cinco minutos, Sidcley apareceu pelo lado esquerdo e levantou para Pablo, que desviou de cabeça para boa defesa de Jefferson. O Furacão tentava se soltar mais. Aos oito minutos, Douglas Coutinho partiu para a jogada individual, fez fila, mas foi travado por Roger.
Lançamento de Thiago Heleno para Pablo, aos 13 minutos, mas o atacante entrou em impedimento. Cobrança de falta ensaiada para o Rubro-Negro, aos 17 minutos, com Nikão rolando para Sidcley cruzar e Douglas Coutinho desviar de cabeça, por cima da meta. Mais um ataque do Atlético, aos 24 minutos, com Sidcley arriscando da entrada da área, pela linha de fundo.A partida começou movimentada, em velocidade, com as duas equipes tentando explorar os lançamentos. Aos cinco minutos, Sidcley apareceu pelo lado esquerdo e levantou para Pablo, que desviou de cabeça para boa defesa de Jefferson. O Furacão tentava se soltar mais. Aos oito minutos, Douglas Coutinho partiu para a jogada individual, fez fila, mas foi travado por Roger.
Lançamento de Thiago Heleno para Pablo, aos 13 minutos, mas o atacante entrou em impedimento. Cobrança de falta ensaiada para o Rubro-Negro, aos 17 minutos, com Nikão rolando para Sidcley cruzar e Douglas Coutinho desviar de cabeça, por cima da meta. Mais um ataque do Atlético, aos 24 minutos, com Sidcley arriscando da entrada da área, pela linha de fundo.
O Botafogo respondeu, aos 25 minutos, com Roger recebendo na entrada da área e pegando de primeira, para fora, mas com perigo. Aos 32 minutos, Jonathan saiu machucado para a entrada de Cascardo no Furacão. Cobrança de falta na entrada da área carioca, mas Nikão desperdiça carimbando a barreira. De cabeça, aos 49 minutos, Roger deu trabalho para Weverton.
Depois do intervalo, as equipes retornaram sem novidades. A disputa voltou mais equilibrada, as a chances reais de gol eram raras. Porém, logo aos sete minutos, Fabiano Soares apostou na entrada de Ederson no lugar de Douglas Coutinho, que saiu vaiado de campo. Aos 12 minutos, Pimpão saiu em disparada e parou apenas na saída de Weverton.
A posse de bola seguia com o Furacão, mas o Botafogo era mais agudo. Aos 23 minutos, Pimpão ajeitou a bola para Matheus Fernandes, que finalizou por cima da meta, desperdiçando o ataque. Tecnicamente o jogo era ruim, com pouca emoção na Arena. Aos 31 minutos, Guilherme desviou cruzamento, a bola passou por todo mundo e se perdeu.
O Atlético apareceu com perigo aos 34 minutos, depois de chute forte de Nikão que Jefferson defendeu. No rebote, Ederson teve a chance de finalizar, mas Victor Luís apareceu para salvar. Pelo segundo amarelo, Emerson Santos foi expulso, aos 39 minutos. Com um a mais, o Rubro-Negro poderia pressionar, aproveitando ainda o longo acréscimo dado, mas tinha dificuldade e não conseguiu tirar o zero do placar em um jogo sem inspiração.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 0 X 0 BOTAFOGO
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data 20 de julho de 2017 (quinta-feira)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Cartões amarelos: Otávio, Nikão e Lucho (Atlético-PR); Joel Carli, Pimpão, Emerson Santos, Igor Rabello e Jefferson  (Botafogo)
Cartão vermelho : Emerson Santos (Botafogo)
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan (Cascardo), Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Eduardo Henrique (Guilherme)e Lucho Gonzalez; Nikão, Pablo e Douglas Coutinho (Ederson)
Técnico: Fabiano Soares
BOTAFOGO: Jefferson, Luis Ricardo, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso (Marcelo), Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Gilson) e Roger (Guilherme)
Técnico: Jair Ventura
Veja alguns lances do jogo: