Tropeço:Atlético é derrotado pelo Flamengo.


O JOGO:

O Flamengo iniciou a partida com espírito ofensivo. Seus atacantes marcavam a saída de bola do adversário com a intenção de retardar a movimentação do Atlético-PR. O meia Diego centralizava todas as jogadas de ataque e tentava colocar seus companheiros em condições de concluir.
Depois dos 10 minutos, o time paranaense também passou a adotar a marcação adiantada, o que obrigou o goleiro Diego Alves a apelar para o chutão após receber uma bola recuada por Rhodolfo. Aos 11 minutos, Eduardo Henrique recebeu na entrada da área, sem marcação, mas chutou fraco e facilitou a defesa de Diego Alves.
Aos 16 minutos, o Flamengo marcou o primeiro gol. Everton cobrou escanteio, e Guerrero cabeceou. Weverton espalmou, mas Diego, livre, apenas empurrou para dentro.
O jogo continuou monótono porque o Flamengo apenas se preocupava em administrar a vantagem, e o Atlético-PR não mostrava forças para ameaçar a defesa da equipe carioca.
Aos 21 minutos, a torcida da casa voltou a se agitar. Guerrero recebeu na área e chutou em cima da zaga. A bola sobrou para Berrío, que tocou para Willian Arão, livre na área, mas o volante furou de forma bisonha.
O Atlético-PR respondeu aos 25, em momento de grande perigo. Após cruzamento de Eduardo Henrique, Pablo ganhou de Juan, mas cabeceou para fora, desperdiçando uma boa chance.
Depois desse lance, o técnico Reinaldo Rueda decidiu mudar a formação da equipe e substituiu o atacante Berrío pelo volante Rômulo.
Aos 34 minutos, Guerrero recebeu na entrada da área, livrou-se da marcação e tocou no ângulo, mas a bola saiu. Logo depois, o goleiro Weverton evitou o terceiro gol ao defender cabeçada de Rômulo. O goleiro atleticano voltou a aparecer bem aos 45, ao defender uma cabeçada perigosa de Juan, após cruzamento de Everton.
Ficha Técnica:
FLAMENGO 2 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 27 de agosto de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Público: 8.428 pagantes
Cartões amarelos: Paulo André e Pavez (Atlético-PR)
Gols: FLAMENGO: Diego, aos 16 e Willian Arão, aos 31 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Diego Alves, Rodinei, Juan, Rhodolfo e Pará; Cuéllar (Vinícius Júnior), Willian Arão e Diego (Éverton Ribeiro); Berrio (Rômulo), Guerrero e Everton
Técnico: Reinaldo Rueda
ATLÉTICO-PR: Weverton; Zé Ivaldo, Paulo André, Wanderson e Fabrício; Pavez, Eduardo Henrique (Matheus Rossetto), Sidcley (Douglas Coutinho) e Guilherme; Nikão e Ribamar (Pablo)
Técnico: Fabiano Soares

Duelo no Rio:Atlético enfrenta o Flamengo para voltar ao G-6.


Na tarde desse domingo,o furacão entra mais uma vez em campo longe de sua torcida as 16 horas no estádio Luso Brasileiro,o furacão tem compromisso diante o Flamengo em partida que é um confronto direto pela parte de cima da tabela,isso por que o time carioca é o quarto colocado e um resultado positivo no Rio de Janeiro pode colocar o furacão até na quarta colocação no campeonato.Para derrota o rubro negro carioca e seguir a fase de bons resultados o técnico Fabiano Soares terá novidades na equipe titular em relação ao última partida contra o Grêmio.

O TIME:

Para a partida,Thiago Heleno que era dúvida está confirmado e fará dupla de zaga com Wanderson,já na lateral direita Jonathan segue de fora e Zé Ivaldo deve ganhar mais uma chance no setor já no meio de campo Lucho González segue de fora e existe uma dúvida entre Eduardo Henrique e Rosseto,além disse no setor de armação existe uma dúvida entre Lucas Fernandes e Sidcley,no demais o furacão deve ir a campo com a seguinte formação:Weverton; Zé Ivaldo, Thiago Heleno, Wanderson e Fabrício; Pavez, Eduardo Henrique (Matheus Rossetto) e Guilherme; Nikão, Sidcley (Lucas Fernandes) e Ribamar.

O Flamengo:

Embalado pela classificação a final da Copa do Brasil,o time carioca ainda é um mistério para a partida desse domingo,isso por que o treinador Reinaldo Rueda durante a semana levantou a possibilidade de uma equipe mista ou reserva para enfrentar o rubro negro da baixada,para a partida o urubu não terá o zagueiro Réver,o lateral Renê e o meia Marcio Araújo,já no gol a novidade é a volta do goleiro Diego Alves com isso o Flamengo deve ir a campo com: Diego Alves; Rodinei , Rhodolfo, Rafael Vaz e Miguel Trauco; Rômulo, Frederico Mancuello e Éverton Ribeiro; Geuvânio, Vinicius Júnior e Guerrero.


Ficha Técnica:

FLAMENGO X ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 27 de agosto de 2017, domingo
Hora: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
FLAMENGO: Diego Alves; Rodinei  Rhodolfo, Rafael Vaz e Miguel Trauco; Rômulo, Frederico Mancuello e Éverton Ribeiro; Geuvânio, Vinicius Júnior e Guerrero
Técnico: Reinaldo Rueda
ATLÉTICO-PR: Weverton; Zé Ivaldo, Thiago Heleno, Wanderson e Fabrício; Pavez, Eduardo Henrique (Matheus Rossetto) e Guilherme; Nikão, Sidcley (Lucas Fernandes) e Ribamar
Técnico: Fabiano Soares

Um pontinho:Atlético joga mais,mas só empata com o Grêmio.


Jogando em Porto Alegre,o furacão ficou no empate sem gols contra o Grêmio na manhã desse domingo,mesmo fazendo uma partida melhor que a do adversário e criando as melhores chances a bola não entrou e o jogo acabou sem gols com o resultado,o rubro assume provisoriamente a sexta posição na tabela de classificação na próxima rodada o furacão vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo.

O JOGO:

 A partida começou bastante estudada. A primeira falta forte ocorreu aos dois minutos de jogo. O zagueiro Wanderson acertou um chute na cabeça do meia Lincoln, mas o árbitro não apresentou cartão.
Aos nove minutos, o Atlético-PR chegou com um chute de fora da área. Pavez recuperou a bola no meio de campo e tocou para Ederson, que arriscou um forte chute na entrada da área, mas a bola foi para fora.
Nos primeiros 15 minutos, o Grêmio tocou e rodou bastante bola de um lado para outro, buscando espaços. Enquanto isso, o Furacão apostou na marcação e em alguns momentos nas faltas. Após os minutos iniciais, o Atlético-PR foi controlando a partida e o Tricolor Gaúcho encontrava dificuldades para criar e fazer a transição ofensiva.
A primeira chegada com perigo foi do Furacão. Aos 23 minutos, o lateral Zé Ivaldo lançou a bola na área e Ederson, livre, finalizou de primeira, mas sem direção. O Atlético-PR encontrou pela direita o lado para atacar. Aos 31, Nikão passou por Leonardo e cruzou para área. A zaga afastou para a entrada e Guilherme tentou de primeira, mas a bola subiu muito.
Dois minutos depois, em cobrança de falta próxima à área, em diagonal ao gol, Nikão chutou direto. A bola bateu na rede pelo lado de fora. A marcação excessiva e a falta de qualidade do confronto não resultaram em mais lances de efeito na primeira etapa.
Tanto o Grêmio quanto o Atlético-PR retornaram do vestiário para o campo sem mudanças. Aos cinco minutos, o meia Lincoln foi imprudente, tentou um drible e perdeu a bola, dando um contra-ataque para o Furacão. Guilherme arriscou um chute de fora da área, sem perigo.
Aos dez minutos, o Grêmio teve ótima oportunidade de fazer o primeiro. O lateral Léo Moura chegou pela esquerda e tocou para Everton, que, invadindo a área, deu um chapéu no marcador, mas no momento da conclusão o goleiro Weverton apareceu fechando os espaços e o chute explodiu no arqueiro do Furacão.
A resposta do Atlético-PR foi rápida. Cinco minutos depois, o atacante Sidcley foi lançado por Guilherme e ficou cara-a-cara com o goleiro Paulo Victor, que fez uma defesa espetacular, salvando o time gaúcho. Aos 22, em boa trama entre Sidcley e Ederson na entrada da área, o atacante chutou cruzado, e mais uma vez o goleiro Paulo Victor salvou o Grêmio.
Aos poucos, as duas equipes começaram a errar muitos passes e criar pouco no setor ofensivo. Só aos 40 minutos, em uma falta frontal ao gol, o Grêmio teve mais uma boa oportunidade de balançar as redes, mas a bola explodiu na barreira.
Na última grande chance de gol, Douglas Coutinho fez bela jogada pela esquerda e cruzou para a área. O meia Guilherme apareceu livre para cabecear e a bola passou rente ao poste direito de defesa gremista.
Pelo Brasileirão, os dois times voltam a campo na 22ª rodada. No próximo domingo, 27 de agosto, às 16 horas (de Brasília), o Atlético-PR enfrenta o Flamengo, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. Já o Grêmio vai encarar o Sport, no sábado, às 16 horas, novamente em casa. Antes disso, o Tricolor Gaúcho disputa a segunda partida da semifinal da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio do Mineirão.
Ficha Técnica:
GRÊMIO 0 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data: 20 de agosto de 2017, domingo
Horário: 11 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Público: 15.369 (13.615 pagantes)
Renda: R$ 461.683,00
Cartões amarelos: Jailson e Kaio (Grêmio); Zé Ivaldo e Guilherme (Atlético-PR)
GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo (Beto Da Silva), Bressan, Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira (Conrado); Kaio, Jailson, Léo Moura, Lincoln (Patrick) e Fernandinho; Everton.
Técnico: Renato Portaluppi
ATLÉTICO-PR: Weverton; José Ivaldo, Paulo André, Wanderson e Fabrício; Esteban Pavez, Eduardo Henrique (Matheus Rossetto), Guilherme, Nikão, Sidcley (Pablo); Ederson (Douglas Coutinho).
Técnico: Fabiano Soares

Para manter o embalo:Atlético enfrenta o Grêmio em Porto Alegre.


Na manhã desse domingo,o furacão entra em campo em Porto Alegre para enfrentar o Grêmio,adversário bem conhecido do furacão pois já se enfrentaram três vezes nessa temporada porém dessa vez,a situação é outro de um lado o rubro negro embalado com quatro vitórias seguidas contra um tricolor gaúcho todo modificado focado na Copa do Brasil.Para a partida o técnico Fabiano terá que fazer alguma mudanças na equipe em relação ao último jogo.

O TIME:

Para a partida três baixas estão confirmadas,o zagueiro Thiago Heleno será poupado e fica de fora dessa forma,Wanderson e Paulo André formam a dupla de zaga já na lateral direita Jonathan que sentiu um problema muscular na última partida,fica em tratamento e Cascardo mais uma vez entra na equipe.Quem também fica de fora é o meia Lucho González que também será poupado dessa forma o rubro negro deve entrar em campo com:Weverton,Cascardo,Wanderson,Paulo André e Fabrício;Pavéz,Rosseto,Nikão,Guilherme e Lucas Fernandes;Ribamar.

O Grêmio:

Focado na partida de volta da semi final da Copa do Brasil,o técnico Renato Gaúcho optou por mandar uma equipe reserva para o jogo contra o furacão,assim como aconteceu na última rodada os principais jogadores do tricolor gaúcho não estarão em campo nesse domingo dessa forma alguns jogadores como o goleiro Paulo Victor,o zagueiro Bressan entre outros devem ganhar uma oportunidade na equipe titular com isso o Grêmio deve ir a campo com:Paulo Victor,Léo Moura,Bressan,Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira;Jailson,Kaio,Fernandinho,Lincoln e ;Everton;Batista.



Ficha Técnica:

GRÊMIO X ATLÉTICO-PR
Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data: 20 de agosto de 2017, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
GRÊMIOPaulo Victor,Léo Moura,Bressan,Bruno Rodrigo e Marcelo Oliveira;Jailson,Kaio,Fernandinho,Lincoln e ;Everton;Batista.
Técnico: Renato Portaluppi
ATLÉTICO-PR: Weverton; Gustavo Cascardo, Wanderson, Thiago Heleno e Fabrício ; Pavez, Matheus Rossetto e Guilherme; Nikão, Lucas Fernandes e Ribamar
Técnico: Fabiano Soares.
Relembre Atlético e Grêmio no primeiro turno:


Embalou:Atlético goleia o Bahia e entra no G-6 do brasileirão.


O JOGO:

O primeiro tempo foi bastante agitado. Com ambas as equipes propondo o jogo, quem compareceu na Arena da Baixada pôde acompanhar uma disputa equilibrada, embora tanto o Bahia como o Atlético-PR tenham apresentado algumas deficiências na hora de finalizar as jogadas.
Tendo de substituir Jonathan, com um incômodo na coxa, o técnico Fabiano Soares acabou optando por Cascardo para substituir o lateral-direito. No entanto, logo após o jogador entrar em campo, os donos da casa acabaram sofrendo gol. Aproveitando cruzamento pela direita, Mendoza, livre, finalizou de primeira para carimbar a trave antes de a bola estufar as redes e colocar o Bahia em vantagem.
Mal deu tempo de os torcedores baianos comemorarem o gol fora de casa, e o Atlético-PR respondeu. Aos 24 minutos, Matheus Reis bate com o braço na bola em disputa dentro da área com Lucas Fernandes. Nikão foi para a cobrança e colocou a bola no cantinho, sem chances para Jean, que pulou para o lado oposto.
Na segunda metade do primeiro tempo o Atlético-PR ainda quase conseguiu a virada, aos 35 minutos, em cabeçada de Fabrício, que passou muito próximo do gol. Mendoza, aos 37, em chute fora da área, também assustou o goleiro Weverton, mandando pela linha de fundo.
Se na etapa inicial o jogo foi equilibrado, no segundo tempo só deu Atlético-PR. Aos seis minutos os donos da casa logo transformaram a mudança de postura em gol com Thiago Heleno, que aproveitou cobrança de falta de Guilherme para cabecear sem chances para o goleiro Jean.
Com a boa vantagem construída, o Atlético-PR baixou o ritmo nos minutos finais e se propuseram a administrar o placar. Ainda assim, antes do apito final, Nikão aproveitou falha do Bahia para arrancar pela esquerda, jogar na área e, após chute de Guilherme, Sidcley não desperdiçou o rebote e transformou o triunfo em goleada.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 1 X 4 BAHIA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 13 de agosto de 2017, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci – SC (FIFA)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)

Cartões amarelos: 
Eduardo, Matheus Reis, Éder e Zé Rafael (Bahia); Thiago Heleno e Matheus Rossetto (Atlético-PR)
GOLS: 
Mendoza, aos 20 minutos do 1ºT (Bahia); Nikão, aos 24 minutos do 1ºT, Thiago Heleno, aos seis minutos do 2ºT, Éder, contra, aos 13 minutos do 2ºT, e Sidcley, aos 40 minutos do 2ºT (Atlético-PR)
ATLÉTICO-PR : Weverton; Jonathan (Cascardo), Thiago Heleno (Zé Ivaldo), Wanderson e Fabrício; Pavez, Matheus Rosseto, Guilherme, Nikão e Lucas Fernandes (Sidcley); Ribamar
Técnico: Fabiano Soares
BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Éder e Matheus Reis; Edson (Juninho), Renê Júnior, Régis (João Paulo) e Zé Rafael (Gustavo Ferrareis); Mendoza e Rodrigão
Técnico: Preto Casagrande
Veja os gols do jogo:

Mirando G-6:Atlético recebe o Bahia na arena.


Após a eliminação na Libertadores o furacão foca todas suas atenções no brasileirão,na oitava colocação na tabela o rubro negro recebe na noite desse domingo o Bahia na arena em um jogo que pode ser considerado direto,isso por que o time baiano está a apenas três pontos do furacão.Apesar da eliminação e da derrota para o Santos no meio de semana a atuação em Santos deu animo ao time que busca a quarta vitória seguida no brasileirão e para o jogo o furacão terá novidades na equipe.

O TIME:

Para a partida o rubro negro terá voltas importantes ao time,são os casos do zagueiro Wanderson que deve ser titular na zaga no lugar de Paulo André suspenso,Pavez volta ao time e deve ser titular ao lado de Rosseto no meio campo porém Eduardo Henrique também pode aparecer no setor,já Lucho González deve ser poupado e Lucas Fernandes deve aparecer no time principal dessa forma o rubro negro deve ir a campo com:Weverton,Jonathan,Wanderson,Thiago Heleno e Sidcley;Pavez,Rosseto(Eduardo Henrique) e Guilherme;Nikão(Fabricio),Lucas Fernandes e Ribamar.



O Bahia:

Para subir na tabela o tricolor baiano vem a Curitiba tentar surpreender o furacão,porém o técnico Preto Casagrande terá muitos problemas para montar o time isso por que o treinador perdeu cinco jogadores titulares nas vésperas da partida,o zagueiro Lucas Fonseca suspenso,os meias Allione e Vinicius,o lateral Armero e os atacantes Edigar Junio e Maikon Leite dessa forma uma provável formação do Bahia é: Jean; Eduardo, Tiago, Éder (Becão) e Matheus Reis; Edson, Renê Júnior e Régis; Zé Rafael, Mendoza e Rodrigão.



Ficha Técnica:



ATLÉTICO-PR X BAHIA
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 13 de agosto de 2017, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci – SC (FIFA)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP)
ATLÉTICO-PR : Weverton; Jonathan (Cascardo), Thiago Heleno, Wanderson (Paulo André) e Sidcley (Fabrício); Pavez (Rosseto), Lucho (Eduardo Henrique) e Guilherme; Nikão e Pablo; Ribamar
Técnico: Fabiano Soares
BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Éder (Becão) e Matheus Reis; Edson, Renê Júnior e Régis; Zé Rafael, Mendoza e Rodrigão
Técnico: Preto Casagrande

Valeu furacão:Atlético luta até o fim,mas é eliminado da Libertadores.


O JOGO:

O jogo começou truncado na Vila Belmiro, como uma decisão de Libertadores. Precisando reverter a vantagem, o Atlético-PR demonstrou mais ímpeto no início e teve a primeira boa chegada do duelo. Aos 9 minutos, Nikão driblou Victor Ferraz no lado esquerdo e bateu. A bola desviou na zaga e assustou Vanderlei.
No lance seguinte, Nikão avançou novamente pela esquerda e cruzou na área. David Braz furou ao tentar afastar, mas o camisa 1 do Peixe salvou.
As duas chegadas atleticanas ‘acordaram’ o Santos, que respondeu na sequência, quando Bruno Henrique recebeu de Ricardo Oliveira e bateu de longe, passando perto do travessão de Weverton.
Porém, após a primeira chance desperdiçada, o alvinegro recuou e entregou a bola para o Furacão, esperando por um contra-ataque. O time de Curitiba, por sua vez, passou a dominar as ações e só não abriu o placar porque o Peixe tinha Vanderlei embaixo da trave.
Mostrando nenhum abatimento por ficar fora da lista de convocados da Seleção Brasileira, o goleiro santista fez três grandes defesas em um minuto e salvou o Santos novamente na Vila.
A pressão atleticana continuou. Aproveitando-se da fragilidade no meio-campo santista com Yuri e Alison, a equipe comandada por Fabiano Soares botou o Peixe ‘na roda’. Aos 37 minutos, Jonathan avançou com facilidade pelo lado direito e cruzou para o meio da área. Sidcley, completamente sozinho, bateu no meio do gol. Porém, se Vanderlei estava vendido no lance, foi a vez de Lucas Veríssimo colocar o peito na bola, em cima da linha, e livrar o alvinegro de ir para o intervalo em desvantagem no marcador.
Mesmo com a entrada de Jean Mota na vaga de Yuri, o segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro: com o Atlético-PR dominando completamente o Santos dentro da Vila. Aos 13 minutos, Jonathan cruzou para Ribamar, mas Lucas Veríssimo dividiu com o atacante e afastou o perigo.
Dois minutos depois, porém, o Peixe finalmente assustou o goleiro Weverton. Após lindo lançamento de Jean Mota, Veríssimo desviou de cabeça e a bola tirou tinta da trave esquerda do arqueiro atleticano.
A chance desperdiçada pelo alvinegro não diminuiu o ímpeto do Furacão, que seguiu dominando e pressionando em plena Vila Belmiro. Aos 26 minutos, Sidcley mandou de fora da área e obrigou Vanderlei a fazer mais uma boa defesa.
No lance seguinte, quem salvou o Santos foi a trave. Após cruzamento de Nikão, Jonathan apareceu livre na área e cabeceou na trave. Logo depois, Sidcley também avançou sem marcação e só parou em Vanderlei.
Porém, mesmo sendo completamente amassado na Vila, o Peixe conseguiu encaixar o tão esperado contra-ataque e matou o confronto. Aos 32 minutos, Lucas Lima lançou para Ricardo Oliveira na direita. O atacante cruzou na medida para Bruno Henrique apenas escorar e decretar a classificação santista na Libertadores.
Ficha Técnica:
SANTOS 1 X 0 ATLÉTICO-PR
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 10 de agosto de 2017, quinta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Mauro Viglian (ARG)
Assistentes: Diego Bonda e Gabriel Chade (ARG)
Público: 12.360
Renda: R$ 622.995,00
Cartões amarelos: ATLÉTICO-PR: Guilherme.
GOL:
SANTOS: Bruno Henrique, aos 32 do 2ºT;
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Alison (Daniel Guedes), Yuri (Jean Mota) e Lucas Lima; Copete (Thiago Ribeiro), Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Rossetto (Bruno Guimarães), Lucho e Nikão, Sidcley (Pablo) e Guilherme; Ribamar (Ederson).
Técnico: Fabiano Soares

Nós acreditamos:Atlético enfrenta o Santos em busca da vaga.


Chegou a hora,é tudo ou nada para o furacão na Libertadores na noite dessa quinta feira o rubro negro joga sua sobrevivência na competição,jogando na Vila Belmiro o furacão terá que reverter o resultado negativo da primeira partida precisando vencer por dois gols de diferença para avançar as quartas de finais.Após o crescimento e os bons resultados das últimas partidas no brasileirão o furacão chega confiante para a decisão na casa do peixe e acreditando fortemente na vaga para a próxima fase.

O TIME:

Para reverter a vantagem do peixe,o furacão terá novidades no time,isso por que jogadores como Ribamar e Fabrício foram inscritos no torneio e devem entra jogando diante o peixe,já Lucas Fernandes e Pavez por opção ficam de fora além disso jogadores como Lucho Gonzales e outros que foram poupados estão de volta ao time com isso o rubro negro terá força máxima para o compromisso decisivo dessa quinta,dessa forma o rubro negro deve ir  acampo com:Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Rossetto e Lucho González; Guilherme, Nikão e Sidcley; Ribamar.



O Santos:Com a vantagem nas mãos o peixe busca manter o resultado diante sua torcida,o técnico Levir Culpi não deverá fazer grandes mudanças no peixe para a partida dessa quinta,a única dúvida está na lateral esquerda entre Alisson e Jean Mota no demais o Santos deve ir a campo com:Vanderlei; Victor Ferraz Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Yuri, Alison (Jean Mota) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Ficha Técnica:

SANTOS X ATLÉTICO-PR
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 10 de agosto de 2017, quinta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Mauro Viglian (ARG)
Assistentes: Diego Bonda e Gabriel Chade (ARG)
SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz Lucas Veríssimo, David Braz e Zeca; Yuri, Alison (Jean Mota) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.
Técnico: Levir Culpi
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Rossetto, Lucho e Nikão;Nikão, Guilherme e Ribamar.
Técnico: Fabiano Soares

Deu furacão:Atlético derrota o Palmeiras e vence a terceira seguida.


O furacão foi até São Paulo e derrotou por um a zero o Palmeiras,com um gol de Thiago Heleno ainda no primeiro tempo o furacão garantiu o resultado e os três pontos que colocam o furacão na oitava colocação do campeonato.

O JOGO:

A partida começou equilibrada no Palestra Itália, e o Atlético-PR conseguiu inaugurar o marcador aos 17 minutos do primeiro tempo. Guilherme cobrou escanteio pelo lado direito e o ex-palmeirense Thiago Heleno ganhou de Juninho para cabecear com sucesso.
Com o Atlético-PR aplicado na marcação, Raphael Veiga pediu a bola várias vezes, mas não conseguiu criar chances de gol. Algumas vaias foram ouvidas na arena enquanto o Palmeiras trocava passes na defesa durante o fim do primeiro tempo. Os apupos, porém, cessaram rapidamente no momento em que Moisés foi para o aquecimento.
Em dificuldades para criar, o Palmeiras se limitou a reclamar de supostos pênaltis não marcados e ainda tomou um susto nos acréscimos da etapa inicial. Ederson recebeu de Lucho Gonzalez do lado direito da área e Fernando Prass precisou sair para defender.
recuperado de grave lesão no joelho esquerdo, Moisés substituiu Raphael Veiga no intervalo para sua primeira partida desde fevereiro. No segundo tempo, Cuca posicionou Zé Roberto na lateral esquerda e trouxe Michel Bastos para a ponta direita, com Erik do lado oposto.
O Palmeiras cresceu e desperdiçou grandes oportunidades em jogadas com Erik e Antônio Carlos, ambas defendidas pelo goleiro Weverton. O zagueiro, que substituiu o lesionado Juninho durante o primeiro tempo, ainda chutou uma por cima após passe de Borja.
Colocado no lugar de Erik, Deyverson avançou pelo meio e tocou para Borja parar em saída de Weverton do lado esquerdo da área. Armado para contra-atacar, o Atlético-PR conseguiu suportar a intensa pressão do Palmeiras durante o segundo tempo. Assim que o jogo acabou, novas vaias e insultos ao centroavante colombiano foram ouvidos no Palestra Itália.
Ficha Técnica:
PALMEIRAS 0 x 1 ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 06 de agosto de 2017, domingo
Horário: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF-CBF)
Assistentes: Roberto Braatz e Gilson Bento Coutinho (DF-CBF)
Público: 29.778 pagantes
Renda: R$ 1.706.659,17
Cartões amarelos: Michel Bastos (PAL); Guilherme, Paulo André e Fabrício (APR)
Gols:
ATLÉTICO-PR: Thiago Heleno, aos 17 minutos do 1º Tempo
PALMEIRAS: Fernando Prass; Fabiano, Edu Dracena, Juninho (Antônio Carlos) e Zé Roberto; Jean e Tchê Tchê; Erik (Deyverson), Raphael Veiga (Moisés) e Michel Bastos; Miguel Borja
Técnico: Cuca
ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Pavez e Lucho (Eduardo Henrique); Pablo (Nikão), Guilherme e Sidcley; Ederson (Lucas Fernandes).
Técnico: Fabiano Soares

Duelo em São Paulo:Para manter o embalo,furacão encara o Palmeiras.


Na tarde desse domingo,o furacão fecha o primeiro turno do brasileirão diante o Palmeiras em São Paulo,embalado por duas vitórias seguidas o rubro negro busca manter a sequência de resultados fora de casa para se afastar ainda mais da zona de perigo.Para a partida ao técnico Fabiano Soares deverá fazer algumas mudanças no time em relação ao time que enfrentou o Avaí.

O TIME:

Para a partida,o treinador ainda tem algumas dúvidas na montagem do time,isso por que alguns jogadores que foram poupados na partida passada devem voltar,são os caso do zagueiro Paulo André e do meia Lucho González,por ouro lado não contará com Rosseto que irá cumprir suspensão pelo terceiro amarelo,com isso o rubro negro deve ir a campo com a seguinte formação:Weverton,Cascardo(Jonathan),Thiago Heleno,Wanderson(Paulo André) e Sidcley;Eduardo Henrique,Pavez,Lucho(Guilherme),Nikão,Lucas Fernandes e Ribamar.




O Palmeiras:

Pensando na partida de quarta feira diante o Barcelona do Equador,o Palmeiras deverá ir a campo com time misto para enfrentar o furacão,o técnico Cuca não terá o goleiro Jailson,o zagueiro Mina o meia Guerra que serão poupados dessa forma uma provável formação do Palmeiras é:Fernando Prass,Edu Dracena,Juninho(Antonio Carlos),Fabiano,Michel Bastos(Juninho),Tchê Tchê,Zé Roberto,Raphael Veiga;Keno,Erik(Michel Bastos) e Borja.

Ficha Técnica:

PALMEIRAS x ATLÉTICO-PR
Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 06 de agosto de 2017, domingo
Horário: 16 horas (Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF-CBF)
Assistentes: Roberto Braatz e Gilson Bento Coutinho (DF-CBF)
PALMEIRAS: Fernando Prass,Edu Dracena,Juninho(Antonio Carlos),Fabiano,Michel Bastos(Juninho),Tchê Tchê,Zé Roberto,Raphael Veiga;Keno,Erik(Michel Bastos) e Borja.
Técnico: Cuca
ATLÉTICO-PR: Weverton; Cascardo, Thiago Heleno, Wanderson (Paulo André) e Sidcley ; Pavez, Eduardo Henrique e Guilherme(Lucho); Nikão e Lucas Fernandes; Ribamar
Técnico: Fabiano Soares
Relembre o último duelo entre furacão e Palmeiras:

Chocolate:Atlético goleia o Avaí e sobe na tabela.


Enfim o jejum foi quebrado,e em grande estilo o furacão goleou o Avaí por 5a0 na arena e garantiu sua segunda vitoria consecutiva.Com o resultado o furacão ganha quatro posições na tabela assumindo a décima primeira posição se afastando da zona de rebaixamento na próxima rodada o furacão vai a São Paulo enfrentar o Palmeiras.

O JOGO:

 Irritados pela campanha do time em casa, parte da torcida do Furacão, especialmente a organizada, não entrou na Arena. Com a bola rolando, a equipe rubro-negra tomava conta das ações, mas não conseguia criar, encontrando forte marcação. Aos seis minutos, Guilherme conseguiu levar a bola pra o fundo, mas o cruzamento foi sem direção. A resposta veio aos oito minutos, com Júnior Dutra, que abriu espaço e chutou à direita do gol, com perigo.
O Leão acordou a partida e, aos 10 minutos, Leandro Silva tentou o arremate e, na sobra, Rômulo arrematou em cima da defesa atleticana. Lucas Fernandes, uma das novidades do Furacão, recebeu bem posicionado, aos 13 minutos, mas o chute cruzado passou por todo mundo, direto pela linha de fundo. Aos 21 minutos, Nikão começou a jogada, a bola percorreu toda a área catarinense, e a defesa apareceu para salvar.
Pressão do Atlético, aos 25 minutos, com Nikão chutando com força, Douglas espalmando para dentro da área e Ribamar, com oportunismo, bem colocado para mandar em cima do goleiro. Até que, aos 34 minutos, Rosseto cobrou falta por baixo, a bola desviou na barreira e sobrou para Guilherme empurrar ao fundo da rede. Lesionado, Sidcley deixou o gramado para a estreia de Fabrício.
Para a etapa final, as equipes retornaram sem novas mudanças. Logo aos três minutos, Nikão sofreu falta e ficou no chão sentindo o ombro. O jogo voltou mais truncado, com muita briga no meio-campo. Aos nove minutos, Pedro Castro acertou um petardo e Weverton fez grande defesa para evitar o empate. O troco, entretanto, foi fatal. Guilherme, aos 10 minutos, novamente pegou sobra de bola na entrada da pequena área e bateu para marcar o segundo dele na partida.
O Furacão dominava a partida e chegou naturalmente ao terceiro, com Capa empurrando cruzamento para seu próprio patrimônio, aos 12 minutos. Aos 19 minutos, Capa chegou pela ponta e levantou para Júnior Dutra testar pela linha de fundo. O Rubro-Negro recuou um pouco, administrando o resultado e esperando para contra-atacar. E assim nasceu o quarto, aos 25 minutos, com Eduardo Henrique, que chutou e ainda contou com desvio de Capa para marcar.
O Avaí não tinha reação em campo, com a defesa perdida, assistindo o Atlético jogar. Aos 32 minutos, Ederson cruzou na medida e Eduardo Henrique cabeceou para fazer o quinto. O torcedor, que começou desconfiado a rodada, gritava olé nos minutos finais, apoiando o Atlético. Seguro, Weverton ainda evitou um gol catarinense em cruzamento de Capa, aos 45 minutos. O Furacão saltou na classificação.
Ficha Técnica:
ATLÉTICO-PR 5 X 0 AVAÍ
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 03 de agosto de 2017, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Cartões amarelos : Rosseto (Atlético-PR); Betão, Judson (Avaí)
Gols
ATLÉTICO-PR : Guilherme, aos 34 minutos do primeiro tempo e aos 10 minutos do segundo tempo; Capa (contra), aos 12 minutos e Eduardo Henrique, aos 25 minutos e aos 32 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR : Weverton; Cascardo, Thiago Heleno, Wanderson e Sidcley (Fabrício); Pavez, Matheus Rossetto (Eduardo Henrique) e Guilherme; Nikão e Lucas Fernandes; Ribamar (Ederson)
Técnico: Fabiano Soares
AVAÍ: Douglas; Leandro Silva, Betão, Alemão e Capa; Judson, Simião (Luanzinho) e Pedro Castro; Romulo (Maurinho), Joel (Willians), Júnior Dutra e Juan
Técnico: Claudinei Oliveira
Veja os gols do jogo:

Para embalar:Atlético recebe o Avaí para subir na tabela.


Na noite dessa quinta feira na arena da baixada,o furacão recebe o Avaí depois da boa vitória diante o Vasco fora de casa,o rubro negro busca quebrar o jejum de triunfos em casa e mais um confronto considerado direto,já que o time catarinense está na zona de rebaixamento e uma vitória pode afastar mais ainda o rubro negro da zona de perigo.Para a partida,o técnico Fabiano apesar de ainda não ter confirmado o time deve manter a base que venceu o Vasco.

O TIME:

Para a partida,o lateral Jonathan segue de fora,e o zagueiro Thiago Heleno será reavaliado mas a tendência é que Wanderson e Paulo André sigam como titulares na defesa,no demais o furacão será o mesmo da última partida com a seguinte formação:Weverton; Cascardo, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Pavez, Matheus Rossetto e Lucho González; Nikão e Pablo ; Ribamar.

O Avaí:

Precisando a vitória para sair da zona de rebaixamento,o time do técnico Claudinei OLiveira vem de derrota na última rodada,para a partida contra o furacão a ´nica baixa será o meia Juan que com dores musculares foi vetado e não joga,para o seu lugar foi escolhido Rômulo dessa forma o time catarinense vai a campo com:Douglas; Leandro Silva, Betão, Alemão e Capa; Judson, Simião e Pedro Castro; Romulo, Joel, Júnior Dutra e Juan.





Ficha Técnica:

ATLÉTICO-PR X AVAÍ
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 03 de agosto de 2017, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
ATLÉTICO-PR : Weverton; Cascardo, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Pavez, Matheus Rossetto e Lucho González; Nikão e Pablo  ; Ribamar
Técnico: Fabiano Soares
AVAÍ: Douglas; Leandro Silva, Betão, Alemão e Capa; Judson, Simião e Pedro Castro; Romulo, Joel, Júnior Dutra e Juan
Técnico: Claudinei Oliveira
Relembre o último confronto entre furacão e Avaí.